Natiele Lopes. Tecnologia do Blogger.

Capítulo 8

(Fic Never Gonna Be Alone)

Será que tudo estava acabado?Será que eu havia perdido a minha nessie para aquele ali?E dessa vez para sempre?"Essas eram as perguntas que eu ia me fazendo enquanto encarava nessie e aquele miserável conversando dentro do carro.


“Imbecil..” Exclamei nervoso me afastando daquele lugar e entrando dentro da floresta que me acolheu naquela imensidão.


Naquela hora eu só queria correr, me perder na mata, chorar até não agüentar mais, ou gritar aos quatro ventos o quanto eu a amava e estava sofrendo por causa disso, mais eu não podia simplesmente deixá-la,então resolvi voltar.


-Jake- Ela exclamou quando me viu visivelmente aliviada e depois me deu um abraço forte e afetuoso me deixando feliz e...emocionado ao mesmo tempo com isso- Você me assustou amigão- Declarou ainda mantendo contato comigo numa seria de afagos e carinhos- Por que você uivou daquele jeito?Eu estava tão aflita e a onde é que você se meteu?Não faça mais isso Jake,nunca mais-Ela quis saber preocupada e eu permaneci ali imóvel,aproveitando cada momento como se fosse o único,ao lado da minha garota,que hoje,talvez não fosse mais tão minha assim.




-RENESMEEE,RENESMEEEE- Alguém gritou depois de algum tempo, desesperadamente por ela e eu abaixei a cabeça,prevendo que talvez nessie fosse até ele e me deixasse ali sozinho.


“O que não aconteceu”Já que ao invés disso,ela apenas me chamou e começou a caminhar na direção aposta da voz,pra onde voltamos em silencio.
-
-
E quando enfim chegamos em nossa casa,minha irmã Rebecca venho correndo receber nessie,que abraçou a mãe chorando e me deixou surpreso.


Será que a culpa dela estar assim era minha?Ou dele?-Me perguntei devastado saindo daquele local e entrando na mata para esfriar um pouco a cabeça.


Corri então na maior velocidade que eu conseguia alcançar pela floresta escura e só me permiti parar quando achei uma arvore enorme,aonde eu me sentei e começai a chorar feito um bebe que precisava de colo,carinho e o principal de tudo”coragem” para seguir em frente e fazer o que tinha que ser feito.


_____*_________(algum tempo depois)


Eu voltei pra casa arrasado e encontrei Rebecca na porta me esperando com uma expressão de pena estampada em seu rosto.


-Como você esta?-Ela me perguntou vindo ao meu encontro e depois me abraçando com força.


-Como você acha Rebecca?-Resmunguei fungando, sim eu ainda tinha lagrimas o suficiente para chorar mais uma noite_inteira se fosse preciso_mais eu já estava cansado de me lamentar,chorar não iria adiantar nem mesmo um terço dos meus problemas,mais isso era inevitável_ Principalmente quando o assunto envolvia nessie_Ela era o meu ponto fraco.


-Não fica assim não-Ela afogou as minhas costas e depois se afastou para me encarar nos olhos-Renesmee não teve culpa ...


-Eu sei-Concordei na hora e Rebecca limpou algumas lagrimas minhas com as pontas dos dedos.


-Que bom...-Ela sorriu.


-Você não vai me dar nenhum sermão? ou fazer ameaças?-Perguntei assustado.


-Não há mais necessidade Jake- Becca afirmou-O que você passou hoje... já foi castigo suficiente, não acha?


-Se você chama aquilo de castigo- Assenti de cabeça baixa.


-Você me entendeu-Ela falou seria e depois completou- Agora venha Jake,vamos dormir, que amanhã vamos ter um dia bem longo pela frente-Rebecca me puxou.


{...}No dia seguinte{...}


-Jakee acorda-Alguém me cutucou.


-O que foi?-Resmunguei de olhos fechados.


-Eu quase fiz uma besteira-Ouvi Rebecca dizer e nessa hora eu tratei logo de abrir os meus olhos.


-Que besteira?-Perguntei sem voz.


-A de contar tu-do pra nessie-Ela gaguejou.


-O que Becca?- Perguntei indignado.


-Desculpa Jacob...eu-eu não sei o que me deu-Completou aflita.


-Rebecca não faça mais isso- Ela assentiu -Você sabe que eu vou contar.... E que só “eu” tenho esse direito- Enfatizei.


-Eu sei Jacob- Ela afirmou envergonhada e depois se sentou ao meu lado-Eu só estava com um pressentimento ruim- Rebecca me confidenciou tensa e eu sorri.


-Eu entendo que você esteja nervosa e com medo...mais vamos ter calma,que tudo vai dar certo.


-Será?-Ela me perguntou.


-Eu tenho certeza Becca...Afirmei-E não se preocupe que nessie não vai te odiar,você é que menos teve culpa nessa historia toda.


-Isso não é verdade-Ela exclamou.


-É sim...-Rebecca negou novamente- Toda essa historia de mentir pra nessie- Comecei -Só tomou esse rumo e essa proporção por minha cul...-Becca tampou os meus lábios.


-Pare com isso- Ela me pediu-Não quero ouvir mais nada.


-Me desculpa-Pedi de cabeça baixa e ela assentiu me abraçando.


-Becca?-A chamei depois de algum tempo.


-O que foi?-Ela perguntou se levantando da cama.


-Leva nessie pra escola hoje?-Pedi.


-O que?Como assim?-Perguntou assustada.


-Eu preciso ir a um lugar antes -Rebecca assentiu.


-Tudo bem...mais depois você vai buscá-la ok?


-Claro que sim- Afirmei.


-Ok, Agora eu tenho que ir ,Renesmee pode dar pela minha falta - Rebecca afirmou nervosa e depois saiu pela porta me deixando ali sozinho e com a cabeça a mil.


Permaneci dentro do meu quarto,até que Renesmee se fosse pra aula e assim não houvesse perigo dela me ver antes da hora e depois pulei da janela e comecei a correr na forma humana ,até chegar no meu destino final ” O tumulo de Isabella”.


O lugar a onde eu encontrei forças, junto com as lembranças nítidas que ainda permanecia em minha mente ,para chegar até a divisa e esperar mais uma vez por nessie,a minha Renesmee.

{...}

E agora! Eu estava aqui....parado e escondido esperando por ela,que estava demorando demais pra chegar.

“Droga cada você Renesmee,aparece?”-Pedi mentalmente.

“Meu deus!Será que aconteceu alguma coisa? Talvez seja melhor eu ir até lá”

“Calma Jake...ela só pode ter ido até á biblioteca,ou ficado até mais tarde para falar com algum professor,quem sabe”

“Ou,ou...não...ela não pode estar com ele...Será?Era só que me faltava,aquele moleque estar agarrando a minha garota na hora da saída”Fiz um careta de dor nessa hora com essa possibilidade e continuei a esperar.

-Segundos depois...

“Renesmee cadê você?O que será que aconteceu com ela senhor...Renesmee nunca demorou tanto desse jeito”Pensei desesperado.

“Merda por que eu não trouxe as minhas roupas? bem que a Rebecca me disse que era melhor eu contar pelo caminho ou quem sabe aparecer de uma vez”

“Mais que disse que eu fiz isso?Eu sou uma mula teimosa mesmo, o que eu posso fazer?”

-Alguns minutos depois...

“Chega eu vou ir até lá...Renesmee pode ter sido seqüestrada...ou aquele,aquele moleque pode ter feito algo pra ela enquanto eu estou aqui,parado como uma estatua estúpida”

“Ok,então o próximo carro dessa vez que passar por aqui eu me meto na frente,tiro o cidadão do volante e empresto as roupas dele só um pouquinho...ou vou assim mesmo...não jake,você está maluco?”

Sim,eu estava ficando doido e neurótico com aquela demora toda ,mais no fim e graças ao bom deus a minha princesa acabou aparecendo.

Olhei para minha nessie aliviado e agoniado ao mesmo tempo e nessa hora ela começou a gritar desesperadamente para que eu fosse embora dali.

-JAKE SAIA DAQUI....CORREE –E nisso eu mal tive tempo pra pensar ou até mesmo para reagir diante daquilo,por que tudo acabou acontecendo muito rápido,até mesmo pra mim,que sou um lobo e tenho uma visão ótima.

“NESSIEEE”Gritei mentalmente enquanto via um carro prata aparecer do nada e atropelar Renesmee que atravessava as ruas sem ao menos olhar para os lados.

O Impacto que eu ouvi foi tão desastroso e violento que Renesmee rolou por de cima do capo e depois caiu no asfalto machucada,mesmo assim,ela não tirou seus pequenos olhos de mim,nem mesmo na hora que a mulher do automóvel saia do carro e começava a gritar diante daquela cena,ou na hora que o Quil e uma garota morena tentou acudi-la.

“Pêra ai, o Quil?O que ele esta fazendo aqui”Minha vista escureceu,meu corpo tremeu violentamente e o desespero tomou conta de mim me tirando a razão e me levando a consciência das coisas.

Naquela hora eu não pensei em mais nada,a não ser me destranformar ali mesmo e correr na direção da minha nessie.

"E a reação de todos diante disso,foi realmente o que eu esperava"

Primeiro a tal mulher ficou simplesmente em choque quando me viu destrasfomar e passar de um lobo para um humano completamente nu, enquanto Renesmee só me olhava assustada e bem confusa,como se não conseguisse acreditar no que via, já o Quil me olhou aflito como se tivesse se culpando terrivelmente por alguma coisa e a garota de pele branca e cabelos negros que estava com ele simplesmente começou a chorar compulsivamente perto da nessie.

-Jake?-Renesmee Sussurrou sem forças e eu corri até ela e a peguei no colo com o coração devastado e com um ódio mortal de mim mesmo.

-Nessie fica comigo meu amor- Implorei a ela que desmaiou em meus braços-Ness?Amor fala comigo?Nessie?-Comecei a chamar, mais ela sequer se mexia,porém eu podia sentir que o seu coração ainda estava batendo e não pensei duas vezes.

-Me da a sua roupa Quil- Bradei me virando para ele que nessa hora estava confortando a tal garota que continuava a chorar.

“Droga isso já estava me irritando”

-O que?

-Você é surdo... Me da a sua roupa,eu tenho que leva - lá agora para um hospital.

-Eu...eu já chamei uma ambulância -A mulher que não parava de tremer disse gaguejando-Olha eu vou pagar tudo...a culpa não foi minha,meu deus o que vai ser de mim agora...por favor,se vocês não me denunciarem eu juro que não conto pra ninguém o que eu vi hoje aqui-Ela me ameaçou e eu soltei um rosnado em sua direção fazendo ela estremecer mais ainda.

-SE VOCÊ NÃO SAIR DAQUI AGORA... EU JURO QUE A COISAS VÃO FICAR BEM FEIAS PRO SEU LADO- Esbravejei transtornado e o Quil me segurou,como se temesse que eu realmente fizesse algo contra ela”Ele não me conhecia”

-NÃO toca em mim- Desviei do seu braço.

-Jacob se acalme... A ambulância já esta chegando- Ele tentou me acalmar.

-Eu já disse pra você tirar a suas roupas...Eu preciso leva - lá para um hospital- Repeti mecanicamente,nada daquilo me parecia real,nessie ali imóvel desmaiada em meus braços,aquela garota berrado ao meu lado,aqueles carros passando na mesma velocidade que aquela pista exigia sem ao mesmo nos prestar socorro e Quil,meu ex amigo ali parado tentando me acalmar e me impedir de matar a desgraçada que atropelou a minha vida.

Não,nada daquilo parecia real, pelo menos era o que eu desejava arduamente, que aquilo não fosse real e sim um sonho,ou melhor um pesadelo...como pode meu deus?Se hoje mesmo eu a vi saindo com Rebecca para ir a escola...e agora ela estava aqui em meus braços depois de ter sido atropelada?

E afinal de contas,por que diabos Renesmee atravessou a rua sem olhar para os lados?Minha garota nunca havia sido tão imprudente assim.

-Certo Jacob- Quil assentiu para a minha surpresa –Venha,vamos nos trocar ali-Ele apontou para mata e nos três seguimos para lá,quer dizer nos quatro,por que nessie ainda permanecia em meus braços e eu não estava disposto a larga-lá tão cedo,mais foi preciso,para eu poder me trocar,eu fui obrigado a deixa-lá com Quil,mais isso só perdurou alguns milésimos de segundos.

-O que eu faço agora?-Ele perguntou sem roupas.

-Olha aqui- Comecei- Agora eu não tenho tempo e nem paciente pra te fazer perguntas... Por que nessie precisa de mim... então escute bem,se eu descobri que você e ela- Apontei para garota morena que arregalou os olhos diante da minha ameaça e Quil rosnou nessa hora se colocando na frente dela.

-Não ameace a minha namorada Jake... Estamos tentando-te ajudar-Ele esbravejou.

-Se você quer realmente me ajudar,traga Rebecca para o hospital o mais rápido possível- Declarei a ele que assentiu.

-E eu vou com você- A garota anunciou e Quil olhou para ela aflito.

-Claire- Ele disse preocupado.

-Não se preocupe meu amor.... Eu devo isso a ela- Ela falou colocando as duas mãos no rosto dele que assentiu.

-Ok mais tome muito cuidado- Quil pediu me olhando pelo canto do olho.

-Eu não quero que você vá-Falei saindo da floresta com nessie e a garota chata venho a trás.

-Você vai precisar de mim-Ela constatou se aproximando da mulher -Me dê as chaves do carro- Claire ordenou estendendo as mãos.

-O que?-A mulher perguntou desacreditada.

-Me da logo essas chaves...-Esbravejou novamente e depois olhou para mim- E jake!! entre no banco do passageiro com a nessie e deixa que eu dirijo- Ela disse apontando para o carro,aonde eu entrei o mais rápido possível.

- E você sabe dirigir?-Perguntei desconfiado quando Claire se sentou no banco do motorista e colocou a chave na ignição.

-É lógico que eu sei- Ela afirmou e depois colocou a cabeça para fora da janela e gritou- EI VOCÊ AÍ,ENTRA LOGO NESSE CARRO.

-Não obrigada... Eu me recuso a entrar com ele ai dentro- A mulher respondeu olhando para mim.

-Ok se você quer assim- Claire declarou dando a partida no carro e começando a dirigir com uma louca.

-SUA DOIDA VOCÊ QUER NOS MATAR-Esbravejei segurando minha nessie no colo protetoramente.

-FICA FRIO JAKE...EU SEI DIRIGIR E ALÉM DO MAIS PRECISAMOS CHEGAR LOGO,NESSIE TEM QUE SER ATENDIDA -Ela também gritou sem tirar os olhos da pista.

-Pra você é só Jacob-Falei mal humorado e depois me lembrei de uma coisa-Merda...eu esqueci de dizer ao Quil aonde a Becca estava.

-Não se preocupe...ele sabe-Claire disse despreocupada e eu a encarei com um olhar assassino.

-Ele sabe?-Repeti aquilo furioso e Claire se encolheu no banco da frente e depois estacionou o carro.

-Já che-chegamos Jacob-Ela me anunciou tremendo e eu tratei de pegar a minha Renesmee naquela hora e sair correndo com ela até a entrado do hospital,gritando por socorro.

E logo depois disso alguns enfermeiros vieram me ajudar assustados com o meu desespero, dois deles colocaram ela numa maca e um ficou me fazendo  perguntas enquanto os outros levavam ela para uma sala que eu fui impedido de entrar.

-Se acalme rapaz ela já esta sendo atendida- Uma velhinha que deveria estar aposentada, falou com uma prancheta nas mãos.

-Eu estou calmo- Falei tremendo e senti aproximação de Claire- Você não deveria ter ido embora?-Perguntei ríspido.

-Eu não vou sair daqui enquanto não tiver noticias dela e alem do mais aquele carro não é meu e eu preciso esperar pelo Quil- Respondeu rapidamente.

-E eu posso saber da onde você conhece  nessie- Cruzei os meus braços acima do peito e a encarei curioso.

-Eu...eu-Ela gaguejou e nessa hora fomos interrompidos pela velhinha da prancheta.

-Meu jovem você precisa preencher esse papeis-Ela me avisou-São os dado da paciente, isso é obrigatório- Esclareceu.

-Ok- Assenti seguindo a velhinha e preenchendo aquela papelada.

-JAKE...-Ouvi uma voz conhecida me chamar apavorada e quando eu me virei,me deparei com Rebecca que me abraçou chorando

-Rebecca- Retribui o abraço me segurando para não cair ali no choro também.

-Como ela esta?... Eu quero ver a minha filha- Rebecca pediu à velhinha que negou com a cabeça.

-Espere mais um pouco meus jovens... O medico que esta atendendo ela já vai vim lhes informar sobre estado daquela moça-Ela nos assegurou e Rebecca assentiu se agarrando mais a mim.

-E Vocês- Encarei Quil com as minhas roupas e Claire-Como chegaram lá tão rápido? e da onde conhecem minha Renesmee?

-Jake isso não é hora- Rebecca sussurrou em meus braços.

-É hora sim Rebecca...eu preciso saber- Constatei -Essa historia toda esta muito mal contada.

-A culpa foi toda minha Jak-Jacob- Claire se precipitou e Quil a segurou com mais força em seus braços-Eu procurei Renesmee hoje cedo e contei a ela sem querer toda a verdade.

-O QUE?-Esbravejei possuído,aquela garota só podia está de brincadeira com a minha cara.

-Jacob seu problema é comigo e não com ela... A culpa foi minha também....-Quil tentou dizer.

-EU NÃO QUERO SABER MAIS DE PORRA NENHUMA....COMO VOCÊS OUSAM SE METER NA MINHA VIDA...SEU DESGRAÇADO- Larguei Becca num canto que gritou um “Para” e avancei pra cima de Quil que emburrou Claire rapidamente do caminho e se defendeu do meu primeiro ataque,mais não do segundo que foi um soco no olho e depois um no estomago.

-POR FAVOR, PAREM COM ISSO- Rebecca gritava.

-LARGA ELE....LARGA ELE- Claire tentava me impedir.

-Se vocês não pararem com isso agora eu vou ter que proibir a sua visita a menina Renesmee-A Velhinha me ameaçou com a prancheta nas mãos e nessa hora eu me separei do Quil que fou acudido por Claire e Rebecca venho ao meu encontro.

-Da pra você se controlar?-Ela bradou nervosa e eu assenti envergonhado e depois encarei o medico que chegava perto de nos e nós enviava um olhar confuso.

-O que aconteceu aqui?- Foi à primeira coisa que ele perguntou e eu resolvi ignorar.

-Como ela esta?-Quis saber ansioso e ele me encarou suspirando pesadamente.

-Bom essa menina realmente teve muita sorte, depois de um acidente daqueles e de ser removida do local da maneira que ela foi as coisas poderiam ter sido muito piores,eu diria até fatal -Ele me recriminou –Mais no causo da Renesmee- O medico pegou a prancheta da velhinha e avaliou com cuidado-Eu posso te assegurar que ela vai ficar bem-Afirmou-Inclusive,ela já esta até acordada do desmaio,causado por uma queda de pressão e quanto ao resto,entre as escoriações pelo corpo,a perna quebrada e a dor na bacia eu só lhes digo que a paciente vai necessitar de algumas semanas de molho.

-Oh graças a deus-Rebecca exclamou aliaviada-E eu posso vê-la agora doutor?-Ela perguntou também.

-Mais é claro que sim... Vocês dois podem entrarem se quiserem-Ele apontou para mim.

-Então vamos Jake- Rebecca me chamou.

-Becca- A puxei pela mão e sussurrei no seu ouvido- Ela me viu destransformar.

-O que?-Ela perguntou aflita.

-Foi preciso-Falei derrotado e ela abaixou a cabeça.

-Então vai até lá Jake- Becca mandou seriamente- Isso um dia ia ter que acabar mesmo - Suspirei.

-Ok- Assenti nervoso.

-Vamos?-O medico perguntou impaciente e eu concordei com a cabeça e depois o segui pelo um corredor extenso até chegar à ultima porta ao fundo e entrar sem hesitar no local sozinho e avistar nessie olhando pela janela do quarto que tinha vista para algumas arvores.

-Nessie-Chamei baixinho e ela não se virou para me encarar e nem se mexeu, então eu resolvi me aproximar  e assim que cheguei bem perto dela, Renesmee virou o rosto.

-Saia daqui...eu não tenho nada pra falar com você- Ela falou com a voz embargada.

-Mais eu tenho nessie! -Consegui dizer sem chorar-E eu não vou sair desse quarto enquanto não te disser tudo que está engasgado aqui dentro - Constatei.

Continua...
                                       By:natineces.

Capítulo II

(Fic Tem que ser Você)

-Ei me larga seu brucutu cheio de músculos, Larga!... Isso é uma ordem – Eu gritava completamente histérica para ele enquanto tentava me desvencilhar daqueles braços enormes, que me seguravam em um aperto de ferro.

#Droga, como é duro ser fraquinha.

-Cala a boca... Eu já estou cansado das suas reclamações-Ele ordenou me obrigando a subir alguns degraus de escada até uma varada e depois empurrou a porta de madeira com violência o que me deixou assustada e me fez calar rapidinho.

Mais só por “agora!”, por que depois o meu plano era soqueá-lo até a morte#Fato!

-Senta ai-Ele “novamente” ordenou me jogando num sofá velho e gasto de uma sala minúscula em todos os sentidos, ”Merda” quem ele pensa que é?Pra me tratar desse jeito?Agora resolveu se encrespar para o meu lado e esta me tratando como uma cadela?Ah isso com certeza não vai ficar assim, eu não nasci para receber ordens e sim dita-las.

-Olha aqui seu Índio... -Ele fez o favor de me cortar, justo na hora que eu estava preparada para ofendê-lo com rios de ofensas e apontou um dedo na minha cara voltando para aquela pose de “Eu sou o homem mal” #meda.

-Olha aqui você- Ele roubou a minha frase-Garotinha mimada! Que ainda não entendeu o que esta acontecendo- Arqueei as sobrancelhas - Quem manda agora aqui sou eu e não você, então abaixa a bola e tenha mais respeito quando for falar comigo- Jake terminou o sermão e eu abri a minha boca em um ‘Oh’ chocada demais para proferir qualquer coisa diante daquilo,a não ser, uma gargalhada histérica que saiu sem aviso prévio pela minha boca tomando conta de mim.

-kkkkkkkkkkkkkkkkkk Voc-Você só pode estar de brincadeira né?Eu juro por deus... isso foi muito bom... Jacob Black você definitivamente é um ótimo ator kkkkkkk- Declarei o saudando com uma chuva de palmas que foi cessanda rapidinho.

-Acabou?-Ele quis saber com o maxilar travado numa linha ternura pelo seu rosto moreno e eu fiquei bem quietinha no meu lugar intimidada demais com sua reação, mais somente por alguns segundos, por que depois eu cai em si e resolvi rebater,para não sair por baixo.

-Não, eu não acabei-Pausei por algum tempo e depois respondi com uma voz firme me levantando daquele sofá horrível e duro que ele havia me colocado-Olha aqui Jake,presta bem atenção que dessa vez eu não estou brincando...Quero ir embora daqui e vai ser agora....Por que eu já te disse e não faço questão de repetir que “nunca” vai ter ou vai haver algo entre a gente,então desista! E pare com esse jogo imbecil de me tratar como sua prisioneira e me ameaçar com esse seu tamanho todo e essa tua pose de machão...Por que eu não tenho medo nenhum de você - #Mentira –E se quiser pode vir que eu sei lutar Karatê – Completei me colocando numa posição de defesa-Pode vim -O chamei sem medo-“Mentira de novo”e Jake explodiu numa gargalhada que parecia mais um trovão em ação.

-Eu tenho que admitir garota-Ele começou- Você é bem durona.

-Você ainda não viu nada meu querido- Garanti.

-Mais vou ver-Constatou e depois abriu os braços dizendo -Renesmee Cullen,seja bem vinda a sua nova casa,espero que ela esteja do seu agrado- Ironizou.

-Vai continuar com isso?-Quis saber.

-Com isso o que?-Rebateu se fazendo de bobo.

-Com essa estupidez de me prender aqui... Isso não vai perdurar por muito tempo Jake,meu pai é um homem rico e o meu namorado,mais ainda...Os dois com certeza vão vir atrás de mim e dai você vai se ferrar- Declarei.

-Ninguém vai te tirar daqui-Afirmou.

-E quem te garante?-Desafiei.

-Eu me garanto... Você não vai sair daqui Renesmee Cullen,por que essa casa agora é sua,o melhor nossa -Se corrigiu-O lugar a onde vamos ter os nossos filhos...

-Filhos... -Repeti aquilo esganiçada- Meu deus você precisa se tratar... Sua loucura é mais seria do que eu pensava-Ele me ignorou.

-Vou pegar suas malas lá fora e depois vou te mostrar o nosso quarto-Me avisou saindo porta fora.

-AHHHHHHHHHH que raiva seu cretino, insuportável, medíocre e Lazaren...

-Já terminou?- Jake perguntou de repente atrás de mim.

-AHHHHH QUE SUSTO QUER ME MATAR DO CORAÇÃO- Coloquei as mãos no peito assusta e Jake riu divertido e me segurou pela cintura com uma das mãos e com a outra ele começou a acariciar o meu rosto com uma delicadeza que eu jamais pensei em receber de um brucutu enorme daqueles.

-Você é muito linda sabia?-Ele mencionou sem parar com os afagos em meu rosto e aproveitou para tirar os meus óculos escuros#Droga- Quem fez isso em você - Ele perguntou assuntado quando viu aquela mancha horrorosa#Imagino.

-Uma selvagem oras....igualzinha a você.

-EU ESTOU FALANDO SERIO RENESMEE!... QUEM FEZ ESSA PORRA NO SEU OLHO...ANDA, ME DIZ?-Ele sbravejou e eu me calei amedrontada novamente.

-Renesmee....Quem.fez. Isso em você? - Perguntou de novo com uma voz mais suavemente dessa fez.

-Uma empregada-Respondi rapidamente e ele tocou os meus lábios com as pontas dos dedos e depois fechou os olhos com força.

-Qual empregada?-Ele especificou.

-Allana- Falei sem medo e aguardei por alguns instantes a sua reação.

-Me desculpa....-Ele começou a implorar me deixando chocada#Que papo doido era aquele?-Eu devia ter mandado a Leah... Droga como eu podia prever que ela ia te agredir- Jacob disse de uma maneira bem culpada.

-Ei que papo é esse?-Me atrevi a perguntar - Como assim mandado a Leah? E não prever que a Allana ia me agredir?

-Eu pedi para ela te vijiar... Cuidar de você pra mim... -Ele tentou me explicar.

-Me viajar?Você colocou uma agressora doida dentro da minha própria casa para me viajar?-Repeti desacreditada.

-Sim-Ele assentiu.

-Sim uma ova....OMG então foi por isso que ela me bateu...POR TUA CULPA -Comecei a soqueá-los no peito tentando me soltar de seus braços que ainda estava agarrados a mim.

-Não se faça de vitima Renesmee,você a tratava como lixo-Ele rebateu tentando escapar da culpa.

-E dai?Se ela estivesse mesmo incomodava com isso pedia demissão- Fui clara- Ops esqueci...ela não podia fazer isso por que estava ocupada demais me vigiando pra você,não é?

-Não se preocupe... Amanhã ela vai lhe pedir desculpas,eu prometo-Me garantiu.

-Amanhã?Como assim?Ela vai vim pra cá- Quis saber ofendida, por que não queria ficar sobe o mesmo teto que aquela maluca.

-Sim... Pra te ensinar algumas coisas.

-Que tipo de coisas?-Demorei um segundo para reclamar.

-Arrumar a casa,lavar as roupas,fazer comida...tudo o que você deveria saber e não sabe...suponho?

-HAHAHA,Vai nessa...eu não vou aprender nada disso NUNCA!-Declarei-Por que eu não preciso, sou rica, bonita...-Ele me cortou.

-Gostosa,egocêntrica,mimada,fútil....-Completou depois me deixando emburrada-E sim! Você vai aprender isso tudo com a Allana,mulher minha tem que pelo menos saber cozinhar,arrumar a casa,cuidar dos meus filhos....

-Não vou não e pare de falar em filhos, eu nunca vou ser mãe, NUNCA!Principalmente de um filho seu- Rebati a ele que simplesmente me ignorou.

-Está com sono?... Quer tomar um banho, lá em cima tem chuveiro, mais ele é frio...acho que a madame não esta muito acostumada com isso né?-Zombou.

-Que miséria... -Sussurrei.

-Se você for boazinha comigo... Eu te dou uma vida de rainha Renesmee,com direito a banho quente e tudo mais-Eu revirei os olhos.

-Eu já tenho tudo isso Jacob Black...E não preciso das suas esmolas -Garanti.

-Você é muito modesta.

-Concordo.

-Eu adoro esse seu jeito- Revirei os olhos –E de uma forma louca ainda consigo amar tudo em você, até mesmo essa sua egocentricidade,rebeldia e ignorância são capazes de me deixar com um tesão louco....Mais isso não é só físico-Ele me confidenciou-Mais também emocional...é como se cada fibra do meu corpo reagisse a você,ao seu cheiro- Jake cheirou os meus cabelos- Ao seu gosto- Colou seus lábios nos meus por algum tempo formando um selinho demorado -Da sua pele...Do ser corpo- Acariciou os meus seios me fazendo gemer com aquele toque mais intimo-E parece que você também reage a mim- Constatou sorrindo.

-É claro que não - Neguei fielmente com a cabeça.

-Reagi sim-Ele novamente afirmou escorregando seus lábios quentes até o meu pescoço e depois os passou em minha orelha, a onde ele fez questão de dar uma pequena mordidinha- Eu consigo sentir daqui o cheiro da sua excitação.

-Impossível- Afirmei... Como ele poderia saber que eu já estava completamente molhada com aquelas sensações?Não!Ele não tinha como saber disso,estava blefando.

-Você me subestima muito Renesmee Cullen- Observou me encarando nos olhos-E eu não gosto disso.

-Serio?-Perguntei debochada- O problema é seu...

-Vai tomar um banho- Mandou-Te quero cheirosinha pra mim essa noite quando eu chegar da ronda.

-HAHAHA-Ignorei também o seu primeiro comentário- ronda?

-Outra hora eu te explico-Desconversou- Agora vai... Ah e antes que eu me esqueça o nosso quarto fica no andar de cima, bem no final do corredor na ultima porta do lado direito- Me informou.

-Obrigada pela gentileza- Agradeci sarcástica e ele me beijou rapidamente e depois me soltou na mesma velocidade-Estúpido!-Me virei para subir as escadas fulas da vida com aquele cretino de uma figa que ainda fez a questão de me dar uma tapa na bunda e sussurrar um“Gostosa” safadamente pra mim.

-E não se demore-Pediu quando eu já estava lá em cima.

-Vai ser ferrar- Gritei de volta e entrei no tal quarto que possuía uma mobília toda feita em madeira escura e envernizada, como á de um conto de fadas medíocre que eu costumava ler na minha infância.

Aquele cômodo também era grande, talvez o maior da casa, tudo que tinha ali dentro desde da cama que parecia ser de uma princesa com detalhes incríveis nas pontas, a poltrona logo ao lado da mesma e a janela pequena de madeira pintada em azul, eram simples, porém delicadas.

-Gostou?-Dei um pulo quando ele entrou no quarto com uma mala minha nas mãos e me encarou de uma maneira curiosa.

-Como você consegue fazer isso?-Quis saber nervosa.

-Isso o que?

-Aparecer assim do nada... -Esclareci- E Jake você não ia sair?

-Ia,mais eu não resiste e resolvi vim até aqui ver o que você achou do nosso quarto?-Me perguntou ansioso-Até por que ele vai ser a parte mais usada dessa casa mesmo- Estreite os meus olhos.

-Se você por acaso pensa que vamos viver como marido e mulher Jake...Pode Esquecer! Não vou deixar você me tocar-Apontei para mim mesma e ele sorriu.

-Esta com medo de mim Renesmee Cullen?...Pois não se preocupe, eu te garanto que sei tratar uma mulher muito bem na cama- Assegurou me fazendo ficar envergonhada#Droga eu nunca fiquei assim antes.

-Medo?-Sorri fracamente -Em matéria de sexo eu tiro um 10 meu amor- Me gabei.

-E eu acredito em você... Mais prefiro ver isso na pratica-Bufei irritada.

-Vai sonhando- Respondi com desdenho-O banheiro é ali?-Apontei para uma porta azul assim como a janela e ele assentiu- Com licença -Pedi pegando a minha mala para pegar uma roupa limpa para mim.

-Coloque isso - Ele ordenou pegando o mesmo vestido transparente que eu havia usado para ir ao luau,justo no mesmo dia que ele me beijou “a força”.

Vestido:http://br4.in/MySyy

-Eu não vou usar isso- Declarei,aquela era uma peça linda e não servia para ficar em casa.

-Mais eu quero que você use isso- Jake deixou bem claro.

-Ok... Então me dá algum biquine- Pedi estendendo as minhas mãos em sua direção.

-Nem pensar... Quero que use isso sem nada por debaixo- Decretou me fazendo engasgar.

-Como é que é?-Perguntei estapafúrdia- Eu me recuso... Esse vestido é transparente... Assim é mais fácil eu ficar pelada de uma vez na sua frente- Falei sem pensar.

-Seria uma ótima idéia também... Mais agora eu quero ver você dentro dele de novo-Ele continuou com aquilo.

-Você é um tarado filho da mãe- Esbravejei jogando aquele vestido longe, mais Jake conseguiu pega-lo e traze-lo pra mim novamente.

-Toma-Ele colocou a peça nas minhas mãos.

-Eu não vou vestir isso- Tentei jogar o vestido outra vez para longe, mais ele o segurou com força em minhas mãos-Ai você esta me machucando-Gemi de dor.

-Vai querer ajuda Renesmee?Pode ser pior- Me ameaçou e eu pensei por alguns instantes.

-Seu merda- Consegui me soltar dele-Isso não vai ficar assim-E me dirigi para o banheiro com a única peça que ele havia me dado em mãos.

Entrei no banheiro minúsculo e escuro e fechei a porta com bastante força e a tranquei logo em seguida com a chave para que Jake não ousasse entrar e me agarrar à força e comecei a tomar o meu banho “frio” Que decadência.

Fiquei embaixo daquela água por pouco tempo, pois o plano de enrolar bastante no banho foi completamente impossível de ser executado, ainda mais quando você esta quase congelando.

Enfim quando sai daquele boxe assassino que quase arrancou a minha pele delicada sem dó com aquela água do pólo norte eu me sequei com uma tolha fina que encontrei pendurada no cabineiro e vesti o vestido que deixou as minhas partes intimadas simplesmente a mostra.

-Mais que droga- Me encarei num espelho redondo que era grande o suficiente para me mostrar que os meus seios estavam simplesmente destapados e enrijecidos por causa daquele frio descomunal do chuveiro, mesmo assim eu resolvi criar coragem e sair dali com a cabeça erguida, ele não iria me humilhar, por varias vezes fui praticamente obrigada a desfilar quase nua na frente de New York inteira e não me importei,então por que, justo com Jacob Black isso seria diferente?

-UAL- Ele exclamou completamente catódico quando me viu.

-Pronto - Dei uma voltinha- Já satisfez o seu desejo?Posso por uma roupa mais decente agora?

-Decente?... Falando assim até parece que você esta mal vestida- Ele me desafiou-Oras eu pensei que fosse com esses tipo de roupa que você costuma sair em New York,assim quase pelada, para que todos os caras te olhassem e ficassem te secando- Ele se aproximou.

-Isso não é da sua conta- Vociferei.

-Agora é sim-Ele pegou as minhas malas que agora estavam todas em cima da cama nas mãos e se encaminhou para a pequena janela-Mulher minha não vai se vestir como uma vadia.

-O QUE?-Gritei- Para...JAKE NÃO FAÇA ISSO,ESTA MALUCO?EU TE MATO SEU CANALHA-Eu pulei em cima dele tentando evitar que as minhas roupas caríssimas fossem jogadas janela a baixo,mais foi em vão,a primeira mala que ele fez questão de deixar aberta espatifou na terra-SEU MISERAVEL...-Esbravejei olhando o prejuízo enquanto ele se preparava para pegar a minha segunda mala-Não Jake- Me ajoelhei no chão bem em sua frente-Não faça isso por favor...eu te imploro...essas coisas foram caríssimas,o que eu vou vestir? -Comecei a atropelar as palavras completamente desesperada e ele me encarou.

-Não se preocupe amor... -Jake foi até o guarda roupa de madeira e abriu todas as portas-Allana comprou roupas novas e “decentes” para você vestir-Ele enfatizou essa parte e eu me levantei do chão.

-Jacob Black, se você jogar a minha mala naquela janela de novo... Eu juro que eu pulo junto – Ameacei.

-Para de drama-Ele falou se encaminhando para a minha próxima mala,mais eu fui mais rápida e pulei em cima dela antes que ele a pegasse de mim.

-Sai dai- Ele me tirou rapidamente.

-Jake não faz isso- Falei manhosa e o segurei pelo pescoço com as duas mãos roçando de propósito as minhas pernas nas suas- Eu prometo que vou ser boazinha - Menti me agarrando ainda mais a ele que soltou a minha mala no chão.

-O que você esta tentando fazer?-Ele me perguntou com os olhos flamejando de desejo e eu sorri.

-Eu?-Repeti aquilo dengosa –Nada- Desconversei mordendo os seus lábios de leve.

-Acha que pode me enganar?-Ele se afastou de mim e pegou a minha mala do chão me fazendo arregalar os olhos.

-NÃO!NÃO!NÃO- Berrei quando ele se virava para a janela e num ato totalmente impulsivo da minha parte eu acabei arrancando as minhas roupas e corri para abraçá-lo por detrás, Jake então parou na mesma hora e ficou rígido com o meu toque.

-Nessie- Ele falou o meu nome em forma de um gemido, alto e rouco#O jogo estava ganho.

-To aqui- Respondi passando as minhas mãos em seu peitoral ainda sobre a camisa e ele acabou soltando as minhas malas no chão para a minha alegria-Todinha pra você- Sussurrei me afastando dele as poucos- Venha- Chamei de uma maneira sexy e Jake como um lobo esfomeado se virou para me encarar e como o esperado, só faltou babar de boca aberta quando me viu por inteiro- Vai ficar aí só olhando é?-O desafiei sentando na cama sem perder em nenhum momento o contato visual com seus olhos.

-Não pense que vai consegui me manipular Renesmee- Eu neguei com a cabeça e tombei ela para trás deixando que os meus seios ficassem ainda mais em evidencia.

-Imagina- Comecei -Eu não estou lhe obrigando a nada... Se quiser vir, Venha!Se quiser jogar as minhas malas lá embaixo- Abaixei a cabeça e o encarei com um olhar desafiador- Jogue! Mais eu te garanto Jacob Black, fazendo isso você vai perder muito mais...

-Você é muito manipuladora sabia- Jake constatou e num piscar de olhos ele já estava bem em minha frente a centímetros de distancia do meu rosto.

-E você é muito cretino sabia-Rebati a ele que me agarrou pelos cabelos com força e colou as nossas bocas num beijo violento e lascivo.

-Ai você é ogro- Reclamei quando ele largou a minha boca para ambos respirassem e começou a chupar o meu pescoço com força, como se quisesse me demarcar para ele.

-E você gosta disso- Contra atacou-Senão não teria me provocando- Constatou sorridente me fazendo bufar.

-Você é um estúpido convencido- Continuei sentindo os meus seios serem sugados pela sua boca quente e faminta.

-E você é muito boca suja- Revidou antes de tomar o meu outro seio, dessa vez o direito me fazendo gritar com aquela sensação absurda.

-DROGA- Berrei contraindo o meu corpo ardente em chamas contra o dele que ainda permanecia vestido.

Resolvi intervir e num puxão nada amigável eu tirei sua camisa com ânsias.

-Para quem acabou de me dizer que nunca ia me deixar toca-lá... Você esta bem assadinha- Ele ainda fez piada mordendo o meu queixo logo em seguida.

-Cala a boca e me beija seu ogro filha da mãe-Mandei sentindo o meu corpo todo amolecer quando ao mesmo tempo em que sua boca se colava na minha,seus dedos voavam para minha intimidade e começavam a massageá-la sem dó e muito mesmo piedade- Oh meu deus- Gemi ensandecida tentando tirar suas calças com as minhas mãos que pareciam naquela hora duas gelatinas.

-Calminha ai...deixa que eu te ajudo- Sussurrou no meu ouvido arrancando as próprias calças e nesse momento eu percebi que Jake não curtia cuecas.

-UAL- Gritei surpreendida com aquele tamanho todo e ele sorriu totalmente convencido.

-Gostou?-Jake perguntou no meu ouvido se encaixando dentro de mim aos poucos- Ele todo seu-Me garantiu aprofundando ainda mais o seu membro em meu interior até chegar praticamente no meu útero e voltar rápido e depois afundar novamente.

-DROGA JAKE...VOCÊ VAI ME MATAR ASSIM-Berrei sentindo o seu membro sair novamente e depois me penetrar e depois sair com uma facilidade louca varias vezes até que eu simplesmente não agüentei mais e gozei gritando o seu nome com muita força ainda por cima.

Jake sorriu mais ainda com a minha entrega e continuou com aqueles movimentos rápidos e delirantes como se fosse insaciável.

-Já cansou nessinha...?-Quis saber se movimentando com ainda mais força dentro de mim,mais agilidade e  ânsia.

- Seu miserável- Xingue com a voz falha de tanto gritar de prazer- Chega-Implorei quase desfalecendo na cama e ele riu alto demais porém como um animal selvagem continuou a se movimentar num vai e vem doido no meio interior até que tudo em minha volta ficou completamente escuro e eu desmaiei completamente exausta de tanto tesão que aquele filho da mãe havia me proporcionado numa simples transa.

-

-

-

..2 horas depois...

Acordei completamente nua e na mesma cama que eu havia transado com Jake antes e vislumbrei o uma bandeja enorme de comida ao meu lado junto com um bilhete escrito a mão.

Eu o então o peguei para ler.

“E ai minha delicia esta melhor?rsrsr

Espero que sim...você me deu um tremendo susto viu, quando desmaiou no meio do nosso bem bom.....rsrsr

Enfim nunca pensei que a mulher que tirava um 10 em matéria de sexo fosse

Cair dura depois de um foda bem dada....

Acho que peguei um pouco pesado com você não é?E admito...na próxima,prometo ser um pouquinho mais carinhoso e se você não me tirar do serio eu posso até gozar primeiro rsrsr

Muitos beijos minha linda nessa sua boca gostosa e antes que eu me esqueça... Ta vendo essa bandeja ai ao lado?

Pois então,eu quero que você coma tudo que tem nela ok?..Por que mais tarde eu vou te querer cheia de energia  “só pra mim”....”Ele enfatizou.

-Miserável... -Prejulguei com um sorriso bobo nos lábios e cai de costas no colchão novamente com a carta ainda presa em minhas mãos -AI- Gemi sentindo algo incômodo no meu pé direito-Droga o que é isso- Apalpei aquela região e encontrei uma corda grosa amarrada no meu tornozelo- O que?-Me levantei na mesma hora e olhei para aquilo tremendo de raiva.

-Jake...seu imundo desgraçado,filha da mãe....você me amarrou na cama?-Constatei fula da vida tentando tirar em vão aquela corda dos meus pés.

-Ah mais você quer guerra não é?Então é guerra que você terá...desgraçado-Pulei da cama nessa mesma hora e fui até a minha necesser que estava jogada num canto e vasculhei tudo achando o meu canivete de ouro,uma herança de família - Isso deve servir para alguma coisa- Me encaminhei novamente para cama e me sentei com a perna direita em cima do colchão e com a esquerda no chão gelado e comecei a trabalhar cortando aquela corda aos poucos com a parte que continha um pequena faca afiada.

Fiquei assim nessa posição por um bom tempo, por que depois quando eu finalmente consegui cortar a corda, minhas mãos estavam duras,meus dedos cortados devido a minha afobação em cortar logo aquele troço e os meus pés estavam amortecidos,tanto aquele que ficou no chão por tempo demais,como aquele que estava com a corda.

Esperei por algum tempo sentada na cama até o meu corpo voltar ao normal e depois corri para pegar uma roupa que graças a deus ainda estavam dentro da mala completamente intactas e vesti algo bem fácil, um vestido soltinho sem nada por debaixo e um tênis para facilitar a minha fuga.

Depois sai pela porta, desci as escadas me cerificando que de fato Jake ainda não havia chegado e tentei abrir a porta que estava trancada, o único jeito?Foi quebrando a janela que era bem grande com uma cadeira que encontrei pelo caminho e pular pela mesma.

E olha que eu fiz isso muito mais rápido do que eu pensava e logo já me encontrava do lado de fora limpando os vestígios de terra que ficariam no meu vestido e começando a correr ainda mais rápido quando percebi que tinha algo me seguia, ou melhor, uma coisa, enorme, marrom e cheia de pelos, como se fosse um bicho.

Passei por diversas arvores, galhos e a nenhum momento olhei para trás, por que estava com muito medo do que eu podia ver se fizesse isso... Então a única solução regada ao desespero que eu estava sentindo naquela hora foi gritar por socorro e rezar para que alguém me ouvisse e me ajudasse a sair dali.

-SOCORRO... SOCORRO ALGUEM ME AJUDA... Ajuda... -E nessa mesma hora um rosnado ensurdecedor escoou atrás de mim me fazendo travar no lugar e me virar bruscamente com as pernas bambas de tanto pânico e encarar um animal enorme e cheio de pelos olhando para mim.

-AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!

Continua...
                                         By:natineces

Capítulo 7

                                                 (Fic Never Gonna Be Alone)


Pov Especial Claire.

-E meu Quil continua sendo o Michael Copon....kkkk Só muda as Claire =)-http://br4.in/Pfsys


Hoje já fazia exatamente um ano que Sam havia morrido,assassinado por vampiros que invadiram as nossas terras á procura de algo que até hoje desconhecemos.

Sam era o meu tio e marido da tia Emily que só não desabou naquela época com a noticia por causa do filho, Seth,que só tinha dois aninhos de idade,um menino muito lindo, forte e determinado assim como o pai que é hoje praticamente o único consolo de Emily que vive seus dias abatida.

Todos sabem que o coração da tia esta destroçado por dentro,eu mesma quase morri quando vi o Quil, hoje meu namorado e na época meu melhor amigo a beira da morte,o combate foi muito feio e outros lobos infelizmente faleceram assim como Sam e meu Quil uns dos únicos que sobreviveu voltou para casa muito machucado e ficou semanas e semanas entre a vida e a morte.

O que eu senti foi tão forte naquele momento que cheguei a pensar que iria sufocar de tanta dor,chorei,me desesperei,não sai um minuto sequer do lado do meu amor que para minha felicidade acordou dizendo que me amava e que me queria muito mais que só uma grande amigo.

Naquela época eu só tinha 16 anos e a única responsável por mim era minha tia Emily que ficou meio excitante em deixar e permitir a nossa relação mais depois não ouve jeito e ela acabou aceitando e me deixando ser feliz.

Não por inteiro, é claro, por que eu ainda me sentia ameaçada, ainda mais agora que estávamos sem um líder, isso nunca havia acontecido, em lugar nenhum e em bando nenhum,o que deixava a todos muito amedrontados, inclusive os anciões que botavam fé em Seth,mais ele infelizmente ainda é muito pequeno e jovem para assumir tal responsabilidade e ninguém podia esperar,por que aqueles sanguinários sem coração poderiam voltar a qualquer momento e matar as nossas famílias,a minha família,o meu Quil e isso eu simplesmente não podia permitir.

Então um dia por descuido e sorte da minha parte eu escutei Leah minha melhor amiga,falar com a mãe dela sobre o tio,um filho legítimo do alfa Billy,também morto por vampiros a muitos anos atrás,ao que parece ele ainda estava vivo,perto e com uma impressão,uma garota chamada Renesmee que tinha a mesma idade que eu.

Quando escutei aquilo o meu coração só faltou saltar de meu peito com o tamanho do alivio que senti diante de uma nova esperança para o meu povo’’Meu deus nos estávamos á salvo”Eu pensei naquele dia e corri para investigar o paradeiro dessa tal garota.

Confesso que não foi muito fácil tirar essas preciosas informações do meu Quil, mais eu era muito esperta e sabia seduzir um homem muito bem, quer dizer o meu homem, aquele que era louquinho por mim e sempre fazia tudo o que eu queria.

Enfim descobri muita coisa e juntei as pistas todas,Renesmee era uma órfã adotada por Rebecca irmã de Jake e ambos os dois viviam numa casinha pequena no meio da floresta,ela estudava na única escola de Focks e era uma garota meiga,incrível,linda de cabelos castanhos avermelhados,pele alva,estatura pequena e rosto em forma de um coração.

‘’Perfeito”Agora o meu ultimo passo era ir atrás dela e convencê-la a pelo menos me ajudar,nem que pra isso eu tenha que me ajoelhar aos seus pés e implorar.

Sim eu estava disposta a tudo,mais para esse plano dar certo e ter sucesso eu tive que despistar o Quil,por que ele provavelmente nunca me deixaria ir lá e cometer essa loucura,que pra mim era um modo desesperado de conseguir ajuda e salvar as pessoas que mais amo nessa vida.


Seguidores

Instagram

Neces In Love Story Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados