Natiele Lopes. Tecnologia do Blogger.

Capítulo 3-O começo de tudo


(Fic Enemy Teams) 


P.d.v Jake

“Segundo dia de aula e você já vai faltar?”-Perguntou.

“É um investimento Seth,que eu não vou me arrepender.”-Disse enquanto passava por ele na garagem da nossa casa.

“E desde quando ‘’não ir’’ para a escola pode ser um investimento?”-Voltou a me encher.

“Cara amanha tem Arrancadão e eu preciso de um carro pra competir.” - Expliquei.

“Pra?” Oh perguntinha obvia viu.

“Pra conseguir grana Seth,equipar um carro, comprar um som que preste e alguns uniformes legais.” Respondi entrando no meu carro um Chevelle 70(http://static.cargurus.com/images/site/2008/07/07/21/33/1970_chevrolet_chevelle-pic-15659.jpeg).

“E quem vai correr amanha?” Não tinha pensado nisso.

“Não sei ainda, depois eu vejo.” Isso era um problema.

Alguns minutos depois na oficina do Jenks...

Será que eu conseguiria com que ele equipasse um carro sem descobri que eu era irmão do Sam. Peguei meu celular no bolso da minha calça e disquei.

“Quil onde você ta? eu já to aqui na frente da oficina do jenks e você ainda não chegou.” Perguntei ao meu amigo que estava do outro lado do telefone.

“Cara ninguém consegue um carro bom de uma hora pra outra - Informou- Mais acho que você vai gostar do que eu consegui, é o carro da minha irmã,ele esta novinho em folha” Disse.

“Onde você ta?” perguntei antes que ele me enrolasse.

“Virando a esquina nesse exato momento.” Olhei para a esquina e vi um Chevrolet Celta  lindo na cor prata.

Desliguei o telefone e sai de dentro do meu carro, esperando Quil descer também para irmos falar com Jenks.

“Vamos lá,Você vai ter que dizer que o carro é seu.” Eu disse.

“Por quê?” perguntou Quil

“Se eu falar meu nome ele vai saber que eu sou irmão do Sam” disse enquanto entravamos na garagem.

“Em que posso ajudar?” Perguntou um rapaz que eu não conhecia.

“Eu preciso falar com o Jenks” Disse Quil.

“Olha o Jenks não ta, mais se vocês quiserem eu aviso que vocês vieram ai.” Disse o garoto enquanto limpava as mãos em um pano velho.

“Na verdade eu gostaria de saber se tem como eu deixar um carro ai e ele ver o que pode fazer pra equipá-lo.” Eu disse. E o garoto fez uma cara meio engraçada.

“Jenks não faz esse tipo de serviço.” Ele tentou me parecer convincente.

“Olha eu só quero uma ajuda,eu não sei nem por onde começar.” Eu disse um pouco com medo dele dizer não.

“Olha eu do uma olhadinha pra vocês mas não garanto o serviço, Jenks não meche com essas coisas.” E eu finjo que acredito.

“Tudo bem só da uma olhadinha e me diz mais ou menos quanto fica, e onde eu posso arrumar tudo.”

“Bom eu vou dar uma olhada e lá por 14:00 eu ligo e aviso.” Ele disse e já foi pegando um bloco de notas.

“Nome, por favor.” Disse ele.

“Jacob” droga falei meu nome.

“Telefone.”

“Melhor,você pode escrever Quil e colocar o numero 9858-4332” Tentei concertar.

“Tudo bem.” Ele deu risadinha.

Eu e Quil saímos da oficina sem dizer uma só palavra. E quando entramos no carro, Quil olhou para mim com uma cara que eu tive quase certeza que ele devia estar querendo desistir.

“Não vai desistir vai?” perguntei com medo da resposta.

“Claro que não” UFA.

Deixei Quil em casa e fui para minha, estaciono meu carro na garagem e vi que o do Sam também estava ali. Isso era bom. Desci do meu carro e entrei em casa avistando Sam dormindo no sofá. Voltei então para a garagem e me ajoelhei do lado do carro dele, na verdade eu nem sabia o que estava preste a fazer,apenas deitei no chão e fui para de baixo do carro do meu irmão, olhei o motor e não adiantou de nada eu nem acreditava que eu estava por de baixo de um carro.
Se existia algo que eu não entendia nessa vida,era de carro.
 Vi que não adiantava eu ficar ali em baixo então voltei para o mesmo lugar onde a poucos minutos eu estava ajoelhado.

“Jake ta tudo bem filho.” Era meu pai me olhando com uma cara impagável. “O que você estava fazendo em baixo do carro do Sam?” Pensa rápido Jacob Black.

“Acredita que acabou de cair minha moeda?” dei uma risada sem graça.

“Tudo bem.” Ele saiu dali me encarando e neste exato momento percebi que ele não havia caído na minha conversa para boi dormir.

Voltei para casa e vi que o telefone estava tocando, enquanto o engraçadinho do meu irmão dormia.

“Alô” eu disse

“Poderia falar com Jacob?” a voz do outro lado perguntou, enquanto eu subia para meu quarto.

“É ele mesmo quem gostaria?” perguntei.

“Oi cara é o Edward, e ai conseguiu o carro?” perguntou.

“O Quil pegou um emprestado da irmã dele, mas acho que não poderemos fazer muita coisa já que o carro não é nosso e para colocar qualquer peça vai ter que ter a autorização da irmã dele.” Eu disse um pouco desanimado.

“Ele pegou o carro escondido?”

“Não, ele pediu o carro emprestado só não disse para que” dei risada.

“Se não der certo me liga e eu empresto o meu carro.”ele queria mesmo ajudar.

“Você não gostaria de vir comigo na oficina em que eu deixei o carro?” Perguntei.

“Claro. Seria uma boa.” Ele disse animado.

Eu marquei certinho onde deveríamos nos encontrar e aguardei ate ver o um Ford Maverick Grabber 197 (http://www.fordmaverick.com/minimeets/IN2002/mav14.jpg)que deu uma buzinada para mim e pude ver pelo retrovisor que era Edward, então seguimos para oficina e eu e Edward descemos do carro.

“Uau que, que é isso.” Eu falava enquanto olhava o carro á minha frente.

“É o carro do meu pai.” Ele disse.

“Obrigado por vir.” Agradei meio sem graça.

“Que isso, não precisa agradecer.” Ele disse apertando a minha mão.

“Vamos lá.” Disse indo em direção a garagem e caminhamos até o rapaz que havia me atendido pela manha.

“Olá, eu ia agora mesmo ligar pra você.” O rapaz disse.

“Bom como eu disse Jenks falou que não faz esse tipo de serviço. E me deu uma bronca por eu ter pegado o carro para olhar. Então este carro infelizmente não é muito bom,primeiro por que  ele é 1.4  segundo ele não é de vocês e para eu equipá-lo o dono teria que vir aqui. Desculpe não poderei ajudá-los de forma alguma.” O rapaz disse.

“Muito obrigado, e me desculpa por ter te colocado em encrenca.” Me desculpei.

“Você daria uma olhada no meu carro. Ele esta ali fora.” Edward falou.

“Não sei não.” O mecânico disse.

“Não tem nem um carro aqui, não custa você sair ali fora e abrir o capô do meu carro e dar uma olhada rápida.” Edward era insistente.

“Tudo bem.” O rapaz se deu por vencido.

Caminhamos novamente para fora e vi que no momento em que o mecânico colocou os olhos no carro de Edward, ele piscou algumas vezes.

“Eu posso mesmo olhar todo ele.” Parecia uma criança quando via doce.

“É claro, vai em frente.” Edward deu risada. O moço que parecia uma criança abriu o capô do carro e começou a falar tanta coisa, que eu e Edward não entendemos nem um por cento se quer.

“O que você esta fazendo posso saber?” perguntei ao meu amigo.

“Eu disse que te ajudaria, não disse?” ele perguntou.

“Disse mas, emprestar seu carro? Não é um pouco demais?”

“Não, só quero saber quem vai dirigi-lo e se é responsável porque se aparecer um risquinho neste automóvel meu pai come meu fígado.” Ele deu risada.

“Vocês precisam colocar apenas nitro, porque suspensão de ar vocês já tem de sobra.”ele disse ainda babando no carro.

“E onde eu posso colocar isso no carro? Eu não conheço ninguém que faça esse serviço.” Edward disse.

“Eu vou me arrepender disso, deixem o carro aqui. Eu vou colocar o nitro mas só se vocês me falarem para que vocês querem um carro mas potente que esse.” Ele era curioso demais. Eu e Edward nos olhamos e sabíamos que se não contássemos a ele não faria o serviço.

“Nos queremos competir no Arrancadão amanha.”

“Então vocês precisam de pneus ante derrapante.” O rapaz disse.

“Tudo bem.”Eu e Edward dissemos juntos.

“Bom o que eu vou fazer não é vinculado com o serviço do Jenks, então ninguém pode saber quem fez o trabalho para vocês, principalmente as equipes que competem no Divans.” Ele pediu.

“Tudo bem.” Eu disse.

Graças a Deus conseguimos o que precisávamos e Edward assinou algumas notas do que deveria ser comprado, enquanto eu olhava dentro do escritório de Jenks, me surpreendi vendo Bella a garota com quem eu havia estudado, Emmet seu irmão e a mesma garota que estava com a Bella  no Divans a dois dias atrás, em uma foto com Jenks.

“O que Emmet e a sua irmã são do Jenks.” perguntei ao rapaz que estava conversando com Edward.

“Você quis dizer o que Emmet e suas irmãs são do Jenks? Né” ele perguntou.“Por que as duas garotas são irmãs do Emmet.” Ele disse.

“Eu não sabia.” Confessei.

“Eles são afilhados do Jenks, da onde que você acha que sai aqueles carros que todos eles dirigem?” ele deu risada.

“Como é o nome dela?” Perguntei apontando para a garota que supostamente seria irmã da Bella.

“Reneesme Carlie Swan.” Ele respondeu.
Edward assim como eu estava olhando para a foto com os olhos arregalados. E de boca aberta.

“Eu só gostaria de avisar que meu chefe vai entrar em contato provavelmente com Edward. E peço para que quando ele ligar você não comente com ele do que se trata o serviço que eu vou fazer,apenas diga que é uma revisão anual.” Ele pediu.

“Se por um acaso um dos afilhados de Jenks virem aqui eles não terão como descobrir quem deixou o carro?” perguntou Edward.

“Eles nunca perguntam quem são os donos dos carros que estão aqui.” Ele afirmou.

“Se por um acaso um deles perguntarem, por favor, não comente quem é o dono.” Disse Edward mais uma vez.

“Tudo bem.” Disse o rapaz.

P.V.O Julivan. Especial

É claro que eu contaria para Emmet que dois caras haviam deixado um carro para que eu equipasse,com certeza eles querem esse carro não apenas para participar de uma corrida mas também para concorrerem no Divans.

“Alô” disse uma voz feminina do outro lado da linha.

“Ola, Bella?” perguntei.

“Ela mesma Julivan.” Bella deu risada.

“Eu poderia falar com o seu irmão?”

“Ele acabou de sair, e eu acho que ele não volta hoje.” Ela disse.

“Acho que pode ser com você então,já que eu tentei ligar no numero do Sam e ele também não atendeu.” Eu disse.

“Sobre?” ela perguntou.

“Bom é que dois rapazes deixaram um Ford Maverick Grabber 1970 aqui na oficina agora a pouco.” Comuniquei

“E o que isso tem haver com o Emmet ou com o Sam?” Ela perguntou.

“Bella eles vão competir amanha no arrancadão e provavelmente no Divans no sábado.”

“De que equipe eles são?” Agora não era mais Bella uma menininha quem falava ao telefone e sim uma garota de negócios.

“Eu acho que eles ainda nem tem um nome para competir, pois o carro nem tem adesivo.” Eu disse.

“Como é o nome do cara que deixou o carro ai?” ela perguntou.

“Edward Cullen.” Respondi.

“Claro, porque eu não percebi isso antes.” Era impressão minha ou Bella  estava falando sozinha?.

“O que foi Bella?” Perguntei.

“Eles vão correr amanha” isso não era uma pergunta e sim uma afirmação.

“Acredito que sim.” Eu disse mesmo sabendo que ela não havia feito uma pergunta.

“Tudo bem, o que o carro deles tem que os carros da Impact não têm?”

“Bom eu vou colocar todo o equipamento agora.” Eu disse com medo do que viria agora.

“Meu padrinho sabe disso?” Ela perguntou.

“Eu vou falar com ele, mais pode ficar tranqüila o carro não vai ter muita coisa, eles não teriam dinheiro para colocar tudo o que o carro vai precisar.” Eu disse.

“Tudo bem, eu vou avisar meu irmão, como é o nome do carro que ele vai competir amanha mesmo?” ela perguntou por ultimo.

“Ford Maverick Grabber 1970, com certeza vai ser a única lá no arrancadão amanha.” Eu disse.

“Obrigado traidor.”

“Péra ai eu não sou traidor coisa nenhuma.”

Tutututututututututututu.

Ela desligou na minha cara. Droga, garota mimada.


P.D.V Reneesme

“Nessie já escolheu o carro?” meu pai perguntou pra mim enquanto tomávamos café.

“Ainda não, eu acho que quero um carro diferente, um carro como vocês ainda não viram.” Eu disse, pensando em um carro diferente.

“E o que você pensa quando diz diferente, minha filha.” Perguntou minha mãe com uma cara meio preocupada.

“Por favor, não me diga que você quer um carro com lantejoulas.” Brincou Bella.

“Claro que não engraçadinha”disse com cara de poucos amigos.

“Aahhhhhh, então um no formato de urso de pelúcia?” bella disse.

“Bella você me deu uma ótima idéia.” Eu disse agora sabendo o que eu realmente esperava de um carro.

“Ta brincando que você quer um carro igual um urso né?” ela disse agora preocupada.

“É claro que não vai ser igual a um urso de pelúcia.” Eu disse a encarando de uma forma engraçada.

“Vocês vão ver quando meu carro chegar.” eu disse dando risada.

“Agora eu to com medo” anunciou minha irmã.

“Vocês duas vão se atrasar.” Disse meu pai.

“Como sempre.” Eu disse.

Eu e Bella nos levantamos e fomos em direção a porta da cozinha, quando meu irmão passou por nos.

“Bom dia princesas.” Nos cumprimentou.

“Bom dia grandalhão.” Eu e Bella dissemos juntas. Quando eu e Bella já estávamos dentro do carro dela, resolvi perguntar sobre Edward, para ela. Alice me pediu para tentar arrancar algo dela.

“Como foi o papo com o irmão da Alice?” Perguntei tentando me fazer de indiferente.

“Foi legal.” Uau que resposta mais chifrin.

“Você fica quase uma hora conversando com um gato daquele, e me diz que a conversa com ele foi ‘legal’? Perguntei meio que pressionando ela.

“Você quer que eu diga o que?” ela perguntou tentando se fazer de difícil.

“Me diz que você não sentiu nada quando olhou para aqueles olhos verdes hipnotizantes, e aquela corpo de Deus grego aff  Bella eu sei que você não é de ferro. Ele é muito lindo, cheiroso, lindo, inteligente, lindo, engraçado, lindo educado.”

“Mais uma vez que você falar LINDO, eu juro que te jogo para fora do carro.” Ela me interrompeu e gritou na hora que disse LINDO.

“E outra se você acha ele é TÃO lindo assim fica com ele.” Ela tava brava. Virei para o lado da janela, só pra ela ver que eu estava chateada.

“Nessie desculpa mais é que você sabe que eu não gosto desse tipo de conversa, e sabe também que eu e o Edward  somos apenas colegas de escola, mais nada.” Pra mim ela já estava sentindo algo por ele, ela não estava tão nervosa igual das outras vezes.

“Eu sei Bella mas você sabe que nem todo garoto é igual. Eles podem ser muito diferentes.” Eu disse mas ela apenas ficou em silencio. Chegamos à escola e Alice estava nos esperando como sempre só que dessa vez Edward estava do lado dela. Vi que minha irmã estremeceu e suspirou em seguida que viu Edward do lado da irmã.

“É disso que eu to falando Belinha.” Eu disse me referindo ao suspiro que ela dera, e logo sai do carro. E ela ficou lá com a maior cara de tacho.

“Olá tudo bem com vocês” eu disse enquanto saia do carro e ia em direção dos meus amigos.

“Tudo e com a senhorita?” disse Alice. Edward apenas me cumprimentou com uma balançada de cabeça.

“Bom dia.” Bella disse quando já estava do meu lado. Alice foi ate ela e lhe deu um beijo no rosto e Edward fez o mesmo gesto. Acredito que todos perceberam que ela enrijeceu quando Edward deu um beijo no rosto dela.

“Eu posso te acompanhar ate a sala, é que nos teremos a mesma aula agora.” Edward perguntou para Bella.

“É claro que pode.” Ela tentou ser indiferente. Que pena falhou. Os dois se despediram de mim e da Alice, e foram conversando algo. (n.m:Isso era um bom sinal ela ia acabar cedendo.) 

“Você perguntou pra ela o que ela achava dele?”Alice já foi logo perguntando.

“Perguntei.” Eu disse caminhando para minha aula.

“E o que ela disse?” Ela perguntou preocupada com a resposta.

“Bom eu perguntei como foi o papo dos dois e ela disse ‘Foi legal’” Tentei imitar a voz da minha irmã mais não deu muito certo.

“Eee?” Perguntou ela.

Contei tudo pra ela, eu tentava ate imitar a voz da Bella, claro sem nenhum sucesso. Dei ênfase no fato dela ter suspirado quando viu ele encostado no carro. Depois fui para minha sala onde encontrei Julia a irmã do Nahuel.(Nahuel-http://images.buddytv.com/usrimages/usr19979/19979_kyle%2021.jpg e a irmã-http://images4.fanpop.com/image/photos/16600000/Jaimie-as-Jessi-XX-jaimie-alexander-16609750-1917-2560.jpg)

“Eu falei com o meu irmão hoje sabia?” Ela nem deu Oi e já disse que havia falado com o irmão, e daí.

“E o que ele disse?” Perguntei nem querendo saber da resposta.

“Que você não anda ligando pra ele, que ele te manda mensagem e você não responde, e que ele ta muito preocupado, me pediu para eu ser sua sombra enquanto ele não volta.” Ela disse com a maior cara de pau.

“Primeiro meu celular caiu na privada.” Mentira “Segundo porque ele ficaria preocupado. Terceiro não preciso de baba sou grande o suficiente para me cuidar sozinha.” Eu disse tentando parecer o mais zangado possível.

“Bom se ele me pediu para cuidar de você é porque deve ter motivos.” Ela disse e foi se sentar ao lado de uma das cobras que se diz amiga dela.

A professora entrou na sala e começou a fazer a chamada. Quando ela chamou Jacob Black, foi como se uma luz ascendesse em minha mente, Jacob Black era o cara que eu vi no Divans brigando com o irmão Sam, Jacob Black era o garoto que havia estudado com a minha irmã a um tempo atrás, o mesmo Jacob que era dono de todos aqueles músculos nos braços e dono daquele par de olhos irresistíveis. O mesmo dono de toda aquela beleza. Olhei para toda a sala e não vi ninguém nem perto ou parecido com Ele.

“Segundo dia de aula e já tem aluno que falta, brincadeira.” A professora de Artes disse.

A professora terminou a chamada, e começou a falar algo sobre auto-retrato. Após esta aula eu tive duas de sociologia, intervalo e mais uma de artes, e terríveis duas aulas de biologia. Quando sai da escola vi minha irmã me esperando dentro do carro dela.

“Como foi sua aula?” perguntei entrando no carro.

“Rápido Reneesme fecha a porta, a gente tem que ir rápido.” Ela disse, nervosa.

“Porque Bella você não vai esperar a Alice?” eu perguntei fechando as porta do carro.

“Hoje não vai dar.” Ela disse e acelerou.

Chegamos em casa e Bella não quis almoçar, disse que ia a um lugar e pediu para ninguém ligar para ela se não fosse emergência. Então decidi  que não iria almoçar sozinha, comi um x salada e fui passear no park. Sentei e fiquei ali olhando pro nada já que as crianças deveriam estar na escola. Foi quando coloquei a mão no bolso e meu celular não estava lá. Levantei e fui procurar meu celular. Abaixei perto do banco e vi o fujão ali.

“Poderia te ajudar em alguma coisa?” alguém atrás de mim perguntou. Com certeza era um garoto pois a voz era grossa e linda.

“Obrigado eu já enco...” quando olhei para trás vi quem eu não esperava ver. E pelo jeito ele também não esperava me ver.
                                               By:nathy_pattinson

0 comentários:

Postar um comentário

Comente,critique,elogie e de as suas sugestões,mais sem ofensas ok?Que eu sou muito sensível rsrsrs.

Seguidores

Instagram

Neces In Love Story Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados