Natiele Lopes. Tecnologia do Blogger.

capítulo 18-Até o Fim

 (Último Capitulo)
Pov Renesmee.
-Para somar ainda mais o grau de felicidade que eu já me encontrava.

Minha Gravidez durou apenas quatro meses e meio como o vovô Carlisle havia mesmo previsto, durante toda a gestação eu tive muita atenção da minha família que sempre estavam ao meu lado me ajudando muito, como por exemplo, as minhas tias que decoraram lindamente o quartinho do meu bebê que seria no antigo quarto da minha princesinha que depois que voltou da viajem de lua de mel com o Seth recebeu do Jake a casa que ele morava de presente, que já havia sido decorada pela vovó Esme e estava praticamente impecável, a minha princesa e meu genro estão radiantes com o novo lar e Seth até propôs uma grande idéia para Jacob com respeito à oficina que se localizava nos fundos, os dois virariam sócios e montaria uma mecânica que já tinha empregados garantidos, os lobos de La Push,todos eles menos Sam que parece não gostar muito do entrosamento dos lobos com a minha família,ele vive sempre muito calado e quando nos juntamos em La Push,na verdade quase nunca me dirige a palavra,já a Emily virou praticamente uma grande amiga minha,ela é muito delicada e simpática e também esta grávida do segundo filho,uma menina que vai se chamar Mayara,Emily e Sam já tinham o pequeno Marcos de 5 aninhos.

A minha outra grande amiga é a Leah que é a prima da Emily e que também estava grávida da primeira e talvez única filha,a linda Vanessa que veio ao mundo semana passada, a pequena menina nasceu saudável e é praticamente a mistura da mãe e do pai, Vanessa tem os cabelos e olhos escuros da Leah e a pele clarinha do Luc,todos os lobos a chama de branca de neve devido a semelhança e por falar em lobos eles também estão se ajeitando na vida amorosa,pra começar a minha cunhadinha e meu genro se casaram a pouco tempo e estão na lua de mel,a Claire e o Quil também estão grávidos de dois meses e ainda não sabem o sexo do bebe, ,Jared e Kim estão namorando por que a Kim quer fazer faculdade e pretende se casar só quando se formar em medicina e o meu avô Carlisle a apóia muito nesse requisito e Jared também,Brady também se deu muito bem com a sua impressão,a humana amiga da minha filha que ele conheceu no nosso casamento, os dois desde daquela época praticamente não se desgrudaram mais e com isso Jake teve que apelar para uma conversa definitiva com o Brady,a respeito dos nossos segredos e a provável futura revelação que ele teria que fazer a ela, Brigitte não temeu e nem sentiu medo dele quando descobriu,pelo contrario,tudo que ela fez só foi pedir um tempo para pensar nessa loucura toda de vampiros e lobos,mais isso acabou quando minha filha resolveu ter uma conversa com a amiga e esclarecer a ela muitas coisas e depois foi só questão de paciência para a Brigitte finalmente voltar e assumir o namoro com Brady ,então os únicos que sobraram nessa foi o Embry e o Collin que nem sonham em encontrar suas impressões,os dois são verdadeiros galinhas e vivem por ai pegando muitas mulheres e também arrasando muitos corações e por fim a minha maninha e o Nahuel também tiveram que se casar,por livre e espontânea pressão do papai que não gostava nada,nada de saber que eles já havia adiantado a lua de mel,vamos dizer assim.

Bem mais voltando ao assunto da minha gestação eu me esqueci de citar que nesse período da minha vida eu também fui muito mimada, paparicada e principalmente irritada com esse cuidado todo,para vocês terem uma idéia eles simplesmente não me deixavam respirar e quando digo ‘’eles’’ eu me refiro a todos eles, da minha família há o meu Jacob ou até mesmo meus filhos, pra falar a verdade até meu genro Seth deu pra achar a todo tempo que eu iria me machucar, ou quebrar alguma coisa fazendo um misero esforço, como lavar a louça da janta, do almoço ou até mesmo arrumar uma cama, Pode?Bom mais de todos eles o mais ‘’Exagerado’’ era com certeza meu Jacob, o papai babão do ano, ele praticamente parou sua vida e grudou em mim á todo instante, não que eu não estivesse amado isso, mais em certas ocasiões como nos nossos momentos mais íntimos ele sempre vinha com uma daquelas perguntinhas insistentes, como por exemplo‘’Amor você ta sentindo dor?’’e eu respondia’’Não Jake eu estou perfeitamente bem’’ou senão’’Eu te machuquei?’’e eu novamente respondia’’Jacob amor isso não foi um gemido de dor’’, agora, por favor, me responda, quem em santa paciência e ainda por cima grávida agüentaria isso?Pode acreditar que nem eu que sempre fui extremamente calma agüentei e por varias vezes pedi a paciência e praticamente agredi meu marido, mais graças ao bom deus ele soube superar e entender que tudo isso era apenas por causa dos famosos harmônios a flor da pele.

E finalmente quando estava preste a ter o meu bebe, o meu avô pediu que eu fosse para a mansão e ficasse por lá até o nascimento do meu filho por que assim ele iria poder acompanhar mais de perto e no fim realizar meu parto aonde tive uma tremenda surpresa, na verdade todos nos tivemos quando constatamos que eu não estava esperando apenas um bebe,mais sim dois,ou melhor uma casalzinho lindo, que eu que dei o nome de EJ para o menino quando me lembrei da conversa que tive com a mamãe a pouco tempo aonde ela me disse sobre sua gravidez complicada e comentou qual nome me daria se tivesse nascido menino ‘’EJ’’que era pra ser uma homenagem que significa Edward e Jacob,os primeiros nomes dos dois homens que ela mais amou na vida e claro que eu também amo,então por que não?

Meu EJ Black Cullen é a cara do pai, ele nasceu com os olhos e os cabelos negros exatamente da mesma cor e tonalidade do meu Jake e de mim eu podia dizer que ele só puxou a pele que era um pouco mais clarinha em relação ao meu amor, Já a minha menininha que eu decidi chamar de Isabella Black Cullen,o que seria outra homenagem para alguém que amo,mais dessa vez era para minha mãe,na verdade a minha segunda mãe por que mesmo com tudo isso que me aconteceu eu nunca poderia odiar Keroline que pra mim sempre vai ter um lugar especial no meu coração e isso é algo incontestável.

A minha Isabella diferentemente do irmão era mais parecida comigo, tirando é claro os olhos azuis que eram do meu pai antes dele virar vampiro, mais de resto desde os cabelos castanhos acobreados, ah pele levemente bronzeada e as feições do rosto, eram todas minhas, meu bebes eram simplesmente duas perfeições que ninguém poderia ou conseguiria não amar, os meus lindos filhotes frutos do meu grande amor, frutos do meu Jacob que vieram ao mundo para somar ainda mais o grau de felicidade que eu já me encontrava.

Meus pequenos eram crianças saudáveis e muito espertas, segundo o meu avô eles tinham geneticamente 50%como lobo,o que era suficiente para em breve quando chegarem à idade certa se transformar em um como o pai e 25%como vampiro o que também já era o suficiente para que desejassem sangue, é claro que não tão intensamente como os meus outros filhos junto com Erick que tem 75% de vampirismo e por fim mais 25%como humanos, ou seja, eles iriam dormir e comer normalmente por que nessa parte o 50% do meu Jacob também pesava e fala sério né, existem criaturas mais famintas e dorminhocas que os lobos?Eu acho que não, e olha que eu posso dizer isso por experiência própria viu, por que aqui em casa o estoque de comida aumentou gradativamente quando o meu amor venho morar conosco, mais quem disse que eu reclamo? Por mim eu encheria essa casa com mines Jakes por todos os lados.

...3 anos depois...

Anos se passaram e varias coisas mudaram por aqui, pra começar a minha Kero hoje tem 18 anos e terminou o ensino médio, agora minha filha usa o seu tempo livre com a gravidez de três meses do seu primeiro filho, meu netinho’’que orgulho’’minha menina também não sabe o sexo do seu bebe mais isso é questão de tempo, por que o parto se aproxima e logo meu genro e minha filhota estarão com um lindo neném nas mãos que será com certeza muito amado por todos. Antonio e Alexandre também cresceram e hoje já tem 10 anos de idade, os dois estão a cada dia mais maduros e já fazem até planos para o futuro, cada um da sua maneira é claro, primeiro foi o Antonio que cismou que quer virar medico como o avô e salvar muitas vidas, já Alexandre que seguir os passos do pai e vive dizendo que um dia vai ir morar com ele no Japão, o que me entristece e me deixa com medo de perdê-lo’’Como seria a minha vida sem o meu filho’’me machucava muito esse fato, ‘’Só de pensar’’.

Meu bebes também estão maiores agora com 3 aninhos de idade EJ e Isa apelido carinhoso que o novo protetor da minha filha deu a ela leia-se Embry Call,isso mesmo o solteirão da alcatéia finalmente teve o seu imprinting e foi justamente com a filha do alfa que não ficou nada contente com essa historia,dava pra se imaginar né,Jacob ficou possesso quando descobriu que o ex melhor amigo dele, como ele agora gosta de tratar vai ser num futuro próximo o seu genro ‘’provavelmente’’.

Essa historia seria hilária se não fosse a guerra que eles travaram,no começo foi extremamente difícil conter meu Jake quando ele via seu empregado ‘’Embry que já estava trabalhando na oficina já pronta que ele construiu com o Seth’’ aqui em casa, a coisa saia do controle,isso por que o Embry sempre dava um jeito de dar uma escapadinha e vir brincar com a minha menininha que ama seu lobinho,ama tanto que sua primeira palavra foi essa’’lobinho’’vê se pode,ao invés de ser mamãe e papai,minha Isa chamou o lobo dela que ficou todo bobo com isso e só faltou pular e espernear de alegria,mais não o fez,por que do lado dele havia um Jacob bufando,bem mais como eu disse no começo isso tudo foi muito difícil mais com muita conversa e o bendito acordo,meu Jacob ficou de boa com o amigo,ai você se pergunta que acordo foi esse não é?Eu lhe explico no acordo que o meu marido fez ‘’o papai ciumento’’ com o meu futuro genro, digo com Embry,foi que ele não poderia tocar em nenhum fio de cabelo da nossa Isa até o EJ se casar, pode uma coisa dessas?Mesmo com esse ‘’Exagero’’excessivo novamente o Embry aceitou, na verdade ele aceitaria qualquer coisa para ficar perto da minha filha e eu sinceramente não me importo em saber que ela já tem alguém que a ama tanto assim.

E por falar em imprinting do Embry o ex solteirão galinha do pedaço, o Collin como o imaginado também foi fisgado pelo amor e curiosamente ele teve sua impressão com uma humana chamada Sefane que é umas das melhores amigas da Sarah, Collin também ficou com medo de contar a ela sobre a nossa verdade, mais quando o fez para o alivio dele a reação da garota foi totalmente contraditória, Sefane simplesmente amou essa historia de cara metade, alma gêmea, razão do meu viver e outras coisitas mais que podemos definir o amor dos lobos pelas suas escolhidas, os dois depois disso também se casaram e hoje moram aqui na reserva.

Eu também sempre tenho noticias de Erick que foi para o Japão com a Darlli,o Jay e a Molli,ao que parece eles formaram um novo Clã,ou uma família se preferir,Erick e Jay montaram uma oficina que já é umas das melhores por lá de carros tunados,já Darlli canta todas as noites nas casas noturnas e faz um grande sucesso,mais nunca permanece por muito tempo em um lugar só,para não haver suspeitas e a minha querida amiga Molli virou professora por lá,por que ela ama crianças e nunca pode ser mãe,as vezes eles até vem á minha casa mais o Erick quase nunca esta junto,mais sempre me pede autorização para sair com as crianças através da Darlli,pra falar a verdade a ultima vez que nos vimos foi justamente no parto da Kero aonde ela descobriu que seria mãe do um menino,um lindo garoto que ganhou o nome de Rafael,nesse dia Erick me abraçou e naquele mero gesto eu tive a certeza que ele ainda me amava,mesmo depois de tantos anos.

O meu netinho Rafael Cullen Clearwater como foi registrado não ficou muito tempo no posto de filho único, por que no prazo de um ano eu e minha Kero descobrimos que estávamos grávidas, isso mesmo, minha menina esperando o seu segundo filho que novamente veio menino e se chama Gabriel Cullen Clearwater de cabelinhos lisos e olhos negros do pai e pele clarinha da mãe e eu esperando minha terceira menina que dei o nome de Rosi,uma homenagem a minha tia Rosalie,que é como se fosse uma mãe pra mim.

-Ness eu não acredito que vai colocar o nome da oxigenada na nossa filha -Jake resmungou.

-Amor não fala assim, ela é minha tia- O repreendi.

-Jake Rosi é um nome lindo- Mamãe disse entrando no meu antigo quarto na mansão a onde eu estava ninando minha Rosi.

-Eu sei Bella,mais esse é o nome da ‘’Loira’’-Ele enfatizou desabando na cama ao meu lado-Como eu vou conseguir chamar essa criaturinha linda assim de co...-Não o deixei terminar.

-Jacob olha como você fala da minha ursinha- Emmett falou serio se juntando a nos, o pessoal dessa casa estavam doidos com duas grávidas, minha Kero havia tido o pequeno Gabriel antes de mim mais teve que ficar de repouso por que o parto teve algumas complicações, o que quase me matou do coração e motivou essa linda bonequinha aqui nos meus braços vir mais cedo.

-Oh nessie eu estou tão feliz-Titia Rosi se sentou ao meu lado na cama,é claro que no lado oposto do Jacob que revirou os olhos com o drama,agora esse quarto iria encher,todos queria admirar a perfeição em meus braços de cabelos castanhos quase loiros e olhos azuis.

-Olha amor ela não é a cara da Isa - Comentei beijando as suas mãozinhas que segurava apenas um dedo meu.

-Sim as duas são maravilhosas como você - Ele falou me dando um beijo que foi atrapalhado pelo tio Emmett’’tinha que ser’’.

-Mal teve um e já querem encomendar outros - Ele gargalhou alto como se fosse a melhor piada do mundo.

-Não tio Emmett,eu acho que eu e Jacob pretendemos parar por aqui- Constatei.

-Mais nessie você me prometeu que o nome do nosso próximo filho eu iria escolher - Jacob fez bico.

-Amor isso a gente vê depois, antes eu quero aproveitar a Rosi um pouquinho - Expliquei, se eu deixasse Jacob iria querer ter um filho a cada ano, quase um time de futebol inteiro.

-Nessie deixa eu pegar minha afilhada-Tia Rosi pediu com os olhos vidrados na minha bebe.

-Claro tia Rosi- Disse colocando minha filhinha em seus braços e Jacob me puxou para os dele logo em seguida.

-Eu acho que a Rosi vai perder o apelido-Mamãe comentou rindo.

-Pra mim ela sempre vai ser a usinha- Tio Emmett falou.

-Eu sinceramente não me importo que me chamem de Rosalie novamente,principalmente depois dessa linda homenagem-Ela olhou para mim - Obrigada nessie,hoje é uns dos dias mais feliz da minha vida- Agradeceu me fazendo chorar,eu sinceramente sabia o quanto era importante para a Rosalie e isso foi uma das razões por eu ter colocado esse nome na minha menina.

-Tia Rosalie eu que lhe agradeço por tudo o que fez e faz por mim, você é muito especial pra mim e certamente será para minha menininha também.

-Pode ter certeza, eu vou cuidar dela com todo o meu amor e carinho que eu não pude te dar quando foi tirada da gente-Ela choramingou.

-Pessoal eu quero ver a minha filha - Pedi eu estava preocupada com a minha menina e queria pegar mais uma vez o meu netinho.

-Filha eu acho melhor você esperar meu amor....-Mamãe começou a dizer mais algo a fez parar,minha menina e meu genro com o Gabriel no colo entraram no quarto acompanhada dos outros.

-Vovó olha aqui quem chegou- Kero disse se sentando ao meu lado quando tia Rosi levantou e foi até Emmett com Rosi no colo.

-Ai meu netinho- Falei emocionada e Kero o passou para os meus braços.

-E como que ta minha irmãzinha heim?-Ela perguntou olhando para tia Rosalie que trouxe Rosi de volta.

-Ta com fome já-Tia Rosalie respondeu-Acho que vou alimentá-la.

-Nem pensar sanguessuga você não vai dar sangue para minha filha não, ela precisa de leite e isso só a minha nessie pode dar- Jacob falou carrancudo e Rosalie lhe enviou um olhar mortal.

-Jacob está certo Rosalie,a Rosi precisa mais de leite do que de sangue, nessie pode alimentá-lo normalmente sem problemas-Vovô observou.

-Tia me dá ela aqui,eu vou alimentá-la rapidinho e logo te dou a de volta-Prometi passando Gabriel para a minha filha.

-Ta certo nessie,se você diz-Ela me entregou Rosi que chupava as mãozinhas avidamente como se quisesse extrair dali algum alimento,eu sorri com isso,minha princesinha era tão indefesa e tão dependente de mim nessa fase,como minha Kero e meus outros filhos um dia já havia sido,agora olha aonde eles estão,todos lá em baixo enchendo a avô Esme para comer bobagens antes do almoço.

-Ei você todos vão ficar aqui?-Jacob perguntou olhando para o meu tios,’’Ele estava com ciúmes da minha família?’’

-Amor o que,que tem?-Quis saber.

-Nessie você precisa de privacidade para amamentar a nossa filha-Ela se explicou e todo mundo revirou os olhos.

-Ta certo Jake a gente ta vazando- Emmett deu risada e puxou tia Rosalie que saiu resmungando para fora.

-Bem eu e Jasper vamos indo, Sarita chega hoje de viajem com o Nahuel e vamos a buscar no aeroporto-Tia Alice disse e se foi, os únicos que ficaram no quarto foram os meus pais, Seth e a Kero com Gabriel no colo.

-Vai querer que eu saia também cachorro?-Papai perguntou sarcasticamente.

-Não você pode ficar - Jacob bufou-Mais você Seth,vaza.

-Ei eu por quê?- Seth arregalou os olhos- Se eu tiver que sair,você também vai-Ele falou decidido.

-Eu não vou sair de perto da nessie- Jake constatou.

-E nem eu de perto da Kero- Seth rebateu.

-Jake e Seth saiam os dois agora - Finalizei a discussão impaciente, eu queria alimentar minha filha e os dois ficavam batendo boca como dois garotos chatos.

-Viu tudo culpa sua - Jacob disse saindo do quarto com Seth ao lado.

-Esses dois são impossíveis -Kero comentou- Nem sei como consegue agüentar um ao outro naquela sociedade-Ela disse ajeitando Gabriel para amamentá-lo e eu fiz o mesmo com a minha Rosi.

-Filha eu vou descer para olhar as crianças-Papai disse.

-Pai já tem o monte de gente lá embaixo- Observei-O senhor só vai descer por causa do Embry que esta chegando-Ri com isso, Embry que se cuide, ele tem uma guerra e tanto para enfrentar, por que quando Jacob e Edwad resolvem se juntar, boa coisa não sai.

-Você deveria ficar feliz,essa é a única coisa que eu e seu marido temos em comum-Ele sussurrou saindo porta fora.

-Filha vocês vão visitar o Billy quando?-Mamãe perguntou se sentando na poltrona ao lado da cama.

-O mais rápido possível mamãe, eu quero que ele conheça a neta antes de....-Não consegui terminar.

-Eu quero ir junto com a senhora mãe, o Billy foi como um pai pra mim nesse meio tempo e eu quero que ele conheça meu filho também- Kero disse encostando a cabeça no meu ombro.

-Ok filha,vamos sim...todos nos...Billy vai ficar muito feliz com isso – Sorri.

Estava sendo muito difícil para eu ver meu sogro naquele estado, o senhor Billy já era um homem de idade e infelizmente tinha a saúde fraca que só piorou mais e mais com o passar dos anos, o mais velho ancião da alcatéia estava morrendo e todos os lobos ficavam em luto,o clima no ar era sempre melancólico principalmente meu Jacob que tentava ser forte e as vezes me esconder o quanto estava sofrendo,mesmo assim eu sempre conseguia ouvir o meu amor chorar as noites na cama abraçado a mim,sozinho no banheiro,ou até em outros cantos afastado da casa como no meu jardim.

-Você acha que o Sam vai se opuser de irmos lá com vocês?-Mamãe perguntou temerosa olhando para mim, ela sabia muito bem que Sam como o segundo alfa tinha muita influência por lá, principalmente com respeito aos filhos que ele tinha total dominação, Marcos e Mayara praticamente cresceram na conduta que Sam prega eles que se resumia a total discordância dessa irmandade entre os lobos com os vampiros que a cada ano só fica mais forte.

-Mãe é o pai de Jacob, Sam não pode fazer nada contra vocês,Jake não deixaria-Falei determinada e arrumei minha camisola quando Rosi terminou de mamar.

- Gabriel parece um esfomeado-Keroline riu quando percebeu que o filho ainda continuava ativo e minha Rosi já caia no sono.

-Mãe quer colocá-la no beicinho?-Perguntei a ela que assentiu com a cabeça e pegou minha Rosi no colo.

-Pronto,parece que esse bebezinho aqui finalmente está satisfeito- Keroline suspirou-Mamãe eu acho que a senhora precisa descansar, eu vou para o meu quarto- Kero disse fazendo menção de se levantar da cama mais Seth não deixou entrando no quarto com Jake e Rosi.

-Deixa que eu te leve amor-Ele falou pegando Gabriel nos braços e passando sem problemas algum para a tia Rosálie que recebeu com um enorme sorriso no rosto e começou a niná-lo.

-Eu acho que as mamães precisam descansar- Rosálie Observou -Bella vamos para o quarto dos bebes- Isso mesmo, quarto dos bebes, tia Alice, tia Rosálie e vovô Esme fizeram um espacinho especial para os meus filhos e os da Kero aqui na mansão, havia o quarto de brinquedos, outro só de videogame, um de cinema, o das crianças que era muito usado quando eles vinham dormir aqui e por fim dos bebes e tudo isso só foi possível é claro com o aumento da casa que quase dobrou de tamanho, sem problema algum.

-Claro Rosálie, descanse meu anjo que te prometo que assim que Rosi acordar eu venho te chamar para alimentá-la- Mamãe prometeu-E você também Kero.

-Chama mesmo viu Bella,eu não quero que essa loira ai de sangue para minha filha escondido- Rosálie rosnou baixinho.

-Pode ficar tranqüilo Jacob, agora aproveite sua mulher e nem pense em fazer aquilo - Mamãe advertiu saindo com Rosálie do quarto.

-Tchau mamãe, à noite eu passo aqui de volta para ver a senhora-Kero me abraçou e Seth a pegou no colo com uma extrema facilidade, os anos haviam feito muito bem ao meu genro que praticamente multiplicou de tamanho, força e muitos músculos, mesmo assim ele ainda não conseguia superar o meu Jacob que nesse exato momento se juntava a mim embaixo dos cobertores.

-Ta precisando de mais um cobertor quentinho ai dona Renesmee?-Ele perguntou me puxando na sua direção.

-Muito- Gemi baixinho quando nossas peles se chocaram, era incrível como mesmo depois de tantos anos Jacob ainda me causava essa sensações enlouquecedoras.

-Quer que eu te faça dormir amor?-Ele sussurrou no meu ouvido passeando com suas mãos perigosamente pelo meu corpo.

-Quero que pare de me tentar, antes que eu faça uma loucura-Praticamente implorei ouvindo seu sorrisinho sacana.

-Bem que eu queria, mais sei que ta de resguardo então não vou prosseguir, mais quando voltamos para casa....-Não o deixei terminar,afinal tio Emmett estava lá embaixo e logo,logo ele viria de novo com aquela historinha de mais filhos.

-E quando chegamos em casa,eu resolvo o problema - Terminei a frase beijando seu lábios delicadamente- Jake -Eu chamei.

-O que amor-Ele disse me fitando nos olhos.

-Eu te amo, muito, muito, muito mesmo-Me declarei e ele abriu um sorriso lindo e acariciou delicadamente a minha fase.

-E eu lhe amo mais ainda, minha vida, mãe dos meus filhos, esposa, companheira, amiga, amante... Meu tudo- Ele terminou juntando os nossos lábios novamente e um beijo terno.

Poucos dias se passaram e eu e minha Kero podemos finalmente voltar para casa com os nossos bebes e nossos filhos, minha rotina estava cada vez mais atarefada e cheias de surpresas, não havia um dia sequer na minha vida que fosse igual ao outro, na verdade eu nem sei mais o que significa rotina, por que quando se é mãe de exatamente seis filhos sendo que cinco ainda moram comigo isso realmente não importa mais, a única regra do lar é ‘’Obediência’’aos pais, no causo eu e meu Jacob, tirando isso eu tenho que assumir que o nosso ambiente é bem divertido e confortável, todos aqui em casa são verdadeiras petes que amam fazer algazarra, mais são acima de tudo crianças educadas, organizadas e inteligentes, eu amo muito brincar com os meus filhos, passear com eles por lugares diferentes, às vezes até chegamos a sair do país, claro que tudo em família, por que eu sozinha não daria conta e nem conseguiria protegê-los de possíveis perigos que ficam rondando por ai, nos todos também gostamos muito de acampar, já fomos a vários lugares para fazer isso, desde os mais simples como na sala ou no jardim daqui de casa até La Push ou até mesmo em lugares mais frios e quentes próprios para isso.

Hoje porem era um dia de muita tristeza, Billy estava falecendo e todos os lobos e até a minha família vieram a casa que meu Jacob cresceu para prestar solidarizarão e se despedir de uma amigo tão querido,de um pai carinhoso e atencioso,um homem valente que cumpriu com garra a sua missão aqui na terra.

-Jake venha, vamos entrar- O chamei da varanda da casa de Billy com Rosi nos meus braços, nos todos havíamos acabado de chegar e Jacob permanecia imóvel ali parado em frente à casa,olhando o vazio- Jake- Ele mão me respondeu.

-Jake amor nos estamos com você - Disse me aproximando dele com Rosi que o chamava com as mãozinhas, era incrível como ela conseguia sentir que o pai estava sofrendo,será que isso era um dom da minha pequena?Eu teria que conversar sobre isso com o meu pai mais tarde.

-Eu não sei se vou conseguir nessie,meu velho ta morrendo e eu não posso fazer nada para mudar isso...por que é a ordem natural das coisas-Ele me abraçou de lado,colocando sua cabeça na curva do meu pescoço e segurando uma das mãozinha da Rosi que acariciava a face do pai com a outra mão,lhe transmitindo todo o seu carinho,Jacob riu da atitude da filha.

-Você precisa ir Jacob, Billy merece conhecer a neta- Falei e Jacob me encarou-Tome ela e a leva para o seu pai,isso lhe trará paz- Lhe entregue Rosi que foi sem reclamar para os braços do pai e Jacob beijou suas bochechas rosadas.

-Vamos eu quero você ao meu lado-Ele esticou a outra mão para mim que a peguei firmemente.

-Eu sempre vou estar ao seu lado meu amor- Constatei e Jacob me deu um selinho e entramos na casa, já cheia de amigos e os meus familiares que haviam entrado primeiro.

-Ele esta lhe esperando - Sam falou abrindo passagem a Jacob que assentiu.

Entramos no quarto e avistamos o Billy deitado na sua velha cama de madeira cercados pelos meus filhos que pareciam conter as lagrimas na frente do avô.

-Deixa-me ver essa pequena em seus braços meu filho-Ele pediu com dificuldade esticando os braços que tremiam em nossa direção, Jacob se aproximou do pai e se sentou ao seu lado com Rosi nos braços- Minha nossa ela já esta enorme-Ele parecia espantado e me fez rir.

-Puxou o pai - Jacob disse orgulhoso-E o avô-Ele completou.

-Então ela será uma grande menina- Billy sorriu para Rosi quando ela tocou sua mão que ainda permanecia no ar, ele então se esticou mais ainda na direção dela que agarrou seu dedinho, Billy gargalhou fracamente com a reação da neta.

-Você é a bebe mais forte que eu já vi -Ele comentou com ela - Será uma bela loba.

-E eu vovô - Isa fez biquinho.

-Vocês duas serão as lobas mais lindas da nossa alcatéia- Constatou -Jacob precisa se manter atento,é sempre um olho aberto e outro fechado,não quero marmanjos cercando minhas netas viu-Ele falou autoritário.

-Pode deixar velho, vou me manter sempre de olho nas minhas princesas, nenhum cara vai se meter a besta com elas- Jacob prometeu sorrindo.

-E eu também vovô- EJ declarou.

-Isso mesmo meu rapaz, você e seus irmãos tem que cuidar delas- Billy olhou para o Antonio que fungava baixinho num canto e o Alexandre que estava olhando o chão,como se quisesse esconder seus sentimentos,ele sempre foi assim e eu sabia disso, no fundo meu filho também estava sofrendo com o estado do seu avô postiço, eles se adoravam, Billy nunca teve distinção quanto isso- Jacob-Billy chamou voltando com o seu olhar novamente para o filho.

-Sim pai?-Meu amor disse.

-Eu deixei em meu testamento a única coisa que tinha na vida, a minha casinha que eu faço questão que você passe para o nome de qualquer um dos meus netos que se casar primeiro e não se acanhe em reformá-la,a vampira baixinha vai amar fazer isso- Ele riu e Jacob assentiu de acordo - Quero que me prometa também meu filho duas coisas-Ele pediu.

-Pode falar pai- Respondeu Jacob.

-A primeira é para você e a Renesmee- Ele me chamou - Vocês criaram uma linda família, uma família grande e cheias de netinhos como eu sempre sonhei, é realmente uma pena eu não poder desfrutar deles como eu queria, eu não vou poder ensiná-los a pescar num barquinho pequeno no meio do lago aonde eles provavelmente pularia na água e agarrariam com as próprias mãos os pobres coitados, mais o que vale é a intenção-Ele disse provocando gargalhadas das crianças- Eu iria ensiná-los a jogar cartas mesmo que perdesse todas às partidas, por que afinal de contas eu tenho certeza que esses pestinhas me passariam a perna em todas elas,eu iria fazer muitas coisas ao lado do meus netos,mais não será possível, então meu filho,meu único filho homem e minha nora eu lhe peço que nunca,por hipótese alguma se separem,vocês estão unidos por criaturas de deus e ninguém pode mudar isso,ninguém - Ele implorou a nos me deixando confusa.

-Pai é claro que nunca irei me separar da Nessie,ela é a minha vida e o senhor sabe disso- Jacob constatou me puxando pela cintura.

-E quanto a mim senhor Billy, você sabe não é, que nos já tivemos provas o suficiente que o Jacob é meu destino e é com ele que vou ficar por toda a eternidade - Esclareci a ele que assentiu sorrindo.

-Bem então espero que nunca se esqueçam que o amor que um transformo sente pela sua impressão é muito forte e completamente incapaz de ser quebrado... Nunca duvidem disso - Billy nos alertou.

-É claro que sabemos pai - Jacob falou.

-A segunda coisa meu filho, você vai aprender com o tempo e ver que nem sempre se deve agir com a razão- Billy terminou ofegante.

-Pai quer que eu chame o doutor Carlisle?-Jacob perguntou preocupado fazendo menção de se levantar.

-Não filho,já é tarde,eu sinto que meu tempo esta acabando..-Ele sussurrou e aos deitou a cabeça no travesseiro sorrindo para o netos.

-Sejam bonzinhos... -Ele pediu fechando os olhos como se fosse realmente dormir, todos nos no quarto permanecemos em silêncio ali velando seu sono que aos poucos entrava na escuridão da morte.

-Eu te amo pai- Jacob disse nas ultimas batidas do coração fraco de Billy,ele não estava mais entre nos.

-Vovô, vovô- Isa começou a chorar acompanhada de todos nos.

-Filha se acalme, vem cá meu amor-A pegue no colo e sai do quarto.

-Renesmee me de ela- Embry pediu e eu passei minha menina que fungava e soluçava para os seus braços.

-Calmo anjinho eu to aqui com você - Ele disso no ouvidinho dela.

-Lobinho o vovô morreu-Ela choramingou.

-Eu sei minha linda... -Embry acariciou seus cabelos e começou a niná-la em seus braços fortes, eu então voltei para o quarto e avistei meu Jacob sozinho na cama chorando ao lado do pai,eu me aproximei e ele me abraçou.

-Nunca V-vamos nos separar-Ele gaguejou devido ao choro.

-Nunca Jacob...-Repeti -Eu sempre vou estar com você amor e eu lhe prometo isso -Lhe garanti juntando os nossos lábios com força buscando algum amparo nessa dor tão profunda.

“Enquanto estivemos juntos meu amor, nada irá nos abalar, nossos laços são tão fortes que nem a morte é capaz de separar, estarei contigo até o fim e buscarei em ti o meu amparo, para sempre e sempre seguir em frente ATE O FIM das nossas vidas que ainda esta muito longe de começar” (autoria:natineces)

Pov Keroline.
-A partir dai nossa família ficava cada vez maior.

Depois de um casamento lindo e da noticia maravilhosa que foi a gravidez da mamãe, eu e Seth fomos para nossa lua de mel praticamente nas nuvens, tudo estava saindo perfeitamente bem e isso era ótimo, para mim não havia algo mais perfeito que eu e ele ali juntinhos e unidos pelo amor, a minha lua de mel foi como eu posso dizer’’inesquecível’’resumida em poucas palavras, apesar da minha pouca experiência vamos dizer assim, as coisas saíram exatamente como eu queria, Seth foi extremante delicado, atencioso e muito amoroso comigo, ele até chegou a me confidenciar na hora, na verdade me mostrar em seus pensamentos que também era virgem e me deixou extremante emocionada e bem mais tranqüila em relação a isso,mesmo assim,meu Seth como todo homem já tinha aquela famosa ‘’noção’’do que fazer e por isso eu resolvi me entregar de corpo e alma e deixar que ele conduzisse a noite mais linda e incrível da minha vida.

Seth e eu ficamos sozinhos na ilha por apenas dois dias inteiros, depois disso recebemos a visita da Sarah e o Nahuel que também estavam num love só,isso mesmo,a minha tia-prima e agora minha melhor amiga também me confidenciou tudo e fez questão de me contar com detalhes a primeira vez de amor deles no hotel aonde estão hospedados,’’vovô com certeza vai ficar louco com essa noticia’’,mais voltando para nossa viajem de lua de mel,depois da visita deles ficamos o resto da semana só curtindo aquele lugar lindo e paradisíaco,mais infelizmente tivemos que ir embora e ao invés de voltamos para casa fomos para o Rio de Janeiro conhecer a praia e hotel Copacabana palace que foi realmente inesquecível,em toda a minha vida eu podia dizer que nunca tinha visto um hotel tão grande e luxuoso como aquele,eu simplesmente amei com toda a certeza,mais como tudo que é bom dura pouco, nos tivemos enfim que voltar para Focks e inicial a nossa vida de recém casados que ficou mais perfeita ainda com o presente do meu padrasto Jacob,que nos deu uma casa,na verdade ela era aquela mesma que ele morava sozinho e amargurado pelo desaparecimento da minha mãe.

A casinha com certeza já tinha o seu encantamento próprio, mesmo assim a minha querida vó Esme fez questão de deixá-la ainda mais impecável e o resultado foi surpreendente, o meu novo lar ficou deslumbrante e realmente me fez sentir num verdadeiro conto de fadas, vovó pintou a casa por fora com tons claros de azul e branco e aproveitou muito refazendo um pequeno jardim que tinha arvores lindas e por dentro a surpresa, tudo era incrivelmente grande, todos os cômodos da casa, desde quartos, banheiros, cozinha, sala e a enorme mesa de jantar que era suficiente para abrigar lobos esfomeados na hora do almoço, que passou a ser bem mais movimentado aqui em casa apos a sociedade do meu marido com o Jake,os dois construíram,ou melhor,reformaram a oficina nos fundos da nossa casa que hoje já é sem duvida uma das melhores daqui,principalmente com o passar dos anos que fez de uma floresta deserta uma vila linda e bem movimentada,eu amava os meus vizinhos e quase todos eram Quileutes daqui e sabiam dos nossos segredos,o que era uma benção.

Casa-http://3.bp.blogspot.com/-2qzpURMXZq0/Teaj8ugsYII/AAAAAAAADQo/VPADOmS6K84/s640/47.jpg

E como eu disse não foi só a vila que mudou com o passar dos anos, pra começar depois de casada eu resolvi terminar o ensino médio e me despedi dos meus queridos amigos humanos que hoje estão levando a vida cada um da sua maneira, alguns deles se casaram, como a minha melhor amiga Cris, que depois da morte da mãe que era viúva ficou sozinha no mundo, então Chet não pensou duas vezes e resolveu pedir a amada em casamento e Cris logicamente aceitou e fez uma cerimônia linda e simples aonde eu fui madrinha com o meu Seth,os dois depois disso mudaram-se de pais e fizeram faculdade de engenharia e abriram o próprio negocio dando como entrada a herança que a mãe de Cris havia deixado para ela,que apesar de pouca,foi muito bem aplicada e podemos ver isso com facilidade hoje devido o sucesso que eles obtiveram,minha querida amiga ainda mantém contato comigo através do telefone e da internet aonde soube que ela foi mãe de um menino lindo que se chama Caio.

A Lenn e o Dominique também continuaram com o namoro depois do colegial mais se separam por um bom tempo na busca dos seus sonhos, Dom com o Basquete, o que lhe tornou uns dos jogadores mais requisitados do mundo e Lenn com o futebol feminino, onde se destacou e ganhou títulos de melhor jogadora por varias vezes seguidas,os dois chegaram até a se relacionar com outras pessoas mais não tiveram a mesma sorte,não existia aquele amor e isso foi claramente percebido quando voltaram a se encontrar,namorar e por fim casar,hoje os dois vivem muito bem como ex jogadores de sucesso e donos de vários centros de esportes espalhados mundo a fora, os dois tiveram duas filhas gêmeas que se chamam Layra e Kyara.

Minha outra amiga humana, a Ashley resolveu se dedicar mais na profissão e na carreira de jornalista, hoje ela é âncora de uns dos jornais mais importantes e influentes daqui e ao mesmo tempo também atua como apresentadora de um programa de tv,uma vida bem corrida e extremamente estressante na minha opinião.

O Beto e a Maria foram os únicos que não tiveram um futuro muito promissor não, os dois foram obrigados a casar por causa da gravidez dela e hoje vivem do salário dele como advogado na empresa do pai que esta praticamente falida,mas pelo menos serve como o ganha pão dos dois que não se bicam, Maria e Beto praticamente se odeiam e um joga no outro a culpa pela gravidez prematura e pela as condições de vida,Maria simplesmente não aceita o fato que nunca será livre,rica e nem crescerá na vida como as amigas e Beto vive alegando que não queria ser pai tão novo e de como isso estragou seu futuro,é praticamente um mar de lamurias naquela casa que todos os dias são jogados na cabeça das duas filhas deles,a Luana e a Fernanda que sente-se culpadas diante da infelicidade dos pais,’’pobres garotas’’.

A Gloria que era uma das amigas da Maria e da Sarah virou dondoca e hoje esta casada com um bilionário bem mais velho e os dois estão na espera do primeiro filho que se chamará Pyetro,já a outra amiga das duas a Sefane teve outro destino um bem parecido eu diria assim com o da Brigitte minha amiga,as duas conseguiram fisgar o coração dos solteirões galinhas da alcatéia,o Brady que teve a impressão com a Brigitte no meu casamento e o Collin que lutou,tentou mais não conseguiu afastar a atração inevitável que é a impressão,tudo aconteceu quando a Sefane quebrou o carro na estrada mais o menos no fim da tarde e por lá o prestativo e sempre a disposição Collin resolveu parar e ajudar a donzela em apuros que se tornou o motivo da sua existência naquele dia em diante,’’cômico não?’’

Depois de eu ter saído do ensino médio com 18 anos eu fiquei grávida do meu primeiro filho que chamei de Rafael, a minha gestação foi bem calma poderia assim dizer, principalmente por que mamãe o tempo todo estava ao meu lado, nessa época também os gêmeos já estavam com 10 anos de idade e o casal com 3 aninhos e por falar nisso eu me esqueci de comentar que Isa minha irmãzinha mais nova ganhou um eterno protetor,seu nome?Embry Call ele teve o imprinting com ela quando mamãe e Jake levaram as crianças pela primeira vez em La Push para ver o senhor Billy, pai do Jacob.

No prazo de um ano que tive o meu primeiro filho Rafael eu acabei engravidando do Gabriel, meu filho do meio e nessa mesma época mamãe também engravidou só que de uma menina chamada Rosi sua terceira filha e minha outra irmãzinha linda, Rosi nasceu dias depois do meu filho que venho para o mundo num parto extremamente complicado e eu acho que por causa disso e do nervosismo que mamãe ficou com o meu estado que Rosi venho antes do tempo.

A partir dai nossa família ficava cada vez maior, eu com os meus três filhos homens no total, o Rafael, Gabriel e o mais novo Daniel que era apenas dois anos mais novo que o Gabriel e mamãe com sete filhos no total, eu, Alexandre, Antonio, EJ, Isabella ou Isa se preferir,Rosi e por fim o meu irmão mais novo o Billy Junior em homenagem a Billy que havia falecido há algum tempo atrás.

Os outros lobos também constituíram as suas famílias e tiveram herdeiros, pra começar o outro alfa da alcatéia o Sam que é casado com a Emily teve três filhos, o Marcos o mais velho, Mayara a filha do meio e a mais novinha Mariana, Leah a minha cunhadinha também teve filha mais somente uma a Vanessa, o Quil e a Claire que virou uma grande amiga minha tiveram dois filhos, a mais velha que se chama Adriana e o mais novo que se chama Roberto, a Kim e o Jared tiveram apenas uma menina chamada de Priscila, os outros lobos como Collin e Brady ainda não tiveram filhos mais pretendem, já o Poul e Rachel foram embora o ano passado e hoje vivem no Brasil como a Sarah e o Nahuel que tiveram uma filha também chamada Liz em homenagem a mãe da Sarah.

A nova geração de futuros lobos estava cada vez maior, todos que eram casados com humanas escolheram envelhecer ao lado das suas impressões, logo a transformação chegaria e nossos filhos seriam guerreiros quileutes, os anciões prevêem que a idade certa para que isso aconteça era indicada pela genética, ou seja, se o pai se transformará com quinze anos em lobo como o meu o meu Seth, por exemplo, é bem provável que os nossos filhos também se transformarão com essa idade.

Outro assunto que também fora esclarecido é com respeito aos meus dons, Eleazar e Kate do Clã Denali apareceram junto com os outros para rever mamãe quando descobriram que ela estava viva, eles porem numa conversa muita amistosa comentaram que era uma garota de sorte, confusa com tal afirmação eu acabei os pergunto o porquê e Eliezer me respondeu que de alguma forma eu nutria em mim três belos dons, uma mistura maravilhosa de ler mentes como o vovô, dom que desde o inicio eu sabia que tinha o de transmitir os meus pensamentos para outra pessoa que também não me era novidade e por fim o que mais me surpreendeu e esclareceu muitas coisas, eu tinha o dom da vovó Bella também, ou seja, desde o começo o meu próprio escudo que eu nem sabia que possuía bloqueava os meus outros dons por causa disso, nessa hora eu entendi o porquê não consegui ler a mente de Sarah quando a conheci primeiro e a de Josh quando ele se aproximou de mim na floresta, eu não consegui ler por que usei sem saber o escudo quando me sentia ameaçada e acabei bloqueando os outros dons.

-Amor vamos logo,as crianças estão esperando lá fora - Chamei Seth da sala, hoje mamãe nos ofereceu um jantar na casa dela, na verdade nos sempre íamos lá e ela vinha aqui com o meus irmãos também.

-Já estou indo amor, só um instantinho -Seth respondeu de modo afobado me deixando desconfiada,eu então resolvi ir até o nosso quarto que estava de portas fechadas.

-Seth amor,abre essa porta- Pedi.

-Eu já estou saindo Kero- Ele abriu a porta rapidamente e a fechou atrás de si bloqueado a minha vista para dentro do quarto.

-Seth o que foi heim?O que tem ali dentro?-Quis saber.

-Você só vai saber depois e não ouse ler os meus pensamentos-Ele pediu segurando a minha cintura.

-Pode deixar, eu adoro surpresas - Sussurrei colocando os meus braços na volta do seu pescoço.

-Eu tenho certeza que vai amar essa... E eu também-Ele disse mordendo a minha orelha de leve, eu me arrepiei e Seth riu.

-Sabe se você continuar me tentando assim os nosso filhos vão ficar muito bravos com nos dois- Lhe dei um selinho.

-Eu acho que posso sobreviver a isso - Tocou meu rosto com os dedos quentes e desceu até os meus lábios mantendo um olhar de cobiça gravado ali.

-Seth- Chamei.

-Que amor?-Ele perguntou roucamente.

-Eu te amo - Disse sorrindo de olhos fechados e senti seus lábios macios tocarem os meus com carinho, não havia nenhuma presa ali, nos dois apreciávamos cada movimento sincronizados que nossas línguas faziam quando se cruzavam e aquilo era renovador e tinha o poder de me deixar em êxtase e me dava animo para continuar a respirar

-Eca..ui pai..mãe- Gabriel reclamou.

-Parem com isso é nojento- Rafael disse e eu e Seth fomos ‘’Obrigados’’a nos separar.

-Filhos parem de bobagem meus amores,isso é normal- Os reaprendi.

-É eu quero ver só quando chegarem à vez de vocês... Eu irei fazer o mesmo quando tiverem se amassando pelos cantos...e você Rafael ta avisado heim -Seth ameaçou me fazendo rir’’As vezes o meu amor era tão criança’’

-Ei eu não fico me agarrando pelos cantos- Constatou.

-Pensa que eu não vejo você e a Priscila por ai...quero ver só quando Jared descobrir- Seth falou e eu arregalei os olhos.

-Com a Priscila?...Rafael que historia é essa?-Quis saber.

-Como se você já não soubesse, pensa que eu não sei mãe..você vive lendo os meus pensamentos- Constatou.

-Claro que não mocinho... Só faço isso quando é preciso..de forma alguma invadiria sua privacidade...agora não foge do assunto não,você e a Priscila estão namorando?-Perguntei séria, eu tinha que saber.

-Eu acho que sim mãe... Eu não sei, ela tem medo de contar para os pais dela e ta chateada comigo, por que eu não tive a impressão com ela- Respondeu cabisbaixo.

-Oh filho,isso só acontece no tempo certo e com a pessoa certa... Mais não significa que vocês não possam namorar-Falei, Rafael já tinha quinze anos e assim como o pai nessa idade ele já se transformava em lobo.

-Mais ela tem medo mãe de se apaixonar por mim e depois eu ter a impressão com outra garota- Esclareceu, ultimamente esse era o medo de todas a garotas que namoravam um transforme que ainda não havia tido a impressão.

-Se quiser eu falo com ela?-Perguntei.

-Quero sim mãe, valeu-Ele me abraçou, Rafael dos três era o mais apegado a mim, desde pequeno ele sempre foi o meu companheiro, já os outros dois só querem saber de brincar e aprontar muito, principalmente o Gabriel, mais isso terá um fim, por que logo, logo ele seria um guerreiro quileute e teria que ter responsabilidade.

-Eu nunca vou me amarrar a uma garota... Elas são tão chatas, pegajosas e só querem saber de beleza, bonecas, meninos, unhas, filminhos românticos e só existe uma exceção a Rosi a única garota que não é assim-Gabriel declarou.

-Ela parece um menino as vezes...não é como a Liz-Daniel declarou.

-O que?A bonequinha de porcelana, aquela é a pior delas,nunca vi uma menina tão chata,só sabe chorar,principalmente quando eu pego as bonecas dela é hilário-Ele começou a rir.

-Deixa só a sua tia ouvi isso- Ameacei, Liz era a bonequinha da Sarah que mimava muito a única filha.

-Você é um idiota Gabriel-Daniel falou nervoso.

-Ei,ei garotos parem com isso...e você Gabriel não quero mais saber de você atentando a Liz ouviu bem- Seth falou serio.

-Daniel só ficou assim por que ta apaixonadinho pela garota, cara ela nem liga pra você - Gabriel debochou e Seth rosnou alto em repressão da atitude do filho.

-PARA AGORA GABRIEL,JÁ CHEGA ESTA ME ENTENDENDO?- Ele perguntou e Gabriel assentiu assustado.

-Você vai ter que crescer Gabriel e parar de ser tão criança- Rafael constatou e saiu andando para fora com Daniel junto.

-Vem vamos logo, Renesmee deve estar nos esperando- Seth falou saindo também.

-Filho não age assim não- Falei pra ele que me fitou - Você é um garoto maravilhoso mais às vezes extrapola... Tenta se controlar vai-Pedi.

-Ta certo mãe...vocês vão ver,quando me transformar vou ser igual ao tio EJ- Anunciou me fazendo sorrir.

-Não,você vai ser melhor ainda- Constatei o puxando para fora.

-Vamos então amor?-Seth perguntou estendendo sua mão na minha direção.

-Vamos sim- Respondi e começamos a correr pela floresta lado a lado com os nossos filhos junto até chegarmos à minha antiga casa, a casa da mamãe.

-Nossas mais vocês demoraram- Mamãe disse vindo ao meu encontro com Jake e os meu irmãos que correndo para junto dos meus filhos.

-É eu já estava quase morrendo de fome aqui- Reclamou Jake recebendo um olhar feio da mamãe.

-Foi mal senhor esfomeado, mais calma agora estávamos aqui prontos para comer a deliciosa janta que a minha sogrinha preferida deve ter preparado- Seth disse.

-Sogra preferida é?-Quis saber.

-É só o modo de falar amor-Ele esclareceu.

-Como vai Kero,esta cada dia mais linda-Isa elogiou.

-Bondade sua...olha só para você- A abracei -Esta linda que roupas são essas?-Perguntei quando ela girava me mostrando o lindo vestido longo florido, bem delicado como Isa sempre foi.

-Foi Embry que me deu,não é lindo- Comentou e Jake revirou os olhos.

-Muito ele tem bom gosto-Disse.

-Ate demais- Jacob resmungou.

-Mais me diz cadê ele?-Perguntei curiosa, Embry já era considerado da família e adorava a comida da mamãe.

-Ele deve estar bem longe daqui espero-Jacob respondeu me deixando com a pulga atrás da orelha.

-Como assim?-Quis saber.

-Foi o Jake filha que fez um escândalo quando descobriu que Embry beijou a Isa - Mamãe esclareceu.

-Ele quebrou a minha confiança... O trato não era esse- Se defendeu para mamãe que bufou.

-Mais papai, o que á de errado com um simples beijo, eu amo o Embry e ele também me ama, não vejo problemas nisso- Choramingou Isa.

-O lance Isa é que o EJ não se casou ainda, portanto você errou em ter beijando aquele fedorento- Billy se meteu.

-Cala a boca pirralho- Isa disse nervosa.

-Seu irmão está certo,vocês desobedeceram uma ordem minha e vão ficar de castigo e ponto final- Jacob falou decidido.

-A é Jacob?-Mamãe questionou- Então se preparava viu que eu também vou te colocar de castigo- Jacob riu malicioso-E não é o que se ta pensando, muito pelo contrario eu vou fazer questão de entrar em greve por tempo indeterminado-Ela sussurrou baixinho a ultima parte como se ninguém pudesse ouvir.

-O que nessie..amor como assim- Jacob reclamou.

-Nem me vem com amor não-Ela disse entrando em casa com Jacob logo atrás.

-Não fica assim Isa, mamãe vai dar um jeito nisso, pode deixar-A tranqüilizei e ela sorriu confiante por que sabia que com Renesmee o Jacob não tem fez, ele faz praticamente tudo por ela e com o meu Seth não é diferente.

-Ei crianças vamos entrar-Eu os chamei.

-Calma mamãe,espera ai - Gabriel gritou de volta,ele estava num grupinho com a Rosi a minha maninha muleca,o Billy e o Daniel que eram melhores amigos.

-Deixe eles brincarem Amor, vamos entrar vem- Seth me chamou e entramos em casa avistando Liz que agora já tinha 9 anos e minha irmão Isa agora com 17 anos vendo TV.

-Oi lindinha você esta ai- A cumprimentei com um abraço.

-É a mamãe me deixou posar aqui na casa da titia nessie também - Esclareceu.

-Que bom...o Daniel vai ficar feliz em ver você- Aleguei e ela balançou a cabeça.

-Ele esta com o Billy lá fora?-Perguntou.

-Ta sim- Respondi e ela sorriu.

-Então eu vou lá- Disse se levantando.

-Não vai não,ta escuro e o Billy vai te assustar de volta- Isa a reaprendeu.

-Isso mesmo Liz,não quero você lá fora...o Billy é impossível e vai lhe assustar querida-Mamãe falou quando preparada a mesa com o Jacob a encarando o tempo todo- Me faz um favor querida,suba lá em cima e vá chamar o EJ e o Rafael,diga a eles que o jantar já está pronto-Ela pediu a Liz que sorriu e subiu as escadas.

-E você filha, vai chamar o resto da turminha - Falou a Isa que assentiu saindo porta fora.

-Nessie precisamos conversar - Jake disse com carinha de cachorro abandonado.

-Não tem conversa Jake,eu já disse...ou você permite que o Embry volte a freqüentar essa casa e a sair com a nossa filha,ou não tem mais papo-Mamãe finalizou e Jacob bufou contrariado,era só uma questão de tempo para ele ceder.

-Desiste Jacob e aceita logo isso,vai ser pior para você- Conselhou Seth quando nos sentávamos no Sofá.

-Você que pensa Seth...a nessie não vai fazer isso comigo -Ele disse quando desabava no outro sofá a nossa frente.

-Vai sonhando- Mamãe disse da cozinha.

-Nessie...amor - Jacob se levantou e foi até lá.

-Olha bem pra eles ouviu bem Seth...se você aprontar também eu faço greve de sexo igual a mamãe- Ameacei beijando o seu pescoço.

-Você não iria fazer isso comigo né?-Perguntou incrédulo.

-Ah eu iria sim- Constatei ouvindo as crianças entrarem em casa e a Liz e o EJ com o Rafael descerem as escadas.

-Liz você ta aqui - Daniel disse surpreso e foi até ela.

-Grandes coisa- Billy resmungou se sentando na mesa,ele tinha um espécie de cisma com a Liz e vivia enchendo o saco da pobre menina.

-Pare com isso Billy senão te coloco de castigo-Mamãe ameaçou.

-Ok mãe...mais agora vamos logo pessoal venha se sentem aqui.....eu estou morto de fome- Pediu.

-Ei moleque que modos são esses?...até parece que sua mãe te deixa passado fome -Seth gargalhou.

-Pelo contrario Seth...esse aqui é um saco furado..fica toda hora na cozinha me importunando,quase não tenho sossego -Mamãe comentou tirando um prato farto para Billy que mantinha os olhinhos brilhando na sua direção.

-Valeu mãe-Ele agradeceu quando dava a primeira garfada.

Sentamos-nos na mesa e eu comecei a servir o meu amor e o Daniel,os outros já gostavam de ser independentes e não queriam ser tratados como bebes’’Pode’’.

O delicioso jantar da mamãe foi maravilhoso, a mesa virou uma roda animada de conversas, risos,gargalhadas,piadas do Jake e do Seth,graçinhas das crianças,peripécias da Rosi ,depois o filminho de terror do Billy que deixou Liz de cabelos em pés e no fim as crianças caídas exaltas no sofá.

-Mãe eu to indo dormir ta- EJ se despediu.

-Certo filho... Boa noite-Ela lhe deu um beijo no rosto e depois meu maninho veio até mim.

-Vai ficar por aqui Kero?-Ele quis saber.

-Não hoje não- Respondi e mamãe me fitou.

-Mais as crianças vão ficar não vão?-Ela perguntou com Liz no colo.

-Vão sim mamãe..por hoje só eu e Seth voltáramos para casa,se não se importar é claro?-Disse.

-Lógico que não Kero..vamos amar cuidar deles pra vocês...podem se divertir a vontade -Jake gargalhou’’Billy realmente tinha a quem puxar’’

-Jake- Mamãe o repreendeu com um olhar feio,ela ainda não havia o perdoado e os dois continuavam com a birra por conta do Embry.

-O que foi amor...mais é verdade, alias nos dois deveríamos seguir o mesmo exemplo-Ele observou e mamãe revirou os olhos subindo as escadas com a Liz dormindo em seu colo.

-Ai pai que horror...eu vou dormir que eu ganho mais -Isa se despediu e começou a subir as escadas.

-Que bom que você pensa assim filha...espero que isso dure -Jacob gritou para Isa.

-Boa noite-Ela gritou de lá de cima e Jacob riu.

-Você esta sendo muito injusto Jake- Seth comentou pegando Daniel no colo e acordando o Gabriel e o Rafael para ir para cama.

-Você fala isso por que só teve filho homem... Queria ver o que faria se um peludo ficasse o tempo todo atrás da sua filhinha - Jacob resmungou.

-Você melhor do que ninguém sabe o que é uma impressão, poxa cara eu nunca na minha vida machucaria ou faria algo que a minha Kero não quisesse e com o Embry não seria diferente- Constatou Seth.

-Esse é o problema Seth,Isa tem o fogo da mãe e é exatamente isso que me preocupa - Jacob cochichou.

-Ei eu ouvi isso - Mamãe gritou do alto da escada e Jake se fez de inocente-Olha aqui senhor Jacob Black eu confio muito na minha filha e com fogo ou sem fogo que ela posso ter herdado de mim eu sei muito bem que ela é uma garota ajuizada e VOCÊ TAMBÉM SABE DISSO-Mamãe falou nervosa e Jacob se encolheu no sofá.

-Mais nessie e o acordo... -Ele tentou argumentar.

-Anda Seth me passa o Daniel aqui antes que eu faça uma besteira-Ela pediu.

-Mamãe deixa que o Seth e o Jacob façam isso....vem vamos até a cozinha limpar tudo eu posso te ajudar-Falei e ela assentiu de acordo.

-Ok vamos então-Mamãe me puxou.

-Nessie amor, volte aqui- Jake chamou mais mamãe não lhe deu ouvidos.

-Mamãe você precisa ter paciência, Jacob é ciumento e você sabe disso..ainda tem o fator de que Embry era amigo dele e agora olha só,está ao um passo de ser o genro dele- Disse enquanto limpávamos a cozinha.

-Filha se eu não tivesse sido seqüestrada anos atrás eu provavelmente cresceria ao lado de Jacob.......e ele com certeza não agüentaria ficar longe de mim,brigaria com o papai,lutaria,enfim tudo menos sofrer com a minha ausência...e é exatamente nisso que eu penso...Embry sofre quando está longe de Isa e com ela as coisa não são diferentes...eu não irei permitir que o Jake continue com isso,ele vai ter sim que aceitar a realidade e ponto final- Falou decidida e eu resolvi encerrar aquele assunto por ali,por que sabia que mamãe estava certa.

-Vem vamos até o jardim-A chamei quando terminamos de arrumar a cozinha e de organizar as coisas.

-Como nos velhos tempo-Ela sorriu.

-Exatamente-A puxei para fora-Mamãe esse jardim esta cada dia mais lindo... Eu me sinto tão bem aqui-Comentei.

-Que bom filha... Essa é a idéia... Esse local aqui é o meu refugio-Falou me abraçando enquanto admirávamos a pequena cachoeira.

-O que, que as mulheres mais lindas estão fazendo aqui fora sozinhas heim?-Ouvimos Jacob perguntar.

-Amor já colocamos os pestinhas para dormir -Seth disse agarrando minha cintura por trás e beijando o meu pescoço.

-Fica longe de mim Jacob eu ainda não te perdoei-Mamãe disse piscando de canto de olho para mim que sorri.

-Nessie para de me torturar vai-Ele gemeu de frustração e ela revirou os olhos.

-Mãe eu e Seth então vamos indo....amanhã cedinho eu volto para buscar os garotos - Anunciei.

-Que isso Keroline deixe-os aqui,o tempo que quiserem por que amanhã vamos acampar, que vir?-Ela perguntou.

-Claro - Respondi animada, adorava acampar com a minha família.

-Então boa noite para você dois- Seth falou impaciente.

-Só se for para você - Jacob bufou de braços cruzados e mamãe venho me abraçar.

-Boa noite minha linda-Ela me deu um beijo no rosto-E você Seth cuide do meu bebe-Pediu lhe dando um abraço materno.

-Pode deixar nessie que eu vou cuidar muito bem-Ele me olhou e sorriu malicioso.

-Tchau Jake e vê se desiste logo e faça o que a Renesmee quer... Você sabe que está guerra já esta perdida não sabe?-Constatou Seth para Jake.

-Não ta não Seth,Renesmee ainda vai mudar de idéia -Com isso eu tive que rir.

-Vai sonhando Jake...mamãe realmente não vai desitir- Avisei a ele que ficou tenso por que sabia que isso era a mais pura verdade.

-Tchau mamãe,Tchau Jake -Me despedi novamente e eu e meu Seth voltamos para casa’’ou seria para a minha segunda lua de mel?’’

Pov Jacob.

-Ela era minha droga, minha perdição.


-Vai continuar a me tratar assim?-Perguntei a ela que olhava a lua, como se eu não estivesse ali.

-Foi você quem escolheu isso – Decretou tentando voltar para dentro de casa mais antes eu a puxei pelo braço colocando o seu corpo no meu, nessie estremeceu.

-Jake me solta- Pediu tentando se afastar de mim, sem sucesso é claro.

-Não... Por favor, me escuta eu aceito o Embry,aceito que ele namore nossa filha mais o trato que fizemos anos atrás continuará de pé,certo?-Implorei olhando no fundo dos seus olhos castanhos.

-Ta certo-Ela se rendeu-Mais tenta não pegar tanto no pé dos dois,eles se amam, assim como nos e merecem esse voto de confiança -Me pediu.

-Se você sempre me distrair senhorita não terá como eu importuná-los - Sussurrei no seu ouvido e nessie sorriu.

-É bom saber disso e como é que eu poderia lhe distrair senhor... Para que você não tenha um tempinho sequer de sobra para importuná-los heim?-Perguntou travessa.

-Você quer que eu lhe responda-Mordi seu queixo- Ou lhe mostre?-Perguntei.

-Humm ....-Ela fingiu pensar por alguns instantes e respondeu sedutoramente-Eu fico com a segunda opção.

-Boa escolha... -Disse acariciando o seu rosto lindo e minha nessie fechou os olhos e disse.

-Eu acho que teremos que deixar para amanhã-Suspirou-Não podemos fazer isso aqui...as crianças estão dormindo...

-Não faremos barulho algum... -Tentei argumentar.

-Sem chance Jake os nossos filhos vão escutar e os nossos netos, a Liz - Falou encabulada abrindo os olhos novamente.

-Eu tive uma idéia- Sorri vitorioso’’eu era definitivamente um gênio’’.

-E qual seria?-Me perguntou curiosa.

-Sabe amor a gente já demarcou praticamente todos os lugares da nossa casa-Ela corou com o meu comentário- Menos o seu jardim... -Constatei.

-Ah Jacob não - Tentou protestar -As crianças pode nos vem aqui-A calei com um selinho.

-O seu jardim é enorme amor, temos espaço de sobra para nos esconder por ai...heim não faz assim que eu não agüento -Gemi.

-Pode esquecer-Ela negou com a cabeça.

-Certo então vamos voltar para casa e dormir, mais depois não reclama heim se eu te agarrar no meio da noite- Ameacei e nessie arfou.

-Ta então vamos logo...antes que as crianças acordem e sintam nossa falta-Se rendeu me puxando para o fundo do jardim.

Peguei nessie no colo e comecei a correr com ela nos meus braços ignorado as suas reclamações ou os pedidos para que a colocasse no chão novamente, eu a levaria para um lugar lindo que já serviu de cenário romântico para muita gente, Edward e Bella, por exemplo, ou até mesmo o Seth e a Keroline,mais hoje esse local aqui seria essa noite somente meu e da minha vida.

-Jake estamos muito longe e as crianças... -Protestou quando a coloquei no chão novamente e tratei de selar os nossos lábios com vontade,a vontade da minha nessie que era uma chama que nunca iria se apagar dentro de mim e disso eu tenho certeza.

-Você é maluco- Falou ofegante.

-Sou maluco sim...maluco por você...completamente doido de amor- Declarei a ela que gargalhou e pulou no meu colo,nessie entrelaçou suas penas na minha cintura e eu a suspendi no ar e voltamos a nos beijar mais intensamente do que antes.

-O que você fez comigo heim...-Quis saber - Pra me deixar tão doida,maluca e fora de mim...........eu não consigo me controlar quando esta por perto e cheguei a pensar que enlouqueceria se não tivesse se rendido...não faça mais isso comigo,pare de ser tão durão e nunca me deixe sem você- Pediu beijando o meu pescoço o que acendeu e muito o cara lá de baixo.

-Nessie- Gemi no seu ouvido-Eu não consigo ficar sem você... é praticamente impossível,minha alma é sua,meus pensamentos são teus e meu corpo somente a ti pertence-A coloquei deitada no chão.

-Me promete que nunca vai desistir de mim... Que vai sempre ser meu e não vai machucar o meu coração... Eu morreria sem você, sem seu amor eu não sou nada, você e os nossos filhos são o meu combustível para viver... Me promete?-Ela sussurrou.

-Prometo meu amor... Eu nunca vou ficar sem você, jamais, nem mesmo se não me quiser mais algum dia, eu não me importo, correria atrás de você pelo resto da minha vida, eu vou sempre ser o que você quiser... E nada e nem ninguém vai assumir o teu lugar por que não ha espaço nessie,eu nasci pra te amar...só você pode me trazer felicidade,só ao seu lado eu vou ser o Jacob Black de verdade....Eu te amo com todas as força do meu ser...minha nessie...a mulher da minha vida- Beijei minha nessie novamente como um desesperado explorando cada cantinho da sua boca deliciosa e ela correspondeu a altura embrenhado suas mãos delicadas no meu cabelo e me puxando com força para nos colarmos ainda mais,como se fosse possível,nossos corpos já reagiam automaticamente pelo mais breve contato que tínhamos até mesmo durante o dia,ela era minha droga,minha perdição.

Com Renesmee eu enfrentaria tudo e todos só pelo simples fato de saber que ela estava ao meu lado, o medo?Bem certamente não existi mais no meu vocabulário e os limites?Eu os trapaçaria sem problema algum, seguirei sempre em frente, por que afinal de contas é o meu futuro que me pertence, que nos pertence, o futuro ao lado da minha mulher, dos meus filhos, da minha família, dos meus amigos, tudo fica visivelmente melhor com ela e tudo que eu já passei antes, quem se importa?Eu sinceramente nem me lembro mais, pra mim isso é como um filme de drama da qual eu sou simplesmente a platéia e não o ator principal, por que o filme da minha vida é completamente diferente ele é emocionante, alegre e cheio de amor, o filme da minha vida contem somente ela com a atriz principal, a dona do meu coração, a minha Renesmee Black.

Pov desconhecido.
*trecho da segunda temporada...

-A minha parte do acordo esta feita....agora eu espero muito mesmo que honre com a sua,causo o contrario irá se arrepender amargamente,deve saber que sou muito justo e não tolero traições-Aro deixou claro,seu tom majestoso e ameaçador já não me afetavam mais,eu me sentia forte,poderoso e livre,mais seguiria com o plano, afinal de contas eu também sairia ganhando nessa historia e conseguiria enfim o que tanto desejo.

-Vou começar o quanto antes... Logo, logo teremos um exercito de vampiros competentes e treinados diretamente por mim... Não haverá erro e isso eu lhe prometo-Assegurei.

-Eu sei que não haverá,afinal os anos que me dediquei a você será posto a prova e nisso eu me garanto...mais Alec o seguira nessa empreitada e lhe ajudará com as transformação- Me comunicou.

-Você me prometeu que eu tomaria partido de tudo...como vai mandá-lo comigo?Quer que todo mundo saiba que você esta por trás de tudo isso- Falei nervoso.

-Não seja tolo,você pode ser forte,poderoso e inteligente,mais não tem os anos de experiência que Alec possui e muito menos um dom tão glorioso...ele tomará todos os cuidados e você vai sim precisar de ajuda...não conseguirá contaminar a tempo tantos humanos e depois treiná-los em poucos anos...eu não aceito falhas -Deixou claro.

-Eu não vou falhar- Constatei- Os Cullens vão ser destruídos a qualquer custo, eles nunca teria chances, nem se juntarem o exercito de cachorros e vampiros amigos novamente-Aro sorriu com os olhos brilhantes de excitação.

-Se vencer essa guerra meu jovem, lhe dou Renesmee de presente e te deixo partir se for assim do seu desejo- Prometeu.

-Eu sinceramente ainda não compreendi o porquê que deseja tanto essa meia vampira, o que ela pode ter de tão especial assim?-Jane se intrometeu na conversa, o que era raro,geralmente ninguém ousava dizer sequer uma palavra nas minhas conversas com Aro.

-Não lhe interessa-Fui grosso e ela estreitou os olhos mostrando indignação.

-Boa pergunta minha cara-Aro saudou- Então me diga jovem qual é o seu real interesse para com essa meia vampira?-Quis saber.

-Isso é um assunto pessoal que eu prefiro não dizer-Deixei claro - Por hora eu só lhe adianto que ela é minha e ponto final.

                                              Fim da Primeira Temporada**


                              By:natineces

0 comentários:

Postar um comentário

Comente,critique,elogie e de as suas sugestões,mais sem ofensas ok?Que eu sou muito sensível rsrsrs.

Seguidores

Instagram

Neces In Love Story Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados