Natiele Lopes. Tecnologia do Blogger.

Capítulo 9

(Fic Tá Vendo Aquela Lua)
Meu nome é Jacob Black,eu tenho 25 anos de idade e moro desde pequeno numa reserva quileute chamada La push,aqui eu cresci e fui criado rigorosamente dentro das normas que prega tanto para o homens,tanto para as mulheres uma conduta responsável.

Meu pai é o Billy Black uns dos mais velhos anciões que assim como eu começou muito cedo com o trabalho duro para criar um patrimônio que dividiria mais tarde com a minha mãe, Sarah Black, já falecida, os dois tiveram três filhos contando comigo que sou o mais novo ha também minhas irmãs mais velhas, a Rebeca que está casada com Embry e tem dois filhos e a Rachel que deixou a vida pessoal dela de lado para cuidar de mim como se fosse uma mãe.

Aliás, eu devo tudo a minha irmã, ela sempre foi muito carinhosa e atenciosa comigo e sempre esteve me apoiando nas minhas decisões, como por exemplo, a de sair de casa, meu pai nuca quis que isso acontecesse pelo menos não ates de eu arrumar uma esposa, dentro das normas é claro, como ele sempre quis.

Na verdade foi justamente por causa dessa pressão toda que eu sai de casa,o velho vivia me enchendo com esse lance da esposa perfeita, para ele a mulher ideal tinha que ser da tribo, seguir nossos costumes e ser submissa.

Mais eu tinha minhas próprias opiniões e queria encontrar uma garota que realmente amasse e não uma dona de casa, então não precisava nem dizer que batia toda vez de frente com o meu pai com respeito a isso né?Mais ele não pode fazer nada, eu sou um rapaz maior de idade, tenho minha própria casa, meu próprio emprego e o melhor de tudo o meu livre arbítrio.

Outra pessoa que concordada plenamente comigo é o meu melhor amigo Quil,ele também burlou as regras e seguiu o coração quando conheceu Claire,uma garota da cidade,os dois estão noivos e irão se casar em breve para o desespero total da mãe do Quil,a única que ainda não aceitou essa situação.

Bem como eu estava dizendo, casar realmente nunca tinha feito parte dos meus planos até ela aparecer, a garota mais linda que já vi na vida, seus cabelos loiros, olhos azuis e pele clarinha me deixaram louco, mais a principio ela nem me deu bola, na verdade o meu anjo estava numa mesa mais afastada perdida em pensamentos enquanto eu a admirava completamente fascinado.

Aquele dia eu havia aceitado sair com os meus amigos, o local? O barzinho aonde minha irmã Rachel trabalha, que já virou o nosso ponto de encontro, toda vez íamos lá para beber algo, jogar sinuca, bater papo e pegar muita mulher é claro.

Mais naquele dia eu achei algo em especial, eu achei ela,Renesmee Carlie Cullen,como eu disse o nosso primeiro encontro não foi lá muito bom,por que ela simplesmente me deu um fora e mal quis me dar o seu telefone o que me deixou com a cabeça fervendo,pra vocês terem uma idéia eu passei aquela noite e o dia seguinte inteirinho pensando nela e até uma musica eu escrevi.

Meus amigos todos já estavam me achando um retardado, na verdade até minha irmã havia notado essa minha súbita mudança e quando soube o motivo resolveu me ajudar, ela telefonou pra mim no mesmo dia que estava tendo a festa de despedida no bar da noiva do Quil e me disse que Renesmee estava lá.

Ponto para o destino, eu não pensei duas vezes, pegue minha moto e corri para lá o mais rápido possível e quando cheguei tive que entrar pelos fundos e para minha mais bela surpresa eu encontrei ela que correu na minha direção e me pediu carona para fugir do ex namorado.

Levei Renesmee sem reclamar na minha garupa para a praia de La Push onde aconteceu o nosso primeiro beijo, a gente ficou lá por um tempinho e depois a levei para casa de volta e novamente encontramos o mesmo cara que um pouco antes ela estava fugindo, ou seja, o ex dela que fez uma cena lastimável gritando para os quatro ventos que a queria de volta, até ai tudo bem mais quando ele partiu para ignorância, dai sim eu tive que intervir e entramos numa briga feia.

Que só foi parada pela Renesmee quando ela deu uma panelada bem dada na cabeça daquele ordinário’’Bem feito’’depois de muitos gritos e berros os vizinhos acabaram se metendo e um deles ameaçou o borra botas que foi para casa com o rabo entre as pernas.

Renesmee riu do meu estado e da cena cômica do nosso ‘’primeiro encontro’’e me levou para dentro da casa dela aonde me fez um curativo, não resisti e acabei a agarrando na cozinha, nos beijamos mais algumas vezes e eu tive que voltar para casa’’contra a minha vontade’’vou deixar bem claro, mais eu ia ser sincero não podia reclamar mais de nada,afinal eu já tinha dado um grande passo e estava conseguindo o outro.

Nos dois havíamos combinado de sair no dia seguinte aonde a levei para o cinema e mais uma vez deu pegação,o que se sucedeu durante a semana toda que passamos juntos em que eu fiz questão de leva - lá para todos os lugares que conhecia e até aqueles que não conhecia também.

O clima estava esquentando mais eu decidi deixar rolar, não ia parti para o ataque queria esperar o momento certo que chegou mais rápido do que eu pensei, a minha princesa me preparou um jantar especial, que pra mim a principio não passava de uma amostra dos seus dotes culinários.

Mais eu estava enganado a pimentinha queria mesmo é me seduzir ainda mais e conseguiu, eu fiquei a ponto de bala quando a vi com aquele vestidinho curto, tive até que me cortar quando estava quase lá com ela na cozinha e fui para um banho gelado enquanto ela preparava o nosso jantar.

A comida estava deliciosa mais não facilitou em nada pra mim, aquele calor infernal que achei que tinha ido para o ralo com a água fria do meu chuveiro voltou ainda mais devastaste do que antes, dai foi inevitável, chamei minha princesa para uma dança, nos declaramos e ela disso o que eu mais queria ouvir’’ Jake eu quero ser sua’’.

Ai não teve jeito,peguei meu amor no colo e a levei para o meu quarto aonde tanto ela e tanto eu fizemos amor pela primeira vez, eu por que jamais amei uma mulher assim como amo minha nessie na vida e ela por que era virgem para minha total alegria.

Aquele dia com certeza será inesquecível e ficará gravado em mim como uma tatuagem, Renesmee resgatou em mim um sentimento que eu nunca havia sentindo antes’’o amor’’.

Depois da nossa noite maravilhosa de amor a minha mulher perfeita com toda certeza me fez um café da manhã reforçado no dia seguinte que comemos todinho entre muitos beijos apaixonados, mais antes eu fiz questão de entregar a ela  a pulseira de promessa Quileute que eu mesmo fiz.

Como um dos costumes aqui na tribo, todo homem tem que ter a sua, que pode ser herdada da família, que o meu causo não foi possível por que o meu pai jamais daria a dele para mim, é claro que isso não se aplicaria se eu fosse dar essa pulseira a Leah,dai sim seria outra historia, mais como não foi esse o causo ele se negou a entrega - lá a mim então eu mesmo tive que fazer uma para dar a Renesmee como prova do meu amor.

Renesmee e eu a partir dali começamos a namorar oficialmente até a chegada do casamento do Quil e da Claire aonde nos dois íamos ser padrinhos, eu junto com a Leah como o padrinhos do noivo e ela junto com um tal de Alec como padrinhos da noiva,uma situação bem constrangedora,vamos dizer assim.

Aquele engomadinho chegou até mesmo ao ponto de assediar a minha namorada ‘’pode?’’, mais no fim da cerimônia eu fiz questão de marcar o meu território e corri para perto da ‘’minha ness’’ e fiz questão de deixar bem claro que aquela mulher linda já tinha dono.

Enfim depois da cerimônia, comprimentos e do beijo dos noivos fomos para festa num carro que eu havia emprestado, Leah acabou pedindo carona para nos dois depois de dar uma desculpa esfarrapada’’eu tive que aceitar né’’ia dizer não e deixar a garota ir a pé, mesmo sendo o que ness provavelmente queria eu não podia fazer isso e depois o único jeito foi pedir desculpas para ela.

Ness aceitou e começamos a nos beijar num canto separado de todos até sermos interrompidos pelos noivos, o Quil e a Claire que acabou se desculpando com o meu amor devida a presença do Nahuel que se cruzasse o meu caminho agora seria um homem morto e a Kim a prima dela.

Depois disso Renesmee nos pediu licença para ir ao banheiro e eu fiquei ali conversando com o Quil quando a Claire foi trocar o vestido de noiva com a mãe por algo mais confortável.

-Já contou pra ela?-Foi a primeira coisa que ele me perguntou.

-Ainda não- Respondi teso aquele assunto me incomodava.

-Cara não seja bobo,você esta se arriscando á toa,conta logo a verdade a ness,ela precisa saber ‘’por você’’-Ela enfatizou.

-Eu vou contar Quil,hoje mesmo,nos dois vamos para minha casa e ela vai dormir lá - Declarei.

-Você não vai se arrepender... aquilo foi coisa de adolescente,já passou,agora você é um homem e tem responsabilidade mostre isso a ela,ness vai atender-Ele bateu no meu ombro.

-Se você soubesse o quanto me arrependo... Fui imaturo demais e uma tremendo de um canalha, Morgan não merecia aquilo, eu deveria ter terminado com ela antes, sei lá- Me martirizei.

-A carne é fraca amigo....você estava sendo forçado aquilo,namorar com Morgan nunca foi sua opção mais com a ness é diferente você ama ela,eu vejo isso nos seus olhos e ela também verá-Observou.

-Eu espero que sim...eu não consigo mais imaginar a minha vida Quil sem a mulher que eu amo- Constatei.

-Então pra que adiar? Conta toda a verdade pra ela e a peça em casamento- Aconselhou.

-Isso é perfeito, você tem razão- Falei animado e Quil assentiu com a cabeça.

-Eu vou indo amigão, vou procurar a minha noiva e propor a ela uma fuga,o que acha?-Perguntou.

-Vai em frente... Vocês merecem isso- Incentivei e ele saiu atrás da Claire, ri comigo mesmo e avistai minha nessie correr na direção do estacionamento, parecia que ela estava chorando’’O que aconteceu com o meu anjo?’’foi o que eu me perguntei.

Corri atrás dela e gritei o seu nome.

-Ness amor espera...o que aconteceu-Eu a chamei.

-Você é um desgraçado Jacob...por que heim você mentiu pra mim?-Ela me perguntou do nada quando parava e me encarava com uma expressão de puro ódio e rancor’’aquilo me doeu na alma’’

-Do que você esta falando?-Quis saber, eu estava confuso por que ela estava agindo assim?

-Do que eu estou falando?Eu estou falando da sua cara de pau,seu canalha traidor...EU TE ODEIO JACOB – Gritou com raiva.

-Traidor...canalha?Porque esta me chamado assim- Disse nervoso, Renesmee estava revoltada comigo e eu queria saber o motivo dessa reação assim tão repentina.

-Você mentiu pra mim- Ela me falou chorando.

-Menti no que....ness você não esta falando coisa com coisa,pêra ai vamos conversar-Pedi segurando o seu braço,minha nessie estava descontrolada precisava me escutar.

-Você traiu sua ex com a Leah...é verdade isso?-Ela Perguntou na lata’’Como é que a Renesmee ficou sabendo disso?’’

-Quem te disse isso?-Perguntei.

-NÃO INTERESA....EU SÓ QUERO A VERDADE...VOCÊ TRAIU A SUA EX OU NÃO COM A LEAH- Gritou novamente.

-Ness faz muito tempo... Eu não gostava dela e era um idiota imaturo- Tentei me explicar e nessie começou a chorar’’Meu deus me ajuda,ela esta entendendo tudo errado’’Pedi -Mais eu nunca te trai ness você tem que acreditar em mim...por favor- Implorei chorando de nervoso.

-Eu não posso acreditar num traidor....você é igual ao Nahuel- Ness cuspiu essa palavras em mim –São dois traidores canalhas que magoaram o meu coração.

-Eu nunca vou te magoar ness- Prometi’’Como ela podia achar que eu faria o mesmo que aquele moleque, eu nunca trai a minha nessie e jamais faria isso’’.

-Você já me magoou e muito-Ela me disse antes de sair correndo para longe de mim e quando fiz menção de ir atrás dela alguém me parou.

-Se for atrás dela você pode esquecer que é o meu filho-Me virei transtornado com essa declaração e o fitei.

-Eu já renunciei esse papel a muito tempo- Cuspi sentindo o ódio me dominar,Leah também apareceu no estacionamento e os meus olhos na hora pararam no seu braço’’eu não posso acreditar nisso...é demais pra mim’’.

-Olha só que essa garota te fez.... Você já esta renegando o próprio pai- Ele disse pra mim que nessa hora já caminhada na direção da Leah que me olhou aterrorizada, mais eu não me detive e com um movimento só peguei em seu braço e o levantei para cima vislumbrando a pulseira de promessa Quileute que era da minha mãe e que agora deveria ser mim’’ou melhor, da Renesmee’’.

-O que a pulseira que era da minha mãe esta fazendo com a Leah?-Falei entre dentes’’eu estava ao ponto de explodir ali mesmo,mais eu tinha que me controlar, afinal de contas esse era o casamento do meu amigo e eu não podia fazer cena’’.

-Ela esta a onde deve estar, no braço da sua futura esposa-Ele respondeu serio e com essa eu tive que rir.

-Olha eu não sei o que disseram para a minha noiva mais eu vou descobrir de qualquer jeito....e quanto a você Leah,fica bem longe de mim e da nessie entendeu?...Para de ser tão vendida, eu já disse que não te quero e nem te amo, então tenha amor próprio e passe pra outra- Aconselhei e a Leah começou a chorar descontroladamente.

-Não fale assim com a Leah,ela é uma garota de respeito ao contrário daquela sua namoradinha,que mal saiu de um relacionamento e já passou para outro,conveniente não?Se eu fosse você eu ficava de olho- Billy a defendeu.

-LAVA A SUA BOCA PARA FALAR DA NESSIE... ELA É A MINHA MULHER E VOCÊ NÃO TEM ESSE DIREITO- Esbravejei aquilo já era demais’’o velho só voltava crucificar a Renesmee e por a Leah num pedestal’’

-EU FALO DELA COMO EU QUISER GAROTO E BAIXE ESTA GUARDA, EU SOU O SEU PAI E SEI O QUE É MELHOR PARA VOCÊ- Rebateu no mesmo tom.

-Se Leah é tão boa assim por que o senhor mesmo não se case com ela heim?Eu sei que da conta do recado,agora por favor não fique empurrando ela pra mim,POR QUE EU JÁ DISSE E REPITO QUE EU AMO A RENESMEE E É COM ELA QUE VOU ME CASAR- Enfatizei -E não a nada que você possa fazer contra isso -Completei.

-Enquanto eu estiver vivo Jacob é exatamente isso o que eu vou fazer-Me ameaçou.

-Então se prepare para perder o seu tempo, por que nada que fizer contra o meu relacionamento com a nessie vai durar muito... Eu não vou deixar e nem permitir que isso aconteça-Foi minha palavra final.

Sai dali de cabeça erguida e voltei para festa a procura da mãe da nessie,a dona Bella,ela gostava de mim e eu tinha certeza que ela podia ter alguma pista ou idéia da onde nessie poderia ter ido.

Achei Bella num canto próximo às mesas do fundo ao lado de uma mulher loira muito bonita e de uma garota loira também e bem parecida com essa mulher conversando, o clima parecia tenso mais eu resolvi intervir.

-Bella -A chamei pegando em seu braço e ela se virou para me fitar e logo depois me deu um sorriso.

-Jacob aconteceu alguma coisa?-Ela perguntou preocupada e nessa hora pude ver a tal garota me encarando de um jeito estranho e mordendo os lábios’’que garota safada’’pensei comigo mesmo e respondi a Bella rapidamente.

-Bella é a Renesmee ela sumiu-Falei desesperado.

-Como assim sumiu?-A mulher loira perguntou.

-Nos dois tivemos uma briga feia no estacionamento e depois ela saiu correndo e desapareceu-Relatei a Bella que colocou as mãos na boca.

-Ai não esquenta gatinho a minha priminha esta muito bem,eu posso garantir- Dessa vez foi a garota loira que disse isso e Bella a fitou com um olhar assassino.

-Se você sabe aonde a minha filha esta mesmo diga agora Kim,eu não estou brincando- Ela esbravejou para a tal garota que revirou os olhos como se aquilo tudo fosse um tédio.

-Kim chega de me envergonhar e responda logo a sua tia aonde esta a Renesmee- A mulher loira ordenou.

-Ai mamãe que estresse a Renesmee esta com o Nahuel ué.... Só pode,eu vi quando ela saiu correndo feito louca e ele foi atrás dela de carro- Respondeu simplesmente e eu apertei as minhas mãos em punho.

-Não acredito.... Aquele canalha também esta aqui- Bella exclamou nervosa e pegou o celular da bolsa.

-Pra quem você vai ligar Bella?- Perguntei.

-Para o meu marido, ele deve estar por aqui, mais eu não tenho tempo de procurá-lo,precisamos ir atrás da nessie- Ela falou.

-Eu vou com você - Informei a ela que assentiu de acordo e logo pegamos a estrada com o Edward que vez questão de ir junto,os dois estavam no carro deles e eu no meu.

Perambulamos por toda Seattle e nada da minha nessie ou até mesmo daquele ordinário do Nahuel,as hora iam se passando e no relógio ela já maracá 12;00 noite.

E foi exatamente nesse horário que Bella recebeu um telefonema informando que a minha Renesmee estava no hospital, ela tinha sofrido um acidente de carro e o Nahuel a levou até lá, na hora que Edward me deu essa informação tudo ficou escuro eu não via mais nada, não sentia mais nada a não ser desespero.

-Jake eu acho melhor você ficar, nos iremos te manter informado-Bella tentou dizer.

-Não eu quero ver a Renesmee e vai ser agora- Respondi voltado para o meu carro e dando partida rumo ao hospital’’eu precisava ver ela de qualquer jeito, mesmo que ela não quisesse me ver’’eu queria ter pelo menos a certeza que o meu amor estava bem.
                                    
                                      By:natineces

Capítulo 8

(Fic Tá Vendo Aquela Lua)
Continuação...


-Você é um desgraçado Jacob... Por que mentiu pra mim?-Quis saber enquanto parava e o encarava com ódio.

-Do que você esta falando?-Se fez desentendido.

-Do que eu estou falando?Eu estou falando da sua cara de pau seu canalha traidor... EU TE ODEIO JACOB - Gritei, estávamos no estacionado mesmo, aqui ninguém iria ouvir.

-Traidor... Canalha, Porque esta me chamado assim?-Ele perguntou.

-Você mentiu pra mim- Comecei a chorar aquilo estava me consumindo, eu podia ser forte mais aquele sentimento era maior ainda.

-Menti no que....ness você não esta falando coisa com coisa,pêra ai vamos conversar-Ele segurou o meu braço.

-Você traiu a sua ex com a Leah...é verdade isso?-Quis saber, mesmo depois das provas que aquela vaca havia me dado eu precisava que essa afirmação saísse da boca dele, mesmo que isso fosse me doer ainda mais.

-Quem te disse isso?-Perguntou.

-NÃO INTERESA....EU SÓ QUERO A VERDADE...VOCÊ TRAIU A SUA EX OU NÃO COM A LEAH- Gritei novamente.

-Ness faz muito tempo...eu não gostava dela e era um idiota imaturo- Comecei a chorar mais ainda’’então era verdade mesmo’’-Mais eu nunca te trai ness,você tem que acreditar em mim...por favor - Disse começando a chorar também.

-Eu não posso acreditar num traidor....você é igual ao Nahuel- Constatei –São dois traidores canalhas que magoaram o meu coração.

-Eu nunca vou te magoar ness- Prometeu.

-Você já me magoou e muito-Disse e sai correndo dali, eu precisava pensar, colocar a minha cabeça no lugar, eu precisava de um tempo, de um momento pra mim e que ele fosse de preferência bem longe dele.

Corri ao maximo que pude e em pouco tempo chegue na beira da estrada,tudo estava escuro e assustador sem tirar o fato mais importante “eu não tinha como voltar para casa”,o jeito era eu encontrar um lugar para ficar por aqui mesmo,quem sabe um hotelzinho,aqueles de beira de estrada,deveria tem algum deles aqui por perto.

Comecei a caminhar mais rápido e percebi que um carro parou ao meu lado,era o Nahuel.

-Renesmee espera-Ele me pediu enquanto estacionava o carro no lado da estrada, eu não parei- Renesmee eu ouvi tudo... Vêm eu te levo para casa, entra no carro.

-Me deixa em paz Nahuel e some da minha vida- Foi tudo o que eu disse.

-Renesmee para com isso e entra no carro...é muito perigoso pra você ficar aqui sozinha- Implorou novamente pegando no meu braço.

-Me deixa em paz...quantas vezes eu vou ter que te pedir para me ESQUECER-Corri novamente para bem longe dele e fui parada por um carro mai a frente que por pouco não me atropelou,eu então parei assustada e encarei o automóvel e o desespero me tomou quando me deparei com a sua face novamente.

-Mike- Sussurrei em pânico, ele me fitou e sorriu apontando uma arma na minha direção.

-Renesmee...achou que ia se livrar de mim tão fácil assim?-Me perguntou.

-Fica longe de mim- Comecei a me afastar.

-Entra no carro Renesmee- Eu não obedeci -AGORA - Mandou.

-Me deixa em paz Mike-Pedi.

-Eu disse pra entrar no carro... -Me ameaçou com a arma e eu tive que fazer o que ele queria, entrei no carro pelo banco do passageiro e ele entrou pelo outro lado rapidamente e deu a partida com uma mão, por que a outra ele mirava a arma ainda na minha cabeça.

-Por favor, Mike... Não faço nada comigo... Por favor - Pedi eu estava desesperada.

-Calma amor não fica assim não....eu vou lhe fazer muito feliz-Ele me prometeu’’como assim me fazer muito feliz?’’ai meu deus me ajuda,orei mentalmente.

-Pensa na sua mãe Mike....na minha família- Tentei o convencer.

-Eles vão ter que aceitar que nos amamos... que você é minha Bella - Falou’’Esse cara só podia ser louco’’ele me chamou de Bella.

-Eu não sou a Bella,eu sou a Renesmee filha dela- Declarei a ele que me fitou por alguns segundos.

-Você não é nenhuma das duas....você é minha,como sua mãe deveria ter sido se aquele playboy do seu pai não tivesse chegado na cidade e a tomado de mim...você sabia Renesmee?Eu amava sua mãe,sempre amei...ela era a garota mais linda da cidade,na verdade da escola inteira,todo mundo babava por ela - Ele sorriu com o relato-Ela era alem de linda,inteligente,estudiosa e nunca me deu bola,mais quando Edward chegou e eles começaram a namorar.........ah como eu tive vontade de matá-lo por isso,planejei durante anos,mais ai os dois foram embora da cidade assim do nada,como se previssem o que os aguardava,mais assim foi melhor,por que eles voltaram pra cá e me trouxeram você.

-Você é doente- Disse,aquele tudo era obsessivo.

-Você era mais linda ainda que sua mãe e sempre chamou atenção na escola,pensa que eu não via os garotos babando por você,principalmente aquela babaca do Nahuel...isso me matou por dentro e eu tive que me controlar para evitar fazer besteiras,dessa vez queria agir do jeito certo e fui até o fim,consegui que você trabalhasse para minha mãe,pedi a ela abrigo no seu local de trabalho e no único dia que você ficou livre pra mim eu enchi a cara e tentei te forçar...desculpa amor-Ele beijou a minha mão e isso me arrepiou, por que a arma ainda continuava em suas mãos e a qualquer momento ela poderia disparar e então seria o meu fim.

-Eu prometo que a nossa primeira vez será melhor...e mais prazerosa,pra você e pra mim...eu vou beijar cada cantinho do seu corpo e te tonar oficialmente minha,só minha- Isso me deu nojo.

Mike então voltou com a sua atenção para estrada e eu me encostei-me ao banco e comecei a chorar baixinho’’quando é que esse pesadelo vai acabar meu deus?’’.

-Droga aquele desgraçado esta nos seguido-Ele esbravejou me assustando,olhei para trás e avistai Nahuel’’Aquilo me deu alivio,ele podia ser tudo mais era melhor que o louco do Mike’’.

-Calma amor a gente vai se livrar dele,não se preocupe-Ele me prometeu acelerando o carro no ultimo,eu coloquei o cinto na hora e Mike continuou sem.

A estrada cada vez mais ficava deserta e escura, eu podia afirmar que não estávamos mais em Seattle e isso me dava mais pânico ainda.

-Mike para esse carro-Eu pedi, mais ele não me deu ouvidos e continuou acelerando,enquanto isso Nahuel nos perseguia de perto e tentava a todo estante nos ultrapassar,sem sucesso.

‘’Nahuel, por favor, me salva’’pedia mentalmente.

-Agora esse moleque vai ver o que é bom-Ele disse quando aproximávamos de uma curva aonde ele acelerou mais ainda e virou o volante rapidamente para o lado e depois tudo que transcorreu foi muito rápido.

Uma luz forte nos atingiu como se fosse me cegar e um impacto estrondoso foi ouvido, milésimos de segundos depois o carro a onde eu e Mike estávamos começava a rodar,eu não sei ao certo quanto tempo aquilo tudo durou mais eu chegue a pensar que estava morta por que quando tudo aquilo parou eu vi o meu estado.

Eu estava de ponta cabeça presa somente pelo cinto de segurança e com dores por todo o corpo e Mike caído mais a frente desacordado e sagrando muito,ele não se mexia e muito menos respirada,mesmo assim eu não podia garantir que estava morto e nem queria,o meu desejo agora era só fugir dali,o mais rápido possível.

Mais para o meu desespero o cinto que me prendia a cintura e evitava que eu caísse no chão não queria soltar e o cheiro de gasolina cada vez ficava mais forte, aquilo poderia causar uma explosão, eu sabia disso,então comecei a gritar.

-SOCORRO...SOCORRO ALGUEM ME AJUDA......NAHUEL VOCÊ ESTA AI,CADÊ VOCÊ....POR FAVOR ME AJUDA.......O CARRO VAI EXPLODIR.......NAHUEL ME TIRA DAQUI -Gritei ao maximo que podia e a todo instante me debatia ali tentando me soltar daquilo,sem sucesso algum.

-Renesmee eu vou te tirar dai....calma meu amor-Ele gritou em resposta.

-NAHUEL POR FAVOR, ME AJUDA-Chorei desesperada.

-Renesmee feche os olhos e vire para o outro lado-Mandou-Eu vou quebrar o vidro pra te tirar dai- Pediu e eu obedeci na mesma hora virando o meu rosto e fechando os meus olhos com toda a força que podia,minutos depois eu senti mãos fortes me agarrem,olhei para frente e era o Nahuel.

-Nahuel me tira daqui, por favor - Implorei.

-Calma Renesmee- Ele me pediu forçando o cinto de segurança-Droga esse merda não quer soltar.

-Nahuel cadê o seu canivete?....corta o sinto com ele - Falei.

-Esta no meu carro-Ele saiu correndo e depois de alguns segundos voltou com o canivete nas mãos e começou a cortar o cinto.

-TIRA ISSO LOGO DE MIM, TIRA-Eu estava em pânico,aquele carro ia explodir a qualquer momento comigo e o Nahuel ainda por cima lá dentro.

-Pronto Renesmee consegui-Ele desprendeu o cinto e eu cai em cima dele, Nahuel saio do carro e começou a me puxar para fora também e quando estava quase toda para fora do carro senti algo agarrar o meu pé e me puxar de volta.

-Larga a minha mulher, solta ela seu moleque....você não vai me roubar - lá de novo,a Bella é minha- Mike falou.

-MEU NOME É RENESMEE SEU DESGRAÇADO-Disse quando chutava o rosto dele com toda força que podia, Mike me soltou e o Nahuel conseguiu me puxar e me tirar do carro, depois me pegou no colo e correu para longe do automóvel que minutos depois explodiu, nos dois caímos no chão com isso e eu olhei assustada para o carro do Mike que era consumido pelo fogo com ele lá dentro.

-Renesmee você esta bem paixão, você esta bem?-Nahuel perguntou preocupado me abraçando.

-Nahuel você me salvou.... Obrigada, obrigada-Agradeci eu estava quase sem fôlego mais devia a partir de agora a minha vida para esse garoto na minha frente, ele era o meu herói.

-Eu não me perdoaria Renesmee... Se não tivesse consigo te salvar,eu nem sei o que faria da minha vida-Ele acariciou o meu rosto.

-Você arriscou sua vida para me salvar....eu não tenho palavras para lhe agradecer-Falei.

-Não quero suas palavras Renesmee...eu quero você - Disse aproximando sua boca da minha num beijo calmo,eu não correspondi mais Nahuel não se deteve e continuou com o beijo movendo sua boca sobre a minha até que eu me afastei e coloquei o meu dedo nos seus lábios e o fitei com ternura.

-Nahuel eu não te amo....meu coração já tem dono e você sabe bem quem é-Ele virou o rosto -O que você fez por mim foi um ato de coragem e diante disso eu posso dizer que sempre vou estar o seu lado e te perdôo pela traição,mais não posso lhe enganar e nem me enganar,eu amo o Ja...-Ele não me deixou terminar.

-Não me diga nada, por favor, isso só me faz sentir ainda mais um idiota.... Como eu fui um retardado e perdi a mulher da minha vida por causa de uma besteira....eu vou me arrepender disso pelo resto da vida Renesmee,pode ter certeza -Constatou.

-Não vai não... Eu tenho certeza Nahuel que você vai encontrar uma garota que te ame e que você ame também - Desejei.

-Não vou não, por que a gente só ama uma vez na vida- Falou.

-Mais quem disse que você me ama?... O amor é mais complexo, eu sei por que estou sentindo ele agora....não estou duvidando do seu sentimento por mim,mais Nahuel isso é uma paixão de adolescentes ela vai passar logo,mais precisamente assim que você colocar os olhos naquela garota que vai virar sua cabeça de um jeito que você vai até mesmo rir comigo depois quando se lembrar de tudo isso -Nahuel sorriu.

-Você é uma ótima conselheira viu, pena que não use os seus próprios conselhos-Ele toucou no meu nariz de leve.

-É mais complicado que isso Nahuel...Jacob não traiu somente a ex dele,ele mentiu pra mim também,me fez juras falsas de amor,como posso aceitar isso?-Expliquei e Nahuel me olhou serio.

-Vamos sair daqui Renesmee- Ele me pegou no colo e me colocou no carro dando partida logo em seguida.

-Eu vou ligar para policia e para sua mãe e vamos para um hospital-Ele falou.

-Não Nahuel,não liga para minha mãe não e, por favor, me leve para um hospital que seja de preferência bem longe de Focks e de La Push também- Implorei.

-Se você quer assim-Ele acariciou os meus cabelos com uma mão por que a outra continuava no volante.

-Nahuel, por favor, preste atenção na estrada eu não quero sofrer um segundo acidente, pelo amor de deus- Falei nervosa e ele assentiu de acordo colocando agora toda a sua atenção na estrada e eu aproveitei para fitar as arvores no lado de fora que não passavam de borrões escuros.

-Que horas são Nahuel?-Perguntei quando ele parou o carro na frente de um hospital.

-9;00 horas paixão-Eu o fitei- Ta desculpa,são 9;00 horas Renesmee- Ele se corrigiu e me pegou no colo.

-Ai pêra ai Nahuel ta doendo-Coloquei minha mão no braço esquerdo.

-Será que quebrou?-Ele perguntou preocupado.

-Não sei,mais começou a doer muito agora - Respondi.

-Então vamos logo-Ele entrou no hospital comigo no colo e foi até o balcão.

-Por favor, precisamos de um medico, ela sofreu um acidente de carro e esta muito machucada-Ele pediu à atendente que assentiu de acordo e logo eu estava numa cadeira de rodas sendo atendida por um medico.

Fiz vários exames inclusive o de sangue''que era procedimento do hospital'',tirei raios-X e descobri que estava com um braço quebrado,costela fraturada,com a perna machucada,escoriações pelo rosto e arranhões por causa do vidro do carro que voou no meu rosto quando o Nahuel o quebrou para me tira de lá,enfim o medico achou melhor eu ficar em repouso por algum tempo e o Nahuel ficou ao meu lado,ele só havia sofrido alguns arranhões.

-Ta se sentindo melhor?-Ele perguntou acariciando o meu rosto, eu estava deitada num quarto particular de hospital que Nahuel pagou por fora.

-Só estou um pouco tonta e cansada-Respondi e logo o medico entrou no quarto com um sorriso enorme.

-Garota com certeza você tem muita sorte, na verdade vocês dois... Depois de tudo isso é realmente um milagre que ele estava vivo e...-Ele começou a falar me deixando confusa.

-Ele, ele quem doutor?-Perguntei assustada’’de quem ele estava se referindo?’’

-Do bebe, Você esta grávida de duas semanas-Explicou com calma me deixando sem chão’’eu grávida?’’meu deus não pode ser.

-Doutor você tem certeza?Duas semanas?O senhor pode estar enganado-Afirmei.

-Tenho sim,fizemos o exame de sangue e para a minha surpresa ele deu positivo para gravidez,não a duvidas minha cara,vocês vão ser papais -Garantiu olhando para Nahuel que abaixou a cabeça escondendo a decepção.

-Eu não acredito que isso esta acontecendo-Sussurrei baixinho e me entregue às lagrimas’’O que vai ser de mim agora?E dessa criança então?Isso não podia ter acontecido, não podia’’.
                                                       
                                                       By:natineces

"Crepúsculo" No MTV Movie Awards 2011

Vamos combinar o Robert estava bem animadinha nessa premiação não é?






























Capítulo 7

(Fic Tá Vendo Aquela Lua)

Sua língua invadiu a minha boca violentamente e suas mãos começaram acariciar o meu corpo sem o mínimo pudor, aperto o seu bumbum com força e Jake geme o meu nome e depois começa a beijar o meu colo descendo para os meus seios desnudos a onde massageia com vontade e os toma com a boca, primeiro o direto e depois o esquerdo de uma forma bem lenta e deliciosa.

-Jake- Gemi o seu nome e ele me encara sorrindo.

-Linda... -Falou abandonado o meu seio e descendo com sua boca gostosa pelo meu corpo, sinto seus beijos molhados em minha pele macia e fecho os olhos me deixando levar pela aquela sensação, Jacob afasta as minhas pernas delicadamente e eu abro os meus olhos e o encaro sem entender.

-Jake...-Tentei protestar mais já era tarde,sua língua quente e ávida entrou em mim sem permissão alguma e começou a fazer movimentos completamente delirantes e prazerosos na minha feminidade’’me fazendo sentir algo que jamais pensei ser possível na vida’’.

Começo a me remexer como uma louca e arquear minhas costas pedindo por mais e ele me atende e recomeça a me torturar, só que dessa fez intercala bem ali no meu ponto mais sensível um serie de beijos, lambidas e chupões me fazendo gritar.

Depois quando estava preste a gozar ali mesmo ele me penetrou com dois dedos e começou a fazer movimentos de vem e vai dentro de mim até eu gozar em seus dedos e ele sorrir vitorioso.

Jacob sobe em cima de mim novamente e segura os meus dois braços na altura da cabeça e depois me beija delicadamente e sussurra no meu ouvido- Gostosa-Fala e começa a me penetrar com força.

-JACOB MAIS FORTE- Imploro a ele que aumenta as entocadas gradativamente fazendo até mesmo a cama ranger com os nossos movimentos.

Sinto meu corpo amolecer e meu ventre se contrair pra depois explodir num maravilhoso orgasmo o que aconteceu com o Jake também minutos depois.

Caímos lado a lado na cama e ele começa a fazer carinhos nos meus cabelos até que eu adormeci nos seus braços.

(...)

Acordei com uma luz forte em meu rosto e abri meus olhos devagar encontrando o meu amor dormindo ao meu lado, sereno e lindo, parece um deus grego de tão perfeito.

Levanto da cama e coloco uma camisa do Jake que encontrei pelo quarto e depois vou até a sala pegar minha bolsa no sofá onde estava a minha escova de dente, ‘’uma mulher prevenida vale por duas’’é como sempre diz a mamãe.

Pego minha escova de dente e procuro um banheiro pela casa e quando ó encontro entro no local e faço minha higiene matinal feliz da minha’’ontem tudo foi tão perfeito e especial’’mais até do que imaginei.

Aproveitando que estava ali tomei um banho demorado e voltei para o quarto admirando o meu amor ainda dormindo, sorrio com isso e fico imaginado como seria se nos casássemos de verdade, imagina eu a senhora Black acordando todos os dias ao lado dele’’Seria um sonho’’.

Saio novamente do quarto e vou até a cozinha preparar o nosso café da manhã, faço torradas, pego iogurte da geladeira, sucos, frutas, geléia, ovos mexidos, panquecas tudo o que o meu amor tem direito e levo para o quarto novamente.

Sento-me na pontinha da cama e percebo que Jacob suspira como se tivesse sonhando’’Só espero que seja comigo’’pensei comigo mesma e depois fitei a caixinha de veludo que Jacob havia pegado ontem’’O que será que tinha lá dento?’’

-Eu me esqueci de te mostrar não é?-Ele perguntou me abraçando por trás.

-Nossa você me assustou-Coloquei a mão no peito e me virei para encara-ló.

-Desculpa não foi essa a minha inteção- Disse beijando o meu queixo - Por que já levantou?

-Queria lhe fazer uma surpresa - Respondi acariciando o seu rosto e ele fecha os olhos.

-Eu dormi demais não é?Era pra eu ter feito isso-Ele abriu os olhos e apontou para bandeja meio encabulado.

-Não seja tolo,eu já havia planejado levantar cedo mesmo’’muito antes que você’’-Enfatizei e ele sorriu de acordo pegando a caixinha de veludo nas mãos.

-Então você vai me mostrar agora o que tem ai dentro?-Perguntei ansiosa e ele sorriu abrindo a caixinha e depois me entregou.

-Gostou?-Ele me perguntou depois de algum tempo que eu passará olhando aquele objeto em minha frete, era uma pulseira, mais não daquelas comuns que se vende em qualquer lugar não, aquela era uma pulseira diferente talhada na madeira e com um lobinho em forma de pingente.

-É lindo - Declarei.

-Fui eu mesmo que fiz-Me confidenciou - Por isso demorei tanto para lhe dar.

-Nossa estou impressionada-Comentei admirando o pingente.

-Essa é uma pulseira de promessa Quileute- Ele explicou - Que só podemos entregar a nossa alma gêmea, todos os garotos tem uma aqui na aldeia, ou fazem uma como eu... Quil entregou a dele para Claire... e eu estou entregando a minha para você, a garota com quem eu quero me casar e passar o resto da minha vida- Disse me deixando envergonhada.

-Como vocês podem ter certeza... que entregam a pulseira para garota certa?-Quis saber, hoje os dias estavam cada vez mais modernos e essa historia de eterno amor chegava a ser piada’’não para mim é claro, mais havia muita gente que pensava assim’’

-Bem a uma lenda Quileute que diz que nossos antepassados eram guerreiros, na verdade homem lobos ou trasformos se preferir... Eles protegiam nossas terras de todo mal e tinha um jeito todo especial de encontrar seu verdadeiro amor.

-E qual era?-O incentivei a continuar.

-Eles tinham a impressão, ou o amor a primeira vista, mais não como esses de hoje em dia,era algo mais mágico,que os tornava capaz até mesmo de tudo pela escolhida...eles era dependentes delas como somos do ar para respirar, a vida de cada um só tinha realmente sentido se estivesse perto dos seu verdadeiro amor....É estranho isso não é?Eu mesmo já achei idiota essa historia, mais acabei pagando com a minha própria língua.

-Como assim?-Arqueei as sobrancelhas.

-Eu encontrei você oras... a minha impressão,minha alma gêmea -Eu sorri ,aquela historia toda era realmente linda.

-E como você pode ter certeza disso?- Rebati.

-E muito fácil... Você virou a minha cabeça, tirou o vazio que tinha no meu peito e deu sentido a minha vida...todos os dias ness eu acordo pensando em você,durmo pensando em você,trabalho e vivo pensando em você,quando estou ao seu lado eu me sinto completo e muito realizado,agora me diz se isso não é amor?É o que então?-Falou.

-Eu já disse que te amo hoje?-Perguntei.

-Ainda não-Ele respondeu fazendo um biquinho lindo.

-Então eu digo agora.......Jacob Black eu te amo - Completei pulando nos seus braços.

Jake e eu nos amamos mais algumas vezes naquele dia e tomamos o nosso café delicioso com direito a muitos beijinhos, mais no fim eu tive que voltar para casa aonde encontrei uma Claire maluca e uma mãe aos pulos,as duas eram as minhas aliadas e me fizeram contar com detalhes a minha primeira vez’’Pode?’’.

Enfim duas semanas se passaram e o meu romance com Jake fica cada vez mais serio, eu estou indo praticamente todos os dias na casa dele para fazer aquele famoso jantar ‘’Especial’’se é que vocês me entendem, mais tudo isso é claro com muita prevenção, pelo menos dessa vez e depois do imenso discurso sobre gravidez e doenças sexualmente transmitidas que a dona Bella me fez quando descobriu que eu não havia usado camisinha na minha primeira vez, eu também entrei em pânico com isso e tomei na hora a pílula do dia seguinte,a ultima coisa que queria agora era uma gravidez,isso acabaria com os meus planos.

Mais mudando totalmente de assunto hoje é o dia do casamento da Claire, isso mesmo, a minha irmãzinha do coração vai se casar e vou ser madrinha junto com o Alec nosso primo que é filho da primeira namorada do Tio Emmett,Alec foi convidado de ultima hora para ficar no lugar do Nahuel que foi tecnicamente desconvidado assim como a Kim também.

Ai você se pergunta o porquê do Jacob não ter ocupado esse lugar ao invés do Alec? E eu te respondo o que esta me matando por dentro, por que ele simplesmente foi convidado para ser padrinho do noivo junto com a cobra peçonhenta que atende pelo nome de Leah’’Odeio’’

É claro que eu  fiquei louca com essa historia mais tive que superar para o bem de todos e da minha prima que até ameaça me fez, ela enlouqueceria se o casamento dos sonhos dela desse errado ou tivesse algum barraco, ’’Então eu jurei que iria ficar na minha’’

Mais ta difícil viu, principalmente quando ela me encara e exibi aquele sorrisinho sínico que eu estou louca para desmanchar.

-Renesmee você está linda-Alec me elogiou quando cheguei perto dele, mais quem disse que eu ligue?Na verdade era outra coisa bem ali na minha frente que me chamava à atenção, leia se a vaca de braços dados com o meu homem, a fuzilei com o olhar e Jacob me encarou sem jeito.

-Aconteceu alguma coisa?-Alec perguntou e eu o encarei sorrindo.

-Não imagina-Respondi contendo no ultimo a minha irritação, Alec sorriu de acordo e piscou para mim’’Que garoto abusado’’

-Você mudou muito desde a ultima vez que nos vimos-Falou novamente’’Oh chato de galoxa’’

-Serio?Você também - Comentei sem o mínimo de paciência.

-Verdade,esta mais bonita e atraente - Revirei os olhos e Jacob me encarou serio’’Até parece que eu tenho culpa,é ele que esta me cantando’’Bufei.

-Eu estava pensando nessie...-Ele ia falar mais foi cortado pela marcha nupcial que anunciava a entrada da noiva,a minha priminha linda.

Os convidados se levantaram na hora para admirar a noiva radiante que desfilava elegantemente de braços dados com o titio Jasper até o altar aonde foi entregue ao noivo e assim a cerimônia transcorreu lindamente até o beijo dos noivos e os cumprimentos dos convidados ao mais novo casal.

-Vamos ir juntos para festa?-Alec me ofereceu e quando ia responder a ele um belo de um ‘’Não’’Jacob fez isso por mim.

-Não ela vai com o ‘’namorado dela’’não é amor?-Ele agarrou a minha cintura e encarou Alec que sorria desconsertado.

-É sim- Assenti -Tchau Alec nos vemos lá- Me despedi dele e Jacob pegou na minha mão para irmos até o carro que ele novamente emprestou.

-Jake....Jake- Alguém o chamou quando entravamos no carro e para minha total falta de sorte’’novamente’’esse alguém se tratava de Leah.

-Leah o que você quer?-Jacob perguntou impaciente.

-Uma carona pode ser?-Pediu.

-Leah o seu irmão acabou de sair daqui - Enfatizei e ela me encarou sorrido.

-Eu sei Renesmee,mais é que ele não me esperou-Se fez de inocente.

-Tudo bem Leah pode vir então- Jacob respondeu e eu o encarei incrédula’’Como é que é?’’

-Ai muito obrigada, vocês são uns amores-Ela disse entrando no banco de trás.

-Imagina Leah- Revirei os olhos e fitei a janela durante o percurso todo alias eu fiquei assim e Jacob toda hora me encarava como se pedisse desculpas.

Chegamos no local que seria a festa também em Seattle e entramos no ambiente que era uma espécie de jardim decorado,no relógio era exatamente 6;00 da noite e isso só tornava o lugar mais belo e romântico ainda.

-Ainda ta brava comigo? - Ele sussurrou no meu ouvido quando Leah finalmente desgrudou de nos dois e se juntou com a Emily.

-Imagina-Respondi.

-De verdade?-Ele me fez encará-lo.

-Não....-Respondi - Só se me der um beijinho - Pedi manhosa e ele me puxou para um canto e começamos a nos beijar.

-Ei casal ternura, não vão dar os cumprimentos aos noivos-Eu e Jake nos separamos na hora e fitamos a Claire e o Quil sorrindo.

-Claire foi tão lindo- Comentei abraçando a minha amiga.

-Serio Renesmee? eu estou tão feliz - Falou.

-E eu mais ainda,finalmente eu posso dizer que sou um homem completo -Quil declarou abraçando Claire que sorriu apaixonada pra ele- E você Jacob quando vai colocar as algemas?-Ele perguntou.

-Quando a ness quiser, por mim eu me casaria hoje mesmo -Lhe deu um tapa no braço.

-Nem pensar Jake,o casamento da ness vai ter que ser único e especial,como o meu,e pra isso é preciso tempo -Claire falou.

-Exatamente-Assenti de acordo-Agora se me dão licença eu vou ao toalete.

-Claro amiga mais antes eu preciso falar com você...-Claire começou sem graça -A Kim esta na festa - Arregalei os olhos-E o Nahuel também,os dois ameaçaram o meu casamento,desculpa amiga eu não pude fazer nada-Ela justificou.

-Não se preocupe com isso Claire...eu não me importo mais com os dois- Declarei -Amor eu já volto-Disse e foi ao banheiro retocar a maquiagem e quando estava voltando encontrei o Nahuel no caminho que mais uma vez me pediu para conversar e eu recusei.

E depois encontrei a Leah e a Kim conversando animadamente num canto como se fossem amigas intimas.

-Renesmee querida venha cá-Leah me chamou’’Droga, droga mil vezes droga’’me aproximei sorrindo.

-Oi Renesmee-Kim me cumprimentou e eu me limitei com apenas um aceno de cabeça, não iria criar causo, passado é passado e ele nem me atinge mais.

-Renesmee querida eu estava conversando com sua prima que alias é um amor de pessoa e ela me contou sobre sua falta de sorte- Leah começou - Mal saiu de um namorado traidor e já passou para outro,é realmente uma pena.

-Do que você esta falando?-Perguntei,aquele papo não estava me agradando nem um pouco, como assim ‘'outro namorado traidor?’’.

-O Jacob oras,ele também já traiu uma vez, igual ao Nahuel....mais acho que você não viu nenhum problema nisso afinal de contas ainda esta com ele - Observou.

-Jacob nunca me traiu- Constatei, eu confiava nele.

-Você ‘’ainda’’ não, mais a ex dele,ah tadinha essa ele judiou demais -Kim soltou um sorrisinho.

-Por que esta me falando isso?se o seu objetivo é me separar dele,esqueça-Fui curta e grossa.

-Calma Renesmee ,eu sou sua amiga... E só queria lhe avisar que quem trai na primeira vez é muita capaz de trair na segunda-E novamente ela se fez de inocente.

-Jacob nunca me disse isso,você esta mentindo-Repeti,aonde aquela vaca queria chegar eu não sabia, mais eu não ia me deixar levar por aquelas suposições.

-Eu estou falando serio... Todos em La Push sabem do acontecido, Jacob namorou Morgan há muitos anos e depois a traiu comigo... A pobrezinha nos pegou no flagra e ainda por cima bem na cama dele... Foi terrível-Relembrou.

-E você ainda tem a coragem de me dizer isso assim....não tem vergonha na cara não - Falei’’Aquela vagabunda descarada,como ela pode’’.

-A Morgan sempre soube que eu e Jacob tínhamos uma ligação....Nos dois vamos nos casar-Falou e eu sorri debochada’’essa era boa’’.

Morgan-http://br4.in/TZZ2z

-Você é maluca de pedra mesmo... Ele vai casar comigo - Mostrei a pulseira de promessa quileute,ela deveria saber o significado,Leah deu um sorrisinho.

-Olha só, é igual essa aqui - Ela levantou o braço e me mostrou outra pulseira também talhada na madeira e com um pingente de lobo, não era exatamente igual a minha,mais era bem parecida, ''engoli em seco''.

-Ele sempre dá uma dessas para todas as garotinhas que costuma comer por ai....mais sabe de uma coisa Renesmee o Jacob só esta se divertindo com você,assim como fez com a Morgan,ele adora garotinhas burras e virgens e depois que as usa ele volta pra mim...por que é comigo que ele vai se casar e todo mundo sabe disso.

-Você não tem provas disso - Foi tudo o que eu consegui dizer, o meu mundo feliz e imaginário já começava a cair nas minhas costas, me deixando sem forças’’Jacob não podia ter feito isso comigo’’

-É ai que você se engana queridinha- Rebateu-Eu tenho uma prova sim - Falou chamando alguém com as mãos que eu não me dei ao trabalho de ver quem era.

-Leah minha futura cunhada você esta linda- Um senhor a cumprimentou, ele era alto,cabelos lisos e compridos e muito,mais muito mesmo parecido com o Jake.

-Billy que honra o senhor também esta muito bonito-Ela o cumprimentou.

-Quem são essa duas jovens lindas?-Ele perguntou fitando eu e Kim que não escondia o sorriso de satisfação, ela deveria estar amando essa situação toda.

-Essa é a Kim e a Renesmee as duas são primas e grandes amigas minhas e do Jake também... -Ela falou.

-Muito prazer...vocês também estão belíssimas -Ele elogiou.

-E meninas esse aqui é o Billy,o pai do Jake e meu futuro sogro-Ela o apresentou.

-Com toda a certeza- Ele respondeu sorrindo para Leah e aquilo pra mim foi o fim’’Ela então não estava mentindo’’Jacob iria se casar mesmo com ela e todos sabia disso, inclusive o pai dele, que ao que parece nem sabe da minha existência.

-Com licença-Pedi contendo as lagrimas, eu não poderia chorar na frente daquela cobra que acabou com a minha felicidade, eu tinha o meu orgulho e ia sair daqui de cabeça erguida, pelo menos era o que eu queria.

-Toda Renesmee- Ela Respondeu e eu sai dali correndo como uma louca até o estacionamento,passando inevitavelmente perto do Jacob que venho atrás de mim.

-Ness amor espera...o que aconteceu?-Ele me chamou.
                                               
                                                      Continua...                                                     
                                              By:natineces

Capítulo 3-O começo de tudo


(Fic Enemy Teams) 


P.d.v Jake

“Segundo dia de aula e você já vai faltar?”-Perguntou.

“É um investimento Seth,que eu não vou me arrepender.”-Disse enquanto passava por ele na garagem da nossa casa.

“E desde quando ‘’não ir’’ para a escola pode ser um investimento?”-Voltou a me encher.

“Cara amanha tem Arrancadão e eu preciso de um carro pra competir.” - Expliquei.

“Pra?” Oh perguntinha obvia viu.

“Pra conseguir grana Seth,equipar um carro, comprar um som que preste e alguns uniformes legais.” Respondi entrando no meu carro um Chevelle 70(http://static.cargurus.com/images/site/2008/07/07/21/33/1970_chevrolet_chevelle-pic-15659.jpeg).

“E quem vai correr amanha?” Não tinha pensado nisso.

“Não sei ainda, depois eu vejo.” Isso era um problema.

Alguns minutos depois na oficina do Jenks...

Será que eu conseguiria com que ele equipasse um carro sem descobri que eu era irmão do Sam. Peguei meu celular no bolso da minha calça e disquei.

“Quil onde você ta? eu já to aqui na frente da oficina do jenks e você ainda não chegou.” Perguntei ao meu amigo que estava do outro lado do telefone.

“Cara ninguém consegue um carro bom de uma hora pra outra - Informou- Mais acho que você vai gostar do que eu consegui, é o carro da minha irmã,ele esta novinho em folha” Disse.

“Onde você ta?” perguntei antes que ele me enrolasse.

“Virando a esquina nesse exato momento.” Olhei para a esquina e vi um Chevrolet Celta  lindo na cor prata.

Desliguei o telefone e sai de dentro do meu carro, esperando Quil descer também para irmos falar com Jenks.

“Vamos lá,Você vai ter que dizer que o carro é seu.” Eu disse.

“Por quê?” perguntou Quil

“Se eu falar meu nome ele vai saber que eu sou irmão do Sam” disse enquanto entravamos na garagem.

“Em que posso ajudar?” Perguntou um rapaz que eu não conhecia.

“Eu preciso falar com o Jenks” Disse Quil.

“Olha o Jenks não ta, mais se vocês quiserem eu aviso que vocês vieram ai.” Disse o garoto enquanto limpava as mãos em um pano velho.

“Na verdade eu gostaria de saber se tem como eu deixar um carro ai e ele ver o que pode fazer pra equipá-lo.” Eu disse. E o garoto fez uma cara meio engraçada.

“Jenks não faz esse tipo de serviço.” Ele tentou me parecer convincente.

“Olha eu só quero uma ajuda,eu não sei nem por onde começar.” Eu disse um pouco com medo dele dizer não.

“Olha eu do uma olhadinha pra vocês mas não garanto o serviço, Jenks não meche com essas coisas.” E eu finjo que acredito.

“Tudo bem só da uma olhadinha e me diz mais ou menos quanto fica, e onde eu posso arrumar tudo.”

“Bom eu vou dar uma olhada e lá por 14:00 eu ligo e aviso.” Ele disse e já foi pegando um bloco de notas.

“Nome, por favor.” Disse ele.

“Jacob” droga falei meu nome.

“Telefone.”

“Melhor,você pode escrever Quil e colocar o numero 9858-4332” Tentei concertar.

“Tudo bem.” Ele deu risadinha.

Eu e Quil saímos da oficina sem dizer uma só palavra. E quando entramos no carro, Quil olhou para mim com uma cara que eu tive quase certeza que ele devia estar querendo desistir.

“Não vai desistir vai?” perguntei com medo da resposta.

“Claro que não” UFA.

Deixei Quil em casa e fui para minha, estaciono meu carro na garagem e vi que o do Sam também estava ali. Isso era bom. Desci do meu carro e entrei em casa avistando Sam dormindo no sofá. Voltei então para a garagem e me ajoelhei do lado do carro dele, na verdade eu nem sabia o que estava preste a fazer,apenas deitei no chão e fui para de baixo do carro do meu irmão, olhei o motor e não adiantou de nada eu nem acreditava que eu estava por de baixo de um carro.
Se existia algo que eu não entendia nessa vida,era de carro.
 Vi que não adiantava eu ficar ali em baixo então voltei para o mesmo lugar onde a poucos minutos eu estava ajoelhado.

“Jake ta tudo bem filho.” Era meu pai me olhando com uma cara impagável. “O que você estava fazendo em baixo do carro do Sam?” Pensa rápido Jacob Black.

“Acredita que acabou de cair minha moeda?” dei uma risada sem graça.

“Tudo bem.” Ele saiu dali me encarando e neste exato momento percebi que ele não havia caído na minha conversa para boi dormir.

Voltei para casa e vi que o telefone estava tocando, enquanto o engraçadinho do meu irmão dormia.

“Alô” eu disse

“Poderia falar com Jacob?” a voz do outro lado perguntou, enquanto eu subia para meu quarto.

“É ele mesmo quem gostaria?” perguntei.

“Oi cara é o Edward, e ai conseguiu o carro?” perguntou.

“O Quil pegou um emprestado da irmã dele, mas acho que não poderemos fazer muita coisa já que o carro não é nosso e para colocar qualquer peça vai ter que ter a autorização da irmã dele.” Eu disse um pouco desanimado.

“Ele pegou o carro escondido?”

“Não, ele pediu o carro emprestado só não disse para que” dei risada.

“Se não der certo me liga e eu empresto o meu carro.”ele queria mesmo ajudar.

“Você não gostaria de vir comigo na oficina em que eu deixei o carro?” Perguntei.

“Claro. Seria uma boa.” Ele disse animado.

Eu marquei certinho onde deveríamos nos encontrar e aguardei ate ver o um Ford Maverick Grabber 197 (http://www.fordmaverick.com/minimeets/IN2002/mav14.jpg)que deu uma buzinada para mim e pude ver pelo retrovisor que era Edward, então seguimos para oficina e eu e Edward descemos do carro.

“Uau que, que é isso.” Eu falava enquanto olhava o carro á minha frente.

“É o carro do meu pai.” Ele disse.

“Obrigado por vir.” Agradei meio sem graça.

“Que isso, não precisa agradecer.” Ele disse apertando a minha mão.

“Vamos lá.” Disse indo em direção a garagem e caminhamos até o rapaz que havia me atendido pela manha.

“Olá, eu ia agora mesmo ligar pra você.” O rapaz disse.

“Bom como eu disse Jenks falou que não faz esse tipo de serviço. E me deu uma bronca por eu ter pegado o carro para olhar. Então este carro infelizmente não é muito bom,primeiro por que  ele é 1.4  segundo ele não é de vocês e para eu equipá-lo o dono teria que vir aqui. Desculpe não poderei ajudá-los de forma alguma.” O rapaz disse.

“Muito obrigado, e me desculpa por ter te colocado em encrenca.” Me desculpei.

“Você daria uma olhada no meu carro. Ele esta ali fora.” Edward falou.

“Não sei não.” O mecânico disse.

“Não tem nem um carro aqui, não custa você sair ali fora e abrir o capô do meu carro e dar uma olhada rápida.” Edward era insistente.

“Tudo bem.” O rapaz se deu por vencido.

Caminhamos novamente para fora e vi que no momento em que o mecânico colocou os olhos no carro de Edward, ele piscou algumas vezes.

“Eu posso mesmo olhar todo ele.” Parecia uma criança quando via doce.

“É claro, vai em frente.” Edward deu risada. O moço que parecia uma criança abriu o capô do carro e começou a falar tanta coisa, que eu e Edward não entendemos nem um por cento se quer.

“O que você esta fazendo posso saber?” perguntei ao meu amigo.

“Eu disse que te ajudaria, não disse?” ele perguntou.

“Disse mas, emprestar seu carro? Não é um pouco demais?”

“Não, só quero saber quem vai dirigi-lo e se é responsável porque se aparecer um risquinho neste automóvel meu pai come meu fígado.” Ele deu risada.

“Vocês precisam colocar apenas nitro, porque suspensão de ar vocês já tem de sobra.”ele disse ainda babando no carro.

“E onde eu posso colocar isso no carro? Eu não conheço ninguém que faça esse serviço.” Edward disse.

“Eu vou me arrepender disso, deixem o carro aqui. Eu vou colocar o nitro mas só se vocês me falarem para que vocês querem um carro mas potente que esse.” Ele era curioso demais. Eu e Edward nos olhamos e sabíamos que se não contássemos a ele não faria o serviço.

“Nos queremos competir no Arrancadão amanha.”

“Então vocês precisam de pneus ante derrapante.” O rapaz disse.

“Tudo bem.”Eu e Edward dissemos juntos.

“Bom o que eu vou fazer não é vinculado com o serviço do Jenks, então ninguém pode saber quem fez o trabalho para vocês, principalmente as equipes que competem no Divans.” Ele pediu.

“Tudo bem.” Eu disse.

Graças a Deus conseguimos o que precisávamos e Edward assinou algumas notas do que deveria ser comprado, enquanto eu olhava dentro do escritório de Jenks, me surpreendi vendo Bella a garota com quem eu havia estudado, Emmet seu irmão e a mesma garota que estava com a Bella  no Divans a dois dias atrás, em uma foto com Jenks.

“O que Emmet e a sua irmã são do Jenks.” perguntei ao rapaz que estava conversando com Edward.

“Você quis dizer o que Emmet e suas irmãs são do Jenks? Né” ele perguntou.“Por que as duas garotas são irmãs do Emmet.” Ele disse.

“Eu não sabia.” Confessei.

“Eles são afilhados do Jenks, da onde que você acha que sai aqueles carros que todos eles dirigem?” ele deu risada.

“Como é o nome dela?” Perguntei apontando para a garota que supostamente seria irmã da Bella.

“Reneesme Carlie Swan.” Ele respondeu.
Edward assim como eu estava olhando para a foto com os olhos arregalados. E de boca aberta.

“Eu só gostaria de avisar que meu chefe vai entrar em contato provavelmente com Edward. E peço para que quando ele ligar você não comente com ele do que se trata o serviço que eu vou fazer,apenas diga que é uma revisão anual.” Ele pediu.

“Se por um acaso um dos afilhados de Jenks virem aqui eles não terão como descobrir quem deixou o carro?” perguntou Edward.

“Eles nunca perguntam quem são os donos dos carros que estão aqui.” Ele afirmou.

“Se por um acaso um deles perguntarem, por favor, não comente quem é o dono.” Disse Edward mais uma vez.

“Tudo bem.” Disse o rapaz.

P.V.O Julivan. Especial

É claro que eu contaria para Emmet que dois caras haviam deixado um carro para que eu equipasse,com certeza eles querem esse carro não apenas para participar de uma corrida mas também para concorrerem no Divans.

“Alô” disse uma voz feminina do outro lado da linha.

“Ola, Bella?” perguntei.

“Ela mesma Julivan.” Bella deu risada.

“Eu poderia falar com o seu irmão?”

“Ele acabou de sair, e eu acho que ele não volta hoje.” Ela disse.

“Acho que pode ser com você então,já que eu tentei ligar no numero do Sam e ele também não atendeu.” Eu disse.

“Sobre?” ela perguntou.

“Bom é que dois rapazes deixaram um Ford Maverick Grabber 1970 aqui na oficina agora a pouco.” Comuniquei

“E o que isso tem haver com o Emmet ou com o Sam?” Ela perguntou.

“Bella eles vão competir amanha no arrancadão e provavelmente no Divans no sábado.”

“De que equipe eles são?” Agora não era mais Bella uma menininha quem falava ao telefone e sim uma garota de negócios.

“Eu acho que eles ainda nem tem um nome para competir, pois o carro nem tem adesivo.” Eu disse.

“Como é o nome do cara que deixou o carro ai?” ela perguntou.

“Edward Cullen.” Respondi.

“Claro, porque eu não percebi isso antes.” Era impressão minha ou Bella  estava falando sozinha?.

“O que foi Bella?” Perguntei.

“Eles vão correr amanha” isso não era uma pergunta e sim uma afirmação.

“Acredito que sim.” Eu disse mesmo sabendo que ela não havia feito uma pergunta.

“Tudo bem, o que o carro deles tem que os carros da Impact não têm?”

“Bom eu vou colocar todo o equipamento agora.” Eu disse com medo do que viria agora.

“Meu padrinho sabe disso?” Ela perguntou.

“Eu vou falar com ele, mais pode ficar tranqüila o carro não vai ter muita coisa, eles não teriam dinheiro para colocar tudo o que o carro vai precisar.” Eu disse.

“Tudo bem, eu vou avisar meu irmão, como é o nome do carro que ele vai competir amanha mesmo?” ela perguntou por ultimo.

“Ford Maverick Grabber 1970, com certeza vai ser a única lá no arrancadão amanha.” Eu disse.

“Obrigado traidor.”

“Péra ai eu não sou traidor coisa nenhuma.”

Tutututututututututututu.

Ela desligou na minha cara. Droga, garota mimada.


P.D.V Reneesme

“Nessie já escolheu o carro?” meu pai perguntou pra mim enquanto tomávamos café.

“Ainda não, eu acho que quero um carro diferente, um carro como vocês ainda não viram.” Eu disse, pensando em um carro diferente.

“E o que você pensa quando diz diferente, minha filha.” Perguntou minha mãe com uma cara meio preocupada.

“Por favor, não me diga que você quer um carro com lantejoulas.” Brincou Bella.

“Claro que não engraçadinha”disse com cara de poucos amigos.

“Aahhhhhh, então um no formato de urso de pelúcia?” bella disse.

“Bella você me deu uma ótima idéia.” Eu disse agora sabendo o que eu realmente esperava de um carro.

“Ta brincando que você quer um carro igual um urso né?” ela disse agora preocupada.

“É claro que não vai ser igual a um urso de pelúcia.” Eu disse a encarando de uma forma engraçada.

“Vocês vão ver quando meu carro chegar.” eu disse dando risada.

“Agora eu to com medo” anunciou minha irmã.

“Vocês duas vão se atrasar.” Disse meu pai.

“Como sempre.” Eu disse.

Eu e Bella nos levantamos e fomos em direção a porta da cozinha, quando meu irmão passou por nos.

“Bom dia princesas.” Nos cumprimentou.

“Bom dia grandalhão.” Eu e Bella dissemos juntas. Quando eu e Bella já estávamos dentro do carro dela, resolvi perguntar sobre Edward, para ela. Alice me pediu para tentar arrancar algo dela.

“Como foi o papo com o irmão da Alice?” Perguntei tentando me fazer de indiferente.

“Foi legal.” Uau que resposta mais chifrin.

“Você fica quase uma hora conversando com um gato daquele, e me diz que a conversa com ele foi ‘legal’? Perguntei meio que pressionando ela.

“Você quer que eu diga o que?” ela perguntou tentando se fazer de difícil.

“Me diz que você não sentiu nada quando olhou para aqueles olhos verdes hipnotizantes, e aquela corpo de Deus grego aff  Bella eu sei que você não é de ferro. Ele é muito lindo, cheiroso, lindo, inteligente, lindo, engraçado, lindo educado.”

“Mais uma vez que você falar LINDO, eu juro que te jogo para fora do carro.” Ela me interrompeu e gritou na hora que disse LINDO.

“E outra se você acha ele é TÃO lindo assim fica com ele.” Ela tava brava. Virei para o lado da janela, só pra ela ver que eu estava chateada.

“Nessie desculpa mais é que você sabe que eu não gosto desse tipo de conversa, e sabe também que eu e o Edward  somos apenas colegas de escola, mais nada.” Pra mim ela já estava sentindo algo por ele, ela não estava tão nervosa igual das outras vezes.

“Eu sei Bella mas você sabe que nem todo garoto é igual. Eles podem ser muito diferentes.” Eu disse mas ela apenas ficou em silencio. Chegamos à escola e Alice estava nos esperando como sempre só que dessa vez Edward estava do lado dela. Vi que minha irmã estremeceu e suspirou em seguida que viu Edward do lado da irmã.

“É disso que eu to falando Belinha.” Eu disse me referindo ao suspiro que ela dera, e logo sai do carro. E ela ficou lá com a maior cara de tacho.

“Olá tudo bem com vocês” eu disse enquanto saia do carro e ia em direção dos meus amigos.

“Tudo e com a senhorita?” disse Alice. Edward apenas me cumprimentou com uma balançada de cabeça.

“Bom dia.” Bella disse quando já estava do meu lado. Alice foi ate ela e lhe deu um beijo no rosto e Edward fez o mesmo gesto. Acredito que todos perceberam que ela enrijeceu quando Edward deu um beijo no rosto dela.

“Eu posso te acompanhar ate a sala, é que nos teremos a mesma aula agora.” Edward perguntou para Bella.

“É claro que pode.” Ela tentou ser indiferente. Que pena falhou. Os dois se despediram de mim e da Alice, e foram conversando algo. (n.m:Isso era um bom sinal ela ia acabar cedendo.) 

“Você perguntou pra ela o que ela achava dele?”Alice já foi logo perguntando.

“Perguntei.” Eu disse caminhando para minha aula.

“E o que ela disse?” Ela perguntou preocupada com a resposta.

“Bom eu perguntei como foi o papo dos dois e ela disse ‘Foi legal’” Tentei imitar a voz da minha irmã mais não deu muito certo.

“Eee?” Perguntou ela.

Contei tudo pra ela, eu tentava ate imitar a voz da Bella, claro sem nenhum sucesso. Dei ênfase no fato dela ter suspirado quando viu ele encostado no carro. Depois fui para minha sala onde encontrei Julia a irmã do Nahuel.(Nahuel-http://images.buddytv.com/usrimages/usr19979/19979_kyle%2021.jpg e a irmã-http://images4.fanpop.com/image/photos/16600000/Jaimie-as-Jessi-XX-jaimie-alexander-16609750-1917-2560.jpg)

“Eu falei com o meu irmão hoje sabia?” Ela nem deu Oi e já disse que havia falado com o irmão, e daí.

“E o que ele disse?” Perguntei nem querendo saber da resposta.

“Que você não anda ligando pra ele, que ele te manda mensagem e você não responde, e que ele ta muito preocupado, me pediu para eu ser sua sombra enquanto ele não volta.” Ela disse com a maior cara de pau.

“Primeiro meu celular caiu na privada.” Mentira “Segundo porque ele ficaria preocupado. Terceiro não preciso de baba sou grande o suficiente para me cuidar sozinha.” Eu disse tentando parecer o mais zangado possível.

“Bom se ele me pediu para cuidar de você é porque deve ter motivos.” Ela disse e foi se sentar ao lado de uma das cobras que se diz amiga dela.

A professora entrou na sala e começou a fazer a chamada. Quando ela chamou Jacob Black, foi como se uma luz ascendesse em minha mente, Jacob Black era o cara que eu vi no Divans brigando com o irmão Sam, Jacob Black era o garoto que havia estudado com a minha irmã a um tempo atrás, o mesmo Jacob que era dono de todos aqueles músculos nos braços e dono daquele par de olhos irresistíveis. O mesmo dono de toda aquela beleza. Olhei para toda a sala e não vi ninguém nem perto ou parecido com Ele.

“Segundo dia de aula e já tem aluno que falta, brincadeira.” A professora de Artes disse.

A professora terminou a chamada, e começou a falar algo sobre auto-retrato. Após esta aula eu tive duas de sociologia, intervalo e mais uma de artes, e terríveis duas aulas de biologia. Quando sai da escola vi minha irmã me esperando dentro do carro dela.

“Como foi sua aula?” perguntei entrando no carro.

“Rápido Reneesme fecha a porta, a gente tem que ir rápido.” Ela disse, nervosa.

“Porque Bella você não vai esperar a Alice?” eu perguntei fechando as porta do carro.

“Hoje não vai dar.” Ela disse e acelerou.

Chegamos em casa e Bella não quis almoçar, disse que ia a um lugar e pediu para ninguém ligar para ela se não fosse emergência. Então decidi  que não iria almoçar sozinha, comi um x salada e fui passear no park. Sentei e fiquei ali olhando pro nada já que as crianças deveriam estar na escola. Foi quando coloquei a mão no bolso e meu celular não estava lá. Levantei e fui procurar meu celular. Abaixei perto do banco e vi o fujão ali.

“Poderia te ajudar em alguma coisa?” alguém atrás de mim perguntou. Com certeza era um garoto pois a voz era grossa e linda.

“Obrigado eu já enco...” quando olhei para trás vi quem eu não esperava ver. E pelo jeito ele também não esperava me ver.
                                               By:nathy_pattinson

Seguidores

Instagram

Neces In Love Story Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados