Natiele Lopes. Tecnologia do Blogger.

Capítulo 3

(Fic Never Gonna Be Alone)

Como da tarde que bati na porta dela pedindo por ajuda.

Depois que sofri um imprinting pela Renesmee, o meu desejo e a minha vontade de mantê-la a salvo virou uma necessidade, eu precisava sair dali o mais rápido possível,então comecei a correr.


Durante todo o percurso que percorri pela mata a minha cabeça era dividida entre o ‘’meu bebe’’, ’’o perigo’’ em minha volta e o meu ‘’destino final’’.


‘’Para onde eu iria agora meu deus?La Push?Não, eu não podia voltar, esse lugar definitivamente estava fora de questão.


Mesmo assim eu sabia que era uma ótima idéia, por que lá eu teria a Rachel ,e ela poderia me ajudar,não poderia?...


E quando o nome ‘’Rachel’’ surgiu em minha mente eu pensei também em Rebecca, isso mesmo, minha outra irmã, aquela que havia fugido de casa anos atrás.


E para a minha sorte eu sabia exatamente a onde encontra-lá, na verdade, quem não sabia?Já que o nosso pai fez questão de colher essa informação o mais rápido possível naquela época.


Então é isso, Rebecca é a minha melhor opção, já que ela morava bem próxima á Focks, na mata e em um lugar afastado da civilização.


Seria perfeito!


Sem vizinhos, sem perigo.


Distingui o meu novo destino e rumei para casa de Rebecca torcendo mentalmente para que ela aceitasse me ajudar com a criança.


Demorei apenas algum tempo para chegar lá, mais no fim eu acabei achando a pequena casa bem antes da tempestade que ameaçava cair no céu devido às escuras e grosas nuvens de chuva que havia se formado.


Dei uma ultima olhada em Renesmee e sorri para minha pequena enquanto corria em direção á porta, tudo estava extremante calmo naquele lugar, exceto pelo coração batendo e pelas luzes acessas refletindo uma claridade nas janelas da frente.


-Rebecca- Gritei batendo na porta- Rebecca....-Repeti novamente e nada.


-Quem esta aí?-Depois de alguns segundos ouvi minha irmã perguntar.


-Sou eu Rebecca,o Jacob,o seu irmão- Me identifiquei.


-O que você quer aqui?Vá embora- Mandou.


-Eu não posso Rebecca,você tem que me ajudar-Implorei me agarrando mais a Renesmee.


-E por que eu faria isso... Deixa-me em paz Jacob e volte para casa.


-Eu fugi Rebecca,como você... Não tenho mais casa e preciso da sua ajuda.


-Você fugiu?-Ela abriu a porta e arregalou os olhos quando viu a bebe em meus braços- Quem é essa criança?-Ela quis saber.


-Por favor, me deixa entrar que depois eu lhe explico tudo com calma- Pedi a ela que assentiu rapidamente me dando espaço.


-Eu vou lá dentro pegar algumas roupas....para você e para essa bebe- Rebecca disse saindo da sala e eu assenti-Toma, vista isso- Ela voltou rapidamente e me jogou uma calça de moletom e uma blusa que eu tratei logo de colocar.


-Agora, por favor, você pode me explicar o que é isso?- Ela apontou para Renesmee que estava deitadinha no sofá com as mãozinhas na boca.


-Calma Rebecca,que eu vou lhe explicar tudo,mais agora por favor me deixe ficar aqui com Renesmee,eu preciso de ajuda –Implorei pegando a minha menina no colo e a envolvendo no cobertor quentinho que Becca havia trazido.


-Não passo Jacob... Pelo menos não antes de saber quem é essa criança... Ela não é a sua filha né?-Ela quis saber me deixando ofendido, por um lado eu admito, aquela idéia me afetava bastante.


-Não,claro que não- Me apresei em dizer e Becca suspirou aliviada.


-Então quem é ela?E por que você fugiu de casa?Como o papai permitiu que isso acontecesse?Você esta doido?-Ela exclamou me deixando atordoado.


Isso ia ser mais difícil do que eu pensava... Como eu poderia contar á Rebecca essa historia toda?Logo pra ela que fugiu por causa disso..."Pelo menos era isso que eu pensava".


-Eu vou lhe responder á tudo isso Rebecca... Mais antes você terá que me prometer algo-Ela bufou se jogando no sofá e meia contra gosto respondeu.


-Ta diz logo então-Falou impaciente e eu sorri, reconhecendo só agora ali naquela mulher em minha frente a minha irmã mais velha de anos atrás.


-Eu só quero que você me prometa que vai me ajudar com a Renesmee- Ela me encarou- Mesmo depois que eu te contar tudo... É só isso que eu te peço Becca,que me ajude a cuidar dela por enquanto...Ou pelo menos até eu encontrar outro lugar pra ficar...dai sim eu lhe juro que sumirei da sua vida de uma vez por todas- Prometi.


-Olha Jacob eu não sei.....o que você esta me pedindo vai além dos meus domínios....-Ela hesitou por alguns instantes encarando Renesmee dormindo em meus braços e continuou-Mais pela criança...que com certeza não deve ter culpa nenhuma de tudo isso,eu aceito lhe ajudar....mais só por um tempo e nada mais -Deixou bem claro e eu sorri.


-Obrigada Becca,você não sabe o que isso significa pra mim- Ela assentiu por alguns instantes maneando um sorriso largo que logo se desfez.


-Agora anda moleque e me conta logo toda essa historia... Sem tirar e nem ocultar fatos, ouviu bem?... Eu quero saber de tudo, já que agora eu tecnicamente também estou envolvida-Ela mandou naquele seu tom autoritário que sempre foi típico de "Rebecca" e eu suspirei começando o meu relato.


Contei a Becca tudo o que aconteceu na minha vida quando morava em La Push e descobri que era um lobo e ela chorou muito quando eu lhe falei sobre a morte do nosso pai e depois quando eu pensei em parar por ali,para ela se acalmar,Becca me pediu para prosseguir e dessa vez,sem interrupções.
E assim eu fiz quando expliquei a ela tudo o que havia acontecido hoje e de como encontrei Renesmee nos braços da mãe quase morta,das palavras de Isabella e seus relatos assustadores sobre os frios e no fim quando Renesmee começou a chorar no meu colo,provavelmente de fome, Rebecca acabou deduzindo o inevitável.


-Jacob você teve a impressão com essa criança-Ela constatou com os olhos arregalados.


-Sim Becca e você sabe muito bem o que isso significa não sabe?-Me precipitei em perguntar, á ultima coisa que eu precisava agora era de um mal entendido por parte de Rebecca que era minha única salvação nesse exato momento.


-Não precisa Jacob...eu sei muito bem o que é uma impressão-Ela respondeu ríspida e depois voltou a dizer com um tom de voz um pouco indiferente-Eu só achei estranho,nunca tinha visto isso acontecer tão prematuramente...Ora ela ainda é um bebe-Eu revirei os olhos.


-Mais eu não penso nela dessa forma que você imagina Becca- Engoli em seco tentando me controlar- Renesmee é minha vida e se você quer mesmo saber... agora o meus principais objetivos na vida é fazer ela feliz e protege - lá daqueles vampiros- Becca assentiu e saiu da sala para ir a cozinha,"deduzi".


Fiquei ali tentando acalmar nessie que ainda chorava muito em meus braços até que Rebecca voltou para sala com uma tigela pequena nas mãos e me pediu para pegar Renesmee,eu relutei por alguns segundos e ela exclamou-Anda logo,a menina deve estar com fome Jake- Becca revirou os olhos e eu lhe entreguei Renesmee.


-Ainda bem que ela não é uma recém nascida... –Rebecca murmurou aliviada sem tirar a sua concentração de Renesmee e a sua papinha branca que realmente devia estar muito boa, pois a minha menina ia comendo tudo aquilo com uma rapidez incrível.


-Ela esta há muito tempo sem se alimentar- Constatei fazendo uma contagem mentalmente com o coração na mão, quando cheguei à conclusão que foram horas que Renesmee havia ficado sem comer.


-Ela é uma menina forte... Não é bebe?- Rebecca sorriu gesticulando com Renesmee que retribuiu com aquela boquinha toda melada de papinha.


-E você Jacob?Também deve estar com fome?-Ela quis saber e eu neguei com a cabeça rapidamente e Becca bufou.


-Certo, se estiver com fome então tem bolo e torta na cozinha, fique a vontade para comer antes que entregue tudo-Eu assenti e ela continuou alimentando a minha menina- Renesmee! é esse o nome dela?-Perguntou em deboche.


-Sim...foi esse o nome que Isabella disse – Concordei.


-Será que é grego?Romano?Chinês?-Ela brincou.


-Não faço a mínima idéia, mais acho ele muito bonito- Assumi e ela sorriu.


-Serio?Que novidade... Ah me poupe Jacob,esse nome é estranho... Sei lá... Ele é muito velho e grande para uma gostosura tão pequena assim- Rebecca exclamou limpando a boquinha de Renesmee e se levantando com ela do sofá.


-Podemos achar um apelido então- Propus e ela assentiu de acordo.


-Perfeito!E você tem alguma sugestão?-Perguntou.


-Não...-Refleti por alguns instantes fitando coisas ao meu redor a procura de algo que me desse alguma idéia e lá estava na capa de uns dos filmes que mais assisti quando era menino.


-Que tal nessie?-Perguntei com um imenso sorriso.


-O que?-Rebecca exclamou chocada encarando os dvds -Ta brincando né,que você quer chamar essa lindinha aqui de mostro do lado ness?


-Ta bom Rebecca, isso foi só uma idéia ok?Vamos deixar apenas Renesmee mesmo, sem apelidos -Me levantei pegando Renesmee de seus braços rapidamente ’’o que foi?”Eu só queria ficar mais tempo com ela oras”.


-Pensando bem...ele não é tão mal assim-Ela completou- Nessie ou ness olhando por outro lado até que é bonitinho e combina com ela.


-Então esta feito... O apelido dela vai ser nessie então- Completei.


-Ok...agora me dê ela aqui vai..-Becca pediu.


-Não Becca você já pegou ela- Rebati me afastando.


-Deixa de ser birrento, eu quero ficar com a bebe um pouquinho mais...

(...)

-Quer saber,eu acho que sempre vai ser assim -Becca exclamou me olhando divertida.

-Assim como?- Perguntei confuso.

-Nos dois sempre brigando pela atenção da nessie- Completou e eu assenti completamente de acordo e voltamos com as nossas lembranças.

(...)

Rebecca então não resistiu aos encantos da pequena nessie e me proibiu de ir embora e levar Renesmee comigo,á quem ela adotou como filha.


E por falar nisso com respeito à mãe e a família de Renesmee eu tive que tomar uma atitude que julguei muito digna e sensata em meio aquele horror que eu presenciei ao voltar à vila e enterrar todos aqueles corpos,um por um.


E junto comigo as únicas lembranças que trouxe daquele lugar foram um álbum de fotos da família Cullen*o provável sobrenome de nessie, um colar com as fotos dos pais verdadeiros dela que dei para minha menina e por fim o diário de Isabella a onde ela relatou seu terror pelos vampiros,que os perseguiam há anos.


E diante disso eu acabei tomando uma grande decisão,que naquela época ao meu ver era coisa certa a se fazer.


-JACOB VOCÊ NÃO PODE FAZER ISSO- Rebecca gritou quando eu lhe contei tudo-NÃO,NÃO, VOCÊ SÓ PODE ESTAR LOUCO.


-EU SÓ QUERO PROTEGE-LÁ- Rebati a altura e ela me encarou.


-O QUE....QUE ABSURDO É ESSE,DESDE QUANDO VOCÊ PRECISA FICAR SEMPRE COMO LOBO PARA QUE ISSO ACONTEÇA?-Ela quis saber.


-Esse é o único jeito de me manter sempre por perto Rebecca....Exatamente assim como eu estou agora- Diminui o meu tom de voz e me sentei no sofá.


-Você quer dizer,ser sempre o cachorrinho de estimação?A me poupe Jacob Black você pode ser o melhor amigo dela na forma humana também... Seria muito mais simples.


-E quem garante que a Renesmee vá me querer por perto quando eu lhe disser que sou humano também?... Você iria querer uma cara sempre na sua cola?Ou um amigo inseparável e divertido?-Eu perguntei a ela que se levantou rapidamente do sofá e saiu bufando enquanto resmungava baixinho’’um você não tem jeito mesmo’’me fazendo rir.

(...)

-E você continua o mesmo cabeça dura de sempre- Rebecca acusou.

-Vai começar de novo é?-Perguntei.

-Não,eu não vou não maninho...até por que brigar com você e o mesmo que nada -Garantiu enquanto olhava para o relógio –Ei,esta na hora de buscar a nossa menina-Ela me informou entusiasmada e eu sorri largamente.

*-------------------------------------------------------------------------*

...Alguns anos depois...

-Jake...JAKE....VEM ME PEGAR KKKKKKKKK- Minha Nessie gritava entre e risos e gargalhadas correndo para dentro da floresta escura.


“nessie agora não, você não pode entrar ai, é perigoso’’Eu tentei lhe dar um sermão mais era impossível,nessie não podia me ouvir quando eu estava como lobo, então corri atrás dela me embrenhando entre as arvores a procura do seu aroma inconfundível de camomila.


-Jake anda, você precisa me achar... Eu estou ficando com medo... Vem logo lobinho- Sua voz ecoou perante a floresta.


‘’nessie cadê você’’comecei a pensar desesperado, eu podia ouvi-la, sentir o seu cheiro, a sua presença, mais não conseguia vê-la e muito menos tocá-la.


-Eu estou aqui-Ela respondeu logo ao meu lado me fazendo suspirar aliviado’’graças a deus eu achei você’’me virei para encara - lá e de imediato levei um choque.


-O que foi lobinho?Não esta me reconhecendo?-Na verdade não!! A onde estava a minha nessie de 12 anos?Como foi que ela envelheceu tão rápido assim e se tornou uma linda mulher se minutos antes nós estávamos brincando de esconde-esconde?


‘’nessie é você mesmo?’’minha cabeça rodopiava confusa.


-Sou eu sim Jake-Ela respondeu rindo aos meus pensamentos... Pêra ai,Renesmee conseguia ler agora o que eu estava pensando?


-Eu já sei do seu segredo Jacob... Eu sei de tudo- Esclareceu mudando sua expressão rapidamente.


-Você é um mentiroso... Como pode me enganar por tanto tempo- Me acusou.


‘’Não Renesmee eu só fiz isso para o seu bem...eu queria te proteger’’Tentei me desculpar obrigando as minhas patas a avançarem em sua direção’’uma tentativa em vão’’elas não obedeciam mais.


-Eu não quero lhe ver nunca mais... Suma da minha vida... Eu tenho nojo de você... Eu.... Eu tenho medo- Sua frase morreu na ultima parte devido ao choro compulsivo que banhava agora o rosto do meu amor com lagrimas.


“Eu não vou lhe fazer mal Renesmee,acredita em mim,eu só quero o seu bem...por favor,não diga que sente medo...eu não vou suportar’’Implorei completamente devastado diante das suas palavras que sempre haviam sido o que eu mais temia em escutar na vida.


-Você não é normal... Na verdade eu nunca vi algo parecido... Isso é assustador-Ela voltou a dizer dando cada vez mais passos para trás até se virar e sair correndo para longe de mim.


‘’NÃO RENESMEE... NÃO ME ABANDONE,VOLTE PRA MIM, EU TE AMO’’-Eu implorava completamente desesperado ali no meio da floresta até sentir uma mão pegar em meu braço.

-Jacob... Jacob,acorda e para de gritar, A nessie vai te ouvir-Eu abri os olhos rapidamente encarando Rebecca assustado.

-Cadê a Renesmee,Rebecca?Cadê ela?-Perguntei completamente em pânico.

-Ela esta lá fora lhe procurando....- Respondeu –Jacob o que foi meu irmão?Por que você gritou daquele jeito?-Ela quis saber me encarando confusa.

-Tive aquele pesadelo de volta Rebecca- Assumi.

-Aquele em que a nessie lhe deixava?-Perguntou hesitante e eu apenas assenti.

-Jacob...você pode evitar todos esses transtornos meu irmão -Rebecca começou a dizer pegando em minha mão com carinho- É só contar a ela toda a verdade...

-Eu sei...você tem razão- Constatei -Eu preciso fazer isso -Ela concordou.

-Pois bem,então faça isso o mais rápido possível... Mais agora anda que a nessie já esta pronta lhe esperando lá fora....-Assim que Becca terminou de dizer ouvimos nessie gritar.

-JAKE CADÊ VOCÊ?....JAKE- Eu me levantei.

-Então eu vou indo Becca por que não quero deixar ela esperando por muito tempo.

-Ta mais não se esqueça do que eu lhe disse... Quanto mais cedo você contar... Melhor-Ela me relembrou.

-Pode deixar,que eu vou contar sim....e quem sabe eu não faço isso hoje mesmo- Afirmei decidido e Rebecca me abraçou.

-Ai Jacob até que enfim você se decidiu meu irmão... Eu não estava mais agüentando mentir pra ela-Declarou chorando.

-Nem eu Rebecca,nem eu- Concordei me despedindo dela e antes de pular pela janela amarei um shorts de uma forma apertada em uma das minhas pernas e Becca sorriu-Se demorarmos muito pra voltar,não se preocupe-Avisei,ela assentiu e eu finalmente pulei me transformando na mesma hora e indo de encontro a nessie que ainda me procurava pela floresta um pouco atordoada.

Eu parei perto dela.

-Ai está você lobinho-Ela disse acariciando os meus pelos- Jake...eu espero que esteja bem preparado hoje meu amigão, por que eu quero achar lugares novos-Ela me informou.

Renesmee e eu adorávamos explorar a floresta, fazíamos isso quase todos os dias logo depois que ela chegava das aulas ou nos finais de semana pela manhã,"exatamente como hoje".

"E a minha menina estava mesmo linda, num shortinhos curto rosa e uma baby look branca cheia de flores delicadas como ela na parte da frente"

-Jake a onde você estava quando eu lhe chamei?-Ela se queixou continuando a andar, mesmo sem resposta alguma da minha parte,Renesmee sempre falava comigo e eu adorava tudo isso na verdade, por que só assim eu conseguia saber mais sobre ela já que durante todo esse tempo eu havia me tornado uma espécie de confidente particular.

-Ah meu deus olha só isso- Ela exclamou encantada quando encontrávamos uma cachoeira depois de horas caminhando pela mata.

-Jake que máximo.... Isso aqui é lindo -Renesmee disse sorrindo enquanto se acomodava na preda e eu ficava ao seu lado.

‘’Forças Jacob,você precisa contar tudo pra ela...e tem que ser hoje’’ Me decidi mentalmente,mais antes que eu pudesse sequer agir Renesmee se levantou rapidamente e fez algo que me deixou literalmente de queixo caído.

‘’Ai...m-e-u d-e-us! Será possível um lobo sofrer um enfarte?”Por que agora eu realmente sinto que eu vou ter um” Constatei completamente sem ação encarando Renesmee.

Continua...


                                             By:natineces.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente,critique,elogie e de as suas sugestões,mais sem ofensas ok?Que eu sou muito sensível rsrsrs.

Seguidores

Instagram

Neces In Love Story Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados