Natiele Lopes. Tecnologia do Blogger.

Capítulo 6

(Fic Never Gonna Be Alone)

Me separei de Alec completamente aterrorizada e comecei a forçar a fechadura da porta com as mãos tremulas e ansiosas para que ela abrisse logo e eu pudesse finalmente sair dali e correr até Jake.


-Abre essa porta Alec, ABRE-Gritei quando o meu esforço e o meu desespero se tornaram em vão.

-Não, eu preciso lhe tirar daqui- Alec me disse meio em pânico e amedrontado e antes que ele pudesse sequer segurar o volante e ligar aquele carro, eu o segurei pela mão.

-Se você não abrir essa porta agora...eu vou gritar- Ameacei com a voz firme e carregada de autoridade e ele me encarou.

-Nessie não, você esta louca? Não ouviu aquele uivo?-Ele me perguntou indignado.

-Que uivo?Eu não ouvi nada... Agora anda Alec, abre essa porta agora- Exigi mais uma vez.

-Não,eu não vou abrir-Ele se negou.

-Alec, por favor- Comecei a chorar-Abre essa porta, eu lhe imploro... Abre.

-Renesmee... -Ele tentou me dizer.

-ABRE AGORA... ABRE- Vociferei com raiva e comecei a esbofeteá-lo completamente fora de mim e Alec me segurou.

-O QUE DEU EM VOCÊ?-Ele também esbravejou.

-Eu só quero ir pra casa... –Sussurrei tentando engolir meu choro “Uma tentativa bem vão, eu confesso”.

-Eu te levo-Afirmou e eu neguei com a cabeça- Então nada feito - Constatou me deixando enfurecida- Eu não vou deixar você sair sozinha, tem um lobo uivando lá fora, você pode ser atacada.

-Não seja estúpido Alec, aquilo nem foi um uivo - Menti.

-Como não?Eu ouvi muito bem- Constatou me fazendo bufar.

-Não,você não ouviu nada- Rebati tentando me soltar desesperadamente do seu aberto- Alec eu juro que se não me soltar agora... Eu falo amanhã pra todo mundo que você me agarrou a força- Usei as minhas ultimas armas e ele me encarou desacreditado.

-Você não faria isso-Alec afirmou me soltando.

-Sim,eu faria....Agora abre essa porta e me deixa sair- Falei pela ultima vez e ele acatou.

-Você é louca- Resmungou novamente destrancando a porta.

-Exatamente Alec- Concordei -E não ouse me seguir-Avisei antes de sair do carro correndo.

Capítulo I

(Fic Tem que ser Você)

-Senhorita Renesmee?-Allana me chamou na porta.

-Ai que saco- Resmunguei baixinho “Será que ninguém podia tomar um banho em paz nessa droga de casa não? - O que foi Allana?-Perguntei gritando.

-Tem um moço que deseja falar com a senhora lá embaixo- Respondeu.

-Que moço?-Quis saber saindo da minha banheira de espumas e colocando um robê preto para ir até a porta. -Ou melhor,quem esta lá infeliz?-Perguntei  novamente me deparando com a songa-monga da minha empregada, ai deus, como eu sentia falta da minha casinha em New York,até os empregados de lá eram melhores que aqui#sem dúvida.

“Mais o que a gente não faz pela melhor amiga,não é mesmo?Por que se eu tinha vindo para esse lugarzinho tão mequetrefe a culpa era toda da Claire,que agora deveria estar lá com aquele indiozinho dela cheio de músculos”

-Ele não me disse o nome dele senhora- A besta falou gaguejando e eu revirei os olhos - Mais eu acho que ele é um índio... Muito bonito por sinal.

-Dispenso seus comentários Allana,agora chispa daqui e avisa a ele que eu já estou descendo -Ela assentiu e eu rapidamente fechei a porta, indo até o meu closet vestir algo decente já que o meu banho quente e relaxante certamente tinha ido para o brejo com essa intromissão do idiota,sim idiota,por que eu já sabia exatamente quem era o tal índio lindão que a Allana se referia.

#Merda.

Vesti um short azul e uma regatinha branca que era meia transparente e por debaixo um sutiã branco e desci bufando até a sala de estar e lá estava ele parado com os seus dois metros de atura e mais alguns centímetros que eu não me atrevia em chutar quantos era e sua pose de machão.

#Nossa,eu simplesmente odiava homens assim,nunca fizeram o meu tipo- Bufei.

-Achei que tinha dito para ficar longe de mim- O recebi da forma mais educada possível e ele imediatamente se virou para me fitar e antes de me responder alguma coisa,ficou me encarando como se estivesse hipnotizado por mim.

-Eu sei,eu sei, e é por isso que eu vim até aqui- Ele foi dizendo me deixando confusa -Vim te pedir desculpas....Por tudo que eu fiz ontem na festa.

-Não sei não,você me beijou na frente de todo mundo e a minha reputação aonde é que fica?....se você não sabe meu querido eu tenho namorado e ele é lindo e muito ciumento...deixa só ele ficar sabendo do que você fez,ele te corta em pequenos pedaçinhos,ouviu bem?Te corta- Ameacei com a voz firme e pelo canto do olho percebi que Jake fechou ambas das mãos com força e trincou os dente#E no fim eu é que acabei ficando com mais medo da sua reação do que das minhas palavras que deveria lhe soar pelos menos ameaçadoras.

-Eu já lhe pedi desculpas... Aquilo foi uma atitude impensada da minha parte- Tornou a repetir.

-É bom mesmo que aquilo não se repita... Além do mais nem vai ter como isso acontecer mesmo- Suspirei aliviada e cai sentada no meu sofá enorme e macio.

-Como assim?-Ele perguntou redigido.

-Eu vou embora amanhã mesmo,essa cidadinha feiosa já deu o que tinha que dar,eu não ganhei simplesmente nada vindo pra cá,a não ser um louco...-Parei no meio da frase sem querer ofender mais ainda aquele projeto de músculo em minha frente.

-Por favor, não vá-Eu me surpreendi ao ouvir isso... Sabe como é,eu estava esperando uma reação mais enervada,#por ser uma conhecedora nata sobre os homens”eles sempre agiam assim com agressividade quando eram insultados”

-E por que não, eu posso saber?-Perguntei divertida.

-Por que eu não quero ficar longe de você Renesmee- Suspirei fundo e me levantei do sofá.

-Olha aqui Jacob,ou Jake como você mesmo me mandou lhe chamar,eu sei que você esta apaixonado por mim,na verdade eu causo isso nos homens....até que você é muito bonitinho e tals- Me aproximei mais dele e colei nossos corpos- Mais eu realmente não sou para o seu bico,olha pra mim,eu tenho classe,estilo,sou bonita,atraente,rica e poderosa.....já você- Me afastei de Jake que parecia imóvel como uma pedra e continuei-É eu indiozinho de araque que não deve ter nem aonde cair morto.

-Você não sabe o que diz-Ele falou ofendido”Tadinho eu acho que magoei o coraçãozinho dele”

-Sim eu sei muito bem o que eu digo....Não sou como Claire Jake,que não liga para esses tipos de coisas,ela só não passa de uma boba apaixonada que só vai cair em si quando estiver grávida do quinto filho e não tiver dinheiro para comprar o leite das crianças.

-Eu sou trabalhador e nunca deixei faltar dinheiro em casa.

-Pois eu, nunca precisei sujar minhas mãos....sabe por que?Por que eu tenho empregados como a Allana- Apontei para ela que estava ouvindo a nossa conversa indevidamente por sinal- Por que eu tenho um pai rico, uma família que tem negócios e um namorado que é um dos modelos mais bem pagos desse planeta....Eu não preciso disso,mais você Jake precisa e sabe por que?Por que nos dois somos diferentes, a minha classe é muito acima que a sua e é exatamente por isso que eu não me misturo.

-Você não sabe ó quanto as suas palavras me ferem... -Ele sussurrou quase sem voz como se estivesse preste a chorar.

-Às vezes é bom ouvir a verdade, ela evita que nós nos iludimos - Encerrei a conversa-E agora, por favor, saia daqui, eu tenho muita coisa para fazer e você esta me atrapalhando-Pedi a ele que me encarou por um longo tempo e depois declarou com uma postura mais firme e ameaçadora.

-Eu tentei ser gentil,carinhoso...mais depois lembre-se Renesmee- Ele começou a falar se aproximando de mim lentamente e me deixando com medo –Foi você....que quis assim- Jacob terminou de falar e saiu da minha frente sem dizer mais nada e a idiota da Allana foi logo atrás.

-É bom mesmo que ela console aquele bruto louco,quem ele pensa que é pra falar daquele jeito comigo?- Perguntei indignada e depois subi novamente para o meu quarto e escutei meu celular tocar.

#Era o Nahuel.

-Alô amor? Nossa que saudades de você- Atendi ao telefone toda contente#Só mesmo o gostoso do meu namorado para me animar numa hora dessas.

-E eu Renesmee,você não sabe como estou louco de saudades e duro pra sentir você - Dei um sorriso abafado com isso e mordi os lábios para evitar um gemido.

-Amanhã amor, Amanhã eu vou ser todinha sua novamente-Prometi.

-E eu mal posso esperar por isso,você já me deixou á muito tempo na seca-Eu revirei os olhos, por que sabia que o Nahuel não era fiel,na verdade eu sempre soube disso e nunca me importei#nos dois tínhamos uma relação bem aberta e não eramos ciumentos um com o outro, e assim como ele eu também estava livre para ficar com quem eu quisesse.

-Conta outra- Respondi sorrindo e ele vez o mesmo do outro lado da linha.

-Você sabe que nenhuma mulher pode ocupar o seu lugar,não sabe amor?-Ele perguntou temeroso.

-Mais é claro que eu sei Nanu...Não existe nenhuma mulher do mundo capaz de me substituir,eu sou única- Me gabei.

-Eu adoro esse seu jeito sabia?...-Ele falou roucamente -Quando você chegar aqui safada,eu tenho uma surpresa para você.

-Surpresa é....me conta vai por favor- Pedi manhosa e ele gargalhou.

-Não faz assim que eu não resisto-Implorou.

-Você é um garoto muito mal sabia?E isso vai ter troco-Eu disse e desliguei o celular que logo voltou a tocar,mais eu não atendi.

-VOCÊ É UMA VAGABUNDA SABIA- Alguém gritou atrás de mim, sem ao menos anunciar a sua entrada ou bater na minha porta e quando eu me viro furiosa da vida acabo encarando Allana,isso mesmo, aquela infeliz espumando de raiva.

-O que você disse empregadinha?- Vociferei tentando manter a calma, eu era uma diva e não iria me rebaixar com a criadagem.

-EU ESTOU ME DEMITINDO, ALIAS HÁ MUITO TEMPO EU QUIS FAZER ISSO MAIS PRECISAVA DO EMPREGO... Só que agora,você vai embora e eu vou perder ele do mesmo jeito,então eu decidi aproveitar e lhe dizer umas poucas e boas sua patricinha mimada.

-O que foi Allana tá de TPM ou levou um fora do indiozinho com músculos? –Perguntei a ela que simplesmente ignorou os meus comentários e começou a dizer.

-Sabe quantas garotas se matariam para ter pelo menos a atenção do Jake?Sabe quantas garotas queria ganhar o coração daquele homem?

-Eu não sei e nem quero saber-Respondi simplesmente e ela relinchou como um cavalo, essa infeliz estava começando a me dar medo.

#Jake?Quer dizer então que ela conhecia o indiozinho cheio de músculos?Tava na cara,ou melhor,esta na cara.

-Você não sabe valorizar as pessoas ao seu redor,a não ser... que elas sejam extremamente ricas como a sua família de poses,não é?...Garota você não entende nada da vida,nunca sequer passou fome ou sofreu por amor,por que, sempre teve tudo aos seus pés,mais a sua hora vai chegar e um dia você vai pagar por tudo o que esta fazendo,por cada pessoa que humilhou,pisou ou se desfez.

-Você esta me ameaçando sua empregadinha insolente?-Perguntei entre dentes.

-Não,eu só estou lhe dando um aviso- Respondeu se virando para ir embora mais antes que isso acontecesse ela se voltou de novo para mim e me deu um soco no meu olho direito, me fazendo cair com o impacto no chão ao lado da cama.

-E isso, é por todas as vezes que você me chamou de infeliz e pelo o que fez com o Jake lá embaixo-Ela saiu do meu quarto e eu me levantei com dificuldades.

-SUA DESGRAÇADA, ISSO VAI TER VOLTA, ESTA ME OUVINDO, EU VOU LHE PROCESSAR SUA INFELIZ- Esbravejando estas palavras eu acabei caindo na minha cama e adormecendo ali mesmo, sobre os meus lençóis de seda pura.

_
_

-Menina Renesmee, acorda, você precisa se arrumar querida, ou vai perder o seu avião- Escutei Sue me chamar ao fundo e levantei a minha cabeça que parecia pesar mil quilos para fita-lá.

-Oh meu deus...... o que é isso em seu rosto?-Ela exclamou assustada e eu me levantei correndo e indo direto para o meu espelho.

-EU NÃO ACREDITO NISSO- Gritei em pleno pulmões quando visualizei a minha cara toda amassada,cheia de olheiras horríveis e o pior de tudo com um hematoma enorme meio arrochado e verde ao redor do meu olho direito.

-O que aconteceu menina,o que é isso em seu olho?- Sue perguntou preocupada.

-Foi aquela vagabunda da Allana Sue- Respondi chorando e fui abraça – lá,talvez Sue fosse a única exceção de empregada boa nesse lugar,ela era carinhosa como Olivia que trabalhava na minha outra casa e era praticamente uma mãe pra mim,alias mais que isso,por que Bella,minha mãe verdadeira, preferia muito mais os seus cremes caros e ante rugas do que a mim,a sua própria filha.

-Allana,não ela não pode ter feito isso,Allana foi embora ontem a noite mesmo minha querida- Sua esclareceu e eu me afastei para fita-lá colocando as minhas mãos sobre minha testa que estava latejando de tanta dor.

-Foi antes Sue,aquela desgraçada invadiu o meu quarto,me disse coisas terríveis e depois me deu um soco no olho e saiu- Ela colocou a mão na boca assustada.

-Oh meu deus menina... Eu vou pegar um pomadinha lá embaixo para você, ela vai lhe fazer muito bem- Sue disse e abriu a porta para sair do quarto mais antes que isso acontecesse eu acrescentei.

-Aproveita e pega um remédio para dor de cabeça também Sue,por que eu sinto que a minha a qualquer momento vai explodir-Ela assentiu rapidamente e saiu,já eu,aproveitei para tomar um banho gelado# quem sabe assim eu conseguia acalmar um pouco os meus ânimos.

-Menina Renesmee- Sue chamou do lado de fora.

-Já estou saindo Sue-Me sequei e coloquei o meu robe e fui para o meu quarto encontrando ela parada com ambas das mãos ocupadas, uma delas com a tal pomada milagrosa que eu estava torcendo que fosse pelo menos capaz de tirar essas cores horrorosas do meu rosto perfeito e a outro com o um telefone sem fio.

-Menina Renesmee aqui está à pomada que eu lhe falei -Ela me estendeu o frasco e eu o peguei rapidamente e Sue continuou-E a Claire deseja falar com a senhora,disse que é urgente.

-Ok,obrigada por tudo Sue-Agradeci e me lembrei de uma coisa -E o remédio para dor de cabeça que eu lhe pedi?-Perguntei.

-Está ali na sua cômoda querida,junto com um copinho de água e se quiser mais alguma coisa é só me chamar que eu venho correndo -Eu assenti e ela saiu do meu quarto e eu atendi o telefone.

-Claire?Até que enfim você se lembrou que tem uma amiga não é?-Perguntei extremamente magoada.

-Renenesmee foi mal,tantas coisas aconteceram amiga,você nem sabe...mais eu te liguei para saber que historia é essa que você vai voltar hoje mesmo para casa?-Ela quis saber.

-Muito simples Claire, eu não agüento mais ficar aqui servindo de vela pra você e aquele seu indiozinho de araque- Respondi.

-Ei eu não admito que você fale assim dele,Quil é o meu namorado e eu exijo respeito- Bradou.

-Você quer mesmo brigar comigo pelo telefone é?Por que eu já vou avisando Claire... que hoje eu estou o bicho.

-O que aconteceu?-Ela perguntou preocupada e eu revirei os olhos.

-O que aconteceu?O que aconteceu foi que eu FUI AGREDIDA VERBALMENTE E FISICAMENTE PELO UMA MALDITA EMPREGADINHA DE MERDA...FOI ISSO QUE ACONTECEU,Satisfeita?

-Ei,não desconta em mim ta legal,eu não tenho culpa...mais que historia é essa?Como assim você foi agredida?Por que e por quem?-Ela começou a me perguntar.

-Pela Allana aquela maldita infeliz- Respondi com uma raiva notável pelo meu tom de voz”Ah aquelazinha ainda me paga pelo esse soco que ela me deu,a se me pega”

-A Allana?Mais ela me parecia tão boa moça,Renesmee...o que você fez para ela?-Claire me perguntou desconfiada.

-Boa moça?Nem aqui e nem na china,aquilo é uma cascavel peçonhenta....e eu não fiz nada não Claire,eu só não tenho culpa se ela tomou as dores do índio cheio de músculos.

-O Jacob?Você esta falando do Jacob?

-Sim desse ai mesmo que venho aqui em casa ontem achando que tinha alguma chance comigo, pode uma coisa dessa amiga?

-Renesmee o que você falou pra ele?...Me diz anda-Ela simplesmente ordenou.

-Eu sou falei a verdade ora essa e deixei bem claro que eu não era para o bico dele,simples assim.

-Eu te conheço Renesmee e sei que quando você que, sabe humilhar as pessoas... Por que você faz isso heim?O Jacob gosta tanto de você.

-Todo mundo gosta querida.

-Ele é diferente... O Amor que ele tem por você nessie vai além do normal.

-Isso não existe Claire,alias existe sim mais é só nessa sua cabeçinha fantasiosa.....ai desencana, logo,logo ele me esquece e se apaixona por outra.

-Não é tão fácil assim... Infelizmente você foi à escolhida.

-Escolhida?-Perguntei confusa.

-É melhor deixar pra lá,você não vai entender, por que como você mesma disse eu gosto de fantasiar as coisas, não é?

-Calma Claire,não vai ficar chateada comigo, você sabe que eu não sei mentir-Tentei me redimir com ela,a ultima coisa que eu queria era ficar mal com a minha melhor amiga.

#Isso não.

-Você é sempre a dona da verdade Renesmee,mais morre de medo de ouvir umas...esse é o seu problema,você não é humilde- Claire disse e simplesmente desligou o telefone na minha cara.

#É eu acho que agora Focks,você definitivamente já deu o que tinha que dar.


...Algumas horas depois...

-Menina Renesmee, as suas malas já estão no carro e o motorista já esta lhe aguardando lá fora.

-Muito bem Sue e a Claire não apareceu mesmo?-Ela negou com a cabeça e eu suspirei profundamente ” É eu acho que eu ia realmente sair dessa cidadezinha brigada com a Claire#Ótimo”.

-Vamos- Ela me chamou segurando a minha maletinha de mão e eu assenti simplesmente colocando a minha bolsa nos ombros e o meu óculos escuros para que ninguém visse o meu hematoma e muito menos as minhas olheiras, que eu pelo menos consegui esconder com uma maquiagem carregada de muito corretivo.

Cheguei até o carro e o meu motorista que se eu não me engano se chamava Jared# mais um daqueles indiozinho moreno e cheio de músculos, abriu a porta traseira para mim entrar e assim eu fiz rapidamente pedindo a deus que aquele caminho não fosse muito longo,eu já estava terrivelmente entediada e ficaria mais ainda se isso acontecesse.

-Gostou da nossa cidade Senhorita?-Jared puxou assunto comigo e eu revirei os olhos,certa que ele não tomou sequer conhecimento desse meu gesto, pois eu estava de óculos escuros e isso seria impossível.

-Não,odiei-Respondi curta e grossa e ele continuou parecendo não se abalar.

-Mais por quê?Esse lugar é tão lindo e os turistas costumam adorar.

-Eu não sou uma turista Jared e se eu vim para esse fim de mundo foi por causa daquela mal agradecida-Respondi baixinho.

-Quem?-Ele pareceu não entender.

-Claire aquela loirinha que chegou comigo- Expliquei.

-Sei, ela é a namorada do meu amigo, não é?

-Se você se refere ao Quil, eu acho que sim- Constatei.

-Sim eu me refiro a ele mesmo- Concordou e depois voltou a falar-Eu também sou muito amigo do Jacob.

-Oh sim,eu devia imaginar-Bufei um pouco irritada,aquela conversa já estava tomando um rumo que eu não pretendia mais chegar.

-Jacob é um homem muito bom,esforçado,trabalhador,bom filho,amigo de verdade e com certeza será um ótimo marido e pai.....Sorte da mulher que se casar com ele.

-Olha aqui Jared pode parar de vender o peixe,ok?E se você ainda não percebeu,eu não estou nem um pouco afim de saber de tudo isso - Tentei encerrar a conversar

-Sabe- Ele continuou a falar #Meu deus é hoje que eu iria cometer um assassinato, detesto esses empregados que não sabem o seu lugar e ficam torrando as paciências dos seus patrões-Eu realmente sinto muita pena do Jacob,você não presta para ele,mais ninguém tem controle sobre o Amor,principalmente o nosso,que é tão intenso e irreversível –Jared falou e quando eu estava prestes a rebater com ele e lhe mandar tomar naquele lugar pela ousadia de me dizer que eu não presto,ele me cortou-Mais eu acho que se fosse com a minha Kim,eu faria a mesma coisa,menos ficar longe dela- Ele riu-É uma pena você não ter escutado ele ontem,seria tudo mais fácil- O carro então parou e quando olhei pela janela tudo o que eu vi foi uma imensa floresta e uma casa no meio dela,linda como á de um conto de fadas#mesmo assim ,para mim ela continuava sendo pequena e insignificante, pois a minha em New Youk deveria ter com certeza,dez vezes mais o tamanho dessa aqui.

-Ai meu deus que lugar é esse?-Perguntei desesperada a Jared que simplesmente saiu do carro levando a chaves consigo e eu que não sou burra aproveitei essa brecha também para sair correndo pela a minha porta que não estava trancada,mais antes que eu conseguisse alcançar a primeira arvore que estava mais próxima a mim,senti dois braços extremamente fortes me pegaram e me levantarem no ar como se eu fosse uma boneca de pano.

-Quem é você?ME SOLTA,ME SOLTA- Comecei a me debater nos braços do sequestrador,crente que ele era Jared mais essa pista se tornou simplesmente falsa quando eu vi ele voltando para carro novamente,#Assim que deixou todas as minhas malas no chão.

#Jared então foi embora.

-VOCÊ QUER DINHEIRO? EU LHE DOU,A MINHA FAMILIA TEM POSES,POR FAVOR NÃO FAÇA NADA COMIGO,EU LHE IMPLORO-Comecei a chorar desesperada e ele me virou para encará-lo- Você?-Minha voz quase sumiu quando encontrei o seu olhar, aquele mesmo penetrante e intenso de antes- O que quer de mim?

-O seu amor- Jacob respondeu antes de me arrastar com ele para dentro da casa.


*___________________________________________________________*

Anexos dos personagens que já apareceram nos capítulos(Obs:Se eu ainda não coloquei algum ou é por que ele não mudou da versão original ou ainda vai aparecer)


Renesmee-http://br4.in/tUa54
Claire-http://br4.in/1fCzw
Allana-http://br4.in/ju1aU
Quil-http://br4.in/kqBzB
Nahuel-http://br4.in/zY4m0
                                                        By:natineces

Capítulo 5

(Fic Never Gonna Be Alone)

Eu me chamo Renesmee, ou somente nessie”Meu apelido de infância” tenho 16 anos e moro numa casinha pequenina no meio da floresta com Rebecca,minha mãe adotiva e Jake,o meu lobinho protetor.

Minha vida é bem simples aos olhos de muita gente, porém eu mesma adoro ela,por que eu gosto de ficar perto da natureza,do meu jake,conversar mais tempo com a mamãe e aprender coisas novas para ser no futuro uma moça prendada.

Meu maior sonho,é me casar e ter a minha própria família e se um dia isso vier a acontecer, eu lhe garanto que não vou passar vergonha  na frente do meu noivo,por que eu ao contraio de muitas adolescentes já sei cozinhar,lavar roupa,passar,costurar,bordar e limpar a casa direitinho.

-E agora,só falta o pretendente-Eu dei um pulo pra trás e encarei mamãe pelo reflexo do espelho assustada.

-Mãe- Coloquei a mão no peito e me virei para fita-lá.

-Você demorou nessie e eu só vim ver se estava tudo bem-Ela se defendeu e continuou- Ainda com essa mania de falar sozinha filha?

-Eu nem percebi-Assumi sem graça e ela sorriu.

-É eu sei.

-Deve ser por causa do Jake,só pode- Brinquei e mamãe concordou-E ele? já esta lá fora?-Perguntei.

-E algum dia ele não esteve?-Ela quis saber e eu acenei com a cabeça dizendo que “não”-Certo então agora anda meu anjo,vai pegar sua mochila,eu não quero que você se atrase- Mamãe mandou e eu rapidamente arrumei a minha escoava de dentes no lugar e sai correndo do banheiro”o único que tínhamos aqui em casa”

Entrei no meu quarto que era o mais enfeitado da casa”coisa da dona Rebecca”que disse que queria um quartinho de princesa para a única filha dela e peguei a minha mochila que já estava preparada em cima da cama.

-Mamãe eu já estou indo - Anunciei saindo do meu quarto e indo até a cozinha para lhe dar um tchau.

-Tenho um ótimo dia meu amor e se comporte-Eu revirei os olhos.

-Eu sempre me comporto mamãe- Respondi suspirando.

-Você sabe muito bem o que eu quis dizer-Ela ressaltou”Certo,eu já pesquei qual é”mamãe em outras palavras não quer me ver montada no Jake.

-Dessa vez eu vou a pé... Sem perigos-Prometi e ela assentiu me dando um abraço apertando.

-Eu confio em você filha- Eu sorri para ela e sai pela porta.

-Jakee....Jakee cadê você amigão- Chamei por alguns instantes e nada dele aparecer.

-Ué a mamãe disse que ele estava aqui-Me perguntei confusa e quando eu ia me virar para ver se avistava ele do outro lado,Jake do nada apareceu em minha frente e pulou em cima de mim,me derrubando no chão.

-Jake...ah eca para com isso....que nojo-Eu pedi tentando me desvencilhar das lambidas que Jake dava em meu rosto- Jakee se você não parar eu vou chamar a mamãe –Ameacei gargalhando e ele soltou um uivo baixo que mais se parecia com um sorrisinho de vitoria.

-Eu ainda vou te pegar... Escreve só o que eu estou dizendo- Afirmei me levantando com dificuldades do chão e limpando o meu rosto que continha baba do Jake grudada por todo lugar.

-Agora vamos sem graça-Eu fingi irritação e ele abaixou a cabeça- To brincando amigão- Completei- Vamos apostar corrida?Só que dessa vez sem me derrubar no chão tah?Mamãe vai ficar uma fera se souber que eu cheguei na escola toda suja - Informei e ele abanou o rabo me mostrando que estava de acordo e eu assenti sorrindo e comecei a correr com Jake logo atrás de mim.

Jake e eu chegamos rapidamente na divisa entre as duas pistas completamente ofegantes,que dizer só eu estava nesse estado,por que o Jake na certa já estava pronto para outra.

-Eu acho que hoje eu já perdi todas as calorias que comi no café da manhã- Constatei com as mãos nos joelhos esperando a minha respiração se normalizar.

-Tchau Jake e toma muito cuidado no caminho viu?- Pedi dando um beijinho rápido em seu focinho e afogando os seus pelos num carinho longo.

Terminei de me despedi do Jake rapidinho e aproveitei para atravessar as duas ruas com muito cuidado, morrer agora esmagada no asfalto com certeza não estava nos meus planos.

Cheguei do outro lado das pistas sã e salva e soprei um beijo rápido para o meu lobinho que permaneceu escondido por entre as relvas altas e esverdeadas da floresta e depois comecei a caminhar rumo ao meu colégio.

Cheguei na frente do meu colégio depois de quinze minutos andando sem parar e dei de cara com Jane,a minha melhor amiga,ela também tinha 16,era alta,magra,loira e parecia alguns anos mais velha que eu justamente por isso,aqui na escola ela tinha um irmão mais velho chamado Alec,que também era loiro,muito alto e encorpado,os dois eram filhos de um medico chamado Carlisle ,o cara mais rico da cidade e da senhorita Esme,eles atualmente estavam divorciados mais ainda viviam na mesma casa#vai entender.

-Jane,oi amiga tudo bem?-A cumprimentei.

-Tudo e com você?-Ela também me perguntou- Como foi o seu final de semana?-Quis saber.

-Perfeito- Respondi me lembrando rapidamente da cachoeira.

-E o meu uma droga-Ela suspirou por alguns segundos e depois sorriu-Acho que morar na floresta tem lá ás suas vantagens.

-E qual seria?-Arqueia as sobrancelhas divertida, Jane odiava mata,bichos e qualquer coisa que fosse gosmenta,como ela mesma dizia e um elogio desses vindo dela era até bem inusitado,vamos dizer assim.

-Sei lá,você deve ter um montão de coisas para fazer...explorar a mata,fazer trilhas,acampar no quintal....deve ser divertido-Eu assenti.

-Mais você tem televisão, computador, uma piscina enorme... E esse tipos de coisa não te distrai?

-Por algum tempo,depois enjoa e eu fico com um tédio danado.

-Você é bem esquisita- Afirmei.

-Você que é – Ela rebateu e nos duas fomos para a nossa sala sorrindo.

A nossa primeira aula do dia foi biologia,a segunda matemática,terceira artes e depois eu e Jane nos encaminhamos para o refeitório novamente.

-Posso te fazer um convite?-Ela perguntou quando eu me preparava para morder uma maça.

-Faça-Respondi despreocupada.

-Aceita ir hoje na minha casa tomar um banho de piscina?

-Não vai dar Jane- Neguei rapidamente com a cabeça,mamãe não gostava que eu saísse muito,ela dizia que o mundo estava muito perigoso e só queria que eu ficasse protegida.

-O QUE?-Jane praticamente gritou chamando a atenção de todos que estavam no refeitório lanchando e eu abaixei a minha cabeça envergonhada.

-Fala mais baixo- Pedi sem jeito e ela assentiu.

-Nessie hoje pela primeira vez em semanas o sol resolveu sair,vamos lá, é só um banho de piscina na minha casa,que mal há nisso?Se você quiser eu até peço para sua mãe-Ela começou a falar ao mesmo tempo me deixando confusa.

-Eu vou tentar-Me rendi- Mais se a minha mãe não permitir... Eu não vou ok?-Jane revirou os olhos.

-Você deveria ser mais rebelde sabia?Tu és muito certinha... –Jane escorreu na cadeira e suspirou revoltada –Ou vai me dizer que nunca desobedeceu a sua mãe? Que nunca quebrou as regras?-Debochou.

-Eu não tenho que lhe dizer nada-Falei sem graça e comecei a comer,dessa vez um sanduiche.

-Isso foi um sim?-Ela insistiu.

-Uma talvez, quem sabe-Tentei fugir do assunto.

-Não isso definitivamente foi um sim- Afirmou balançando a cabeça.

-Se isso é crime, por favor me preda, por que eu cometi esse delito- Zombei.

-Você não existe nessie...eu acho que em toda a minha vida eu nunca conheci uma garota tão santinha como você- Ela comentou- Você já tem 16 anos e ainda é BV,nunca sequer fretou com algum garoto,nunca tirou menos que 90 numa prova de física quântica...agora eu lhe pergunto que raios é física quântica?....Eu não sei,mais você sabe,por que deve ter ficado a noite inteira estudando.

-Enquanto você mexia no orkut- Completei seu raciocino.

-Exatamente, é disso que eu to falando, você foge dos padrões, posso apostar que nem a minha mãe quando tinha a sua idade fazia a mesma coisa.

- Talvez eu tenha nascido na época errada.

-Se você deixar eu te atualizo rapidinho- Ela me encarou com olhos brilhando.

-Sem chance...-Tentei responder.

-Mais por que nessie- Jane bateu os pés no chão como uma criança birrenta- Olha só,pensa bem,você já é linda por natureza,imagina só com uma repaginada no capricho?Ia fica uma deusa,sem duvida.

-Jane quer parar-Implorei envergonhada e ela fez biquinho.

-Você é uma garota ma- Ela finalmente se rendeu e eu sorri aliviada pela sua atitude- Mais o lance da piscina ainda esta de pé e eu não aceito não como resposta- Constatou - Implora,se ajoelha,planta uma bananeira mais convence pelo amor de deus a sua mãe a te deixar ir.

-Eu vou fazer o possível- Prometi antes de voltamos para a sala

(...)

-Jura que você deixa eu ir?-Perguntei novamente.

-Juro filha-Mamãe repetiu sorrindo e eu comecei a pular e gritar de felicidade.

-AI MEU DEUS,AI MEU DEUS....VOCÊ É A MELHOR MÃE DO MUNDO,OBRIGADA,OBRIGADA-Agradeci batendo palminhas sem parar#mania da Jane,eu já falei que isso pega?

-Mais eu quero que você tome muito cuidado... esse mundo de hoje esta muito perigoso-Mamãe me pediu.

-Pode deixar mãe-Eu pulei no seu colo-Eu vou tomar todo o cuidado do mundo-E a enchi de beijinhos.

-Sei- Ela começou a rir e me fazer cóceguinhas- Agora vai lá se arrumar então e nada de chegar tarde em casa ok?Eu quero você aqui as 6:00 em ponto-Encarei mamãe com um beicinho-Ok,ok as 7:00 então,satisfeita?

-Satisfeitíssima- Respondi lhe dando mais um beijo no rosto e indo para o meu quarto me trocar.

Coloquei uma blusinha fininha amarela que estava um pouco curta por que eu a ganhei quando tinha apenas 13 anos, e de lá até aqui eu acho que cresci um pouquinho”ei pêra ai”eu já tenho seios?Um pouquinho mais tenho, minha cintura esta meio fina também, o meu bumbum mais largo,e as minhas coxas mais grossas,deve ser a puberdade”pensei comigo mesma fitando o meu guarda roupa inteirinho,vagando com os meus olhos a procura de algo que pudesse entrar em mim.

Remexi,revirei,baguncei, mais depois arrumei tudinho de volta e no fim resolvi ficar com a minha saía cor de rosa que ficava um pouco acima dos meus joelhos e era toda desfiadinha nas pontas,um cintinho junto para segurar e um bolerinho rosa da mesma cor,por que os dois faziam parte do mesmo conjuntinho,alias o meu guarda roupa inteiro praticamente era assim.


Roupa-http://br4.in/VLKr5

Fazer o que?A Jane até me disse que isso saiu de moda a muito tempo e que agora,a ordem é descombinar geral,só que eu simplesmente não me sinto bem andando por ai multicolor.

Enfim depois de pronta eu finalmente me despedi da mamãe e Jake me levou até a divisa e depois Carlisle o pai da Jane junto com ela vieram me buscar.

Jane e eu nos sentamos ambas no banco de trás do carro e ficamos brincando sem parar e falando coisas bobas até o Carlisle nos interromper e me perguntar sobre a minha mãe.

“Aff até parece que ela vai dar bola pra ele algum dia”- Pensei quando respondia uma das suas perguntinhas entrosas sem querer ser indelicada.

“É claro que eu achava que mamãe merecia ter alguém e se isso acontecesse algum dia,eu juro que não iria intervir,ela é uma mulher linda,educada,prendada,por que não?”

”Mais com o doutor Carlisles é estranho#poxa ele ainda vive na mesma casa que a ex mulher e é pai da minha melhor amiga”

“Não,isso não ia rolar...minha mãe nem gosta dele,na verdade ela nunca reparou nele#eu acho”.

-NESSIE- Acordei do meu transe com Jane gritando ao meu lado.

-O que foi?-Quis saber confusa e ela revirou os olhos entediados e abriu a porta do carro.

-Já chegamos...vem,vamos logo-Ela me puxou pelo braço e eu sai do carro e me deparei com um casa enorme em todos os sentidos,branca e com milhares de detalhes do jardim á porta que me deixou de boca aberta.

-Fecha a boca senão entra mosca- Jane debochou abrindo uma enorme porta de madeira toda detalhadinha, como eu mesma disse e me puxando para a sala de star.

Que era simplesmente gigantescas, moveis, almofadas de linho,tv de plasma,tudo,tudo parecia simplesmente minúsculo naquele espaço tão avantajado.

-Sua casa é muito linda amiga- Elogiei sincera e Jane riu e novamente me puxou pela mão,só que dessa vez para os fundos da casa,a onde tinha uma piscina que também não era nada pequena.

-Vamos dar um mergulho?-Ela me perguntou tirando seu vestido azul clarinho e pulando rapidamente na água com um biquíni branco.

-Mais já?- Perguntei assustada e ela emergiu.

-Não amanha quem sabe?-Zombou-Anda nessie...pula logo na água,vem - Jane me chamou esguichando água para o alto na tentativa de me atingir e eu de uma maneira hesitante e meio desconfortável tirei as minhas roupas e fiquei apenas de biquíni preto,o único que eu tinha em casa,nessa mesma hora eu escutei um assobio,mais não me importei e decidi pular rapidamente na água já que eu estava morrendo de vergonha mesmo.

-Sabe nadar?-Ela me perguntou se aproximando de mim.

-Mais é claro que sei-Afirmei convicta.

-Vamos ver então se consegue me ganhar?

-Qual é aposta?

-Ir nadando de uma ponta a outra duas vezes.

-E se você perder?

-Vou ter que pular dali de cima- Jane apontou para uma rampa enorme instalada num ponto da piscina que eu mal havia reparado.

-Minha nossa- Exclamei surpresa- Aquilo tem quantos metros do chão.

-Não faço a mínima idéia, meu irmão foi quem instalou ela para brincar com aquele amigos estúpidos dele...não posso mentir,eles são feras nos saltos.

-Eu não sei não Jane- Falei com medo.

-Vai amarelar agora Renesmee?-Zombou me deixando nervosa.

-Não,claro que não- Rebati por fim e Jane deu um sorrisinho.

-Preparada?-Ela me perguntou e eu assenti- JÁ- Gritou e nos duas rapidamente começamos a nadar,primeiro em sincronia uma ao lado da outra,depois ela saiu na frente,mais quando estávamos na ultima volta eu consegui passa - lá e venci a competição feliz da vida.

-Mais que droga- Jane bradou batendo na água.

-Nunca me subestime Janinha -Comentei divertida e ela revirou os olhos e bufou.

-Ta,agora eu vou lá pular daquele troço logo- Jane saiu da água.

-Não precisa-Pedi rapidamente,eu já estava feliz por te ganhando e não queria que ela se machucasse naquilo,então resolvi impedir.

-Não,trato é trato...eu disse que ia pular se eu perdesse e vou- Ela falou decidida e eu também sai da água.

-Jane para... Aquilo deve ser muito perigoso-Eu peguei em sue braço e tentei de tela.

-Nessie relaxa,vai ser rapidinho- Ela se esquivou de mim gargalhando e começou a correr.

-Jane- Gritei desesperada antes que ela subisse na rampa e se jogasse de lá- PARA NÃO FAÇA ISSO POR FAVOR- Jane se quer me ouviu e num salto ela pulou direto na água e o meu coração quase saiu pela boca nessa hora.

-JANE- Chamei e nada.

“Por que ela não havia emergindo ainda meu deus?não demora tanto assim- Comecei a me perguntar desesperada e sem pensar duas vezes pulei na água e consegui avista - lá desmaiada no fundo da piscina completamente imóvel.

“Ai meu deus,ai meu deus”Comecei a tremer desesperada e fui até ela o mais rápido possível.

Segurei Jane pelo braço e consegui traze - lá de volta até a superfície e comecei a gritar por ajuda.

-SOCORRO... ALGUÉM ME AJUDA,SOCORRO... DOUTOR CARLISLE... SOCORRO- Uma empregada apareceu na porta depois de alguns segundos e venho me ajudar.

-Ai meu deus o que aconteceu?-Ela perguntou com as mãos na boca.

-Por favor, chame o doutor Carlisle rapido, A JANE PULOU DA RAMPA E DEPOIS DESMAIOU DENTRO DA PISCINA-Eu comecei a explicar chorando sem parar e ela saiu correndo enquanto eu segurava Jane com toda a força que eu tinha para não deixa - lá afundar por nada até Carlisle e Alec aparecerem para me ajudar.

-JANE- Ambos gritaram e vieram me socorrer.

Alec pulando na água com roupa e tudo e levantando Jane com muita facilidade e a colocando deitada no piso gelado enquanto Carlisle fazia respiração boba,boca e os primeiros socorros.

-Vem nessie- Ele me estendeu a mão e depois me levantou pela cintura me tirando da piscina também e saindo logo em seguida.

-Ela vai ficar bem?-Perguntei gaguejando devido ao meu choro compulsivo e aterrorizado pelo o acontecido.

-Vai sim- Carlisle respondeu pegando a filha no colo-Ela já cuspiu toda água que tinha engolido e eu imagino que isso aconteceu por que você a salvou rapidamente-Eu assenti concordando e fitei Jane depois com os olhos entre abertos e suspirei aliviada.

-Quer ajuda com ela pai?-Alec ofereceu.

-Não precisa-Ele respondeu rapidamente- Só quero que leve Renesmee de volta pra casa,apenas isso.

-Eu não quero ir-Falei rapidamente, eu não podia deixar Jane,precisava saber como ela ia ficar,estava preocupada demais para ir embora agora.

-Ela vai ficar bem,mais se você quiser pode posar aqui-Carlisle ofereceu e eu neguei.

-Não,eu não tenho como avisar a mamãe e ela vai ficar preocupada-Declarei derrotada.

-Então eu te levo para casa, sem problemas- Alec declarou e eu assenti pegando as minhas roupas.

-Vem menina que eu vou pegar uma toalha para você se secar- A empregada me chamou e eu fui com ela na mesma hora que Carlisle levava Jane para o quarto.

Sequei-me rapidamente e pus minhas roupas de volta e corri para saber noticias de Jane.

“Ela esta bem,só precisa descansar um pouco,não se preocupe”Foi a única resposta que eu recebi de Carlisle.

Alec então me levou pra casa.

-Tem certeza que quer que eu lhe deixe aqui-Ele perguntou temeroso quando parava o carro no acostamento e fitava a floresta escura.

-Tenho sim,a parti de agora só da pra ir a pé- Constatei e ele tirou o sinto.

-Então eu vou junto- Declarou.

-Não,não precisa...minha mãe vai vir me buscar-Menti.

-É?E cadê ela?-Ele quis saber.

-Esta mais pra lá,daqui não da pra ver mesmo...obrigada Alec- Agradeci sincera e fitei a floresta a minha frente encontrando o que eu procurada.

Jake a minha espera.

-Calma-Ele pediu.

-Não eu tenho que ir-Tentei abrir a porta- Alec você pode abrir a porta, por favor?-Pedi educadamente.

-Calma,não vai agora –Ela exclamou novamente e eu me virei para fita-lo - Eu quero falar com você primeiro.

-Então fale-Falei impaciente.

-Sabe o que é Renesmee- Alec começou-Eu na verdade nem sei como começar,é meio difícil pra mim esses tipos de coisas,complicado-Eu arqueei as sobrancelhas confusa.

-Alec eu não estou entendendo o que você quer dizer-Assumi meia sem jeito e ele sorriu.

-Pois é,então eu vou ter que te mostrar-Ele declarou se aproximando cada vez mais de mim e eu de uma maneira estúpida fiquei parada completamente sem ação e só aí eu fui me dar conta do que ele ia fazer,#Tarde demais.

Por que Alec nessa hora já comprimia seus lábios quentes e macios sobre os meus e segurava os meu rosto de uma maneira firme para que eu não fugisse e nem saísse dali.

Tentei me soltar,mais foi em vão,então deixei rolar.

“Já que aquele mesmo sem o meu consentimento já era o meu primeiro beijo, eu queria que fosse especial” Deixei Alec tomar conta da situação e comecei a seguir tudo o que ele fazia como se estivesse tendo uma aula#bem pratica na verdade.

E eu estava tão concentrada naquele momento que somente algo,ou melhor um som foi capaz de me fazer acordar para vida e me desesperar completamente.

Era Jake,Jake uivando dentro daquela floresta escura que cortou aquele beijo.

Continua...
*___________________________________________________________*
Anexos dos personagens que apareceram no capitulo:
Jane-http://br4.in/lD81i
Alec-http://br4.in/FGUq7


                                                             By:natineces.

Capítulo 4

(Fic Never Gonna Be Alone)


-Jakee precisamos aproveitar que hoje está sol- Ela mencionou tirando sua beby look rapidamente e jogando no chão.

Enquanto isso,meus olhos se prendiam completamente naquela cinturinha fina me deliciando com tal visão.

‘’Jake ela é a sua menininha, esqueceu-se?Pode ir tirando esses pensamentos pervos da aí’’

‘’Oh consciência dos infernos’’

Renesmee também se livrou do shorts e eu comecei a rezar.

“Meu senhor não permita que ela tire a calcinha,a calcinha não,ainda mais aquela ali toda minúscula e  bordadinha de branco moldurando aquela bundinha linda e arrebitada para o meu lado”

Terminei de rezar e quase cai duro na hora que ness sem cerimônia alguma se desfez do seu sutiã e depois jogou ele no chão me deixando frente a frente com aquela maravilha.

“Ei vocês aí,já imaginaram um lobo babando alguma vez? Não! Pois então imaginem,por que é exatamente assim que eu estou agora, na verdade pior, muito pior que isso”

Por que  agora além do tesão doido que eu estou sentindo,eu também comecei a tremer.


Meu deus! isso era o meu declínio total.

‘’Calma Jake ela é só uma menininha, a sua menininha... Mais que porra! Quando é que ela ficou tão gostada desse jeito?’’

“Eu preciso me conter,eu preciso me conter e contar a ela toda a verdade....eu..eu tenho....Jesus amado agora a nessie tirou a calcinha?

-Vem Jake vamos nadar- A torturadora ainda me chamou com aquele sorrisinho maravilhoso e SEXY?.

‘’Ah eu vou sim, só espera um instantinho ai nessie,que eu vou tentar me controlar, já que por agora eu não me responsabilizo pelo os meus atos quando eu estiver lá dentro da água, assim com você nuazinha’’

O QUE?

‘’-Jacob Black seu louco e pedófilo ela só tem 16 anos.

-Mais vai fazer 17...

-Não importa,você simplesmente não pode fazer isso...ela é sua menininha,você tem que protege lá e ama lá.

-Mais é exatamente isso que eu quero fazer.

-Eu não me refiro a esse sentido,seu cretino sem vergonha.... ’’

PLAFF

Esse foi o barulho que eu ouvi quando Nessie pulou na água e eu fiquei ali estático, ainda em cima daquela preda com os olhos gravados naquela escultura linda em minha frente.

Pelo amor de deus,é tentação demais senhor.

Ver nessie se banhando ali naquela cachoeira completamente nua só para mim, com certeza havia me tirado do serio.

Minha visão?Ficou turva!Meu corpo?Começou a tremer violentamente! Minha mente e a minha consciência?Transformaram-se em puro desejo e excitação! Algo tão forte e tão intenso que eu cheguei a pensar em fazer uma besteira tamanha que certamente mais tarde eu iria me arrepender pelo resto da vida.

-Jake....larga mão de ser medroso amigão...vem nadar comigo- E ela continuava e continuava a me torturar.

Não, eu não podia fazer isso... Por mais que eu quisesse entrar lá, eu sabia que não ia conseguir me controlar, afinal de contas ela era a minha impressão e naturalmente a minha segunda metade também e assim como o meu coração clamava constantemente pelo seu, o meu corpo também desejava o dela, como uma espécie de atração inevitável que às vezes podia se tornar “fatal”.

“Eu preciso me controlar, eu preciso me controlar....não posso fazer besteira,não posso fazer besteira, por que eu vou me arrepender  depois... - Comecei a mentalizar

Certo então é melhor eu ficar aqui mesmo, paradinho como um bom menino esperando a nessie sair dali.

‘’E você acha mesmo que isso vai ser agora?Olha só pra ela Jake...esta se divertido’’-Eu  me perguntei.

Não, eu realmente não achava que isso iria acontecer.

Mais que droga!Se ao menos começasse a chover um pouquinho, isso poderia dar certo.

Agh Maldito sol... Por que logo hoje ele tinha que aparecer tão brilhante e quente assim?

Quem sabe então...pêra ai...eu sei de um jeito que vai tirar a nessie daquela água rapidinho- Pensei completamente aliviado,quando me lembrei de um fato bem importante,a da qual toda vez que eu empurrava ou rosnava para algum lugar,minha ness  automaticamente já sabia que ali havia algum tipo de perigo e ficava em alerta.

E isso era uma outra forma de ligação entre nos dois.

Focalizei-me em qualquer ponto da floresta e de uma maneira desesperada comecei a rosnar feito um idiota naquela direção.

-Jake o que foi?- Nessie me perguntou assustada saindo correndo daquela água e começando a se vestir.

‘’Obrigada senhor, eu acho que hoje eu literalmente já pague por todos os meus pegados,não é?’’

-É a Leah,Jake?É ela que está ali?- Ela me perguntou animada colocando a sua beby look rapidamente.

Leah?Exatamente, Leah Black minha querida e amável sobrinha,filha mais velha da Rachel e do Paul ,era a única em La Push com que eu ainda matinha contato.

E tudo isso começou há algum tempo atrás, quando nessie ainda tinha 12 anos e estávamos passeando pela floresta “e por acaso” encontramos Leah caçando.

- Jake olha lá?-Nessie exclamou assustada enquanto apontava para a loba de pelos caramelados clarinhos com estatura um pouco menor que a minha.

Leah ficou nos encarando por um logo tempo e depois de uma forma assustadora conseguiu se comunicar comigo através da mente.

‘’Ei tio,é você?-Ela me perguntou toda contente.

‘’Leah?Você é a filha da Rachel?...minha nossa senhora,como é que você conseguiu falar comigo através da mente?”

‘’Eu não sei não tio...Isso deve ser um tipo de conexão em família’’Respondeu divertida e depois perguntou’’E quem é essa menina linda que esta ao seu lado?....ah pêra ai...que bonitinha tio,ela é sua impressão - Constatou-Deve ter a mesma idade da Claire...Sabe a Claire é a impressão do Quil...eu acho muito fofo quando isso acontece...e olha só, aconteceu com você também,mamãe vai ficar louca quando eu lhe contar...ela sente muito sua falta,sabia?...vive me falando de você....”

‘’ Leah eu não quero que você conte nada disso para a Rachel e muito menos para o Paul’Pedi.

“Tio mais ela só quer saber do senhor....quer dizer,de você,por que pelo o que eu vejo tu ainda continua o mesmo gato de antes”

‘’Você esta me cantando Leah Brack?”Zuei um pouco com ela e Leah revirou os olhos.

“Não,só estou querendo dizer que isso deve ser coisa de  família mesmo... por que eu também sou uma gata tio,para sua informação”Ela se gabou toda cheia de si”Metida”.

‘’Ei eu escutei isso viu’’-Falou ressentida.

‘’Ta desculpa foi mal”

‘’Ok eu lhe perdôo... Mais agora espera ai tah? Que eu vou até ali me destransformar... Preciso conhecer a minha futura titia pessoalmente né’’-Eu me desesperei.

"Não, não faça isso”

‘’Ei,qual é o problema?Deixa de ser possessivo tio’’

‘’Por favor Leah, não faça isso’’Falei agoniado novamente.

‘’AI MEU-DEUS’’Ela praticamente soletrou quando eu pensei por descuido no motivo do meu desespero ’’Eu não posso acreditar... Estou chocada... Que coisa estranha.... Ela não sabe quem você é?Mais que raios é isso tio?’’

‘’É uma historia muito longa Leah, depois eu lhe explico com calma’’Respondi.

-Jakee, você acha que ela é perigosa?- Nessie sussurrou baixinho.

‘’Agora diz aí pra ela titio do “seu jeito’’que eu não sou perigosa’’Leah debochou.

‘’Você se saiu muito o seu pai heim’’- Constatei bufando.

-Jake ela é uma fêmea,não é?-Encarei nessie na mesma hora de boca aberta... Como ela sabia daquilo?

‘’Sua garota é muito inteligente heim...Acabou de descobrir que eu não sou um machinho kkkkk’’

-Ela é uma loba Jake eu tenho certeza... As fêmeas têm os focinhos mais estreitos; ligeiramente mais curto, pelos das pernas lisos e ombros menos massivos... Eu aprendi isso em ciência, minha professora me passou um vídeo... É lógico que nenhum daqueles lobos se pareciam com você... Na verdade essa ai foi a única que eu vi até agora-Ela analisou Leah  por alguns instantes  que não parava de rir internamente e voltou a dizer- Jake aproveita que estamos entre janeiro e abril ,essa é a época que vocês se acasalam -Leah quase caiu dura no chão-...você precisa constituir uma família amigão,os lobos não são solitários,eles vivem em bandos.

‘’O QUE?ELA DISSE ISSO MESMO que eu escutei ela falar?- Leah perguntou enfurecida.

‘’Se acalme, ela é só uma criança’’A lembrei nervoso"Realmente Leah havia puxando muito o Paul,principalmente no esquisito temperamento explosivo".

‘’Me desculpa tio... Eu só fiquei meia surpresa’’Se justificou envergonhada e eu assenti.

‘’Certo...agora vai embora,precisamos voltar e sua mãe não vai gostar nada de saber que você atravessou a fronteira’’

‘’Ok,mais amanhã eu posso voltar?’’Ela quis saber.

“Não” Respondi simplesmente.

“A tio deixa, por favor,por favorzinho,não seja mal comigo...eu sou sua sombrinha linda...vai querer me impedir de te ver agora?”Ela jogou pesado.

“OK LEAH...você pode voltar sim...mais agora suma daqui”E ela imediatamente saiu correndo.

-Droga ela foi embora...Será que não gostou de você?... Hum mal sabe ela o que esta perdendo...Ei não fica assim não amigão, deve haver outras lobas mais bonitas ainda nesse mundo pra você’’Nesie me consolou e eu não pude deixar de rir internamente com isso.

Ok, eu mereço.

E naquele mesmo dia voltamos para casa e eu tive que contar tudo para Becca que só faltou morrer engasgada com a própria saliva de tanto rir da minha cara.

E como quem não quer nada, a minha maninha do coração também foi responsável pelo nome Leah....que nessie supostamente acha que deu a loba desconhecida da floresta.

"Vai entender".

(...)

-Eu não estou vendo nada ali Jake- Renesmee começou a procurar por todos os lugares, “agora já devidamente vestida”.

‘’Graças a deus’’

-Jake...você realmente viu alguma coisa?-Ela me perguntou desconfiada- Ok eu acho melhor voltarmos então,eu estou com fome e você precisa caçar não é?

Começamos a andar.

-Nossa hoje o dia foi bem divertido....aquela água estava uma delicia Jake-Nessie exclamou -Eu ainda não entendo por que você não quis entrar lá comigo - Assumiu me fazendo suspirar-E olha só a minha roupa, ficou toda molhada por culpa tua- Me acusou- Agora sim a mamãe vai saber que eu entrei naquela água- Constatou- E eu que pensei que tomar banho sem roupa ia adiantar alguma coisa....na verdade ia se você não tivesse rosnado daquele jeito....-Bufou inrritada- Quando eu saísse da água eu ia me secar no sol e só depois colocaria a minha roupa de volta-Me confidenciou e nessa mesma hora eu não pude deixar de imaginar a cena.

E na minha cabeça,o resultado não havia sido nada bom.

Depois de horas andando com Renesmee pela floresta finalmente chegamos em casa e encontramos uma Rebecca sorridente nos esperando na varanda.

-Filha esta tudo bem querida?-Ela perguntou apressadamente abraçando Renesmee.

-Tudo mamãe,por que?-Nessie quis saber.

-Ah bem... Por nada- Becca me enviou um olhar confuso e depois se voltou para ness- E por que a sua roupa esta molhada mocinha eu posso saber?

-É que eu e o Jake encontramos uma cachoeira mamãe- Nessie começou a se explicar e Rebecca á cortou.

-Não precisa dizer mais nada filha e vai lá pra dentro agora tomar um banho, por que eu não quero que você pegue uma gripe e nem uma pneumonia- Renesmee assentiu e saiu correndo na mesma hora,"na certa confusa por não ter levado uma bronca de Becca".

-Quer dizer então que vocês encontraram uma cachoeira-Ela repetiu nervosa- E eu aposto que você aproveitou o ambiente pra contar a ela toda a verdade não é?-Perguntou entre dentes e eu negue com a cabeça –Aiiii...eu ainda não sei por que eu confiou tanto em você- Bufou -Jacob Black quando nessie estiver dormindo nos dois- Ela me apontou com o dedo- Vamos ter uma conversa seria,muito seria- Resmungou me deixando sozinho.

Agora eu realmente estava feito, como é que eu iria me justificar com Rebecca?E contar pra ela essa historia toda?

“Becca foi mal, eu não contei hoje a verdade para nessie por que ela tirou a roupa na minha frente e eu fiquei sem ação”-ou melhor-“Eu ia contar Rebecca eu juro, mais ai a nessie começou a tirar a roupa... e poxa vida foi tentação demais”

Certamente ela arrancaria a minha cabeça ou me assaria vivo se eu falasse uma coisa dessas.

Então o único jeito mesmo é não contar ou simplesmente dizer que eu banquei o covarde mesmo.

Como ela mesmo gosta de jogar na minha cara.

E quer mesmo saber uma coisa?Eu realmente acho que Becca esteja certa,nesses anos todos eu banquei o covarde e fiquei buscando em algum lugar o refugio para os meus medos.

Mais agora isso tem que acabar, nessie como eu bem vi hoje deixou de ser aquela menina frágil e pequena que precisava de mim para tudo...agora ela já era uma mulher,um linda deusa de cabelos castanhos acobreados,pele branquinha e lábios de cereja.

Hoje coisas havia mudado, mais a maior delas certamente está no jeito que eu á vejo.

Eu não quero mais ser só simplesmente um amigo e companheiro de todas as horas como eu queria antes,ou um confidente e cachorrinho de estimação como eu sempre fui.

Agora eu á quero pra mim, como minha mulher e futuramente noiva,esposa,amante,mãe dos meus filhos e a dona do meu coração.

E o único jeito de conseguir tudo isso era colando as cartas na mesa de uma vez por todas,vencendo os meus piores medos,dissipando as minhas angústias.

E se ela depois não quisesse mais falar comigo e muito menos olhar na minha cara?

Eu ia lutar,mais lutar muito mesmo para conquistar sua confiança e o seu carinho novamente,eu ia mostrar a minha nessie com unhas e dentes o quanto á amo e a quero bem.

Por que aquela garota é a minha vida, o ar que eu respiro, a minha alegria e o mais importante, por que ela é o MEU TUDO.

E sem ele eu não posso viver.
*___________________________________________________________*


Anexos dos personagens que já apareceram nos capítulos(Obs:Se eu ainda não coloquei algum ou é por que ele não mudou da versão original ou ainda vai aparecer)



                                       By:natineces.

Seguidores

Instagram

Neces In Love Story Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados