Natiele Lopes. Tecnologia do Blogger.

Capítulo 6

(Fic Never Gonna Be Alone)

Me separei de Alec completamente aterrorizada e comecei a forçar a fechadura da porta com as mãos tremulas e ansiosas para que ela abrisse logo e eu pudesse finalmente sair dali e correr até Jake.


-Abre essa porta Alec, ABRE-Gritei quando o meu esforço e o meu desespero se tornaram em vão.

-Não, eu preciso lhe tirar daqui- Alec me disse meio em pânico e amedrontado e antes que ele pudesse sequer segurar o volante e ligar aquele carro, eu o segurei pela mão.

-Se você não abrir essa porta agora...eu vou gritar- Ameacei com a voz firme e carregada de autoridade e ele me encarou.

-Nessie não, você esta louca? Não ouviu aquele uivo?-Ele me perguntou indignado.

-Que uivo?Eu não ouvi nada... Agora anda Alec, abre essa porta agora- Exigi mais uma vez.

-Não,eu não vou abrir-Ele se negou.

-Alec, por favor- Comecei a chorar-Abre essa porta, eu lhe imploro... Abre.

-Renesmee... -Ele tentou me dizer.

-ABRE AGORA... ABRE- Vociferei com raiva e comecei a esbofeteá-lo completamente fora de mim e Alec me segurou.

-O QUE DEU EM VOCÊ?-Ele também esbravejou.

-Eu só quero ir pra casa... –Sussurrei tentando engolir meu choro “Uma tentativa bem vão, eu confesso”.

-Eu te levo-Afirmou e eu neguei com a cabeça- Então nada feito - Constatou me deixando enfurecida- Eu não vou deixar você sair sozinha, tem um lobo uivando lá fora, você pode ser atacada.

-Não seja estúpido Alec, aquilo nem foi um uivo - Menti.

-Como não?Eu ouvi muito bem- Constatou me fazendo bufar.

-Não,você não ouviu nada- Rebati tentando me soltar desesperadamente do seu aberto- Alec eu juro que se não me soltar agora... Eu falo amanhã pra todo mundo que você me agarrou a força- Usei as minhas ultimas armas e ele me encarou desacreditado.

-Você não faria isso-Alec afirmou me soltando.

-Sim,eu faria....Agora abre essa porta e me deixa sair- Falei pela ultima vez e ele acatou.

-Você é louca- Resmungou novamente destrancando a porta.

-Exatamente Alec- Concordei -E não ouse me seguir-Avisei antes de sair do carro correndo.



Naquela hora, nada falava mais alto que o meu extinto de proteção, nada, era mais importante pra mim que encontrar Jake e constatar que ele estava bem e para isso nem mesmo o perigo que eu poderia estar correndo entrado naquela floresta sozinha era relevante, muito menos as dores que eu sentia em todos os galhos de arvores que cruzava o meu caminho e cortavam a minha pele exposta sem piedade alguma.

-JAKEE... JAKEEE- Eu comecei a gritar forçando os meus olhos um pouco embasados pelas lagrimas grosas e insistentes que caiam pelo meu rosto e nada dele aparecer- Jakee- Tornei a repetir, só que dessa vez num tom mais baixo, denotando bem o tamanho da minha frustração.

-Onde você está amigão- Ofeguei caindo de joelhos e colocando as mãos na cabeça-JAKEEE... APARECE.

-

-

-Droga- Resmunguei baixinho e quando eu estava preparada para puxar o ar novamente de meus pulmões e chamá-lo, Jake saiu detrás das arvores que em minha visão não passavam de borrões escuros e parou bem em minha frente.

-Jake- Exclamei aliviada e corri até ele para lhe dar um abraço bem apertado -Você me assustou amigão- Afoguei os seus pelos e continuei a falar- Por que você uivou daquele jeito?Eu estava tão aflita e a onde é que você se meteu?Não faça mais isso Jake,nunca mais- Comecei a atropelar as palavras por causa do meu nervosismo e Jake sequer se mexeu em meus braços.

-Jakee esta tudo bem?- Perguntei encarando seus olhos grandes com as pupilas negras brevemente dilatadas e brilhosas.

-Você nunca vai me responder não é?-Constatei sorrindo, eu devia parar com isso,Jake não fala e eu sinceramente não sei por que insisto tanto nisso.

“Talvez por que ele seja o meu melhor amigo? e o único que eu posso confiar”

-RENESMEEE,RENESMEEEE- Fui despertada dos meus pensamentos quando ouvi Alec me chamar.

#Droga,provavelmente ele havia entrado na floresta e estava me procurando agora,bufei de raiva com isso e encarei Jake novamente.

-Vem Jake- O chamei começando a caminhar- Vamos embora amigão- Finalizei indo para casa.

-

-

-

-Renesmee....oh meu deus!O que aconteceu filha? – Foi à primeira coisa que mamãe me disse quando eu chegue em casa.

-Nada mãe - Menti exausta.

-Como nada-Ela repetiu indignada-Você esta toda machucada e olha só essas roupas!Estão um trapo....Renesmee- Ela repetiu -Você estava chorando?Por quê?O que aconteceu filha?Me diz-Mamãe terminou de falar me olhando aflita e eu corri para os seus braços em busca de algum conforto.

-Mamãe- Repeti fungando- Hoje foi o pior dia da minha vida- Declarei a ela.

-Por quê?Me diga meu anjo- Ela perguntou carinhosa e nos duas entramos em casa,mais antes,eu não pude deixar de olhar para trás e constatar que Jake já não estava mais ali.

E esse fato,sinceramente apertou o meu coração.

-Mãe eu não tive culpa,eu juro, a Jane não me ouviu...eu tentei para - lá- Suspirei tentando engolir o provável choro que tentava sair.

-Renesmee- Mamãe respirou nervosamente-Eu não estou conseguindo entender nada filha.

-Me desculpa-Ela assentiu- Eu não deveria ter ido,você tinha razão...as coisas são muito perigosas lá fora.

-Nem tudo filha...Mais o que aconteceu afinal de contas?

-A Jane mamãe,desmaiou dentro da piscina...e eu fiquei com tanto medo- Terminei de falar soluçando.

-Oh meu bem-Ela colocou a mão na boca e me abraçou-E como ela esta agora?-Perguntou temerosa.

-Bem....Carlisle disse que ela só precisa de repouso e que logo,logo vai melhorar-Mamãe assentiu abrindo um imenso sorriso de alivio para mim.

-Então não se preocupe filha... Você não teve culpa nenhuma disso meu anjo, eu tenho certeza.

-Se eu não tivesse ido,nada disso teria acontecido Mamãe-Eu me deitei em seu colo.

-Não é assim que as coisas funcionam Renesmee...não podemos prever tudo filha,nada que existe esta totalmente sob o nosso controle-Mamãe terminou de falar e eu me levantei de seu colo e a encarei envergonhada.

-Como um beijo roubado?

-Exatamente... Mais por quê?-Ela quis saber.

-O Alec,irmão da Jane me trouxe para casa depois e me beijou no carro...-Falei de uma vez só.

-Oh meu deus,na boca Renesmee?- Ela se levantou do sofá e novamente colocou a mão na boca como se estivesse em choque.

-Sim- Afirmei timidamente.

-E você gostou?-‘Ta,agora eu definitivamente deveria estar igual a um pimentão “Aposto”.

-Não sei-Respondi- Foi diferente... E bom, Alec é um garoto bonito, talvez o mais lindo da minha escola,mesmo assim eu não posso dizer ainda que gosto dele -Disparei a falar,eu costumava fazer isso quando estava nervosa.

-Renesmee, não faça nenhuma escolha precipita meu anjo-Mamãe aconselhou acariciando os meus cabelos.

-Eu não vou fazer mãe - Afirmei- E além do mais... eu acho que aquilo só foi um beijo...-Constatei desanimada.

-Talvez sim,talvez não-Mamãe disse meio incerta e depois seu semblante mudou para um cheio de preocupação.

-Mãe -A chamei.

-O que foi meu anjo?-Perguntou.

-Eu posso ir dormir?

-Claro que sim- Respondeu sorrindo- Mais antes tome um banho e limpe bem esses arranhões que a mamãe vai fazer uns curativos depois.

-Não,deixa que eu mesma faço- Ela arqueou as sobrancelhas –Por que eu quero que você procure o Jake pra mim,por favor...eu quero muito saber se ele está bem-Pedi preocupada.

-Claro filha, pode deixar que hoje eu vou ter uma conversa muito seria e definitiva com aquele lobão cabeça dura-Ela sorriu.

-E se ele te responder mamãe,me avisa tah?-Completei brincando e fui para o meu quarto.

#Por que amanhã o meu dia seria muito longo.

Afinal de contas eu teria que encarar Alec novamente, sim isso era inevitável, mais será que eu estava preparada?E aquele beijo, significou alguma coisa pra mim?

Na verdade?Eu não sei!Os meus sentimentos estão tão confusos e estranhos hoje que eu nem me atrevo a dizer.

Então é melhor eu ir dormir mesmo e tentar esquecer tudo o que aconteceu hoje no mundo dos sonhos,a onde tudo é mais fácil,pratico e rápido de se conseguir.

-Boa noite.

-

-

-

-Acorda bela adormecida-Mamãe me chamou ao longe e eu abri os meus olhos lentamente para encara – lá- Quer ficar em casa hoje filha?-Foi à primeira coisa que ela me perguntou.

-Melhor não, eu quero ir pra aula- Declarei me levantando.

-Mais sem a Jane?

-Pode deixar mamãe, que eu vou sobreviver- Brinquei lhe dando um abraço bem apertado e lhe sussurrando um “bom dia”-E aí,falou com o Jake ontem?

-Falei- Ela respondeu.

-Eee?

-Como o previsto ele não me respondeu... Mais vai, pode ter certeza-Mamãe declarou meio seria.

-Mãe... Como assim?

-Filha hoje quando você chegar da aula... Eu tenho algo muito importante mesmo para lhe dizer... Mais antes eu só quero que me prometa que vai tentar entender... -Eu a cortei.

-Mãe agora você ta me deixando com medo- Confessei.

-Desculpa nessie,eu só estou muito nervosa...Depois da aula a gente conversa...

-Mais... -Tentei falar.

-Nessie se arruma que eu vou preparar o seu café-Mamãe mudou rapidamente de assunto e saiu em disparada do meu quarto.

-Nossa- Sussurrei estática e resolvi me arrumar.

Primeiro troquei as minhas roupas rapidinho e coloquei uma calça longa para esconder meus arranhões que logo,logo iriam ficar bons e uma blusinha com uma jaquetinha simples por cima e fui para cozinha.

-Mamãe o que você quis dizer com aquilo?- Tentei novamente.

-Nessie eu simplesmente não posso dizer... Por que não tenho esse direito, por favor, entenda filha e seja paciente-Ela implorou e eu não tive outra escolha a não ser assentir e tomar o meu café em silêncio e depois ir para aula.

#Com um detalhe, sem o Jake,o que me deixou ainda mais confusa.

-Não se preocupe, ele vai estar aqui depois-Mamãe me garantiu e eu atravessei as ruas e fui para minha escola.

Depois já na sala, sem a Jane,que como previsto não venho para aula hoje a minha cabeça ficou rodando com as palavras da mamãe.

Afinal de contas, o que ela quis dizer com“Eu tenho algo muito importante mesmo para lhe dizer” ou” eu simplesmente não posso dizer...Por que não tenho esse direito”.

”Como assim?Ela não tinha direito de me dizer se antes ela me disse que ia falar...droga isso tudo é tão confuso”

Comecei a martelar esses tipos de coisa na minha mente e fiquei tão inerte em meus pensamentos que mal ouvi sinal tocar.

-Senhorita Renesmee- A professora Belle me chamou enquanto guardava os seus materiais na bolsa.

-Nossa me desculpa professa-Me levantei constrangida e aprontei o meu material rapidinho também.

-Algum problema querida?-Ela me perguntou preocupada e eu neguei rapidamente com a cabeça.

-Nada não professa- Respondi sorrindo e saindo da sala de aula.

Comecei então a caminhar pelo corredor da escola com passos largos,numa tentativa frustrada de não me deparar com Alec,na verdade eu estava bem dividida entre procurá-lo para saber noticias da Jane e desfazer o mal entendido de ontem a noite ou sai dali sem ao menos lhe dar explicações.

#É eu acho que isso certamente seria o melhor a fazer, mais infelizmente eu só descobri isso tarde demais.

-Renesmeeeee....Renesmee espera eu preciso falar com você- Ele me chamou quando eu estava preste a sair do estacionamento,então eu tive que parar.

-Sim- Respondi me virando um pouco desconfortável com a sua presença.

-Nossa- Ele parou bem em minha frente e colocou as mãos no joelhos respirando ofegante,o que me fez crer que ele estava correndo— Você gosta mesmo de fugir de mim não é?-Ele perguntou divertido e eu apenas sorri tentando esconder o meu nervosismo.

-Eu não estou fugindo de ninguém Alec- Menti descaradamente, que mamãe me perdoe,mais nesse momento, isso era preciso.

-Sei-Exclamou inserto e começou a falar- Renesmee olha, eu sei que eu fui um idiota com você ontem- Desabafou- Eu não deveria ter lhe beijado daquele jeito... Não foi legal.

-Não, não foi- Concordei.

-É eu sei e estou arrependido por causa disso.

-Deixa pra lá Alec-Pedi.

-Não,por favor,me da uma chance... A gente poderia se curtir um pouco mais,o que acha?-Ele Propôs.

-Olha Alec- Comecei- Eu não sou como aquelas garotas que você esta acostumado á pegar... Eu não gosto de ficar,se apaixonar por um dia e dar beijos sem limites,isso tudo definitivamente não faz o meu estilo...Pra mim, o amor é algo especial,forte,intenso e vamos ser bem honestos,nem eu e nem você estamos apaixonados um pelo outro.

-Você tem razão, isso é até um pouco raro hoje em dia, mais eu entendo o seu lado e te admiro- Ele confessou me encarando de um jeito estranho- Você é uma garota muito especial nessie e se um dia eu resolver que quero me casar e formar uma família,vai ser como uma garota assim de valores, feito você- Nos dois sorrimos e eu fiquei muito envergonhada com isso.

-Obrigada-Agradeci timidamente.

-Não há de que - Respondeu me estendendo a mão- Podemos ser pelo menos amigos então, sei lá a gente podia sair algum dia desses, tomar um sorvete, curtir um cineminha... Eu ia adorar te conhecer um pouco mais.

-Bem... Eu só aceito se você me prometer que será apenas como bons amigos?- Propus.

-Eu prometo- Alec me respondeu colocando as mãos para trás.

-Então feito-Respondi sorrindo,bem aliviada,pra falar a verdade.

-Com licença- Fomos interrompidos por uma garota- Vocês podem me dizer se tem uma aluna chamada Renesmee aqui?-Ela perguntou simpática e Alec me encarou com as sobrancelhas arqueadas e antes que eu pudesse sequer responder, ele tomou a minha frente e fez isso por mim.

-Claro e ela esta bem aqui-Ele apontou para mim que estreitei os meus olhos e o encarei indignada.

-Você?Você é a Renesmee?-Dessa vez foi a tal garota que perguntou olhando diretamente para mim.

-É,eu sou sim- Respondi bem hesitante.

-Ah graças a deus-Ela agradeceu levantando as mãos para o céu e eu e Alec nos encaramos divertidos com aquela cena.

-Por quê?-Me atrevi à pergunta.

-Oh desculpa-Ela exclamou estendendo suas mãos para mim - Meu nome é Claire,Claire Youg,eu sou de La Push,conhece?-Se apresentou.

-Eu já ouvi falar- Alec levantou a mão- Muitos dizem que lá só tem caras enormes e fortes que metem medo em muita gente, é verdade?-Ele perguntou e Claire soltou um risinho e balançou a cabeça.

-Não,não é verdade-Ela discordou-Bem você....?-Ela começou a falar para Alec que novamente se apresou em dizer.

-Me chamo Alec,prazer-Ele também se apresentou.

-Muito prazer Alec- Ela o cumprimentou -Eu poderia lhe pedir um favor?

-Claro-Ele respondeu na hora e eu me senti um pouco desconfortável com isso.

-Você pode me deixar a sós com a Renesmee,eu preciso muito mesmo falar com ela,mais tem que ser a sós- Finalizou.

-Bem eu não sei... Renesmee tem algum problema?-Alec quis saber.

-Bem Claire, eu estou com muita presa, tenho que ir para casa...-Tentei escapar- Essa conversa não poderia ser amanhã?-Perguntei.

-Não Renesmee... O que eu tenho pra lhe falar é muito serio -O semblante dela nessa hora então mudou por alguns segundos e me deixou com medo- Por favor, você tem que me escutar... É muito importante.

-Ok- Respondi sem graça e ela sorriu novamente aliviada-Alec pode nos dar licença então?- Pedi educadamente.

-Claro nessie- Ele assentiu me dando um beijo no rosto, gesto que me deixou bem envergonhada por sinal- Tchau linda a gente se fala depois.

-Alec- Chamei antes que ele se fosse embora -Como esta a Jane?- Perguntei preocupada.

-Bem... -Ele pensou por alguns segundos e voltou a dizer– Bom ela só resmunga, pergunta por você,se culpa pelo o acontecido e não vê a hora de voltar pra escola- Finalizou sorrindo.

-Diga á ela então que eu vou esperar ansiosa por isso-Pedi.

-Pode deixar- Alec me vez um gesto engraçado com as mãos e foi embora de uma vez, na verdade a escola toda já tinha feito isso,com uma exceção é claro,nos duas,paradas ainda ali no estacionamento.

-Então Claire?-Suspirei pesadamente olhando para ela-O que você tem a me dizer que é tão importante assim?-Perguntei.

Continua...
                                       By:natineces.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente,critique,elogie e de as suas sugestões,mais sem ofensas ok?Que eu sou muito sensível rsrsrs.

Seguidores

Instagram

Neces In Love Story Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados