Natiele Lopes. Tecnologia do Blogger.

Capítulo 4


Lindas me desculpem pela demora....mais para compensá-las ta aqui um capitulo maior e mais quente entre o nosso casal(calma,calma que ainda não é os finalmente)mais em breve será,só que antes ainda tem muitas coisas pra rolar por debaixo desse teto........e vocês é claro tem ficar coladinhas aqui e não perder nenhum capitulo combinado??????????

(Fic Tá Vendo Aquela Lua)
Jacob e eu mergulhamos naquela água gelada que ficava morna contra o seu corpo musculoso e assim ficamos na luz do luar que completou o meu cenário de magia e felicidade, ’’nem se fosse só por um dia’’eu decretei por medo de não o ver novamente.

-Eu tenho que ir para casa- Sussurrei pra ele.

-Posso-te levar?-Pediu a mim que neguei com a cabeça e sai da água e fui pegar minha bolsa e meus sapatos na areia.

-E por que não?-Ele perguntou sem entender - Já está tarde, deixa eu te levar pra casa vai?-Implorou mais uma vez e eu resolvi aceitar quando me lembrei do esquisito mais importante’’eu não tinha como voltar para casa sozinha’’

-Ta mais vê se agora não corre tanto - Avise subindo atrás dele na garupa e instantaneamente colocando os meus braços ao seu redor, nos dois estávamos com as roupas encharcadas e isso só aumentava mais o fogo dentro de mim’’Renesmee foco garota’’.

-Pode deixar eu vou fazer o possível–Ele riu do meu pânico-Quanto mais tempo demorarmos, mais tempo eu vou ter com você – Completou.

-Espero que com isso eu chegue em casa ainda hoje - Brinquei.

-Você vai chegar, pode ter certeza-Ele ligou a moto-Então princesa pra onde vamos?-Perguntou.

-Conhece Focks?-Perguntei.

-Claro que conheço- Ele disse me enviando um sorriso lindo pra em seguida partir com a moto pela estrada, de cabeça eu podia chutar que já era umas 11;00 ou 11;30 da noite.

Jacob como o prometido fez questão de nos guiar na moto de forma mais adequada e em poucos segundos levando em conta o fato das estradas estarem praticamente desertas chegamos à minha casa, que estava de luzes apagadas.

-Meus pais ainda não chegaram- Sussurrei pra mim mesma quando desmontava da moto, Jacob me segui e ficou frente a frente comigo.

-Então quando vamos voltar a nos ver?-Ele perguntou temeroso.

-Você ainda vai querer me ver?-Disse desconfiada.

-Essa sua mania de achar que não sou um rapaz serio é um pouco inrritante- Comentou colocando as mãos no bolso.

-E você é um rapaz serio?-Arqueie as sobrancelhas.

-Eu vou lhe provar que sou... -Ele começou a dizer mais fomos interrompidos por um louco que não larga do meu pé,’’Ah não ele de novo’’gemi em frustração,esse garoto não iria desistir não?

-Nahuel o que você está fazendo aqui? - Perguntei desgostosa encarando ele que estava com olhos vermelhos e me parecia bem alterado.

-Eu é que pergunto Renesmee,quem é esse cara?-Exigiu.

-Não te interessa- Fui rude.

-Como não?Você foge de mim com esse ai numa moto e depois chega em casa tarde da noite,como uma vadia -Meu sangue ferveu nessa hora,quem era ele pra dizer isso de mim?.

-Olha aqui cara você não vai falar com a Renesmee assim na minha frente não, ta me entendendo?- Jacob avançou pra cima de Nahuel e o agarrou pelo colarim.

-Ela é minha noiva e eu falo do jeito que eu quiser-Ele peitou o Jacob que ficou estático com aquela afirmação, eu resolvi reagir’’noiva’’puft esse Nahuel só pode ta de brincadeira.

-Nahuel para de se iludir seu cretino, eu já disse pra você SUMIR DA MINHA VIDA- Grite para ele que se soltou do Jacob e venho na minha direção.

-O que você quer que eu faça paixão, diz?-Ele se ajoelhou na minha frente e agarrou as minhas pernas.

-Me solta Nahuel,me solta- Tentei me esquivar dele mais isso só me resultou num baita de um tombo.

-Não paixão, volta pra mim, eu te amo-Ele começou a chorar.

-Já disse que a nossa relação esta acabada, pra sempre, entendeu?-Reforcei me levando novamente.

-Cara chega de se humilhar e suma daqui - Jacob disse se aproximando de mim, Nahuel então se levantou secando as lagrimas e olhou furioso para ele.

-Olha aqui cara,você não está vendo que está sobrando aqui não?-Ele gritou.

-O único que está sobrando aqui é você - Jacob rebateu com os punhos fechados, ele estava ficando nervoso e alguma coisa me dizia que isso não iria terminar bem.

-Nahuel chega vai pra casa vai-Implorei um pouco mais calma tentando apaziguar aquela situação.

-Não eu não vou sem você,vem paixão vem,vamos para nossa casa-Ele disse de modo enrolado e tentou me puxar à força, Jacob interferiu.

-Solta ela - Ele avisou se pondo na minha frente.

-Solta você, ela é minha desgraçado-E nisso em questão de segundos Nahuel pulou pra cima do Jacob e os dois caíram no chão distribuindo socos e ponta pés para todos os lados.

Eu me desesperei com aquela cena sem saber o que fazer,como eu ia separar eles?Eu decidi apelar.

Entrei correndo em casa e peguei a primeira coisa que vi na frente, mais precisamente uma panela que estava na cozinha e sai me deparando com os dois ainda se esbofeteado, então não pensei duas vezes e dei de uma forma nada delicada eu confesso uma panelada na cabeça do Nahuel que gemeu de dor e se separou de Jacob.

-PAREM COM ISSO AGORA- Gritei de forma histérica percebendo que as luzes das casas do meu bairro se acenderam e alguns vizinhos saíram para ver o que estava acontecendo’’ferrou’’-Nahuel vai embora agora antes que eu chame a policia seu marginal - Ameacei furiosa.

-Garoto é melhor você ir embora -O senhor Mario que era meu vizinho da frente avisou, ele era o melhor amigo do meu pai-Antes que ‘’eu’’ chame a policia- Ele balançou o celular e só assim o Nahuel pareceu entender.

-Eu vou, mais amanhã eu volto pra gente conversar escutou Renesmee?- Falou massageando a cabeça e saiu mancando com o rosto todo batido e roxo devido às pancadas do Jacob que não estava diferente, os dois haviam se quebrado.

-Obrigada MARIO- Agradeci a ele que assentiu com a cabeça e entrou na casa, eu então me virei para o Jacob que massageava o maquicilar- Ta doendo muito?-Perguntei preocupada.

-Não quanto vai doer nele- Ele respondeu confiante e eu ri.

-Bem para o primeiro encontro eu acho que nos não nos saímos muito bem- Constatei suspirando.

-Também acho- Ele fez uma careta de dor.

-Vem Jacob vamos entrar que eu vou fazer um curativo em você – O chamei para dentro de casa- Olha eu tenho que te agradecer por ter me defendido e te pedir desculpas por tudo isso... -Comecei a falar sem graça quando entramos na cozinha, Jacob desabou na cadeira e eu fui até o armário pegar a maletinha de primeiros socorros, tinha sempre uma em todos os cantos dessa casa, ’’ sabe como é né,só por precaução’’.

-Não por isso, foi um prazer te defender princesa-Ele vez uma reverencia me fazendo rir do seu bom humor.

-Você está todo quebrado e ainda continua com graçinhas -Disse me aproximando dele com a maleta que coloquei em cima da mesa-Então deixa me ver essa boca - Levantei o seu queixo e percebi o corte pequeno na parte de cima dos lábios.

-Essa situação é engraçada-Ele começou a rir quando eu terminei de limpar o ferimento que não passou de arranhões e muitos roxos e avermelhados por todos os lados.

-Sei-Arqueia as sobrancelhas e me levantei da mesa- Você é o único que apanha e acha graça disso depois- Constatei.

-Primeiro eu não apanhei do play boy- Ele disse ofendido- E segundo eu não estou rindo por causa disso – Falou se aproximando mim que estava encostada na pia da cozinha.

-Não?Então do que você estava rindo-Perguntei curiosa.

-Do nosso primeiro encontro-Ele me esclareceu-Eu te juro que nunca pensei que teria que lutar por você logo de cara, mais que saber, eu não me importo nadinha e que venha os meus rivais que eu vou botar todos eles pra correr-Ela brincou dando socos no ar.

-Você não existe-Declarei.

-Existo sim e to bem aqui-Ele me prensou contra pia e o calor infernal voltou’’eu vou morrer meu deus, esse homem é o paraíso’’.

-Me responde uma coisa heim- Apoiei meus braços em seus ombros -Você acha que eu sou louca?-Ele arqueou as sobrancelhas e eu continuei- Bem pra começar eu te dei um fora num dia e no outro eu simplesmente fugi com você na moto e fiquei contigo na praia, depois você me trouxe em casa e lutou com o meu ex e agora estamos aqui na minha cozinha fazendo um curativo nos danos, isso é bem doido não?-Observei.

-É eu tenho que dizer que sair com você é bem radical-Ele comentou e eu me escondi na curva do seu pescoço,Jacob gargalhou-Mais eu tive muitas vantagens apesar de tudo isso.

-É e quais foram?- Eu o fitei.

-A primeira delas foi o destino que te trouxe de bandeja pra mim e olha que eu nem precisei jogar o meu charminho - Brincou me deixando encabulada.

-Ta se referindo o fato de termos nos encontrado por acaso naquele bar?-Perguntei.

-Na verdade não - Concertou -Eu bem... não tava lá por acaso...sabe como é...-Jacob coçou a cabeça meio sem jeito.

-Ai meu deus- A ficha caiu-Era então você no telefone com a garçonete, quer dizer com a Rachel a sua irmã- Constatei - Agora eu entendo o motivo de você ter aparecido lá....numa festa de solteiro para mulheres e ainda por cima pelo fundos.

-Como sabe disso tudo?-Ele quis saber.

-Eu fui falar com a Rachel na festa e ela estava ao telefone com certo alguém - Expliquei.

-Sabia que é feio escutar a conversa dos outros- Ele sussurrou no meu ouvido.

-E quem disse que eu estava escutando por querer?-minha voz saiu fraca devido o meu estado, Jacob estava me deixando louca-Mais continua vai, quais sãos os outros motivos..-Pedi quando ele começou a distribuir beijos molhados pelo meu pescoço.

-O segundo deles foi você ter fugido comigo e depois eu ter te beijado-Ele subiu até o meu queixo e voltou a falar-E o terceiro... -Eu não o deixei terminar e como uma desesperada tomei aqueles lábios carnudos que estavam perigosamente perto dos meus com ânsia, Jacob me correspondeu arduamente e com agilidade me levantou e me colocou sentada no balcão ao lado da pia .

Ele então pediu passagem para sua língua e eu cedi novamente gemendo baixinho quando eu senti suas mãos passeando pelo meu corpo, eu estava em chamas, ou melhor, pegando fogo com aquele homem de dois metros me segurando daquele jeito’’céus nem o Nahuel que era bem tarado me tratava dessa maneira’’

-Jacob... -Tentei dizer mais ele me calou-Eu preciso respirar-nos dois então nos separamos e eu desci do balcão ofegante -Meus...pais vão chegar a qualquer momento- Me lembrei,se o senhor Edward e a senhora Bella me visse naquele estado eles me internariam.

-Eu me escondo- Ele voltou a me beijar mais algo no alto da parede recordou minha consciência’’O relógio’’- Serio Jacob se eles nos virem assim....isso não vai ser legal- Falei tensa e ele pareceu entender.

-Ta bom eu vou indo mais antes quero fazer um pedido- Propos.

-Faz mais depois vaza- Me rendi.

-Quer sair amanhã comigo e tirar essa sua má impressão?-Perguntou.

-Má impressão?-Quis entender’’a ultima coisa que tinha dele agora era má impressão, Jesus me abana, que homem maravilhoso’’

-Aquela que você acha que sou um completo galinha- Me lembrou e eu ri.

-Ok assim eu também tiro a má impressão que devo ter ti passado e aproveito e me faço de difícil –Comentei -Eu amo ser conquistada-Aleguei.

-Então até a nossa primeira segunda vez - Brincou.

-Gostei disso- Falei-Vamos esquecer esse dia e começar novamente, eu como uma donzela imaculada e você como um rapaz serio-Estendi minha mão.

-Esquecer esse dia eu já não sei....por que será impossível esquecer o dia mais feliz da minha vida- Declarou me fazendo corar.

-Olha que o acordo senhor Jacob só se aplica amanhã, eu ainda posso te considerar um baita galinha conquistador- Brinquei e Jacob me puxou pela mão.

-E eu ainda posso te considerar uma donzela imaculada-Ele falou e voltamos a nos beijar.

Jacob e eu ficamos agarradinhos assim por um bom tempo até sermos despertados pelo meu celular que começou a tocar hesitantemente.

-Não atende não-Ele pediu.

-Pode ser minha mãe ou o meu pai avisando que se eles chegarem em casa e tiver um homem agarrando a filha deles isso não vai ser legal- Brinquei e Jacob levantou as mãos para o alto entendendo o recado.

-Eu vou,mais eu voltou-Falou me roubando um selinho-Amanhã as 6:00 da tarde eu te pego aqui,beleza?-Ele perguntou.

-Não vai dar não,nessa hora eu ainda vou estar no trabalho, eu saiu as 06h30min-Expliquei.

-Então eu passo lá para te buscar-Propôs –Me dá o endereço – Pediu.

-Ta calma ai - Disse indo até a sala e Jacob me seguiu,peguei ao lado do telefone um bloquinho de folhas e anotei tudo certinho incluindo o meu telefone’’meu deus que assanhamento Renesmee,espero ele pedir’’-Aqui está-Lhe entregue o papel e ele sorriu triunfante.

-Agora não pode mais fugir de mim -Ele falou balançando o papelzinho.

-E quem disse que eu vou fugir de você - Mordi os lábios e ele começou a se aproximar, mais o bendito celular que estava quietinho até agora voltou a tocar.

-Não atende ele não vem cá-Ele chamou.

-Nada disso suma daqui - Falei pegando o meu celular na mão e avistando o numero da Claire no visor’’Droga ela devia está muito preocupada comigo depois que eu sai daquele jeito do bar’’-Eu preciso atender é a minha amiga- Anunciei me afastando dele e indo atrás do sofá’’só pra prevenir um possível novo ataque’’

-Claire - Atendi o celular.

-Renesmee onde você está?-Ela perguntou angustiada.

-Eu estou em casa Claire, não precisa se preocupar-A tranqüilizei.

-Amiga como você chegou ai?-Quis saber.

-Eu peguei... Ai- Meu celular caiu no sofá de susto quando dois braços fortes agarrando minha cintura por trás-Jake... -O repreendi baixinho quando o abusado começou a beijar o meu pescoço.

-Fala que você está ocupada e desliga logo isso vai-Ele me virou para encará-lo.

-Nem pensar você está louco é a minha prima Claire - Avisei e ele se curvou pegando o meu celular no sofá e colocou no ouvido.

-Claire?Oi aqui é o Jacob- Ele falou normalmente como se a conhecesse-O que eu estou fazendo aqui?-Ele olhou para mim e deu um sorriso sacana-Eu vim trazer a Renesmee em casa e agora ela está bem,sim não se preocupe eu cuido de tudo- Garantiu e eu tentei pegar de volta o meu aparelho, o que foi totalmente inútil.

-Jake me da aqui-Mandei mais ele nem me deu ouvidos.

-Sim Claire é isso mesmo eu e sua amiga estamos juntos-‘’O que’’como assim?-Ta beijos tchau,o Quil vai ficar muito feliz,vai lá sim,ele vai amar a surpresa-Ele desligou o celular.

-Ei quem te deu o direto de atender minha amiga no meu lugar e ainda por cima mentir-Falei magoada pegando o meu celular de volta e conferido que a Claire havia realmente desligado.

-E quem disse que eu menti?-Perguntou ofendido-Isso é só uma questão de tempo viu,você se esqueceu que eu ainda vou te conquistar menina difícil -Ele piscou pra mim -E depois a Claire é minha amiga também, na verdade ela é a noiva do meu melhor amigo,o Quil- Esclareceu.

-Serio?-Me espantei com a coincidência, melhores amigos?Como é que a Claire nunca me apresentou pra ele antes?- Nossa eu nem sabia, minha amiga nunca me falou sobre você- Disse decepcionada, se isso estivesse acontecido, eu com certeza teria evitado muita coisa, como por exemplo, a traição do Nahuel’’que ódio’’.

-É,isso realmente é uma droga- Concordou -Mas quem nos impede de recuperar esse tempo perdido?

-Tempo perdido? E quem disse que se eu estivesse te conhecido antes teríamos alguma coisa-Me fiz de difícil, odiava homens que se acham, tempos que colocar eles no lugar e sempre sair por cima, conselho da tia Alice que tem o tio Jasper nas mãos- Provavelmente se tivéssemos nos conhecidos antes eu nem teria olhado para sua cara...por que eu estaria namorando ainda esqueceu?-Constatei.

-Isso seria mais uma vez uma questão de tempo - Arqueie as sobrancelhas-Aquele play boizinho iria te perder fácil, fácil pra mim.

-Ei,e quem te garante isso?-Falei ofendida, eu sempre fui uma namorada fiel.

-Os seus olhos - Respondeu serio -Eles me dizem muita coisa e com certeza lhe entregariam-Suspirei.

-Sei-Dei uma risinho sem graça-Agora senhor irresistível suma daqui antes que eu chame a polia-Brinquei.

-Então até amanhã minha princesa-Ele me deu um beijo e eu o levei até a porta.

Jacob subiu na sua moto e acenou para mim que só faltava pular ali na porta igual uma adolescente de felicidade, eu estava sentido algo tão bom e prazeroso que me dava vontade até de sair correndo pelo bairro, ou gritar bem alto o quanto aquele cara me fez feliz.

Depois que ele sumiu na esquina eu voltei para dentro sem desmanchar nenhum minuto sequer o sorriso bobo em meu rosto e fechei a porta atrás de mim escorregando depois até o chão.

-OBRIGADA MEU DEUS, eu amei esse presente – Agradeci,Jacob com certeza veio para me tirar do buraco e me deixar nas nuvens.

Fiquei apenas alguns segundos ali no chão me lembrando do dia de hoje, que foi com certeza uns dos mais fantásticos e doido da minha vida ‘’pacata’’ de sempre e escutei os meus pais chegarem de carro me fazendo dar um salto e abrir a porta para recebê-los,no relógio era exatamente 12;30.

-Filha de quem era aquela moto?-Foi à primeira coisa que o senhor Edward Cullen perguntou’’eles viram o Jacob?’’Ferrou’’.

-Era de um amigo pai, ele me trouxe para casa, hoje fui até La Push na festa de solteiro da Claire,ela não te contou?-Expliquei sem jeito.

-Sei um amigo-Mamãe debochou me dando um abraço e me enviando aquele olhar’’você não sabe mentir minha amada filha’’pelo menos não pra ela,por que com os outros isso sempre funcionava.

-Como assim Bella?-Papai perguntou sem entender entrando em casa.

-A Edward deixa a menina, ela tem que conhecer pessoa novas e desencanar de vez daquele cafajeste- Mamãe o repreendeu me deixando encabulada.

-Mãe - Falei sem graça.

-O que foi,eu te conheço dona Renesmee esse seu risinho bobo ai tem um motivo e agora se chama o cara da moto - Falou confiante me fazendo rir.

-Quer saber eu vou dormir, por que, amanha eu tenho que trabalhar-Disse subindo as escadas.

-E é em qual lugar?-Mamãe quis saber.

-Entre Focks e La Push- Grite de lá de cima.

-Vai querer meu carro emprestado para ir então?- Ofereceu.

-Não precisa mamãe eu me viro- Respondi.

-Entendi ele vai lhe buscar não é?-Ela deu uma risada e papai resmungou alguma coisa como’’mal deu tempo de aproveitar minha menina e lá vem outro cueca querendo rouba - lá de mim’’.

Eu sorri com isso e entrei no meu quarto indo para o banho e depois para cama, por que nos meus sonhos hoje só ele iria entrar.

                         By:natineces

Então o que acharam???Quero muitas opiniões viu e até semana que vem...bjokas

3 comentários:

  1. não consigo avhar a continuação desse capítulo aki me ajuda?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que meu anjo...o capitulo 5 aqui pra mim ta dando certo....=(

      Excluir

Comente,critique,elogie e de as suas sugestões,mais sem ofensas ok?Que eu sou muito sensível rsrsrs.

Seguidores

Instagram

Neces In Love Story Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados