Natiele Lopes. Tecnologia do Blogger.

Capítulo 6

                  (Fic Tá Vendo Aquela Lua)
Entrei na casa do Jacob e pude analisar que ela era bem rústica, por fora as paredes eram pintadas de verde musgo e por dentro toda revestida em madeira, na sala havia apenas um sofá de porte médio e uma estante que sustentava uma televisão antiga e no centro alguns retratos e uma mesinha com um vaso de flor.


-Sua casa é muito linda e bem organizada por sinal - Elogie surpresa.

-Na verdade eu devo isso a Rachel, sabe como é... Irmã mais velha....quando disse que você viria aqui,ela limpou a casa toda- Esclareceu e eu sorri de acordo - Isso era para lhe causar uma boa impressão...-Riu sem jeito e depois perguntou-Eu acho que funcionou,não funcionou?

-Funcionou sim-Respondi piscando para ele.

-Vem princesa eu vou te mostrar a cozinha-Me chamou.

-Ah certo, espero um momento-Pedi tirando o meu casaco e o depositando no braço do sofá com a minha bolsa logo ao lado.

-Nossa você ta... Ta.. Linda- Jacob comentou enquanto me analisava de um jeito nada inocente, devo dizer.

-Obrigada-Agradeci sem jeito- Vamos?-Perguntei com as mãos na cintura.

-Vamos pra onde?-Perguntou confuso e eu sorri.

-Pra cozinha oras,você não disse que ia me levar até lá -Lembrei.

-Ata,para cozinha-Ele se recordou suspirando pesadamente’’Será um sinal?’’pensei comigo mesma enquanto o seguia para o outro cômodo da casa.

-Perfeito, agora pode ir-Falei quando ele colocava as sacolas no balcão e se virava para me fitar.

-Não vai querer a minha ajuda?-Perguntou decepcionado.

-Nada disso, hoje eu vou fazer o jantar e você vai apenas degustá-lo- Brinquei me aproximando das compras e Jacob me puxou para os seus braços.

-Eu pensei que iríamos cozinhar juntos, quer dizer, eu realmente gostaria muito de ficar aqui juntinho com você - Ele fez biquinho.

-Você vai querer estragar a minha surpresa é?-Arqueei as sobrancelhas.

-Surpresa... Que surpresa?-Revirei os olhos.

-Se eu te contar não será mais surpresa né- Observei e Jacob riu assentindo de acordo.

-Agora me diz, onde estão as panelas, os pratos, copos, talheres?...-Comecei a perguntar.

-As panelas estão no armário debaixo, os pratos naquele ali do lado e os copos nesse outro- Ele indicou os locais e eu assenti com a cabeça.

-Entendi agora chispa daqui - Mandei e ele me fitou incrédulo.

-Você esta me expulsando da minha própria cozinha-Fez drama-É isso mesmo?-Perguntou.

-Exatamente -Rebati lhe dando um selinho rápido- Agora vai Jake- Pedi manhosa.

-Anão- Fez birra - Vai ser preciso muito mais que isso para eu me retirar daqui – Me encarou sorridente.

-Você não presta- Me rendi sorrindo e juntei nossos lábios num beijo calmo e terno,só que o Jake não parou por ai e quando tentei me afastar dos seus braços ele me apertou ainda mais contra o seu corpo e me girou me fazendo ficar entre ele e a pia fria de inox.

-Assim eu não quero, vai ser do meu jeito-Falou mandão enquanto maltratava o meu pescoço com mordidinhas e beijinhos calientes.

-Jake não faz assim- Gemi baixinho quando senti um volume estranho em suas calças.

-Assim como?-Se fez de desentendido  percorrendo caminhos distintos com as mãos pelo meu corpo, distribuído toques leves e arrepiantes, como objetivo?’’me enlouquecer’’

-Para, por favor – Implorei novamente buscando em mim uma linha sequer de raciocínio, eu tinha que ser forte e seguir com o plano até o final, primeiro o jantar e depois a sedução e não o contrario’’Pelo menos era essa a minha intenção’’.

-Tem certeza?-Ronronou no meu ouvindo chupando de leve o lóbulo da minha orelha.

-Ãnham eu acho que tenho....tenho sim,Jacob para –Pedi novamente e Jacob se separou de mim e me encarou sem jeito.

-Desculpa Renesmee,eu não sei o que me deu-Ele abaixou a cabeça envergonhado.

-Jake não precisa se desculpar... -Me senti culpada-Eu quero fazer tudo com calma, temos todo o tempo do mundo- Falei acariciando o seu rosto e em troca recebi um sorriso lindo.

-Você esta certa... Agora eu preciso de um banho gelado... Que dizer de um banho, é eu vou tomar um banho, enquanto você faz o jantar- Exclamou saindo da cozinha como um foguete.

Olhei em minha volta e respirei fundo encarando as sacolas com as compras, depois caminhei lentamente até elas e aos poucos tirei os ingredientes e comecei a prepará-los com a cabeça a mil.

A todo tempo imagens do Jake aqui na cozinha me tocando daquele jeito me passava pela cabeça, me obrigando a imaginar como seria isso depois,quando estivéssemos realmente nos amando,Jacob me parecia insaciável e eu havia acabado de comprovar que não era diferente.

Evitar pensar nisso era quase impossível,parte de mim sentia medo, insegurança e estava quase certa que terminar esse jantar com um papinho animado e um beijo de boa noite era o certo a fazer, mais e a outra parte? Ah essa era qual me consumia, me deixava de tal forma,que quase me fez invadir aquele quarto e o agarrar ali mesmo no banheiro,sem preocupações ou arrependimentos’’Eu estava enlouquecendo e vendo o meu rácico se dissipar aos poucos’’.

-Renesmee eu já tomei banho, quer ajuda ai?...Eu posso arrumar a mesa que tal?-Jacob falou provavelmente da sala.

-Não amor... fica ai e assiste algo na teve,o Jantar já esta quase pronto e a mesa eu faço questão de arrumar- Gritei de voltar.

-Não me chama de amor, que eu não agüento- Falou rindo -Você vai me deixar mal acostumado, não me deixa fazer nada- Resmungou me fazendo sorrir.

Respirei novamente, uma, duas e até três vezes e inspirei buscando coragem’’Depois que começa não dá mais pra parar Renesmee’’ Repeti comigo mesma, isso já estava quase virando o meu mantra de hoje.

Pegue com cuidado os pratos que havia deixado separadinho em cima do balcão e caminhei até a mesa avistando o Jake esparramado no sofá assistindo um filme qualquer.

Coloquei com cuidado cada peça no seu devido lugar, exatamente do modo que havia aprendido num cursinho de etiqueta que fiz no ano passado em Seattle, Colheres e talheres para sobremesa ficavam acima do prato, com o cabo para a direita, Garfos sempre ao lado esquerdo do prato,Facas por questão de segurança com o gume para dentro,os guardanapo de papel é posicionado sempre sob ela,os copos sempre acima da faca, ao lado direito e por fim os pratos ficam há dois dedos da beirada da mesa.

-Perfeito... -Exclamei comigo mesma.

-Concordo- Ele disse no meu ouvido envolvendo seus braços ao redor da minha cintura.

-Jacob o que eu disse?-Adverti.

-Desculpa eu não resisti quando ti vi aqui tão concentrada,você fica linda como dona de casa -Ri ironicamente.

-Dona de casa é?- Arqueei as sobrancelhas.

-Da minha casa - Arrumou- Futura mãe dos meus filhos... Minha mulher- O encarei emocionada, Jacob nunca havia me dito aquilo.

-Pode ter certeza- Respondi -Mas tira a parte da dona de casa tá? Que isso não serve pra mim não - Esclareci e ele riu - Agora se sente aqui, que eu já voltou-Falei voltando para cozinha e pegando a travessa com o espaguete.

-Nossa isso esta com uma cara ótima e o cheiro então, nem se fala-Elogiou com uma garrafa de vinho nas mãos.

-Olha só que cabeça a minha,eu não havia pensado nisso,é perfeito Jacob- Declarei apontando para o vinho.

-Eu estava guardando ele para um momento especial, como esse-Comentou me fazendo corar.

Jacob e eu nos sentamos frente a frente e eu comecei a tirar o seu prato e depois fiz o mesmo comigo, ele me encarou e sorriu antes de dar a primeira garfada.

-Nossa Renesmee- Ele começou - Isto está muito bom - Respirei aliviada e dei a primeira garfada.

-Nossa faz efeito mesmo- Sussurrei sentindo um calor infernal subir dos pés a cabeça.

-O que disse?-Ele perguntou bebendo o vinho e eu resolvi fazer o mesmo.

-Nada não - Menti e ele me olhou desconfiado.

-Esse prato é quente né- Comentou enquanto abria alguns botões da sua camisa e mostrava parte daquele tórax delicioso, isso foi o que bastou para acabar com o pouco de equilíbrio que ainda existia em mim.

-Muito quente - Concordei me abanado disfarçadamente.

Jacob e eu continuamos a comer em silencio, somente nos encarando, ele com aquele mesmo olhar de safado de sempre e eu com um de pura cobiça e muito desejo.

-Estava perfeito-Ele terminou bebericando mais um pouco de vinho.

-Que bom que gostou-Respondi orgulhosa e ele se levantou parando ao meu lado.

-Dança comigo?-Perguntou me deixando confusa.

-Sem musica?-Observei.

-Espere um minuto-Ele pediu e saiu da sala voltando logo em seguida com um aparelho pequeno de som nas mãos, Jacob o colocou na mesinha e ligou o radio numa estação que tocava Spanish Guitar - Toni Braxton, uma linda canção.

-Boa escolha - Disse me levantando e indo na sua direção, Jacob estendeu as mãos para mim que as peguei sem pestanejar.

-Eu não sei dançar-Admiti.

-Muito menos eu- Comentou e nos dois rimos- Então vamos nos deixar levar...pelo ritmo do amor- Terminou de dizer com os olhos gravados nos meus e com uns dos seus braços na minha cintura,por que o outro estava segurando uma das minhas mãos em seu peito.

-Você não faz idéia do quanto é especial para mim garota- Sussurrou no meu ouvido-Eu te amo Renesmee –Declarou me fazendo parar e encará-lo sem reação,aquelas palavras me pegaram de surpresa,Jacob havia acabado de se declarar,ou melhor,de me dizer ‘’Eu te amo’’bem aqui na minha frente.

-Jacob... Eu não sei..-Tentei falar mais ele me calou com um beijo,um beijo carinhoso,suave,um beijo diferente e único.

‘’Não havia mais duvida ali, eu também o amava, na verdade eu o amo desde a primeira vez que pus meus olhos nele,naquele bar,desde da vez que o vi na sua moto me encarando daquela forma,desde do nosso primeiro,segundo e todos os beijos que já demos até hoje,a cada instante,a cada minuto eu me sentia completa e decidida a me entregar ao homem da minha vida”

-Eu te amo - Disse ofegante quando nos separamos em busca de ar,ele me encarou e sorriu com tal afirmação- Jake eu quero ser sua,quero me entregar a você,quero te amar intensamente...para sempre- Pedi a ele ou melhor implorei.

Jacob ficou alguns segundo somente acariciando o meu rosto e me olhando nos olhos como se quisesse gravar aquele momento para todo sempre,como se pudesse pará-lo ali,assim como eu também queria.

-Isso é tudo o que eu mais quero na vida-Disse me pegando no colo e começando a caminhar comigo pelo pequeno corredor até chegarmos ao seu quarto, Jake então me deitou na cama de casal e subiu em cima de mim tomando os meus lábios desesperadamente.

Embrenhei rapidamente minhas mãos nos seus cabelos curtos e o puxei para mim com violência e Jacob tomou isso com um incentivo e resolveu aprofundar o nosso beijo pedindo passagem para sua língua em minha boca que eu cedi prontamente.

Sua língua começa a explorar cada cantinho da minha boca com muito desejo e luxuria-me deixando completamente entregue aos seus braços e as suas caricias.

Sinto suas mãos grandes e quentes percorrerem caminhos pelo meu corpo que começaram no meu colo e foram descendo para os meus seios aonde Jacob começa a acariciá-los sem pudor algum, solto um gemido longo em reposta e ele abandona os meus lábios e começa a descer com sua boca até o meu pescoço.

Jake abaixa a alça do meu vestido e o tira até a cintura e no caminho de volta distribuir beijos molhados pela a minha barriga até os meus seios aonde ele voltar a tocar ainda por cima do sutiã.

-Você é linda amor...uma verdadeira tentação – Disse quando tentava inutilmente desprender o meu sutiã com um das mãos nas minhas costas,dei um sorrisinho do seu disparate e decidi ajudá-lo desprendendo facilmente o pequeno feixe da frente.

Jacob riu como uma criança que acará de ganhar o melhor presente e tira o meu sutiã de vez e o joga em algum canto do quarto e logo depois volta com a sua atenção para os meus seios agora desnudos.

Minha pele queima com o seu olhar e ele toma o meu seio direito com a boca,o lambendo,chupando e me deixando completamente louca em baixo dele e o outro ele começa a acariciar com a  outra mão.

-Jake- Gritei sentindo algo forte me tomar e ele continua mais dessa vez sua boca gulosa trocou o meu seio direto pelo esquerdo e suas mãos começam a acariciar o direito.

Começo a desabotoar sua camisa e a tiro rapidamente me dando a visão maravilhosa do seu torço nu, musculoso e cheios de guminhos que me fizeram transpirar, acaricio o seu corpo e quando chego ao cós da sua calça e tento tira – lá Jacob me freia.

-Calma amor, sem pressa..eu quero guardar esse momento para sempre - Pediu e eu assenti com a cabeça- Quero me lembrar disso pelo resto da vida,quero marcar na minha memória o dia que fiz amor com você,pela primeira vez de muitas que ainda virão-Falou buscando os meus lábios novamente.

Jacob tira o meu vestido de vez e começa a alisar o meu corpo parando somente quando chega à minha calcinha a onde ele acaricia ali mesmo ainda por cima do tecido e depois a tira sem nenhuma pressa, me deixando ansiosa e ao mesmo tempo com medo.

Ele sorri pra mim me passando confiança nesse simples gesto e se levanta tirando sua calça e depois a boxe branca, o que me fez arfar com tal visão, ’’Nossa’’foi tudo o que pensei,aquilo me deixava simplesmente sem palavras.

Mordo os lábios tentando parecer sexy’’que segundo a Claire funcionava’’e ele volta para cama separando minhas pernas e começando a me tocar na minha parte mais sensível, começo a gemer como uma louca por causa disso e Jacob toma os meus lábios com veracidade, abafando os meus gemidos que eram quase gritos de prazer.

Sinto meu ventre se contrair e ele abandona minha boca e sussurra baixinho no meu ouvido-Geme o meu nome Renesmee- Pediu e eu grito o seu nome repentina vezes quando o meu primeiro orgasmo me atingiu.

Jacob ri vitorioso e depois me encara e pergunta seriamente-Tem certeza que quer continuar princesa?-Diz como se já soubesse que eu nunca havia feito isso,como se soubesse que eu era virgem.

-Eu escolhi você e não quero voltar atrás na minha decisão- Respondi decidida e ele sorriu com um brilho diferente no olhar.

Jake toma os meus lábios por alguns instantes e depois sussurra no meu ouvido.

- No começo pode doer um pouquinho, mais logo vai passar amor....se quiser é só pedir que eu paro na hora - Disse com a voz rouca e extremamente sexy.

-Não Jacob... Vai até o fim - Pedi já ciente do pequeno incômoda que na primeira vez poderia acontecer.

Jacob então deslizou para dentro de mim e começou a se movimentar lentamente, me fazendo soltar um gemido de dor quando sinto a barreira da minha virgindade sendo rompida.

Ele então para na mesma hora ignorando o meu pedido e eu decido tomar partido da situação, entrelaço minhas pernas na sua cintura e Jacob urra de prazer com isso e volta a me estocar cada vez mais forte e rápido o que foi capaz até mesmo de substituir  a pequena  dormência que eu sentia por prazer.

Começamos a nos movimentar de forma sincronizada e gemer de uma forma completamente ensandecida pelo desejo que estávamos proporcionando uma ao outro e Jacob aperta minhas coxas com força e se senta na cama me levando junto com ele e depois volta com os movimentos de entre sai dentro de mim.

Cavalgo em seu colo e ele grita o meu nome e toma os meus seios com a boca me deixando louca com isso, Jake não satisfeito começa a estimular minha feminidade com as mãos e me faz soltar um longo gemido quando o meu segundo orgasmo me atingiu me deixando completamente mole em seus braços morenos.

Jacob continua com as estocadas fundas até gozar dentro de mim e cair logo depois completamente exausto e suado na cama me puxando junto com ele para que me deita-se em seu peito.

Sinto sua respiração completamente ofegante e começo acariciar seu corpo com as pontas dos meus dedos.

-Foi perfeito- Declarei depois de alguns minutos em silencio me apoiando nos cotovelos para olhá-lo nos olhos.

-Você é perfeita-Me corrigiu-Perfeita de mais até,para uma cara como eu- Falou enquanto tocava o meu rosto.

-Não diga bobagem, se tem alguém aqui que tem sorte, esse alguém sou eu, por ter encontrado você- Disse o obvio e Jacob tomou os meus lábios com força.

-Tenho tanto medo de te perder....não consigo ver minha vida sem você agora nessie..-Eu sorri confusa.

-Nessie?-Arqueei as sobrancelhas’’Como ele sabia disso?’’.

-Você me chama quase sempre pelo meu apelido,por que eu não posso também lhe chamar pelo seu?- Sussurrou no meu ouvido.

-Por que é horrível, meu tio Emmett foi quem me deu ele quando era pequena....e terrível -Completei.

-Eu sei,a Claire me contou- Esclareceu-E se quer saber,eu amei ele,combina com você..não fisicamente é claro- Comentou olhando para o meu corpo com aquela cara de safado,o que me fez corar novamente’’Droga’’-Por que você ta longe de ser um mostro...mais nessie é muito sonoro e me soa delicado.

-Sei...-Revirei os olhos.

-Vamos fazer um trato?...eu não te chamo mais de Nessie daqui pra frente - Disse- Mas serei o único que lhe chamará de Ness,Que tal?-Propôs.

-Quanta diferença- Debochei.

-Não faz assim não...você fica linda desse jeito...Sabia?-Me perguntou.

-Que jeito?-Me fiz de desentendida.

-Assim peladinha na minha cama me encarando dessa maneira - Gargalhou me fazendo corar horrores ’’Safado ele sempre me pegava’’.

Cobri-me com os lençóis na hora e notei a pequena mancha de sangue no centro da cama, Jacob então se levantou completamente nu e foi até a cômoda e abriu uma gaveta tirando uma pequena caixinha de veludo de lá e voltou novamente para cama se sentando ao meu lado.

-O que é isso?- Perguntei curiosa.

-Isso?É algo que eu estava fazendo para você- Declarou-Eu sei muito bem que já era pra eu ter feito este pedido há muito tempo,mais eu queria esperar a hora certa e o momento especial -Falou- ....Ness você aceita namorar comigo? –Pediu me encarando com aquele jeitinho lindo de menino que ele tinha,eu não resisti.

-É lógico que aceito amor- Me sentei no seu colo e comecei a distribuir beijinhos pelo seu rosto.

-Você nunca ouviu aquele ditado não?-Me perguntou serio.

-Que ditado?-Quis saber.

-Aquele de quem brinca com fogo pode se queimar- Esclareceu e eu na hora pude sentir o nível da sua excitação embaixo de mim, soltei um sorrisinho sínico.

-E se eu quiser me queimar-Rebati percorrendo com o meu dedo o seu corpo de uma maneira provocante até os seus lábios aonde Jacob o prendeu entre os dentes.

-Não deveria ter dito isso- Avisou quando me jogava na cama bruscamente e se deitava em cima de mim.

-Segundo tempo- Constatei animada.

-Isso mesmo– Assentiu tomando os meus lábios com aquela boca gostosa e irresistível.

                                        By:natineces

0 comentários:

Postar um comentário

Comente,critique,elogie e de as suas sugestões,mais sem ofensas ok?Que eu sou muito sensível rsrsrs.

Seguidores

Instagram

Neces In Love Story Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados