Natiele Lopes. Tecnologia do Blogger.

Capítulo I

(Fic Tem que ser Você)

-Senhorita Renesmee?-Allana me chamou na porta.

-Ai que saco- Resmunguei baixinho “Será que ninguém podia tomar um banho em paz nessa droga de casa não? - O que foi Allana?-Perguntei gritando.

-Tem um moço que deseja falar com a senhora lá embaixo- Respondeu.

-Que moço?-Quis saber saindo da minha banheira de espumas e colocando um robê preto para ir até a porta. -Ou melhor,quem esta lá infeliz?-Perguntei  novamente me deparando com a songa-monga da minha empregada, ai deus, como eu sentia falta da minha casinha em New York,até os empregados de lá eram melhores que aqui#sem dúvida.

“Mais o que a gente não faz pela melhor amiga,não é mesmo?Por que se eu tinha vindo para esse lugarzinho tão mequetrefe a culpa era toda da Claire,que agora deveria estar lá com aquele indiozinho dela cheio de músculos”

-Ele não me disse o nome dele senhora- A besta falou gaguejando e eu revirei os olhos - Mais eu acho que ele é um índio... Muito bonito por sinal.

-Dispenso seus comentários Allana,agora chispa daqui e avisa a ele que eu já estou descendo -Ela assentiu e eu rapidamente fechei a porta, indo até o meu closet vestir algo decente já que o meu banho quente e relaxante certamente tinha ido para o brejo com essa intromissão do idiota,sim idiota,por que eu já sabia exatamente quem era o tal índio lindão que a Allana se referia.

#Merda.

Vesti um short azul e uma regatinha branca que era meia transparente e por debaixo um sutiã branco e desci bufando até a sala de estar e lá estava ele parado com os seus dois metros de atura e mais alguns centímetros que eu não me atrevia em chutar quantos era e sua pose de machão.

#Nossa,eu simplesmente odiava homens assim,nunca fizeram o meu tipo- Bufei.

-Achei que tinha dito para ficar longe de mim- O recebi da forma mais educada possível e ele imediatamente se virou para me fitar e antes de me responder alguma coisa,ficou me encarando como se estivesse hipnotizado por mim.

-Eu sei,eu sei, e é por isso que eu vim até aqui- Ele foi dizendo me deixando confusa -Vim te pedir desculpas....Por tudo que eu fiz ontem na festa.

-Não sei não,você me beijou na frente de todo mundo e a minha reputação aonde é que fica?....se você não sabe meu querido eu tenho namorado e ele é lindo e muito ciumento...deixa só ele ficar sabendo do que você fez,ele te corta em pequenos pedaçinhos,ouviu bem?Te corta- Ameacei com a voz firme e pelo canto do olho percebi que Jake fechou ambas das mãos com força e trincou os dente#E no fim eu é que acabei ficando com mais medo da sua reação do que das minhas palavras que deveria lhe soar pelos menos ameaçadoras.

-Eu já lhe pedi desculpas... Aquilo foi uma atitude impensada da minha parte- Tornou a repetir.

-É bom mesmo que aquilo não se repita... Além do mais nem vai ter como isso acontecer mesmo- Suspirei aliviada e cai sentada no meu sofá enorme e macio.

-Como assim?-Ele perguntou redigido.

-Eu vou embora amanhã mesmo,essa cidadinha feiosa já deu o que tinha que dar,eu não ganhei simplesmente nada vindo pra cá,a não ser um louco...-Parei no meio da frase sem querer ofender mais ainda aquele projeto de músculo em minha frente.

-Por favor, não vá-Eu me surpreendi ao ouvir isso... Sabe como é,eu estava esperando uma reação mais enervada,#por ser uma conhecedora nata sobre os homens”eles sempre agiam assim com agressividade quando eram insultados”

-E por que não, eu posso saber?-Perguntei divertida.

-Por que eu não quero ficar longe de você Renesmee- Suspirei fundo e me levantei do sofá.

-Olha aqui Jacob,ou Jake como você mesmo me mandou lhe chamar,eu sei que você esta apaixonado por mim,na verdade eu causo isso nos homens....até que você é muito bonitinho e tals- Me aproximei mais dele e colei nossos corpos- Mais eu realmente não sou para o seu bico,olha pra mim,eu tenho classe,estilo,sou bonita,atraente,rica e poderosa.....já você- Me afastei de Jake que parecia imóvel como uma pedra e continuei-É eu indiozinho de araque que não deve ter nem aonde cair morto.

-Você não sabe o que diz-Ele falou ofendido”Tadinho eu acho que magoei o coraçãozinho dele”

-Sim eu sei muito bem o que eu digo....Não sou como Claire Jake,que não liga para esses tipos de coisas,ela só não passa de uma boba apaixonada que só vai cair em si quando estiver grávida do quinto filho e não tiver dinheiro para comprar o leite das crianças.

-Eu sou trabalhador e nunca deixei faltar dinheiro em casa.

-Pois eu, nunca precisei sujar minhas mãos....sabe por que?Por que eu tenho empregados como a Allana- Apontei para ela que estava ouvindo a nossa conversa indevidamente por sinal- Por que eu tenho um pai rico, uma família que tem negócios e um namorado que é um dos modelos mais bem pagos desse planeta....Eu não preciso disso,mais você Jake precisa e sabe por que?Por que nos dois somos diferentes, a minha classe é muito acima que a sua e é exatamente por isso que eu não me misturo.

-Você não sabe ó quanto as suas palavras me ferem... -Ele sussurrou quase sem voz como se estivesse preste a chorar.

-Às vezes é bom ouvir a verdade, ela evita que nós nos iludimos - Encerrei a conversa-E agora, por favor, saia daqui, eu tenho muita coisa para fazer e você esta me atrapalhando-Pedi a ele que me encarou por um longo tempo e depois declarou com uma postura mais firme e ameaçadora.

-Eu tentei ser gentil,carinhoso...mais depois lembre-se Renesmee- Ele começou a falar se aproximando de mim lentamente e me deixando com medo –Foi você....que quis assim- Jacob terminou de falar e saiu da minha frente sem dizer mais nada e a idiota da Allana foi logo atrás.

-É bom mesmo que ela console aquele bruto louco,quem ele pensa que é pra falar daquele jeito comigo?- Perguntei indignada e depois subi novamente para o meu quarto e escutei meu celular tocar.

#Era o Nahuel.

-Alô amor? Nossa que saudades de você- Atendi ao telefone toda contente#Só mesmo o gostoso do meu namorado para me animar numa hora dessas.

-E eu Renesmee,você não sabe como estou louco de saudades e duro pra sentir você - Dei um sorriso abafado com isso e mordi os lábios para evitar um gemido.

-Amanhã amor, Amanhã eu vou ser todinha sua novamente-Prometi.

-E eu mal posso esperar por isso,você já me deixou á muito tempo na seca-Eu revirei os olhos, por que sabia que o Nahuel não era fiel,na verdade eu sempre soube disso e nunca me importei#nos dois tínhamos uma relação bem aberta e não eramos ciumentos um com o outro, e assim como ele eu também estava livre para ficar com quem eu quisesse.

-Conta outra- Respondi sorrindo e ele vez o mesmo do outro lado da linha.

-Você sabe que nenhuma mulher pode ocupar o seu lugar,não sabe amor?-Ele perguntou temeroso.

-Mais é claro que eu sei Nanu...Não existe nenhuma mulher do mundo capaz de me substituir,eu sou única- Me gabei.

-Eu adoro esse seu jeito sabia?...-Ele falou roucamente -Quando você chegar aqui safada,eu tenho uma surpresa para você.

-Surpresa é....me conta vai por favor- Pedi manhosa e ele gargalhou.

-Não faz assim que eu não resisto-Implorou.

-Você é um garoto muito mal sabia?E isso vai ter troco-Eu disse e desliguei o celular que logo voltou a tocar,mais eu não atendi.

-VOCÊ É UMA VAGABUNDA SABIA- Alguém gritou atrás de mim, sem ao menos anunciar a sua entrada ou bater na minha porta e quando eu me viro furiosa da vida acabo encarando Allana,isso mesmo, aquela infeliz espumando de raiva.

-O que você disse empregadinha?- Vociferei tentando manter a calma, eu era uma diva e não iria me rebaixar com a criadagem.

-EU ESTOU ME DEMITINDO, ALIAS HÁ MUITO TEMPO EU QUIS FAZER ISSO MAIS PRECISAVA DO EMPREGO... Só que agora,você vai embora e eu vou perder ele do mesmo jeito,então eu decidi aproveitar e lhe dizer umas poucas e boas sua patricinha mimada.

-O que foi Allana tá de TPM ou levou um fora do indiozinho com músculos? –Perguntei a ela que simplesmente ignorou os meus comentários e começou a dizer.

-Sabe quantas garotas se matariam para ter pelo menos a atenção do Jake?Sabe quantas garotas queria ganhar o coração daquele homem?

-Eu não sei e nem quero saber-Respondi simplesmente e ela relinchou como um cavalo, essa infeliz estava começando a me dar medo.

#Jake?Quer dizer então que ela conhecia o indiozinho cheio de músculos?Tava na cara,ou melhor,esta na cara.

-Você não sabe valorizar as pessoas ao seu redor,a não ser... que elas sejam extremamente ricas como a sua família de poses,não é?...Garota você não entende nada da vida,nunca sequer passou fome ou sofreu por amor,por que, sempre teve tudo aos seus pés,mais a sua hora vai chegar e um dia você vai pagar por tudo o que esta fazendo,por cada pessoa que humilhou,pisou ou se desfez.

-Você esta me ameaçando sua empregadinha insolente?-Perguntei entre dentes.

-Não,eu só estou lhe dando um aviso- Respondeu se virando para ir embora mais antes que isso acontecesse ela se voltou de novo para mim e me deu um soco no meu olho direito, me fazendo cair com o impacto no chão ao lado da cama.

-E isso, é por todas as vezes que você me chamou de infeliz e pelo o que fez com o Jake lá embaixo-Ela saiu do meu quarto e eu me levantei com dificuldades.

-SUA DESGRAÇADA, ISSO VAI TER VOLTA, ESTA ME OUVINDO, EU VOU LHE PROCESSAR SUA INFELIZ- Esbravejando estas palavras eu acabei caindo na minha cama e adormecendo ali mesmo, sobre os meus lençóis de seda pura.

_
_

-Menina Renesmee, acorda, você precisa se arrumar querida, ou vai perder o seu avião- Escutei Sue me chamar ao fundo e levantei a minha cabeça que parecia pesar mil quilos para fita-lá.

-Oh meu deus...... o que é isso em seu rosto?-Ela exclamou assustada e eu me levantei correndo e indo direto para o meu espelho.

-EU NÃO ACREDITO NISSO- Gritei em pleno pulmões quando visualizei a minha cara toda amassada,cheia de olheiras horríveis e o pior de tudo com um hematoma enorme meio arrochado e verde ao redor do meu olho direito.

-O que aconteceu menina,o que é isso em seu olho?- Sue perguntou preocupada.

-Foi aquela vagabunda da Allana Sue- Respondi chorando e fui abraça – lá,talvez Sue fosse a única exceção de empregada boa nesse lugar,ela era carinhosa como Olivia que trabalhava na minha outra casa e era praticamente uma mãe pra mim,alias mais que isso,por que Bella,minha mãe verdadeira, preferia muito mais os seus cremes caros e ante rugas do que a mim,a sua própria filha.

-Allana,não ela não pode ter feito isso,Allana foi embora ontem a noite mesmo minha querida- Sua esclareceu e eu me afastei para fita-lá colocando as minhas mãos sobre minha testa que estava latejando de tanta dor.

-Foi antes Sue,aquela desgraçada invadiu o meu quarto,me disse coisas terríveis e depois me deu um soco no olho e saiu- Ela colocou a mão na boca assustada.

-Oh meu deus menina... Eu vou pegar um pomadinha lá embaixo para você, ela vai lhe fazer muito bem- Sue disse e abriu a porta para sair do quarto mais antes que isso acontecesse eu acrescentei.

-Aproveita e pega um remédio para dor de cabeça também Sue,por que eu sinto que a minha a qualquer momento vai explodir-Ela assentiu rapidamente e saiu,já eu,aproveitei para tomar um banho gelado# quem sabe assim eu conseguia acalmar um pouco os meus ânimos.

-Menina Renesmee- Sue chamou do lado de fora.

-Já estou saindo Sue-Me sequei e coloquei o meu robe e fui para o meu quarto encontrando ela parada com ambas das mãos ocupadas, uma delas com a tal pomada milagrosa que eu estava torcendo que fosse pelo menos capaz de tirar essas cores horrorosas do meu rosto perfeito e a outro com o um telefone sem fio.

-Menina Renesmee aqui está à pomada que eu lhe falei -Ela me estendeu o frasco e eu o peguei rapidamente e Sue continuou-E a Claire deseja falar com a senhora,disse que é urgente.

-Ok,obrigada por tudo Sue-Agradeci e me lembrei de uma coisa -E o remédio para dor de cabeça que eu lhe pedi?-Perguntei.

-Está ali na sua cômoda querida,junto com um copinho de água e se quiser mais alguma coisa é só me chamar que eu venho correndo -Eu assenti e ela saiu do meu quarto e eu atendi o telefone.

-Claire?Até que enfim você se lembrou que tem uma amiga não é?-Perguntei extremamente magoada.

-Renenesmee foi mal,tantas coisas aconteceram amiga,você nem sabe...mais eu te liguei para saber que historia é essa que você vai voltar hoje mesmo para casa?-Ela quis saber.

-Muito simples Claire, eu não agüento mais ficar aqui servindo de vela pra você e aquele seu indiozinho de araque- Respondi.

-Ei eu não admito que você fale assim dele,Quil é o meu namorado e eu exijo respeito- Bradou.

-Você quer mesmo brigar comigo pelo telefone é?Por que eu já vou avisando Claire... que hoje eu estou o bicho.

-O que aconteceu?-Ela perguntou preocupada e eu revirei os olhos.

-O que aconteceu?O que aconteceu foi que eu FUI AGREDIDA VERBALMENTE E FISICAMENTE PELO UMA MALDITA EMPREGADINHA DE MERDA...FOI ISSO QUE ACONTECEU,Satisfeita?

-Ei,não desconta em mim ta legal,eu não tenho culpa...mais que historia é essa?Como assim você foi agredida?Por que e por quem?-Ela começou a me perguntar.

-Pela Allana aquela maldita infeliz- Respondi com uma raiva notável pelo meu tom de voz”Ah aquelazinha ainda me paga pelo esse soco que ela me deu,a se me pega”

-A Allana?Mais ela me parecia tão boa moça,Renesmee...o que você fez para ela?-Claire me perguntou desconfiada.

-Boa moça?Nem aqui e nem na china,aquilo é uma cascavel peçonhenta....e eu não fiz nada não Claire,eu só não tenho culpa se ela tomou as dores do índio cheio de músculos.

-O Jacob?Você esta falando do Jacob?

-Sim desse ai mesmo que venho aqui em casa ontem achando que tinha alguma chance comigo, pode uma coisa dessa amiga?

-Renesmee o que você falou pra ele?...Me diz anda-Ela simplesmente ordenou.

-Eu sou falei a verdade ora essa e deixei bem claro que eu não era para o bico dele,simples assim.

-Eu te conheço Renesmee e sei que quando você que, sabe humilhar as pessoas... Por que você faz isso heim?O Jacob gosta tanto de você.

-Todo mundo gosta querida.

-Ele é diferente... O Amor que ele tem por você nessie vai além do normal.

-Isso não existe Claire,alias existe sim mais é só nessa sua cabeçinha fantasiosa.....ai desencana, logo,logo ele me esquece e se apaixona por outra.

-Não é tão fácil assim... Infelizmente você foi à escolhida.

-Escolhida?-Perguntei confusa.

-É melhor deixar pra lá,você não vai entender, por que como você mesma disse eu gosto de fantasiar as coisas, não é?

-Calma Claire,não vai ficar chateada comigo, você sabe que eu não sei mentir-Tentei me redimir com ela,a ultima coisa que eu queria era ficar mal com a minha melhor amiga.

#Isso não.

-Você é sempre a dona da verdade Renesmee,mais morre de medo de ouvir umas...esse é o seu problema,você não é humilde- Claire disse e simplesmente desligou o telefone na minha cara.

#É eu acho que agora Focks,você definitivamente já deu o que tinha que dar.


...Algumas horas depois...

-Menina Renesmee, as suas malas já estão no carro e o motorista já esta lhe aguardando lá fora.

-Muito bem Sue e a Claire não apareceu mesmo?-Ela negou com a cabeça e eu suspirei profundamente ” É eu acho que eu ia realmente sair dessa cidadezinha brigada com a Claire#Ótimo”.

-Vamos- Ela me chamou segurando a minha maletinha de mão e eu assenti simplesmente colocando a minha bolsa nos ombros e o meu óculos escuros para que ninguém visse o meu hematoma e muito menos as minhas olheiras, que eu pelo menos consegui esconder com uma maquiagem carregada de muito corretivo.

Cheguei até o carro e o meu motorista que se eu não me engano se chamava Jared# mais um daqueles indiozinho moreno e cheio de músculos, abriu a porta traseira para mim entrar e assim eu fiz rapidamente pedindo a deus que aquele caminho não fosse muito longo,eu já estava terrivelmente entediada e ficaria mais ainda se isso acontecesse.

-Gostou da nossa cidade Senhorita?-Jared puxou assunto comigo e eu revirei os olhos,certa que ele não tomou sequer conhecimento desse meu gesto, pois eu estava de óculos escuros e isso seria impossível.

-Não,odiei-Respondi curta e grossa e ele continuou parecendo não se abalar.

-Mais por quê?Esse lugar é tão lindo e os turistas costumam adorar.

-Eu não sou uma turista Jared e se eu vim para esse fim de mundo foi por causa daquela mal agradecida-Respondi baixinho.

-Quem?-Ele pareceu não entender.

-Claire aquela loirinha que chegou comigo- Expliquei.

-Sei, ela é a namorada do meu amigo, não é?

-Se você se refere ao Quil, eu acho que sim- Constatei.

-Sim eu me refiro a ele mesmo- Concordou e depois voltou a falar-Eu também sou muito amigo do Jacob.

-Oh sim,eu devia imaginar-Bufei um pouco irritada,aquela conversa já estava tomando um rumo que eu não pretendia mais chegar.

-Jacob é um homem muito bom,esforçado,trabalhador,bom filho,amigo de verdade e com certeza será um ótimo marido e pai.....Sorte da mulher que se casar com ele.

-Olha aqui Jared pode parar de vender o peixe,ok?E se você ainda não percebeu,eu não estou nem um pouco afim de saber de tudo isso - Tentei encerrar a conversar

-Sabe- Ele continuou a falar #Meu deus é hoje que eu iria cometer um assassinato, detesto esses empregados que não sabem o seu lugar e ficam torrando as paciências dos seus patrões-Eu realmente sinto muita pena do Jacob,você não presta para ele,mais ninguém tem controle sobre o Amor,principalmente o nosso,que é tão intenso e irreversível –Jared falou e quando eu estava prestes a rebater com ele e lhe mandar tomar naquele lugar pela ousadia de me dizer que eu não presto,ele me cortou-Mais eu acho que se fosse com a minha Kim,eu faria a mesma coisa,menos ficar longe dela- Ele riu-É uma pena você não ter escutado ele ontem,seria tudo mais fácil- O carro então parou e quando olhei pela janela tudo o que eu vi foi uma imensa floresta e uma casa no meio dela,linda como á de um conto de fadas#mesmo assim ,para mim ela continuava sendo pequena e insignificante, pois a minha em New Youk deveria ter com certeza,dez vezes mais o tamanho dessa aqui.

-Ai meu deus que lugar é esse?-Perguntei desesperada a Jared que simplesmente saiu do carro levando a chaves consigo e eu que não sou burra aproveitei essa brecha também para sair correndo pela a minha porta que não estava trancada,mais antes que eu conseguisse alcançar a primeira arvore que estava mais próxima a mim,senti dois braços extremamente fortes me pegaram e me levantarem no ar como se eu fosse uma boneca de pano.

-Quem é você?ME SOLTA,ME SOLTA- Comecei a me debater nos braços do sequestrador,crente que ele era Jared mais essa pista se tornou simplesmente falsa quando eu vi ele voltando para carro novamente,#Assim que deixou todas as minhas malas no chão.

#Jared então foi embora.

-VOCÊ QUER DINHEIRO? EU LHE DOU,A MINHA FAMILIA TEM POSES,POR FAVOR NÃO FAÇA NADA COMIGO,EU LHE IMPLORO-Comecei a chorar desesperada e ele me virou para encará-lo- Você?-Minha voz quase sumiu quando encontrei o seu olhar, aquele mesmo penetrante e intenso de antes- O que quer de mim?

-O seu amor- Jacob respondeu antes de me arrastar com ele para dentro da casa.


*___________________________________________________________*

Anexos dos personagens que já apareceram nos capítulos(Obs:Se eu ainda não coloquei algum ou é por que ele não mudou da versão original ou ainda vai aparecer)


Renesmee-http://br4.in/tUa54
Claire-http://br4.in/1fCzw
Allana-http://br4.in/ju1aU
Quil-http://br4.in/kqBzB
Nahuel-http://br4.in/zY4m0
                                                        By:natineces

1 comentários:

  1. D+ acompanho seu blog faz muitissimo tempo eu estou esperando o proximo capituloooooo to morrendo de angustia pfff

    ResponderExcluir

Comente,critique,elogie e de as suas sugestões,mais sem ofensas ok?Que eu sou muito sensível rsrsrs.

Seguidores

Instagram

Neces In Love Story Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados