Natiele Lopes. Tecnologia do Blogger.

Capítulo 1

                                   (Fic Tá Vendo Aquela Lua )

Meu nome é Renesme Cullen, eu tenho 20 anos e sou filha do Edward Cullen e Isabella Swan, ambos médicos na pequena e pacata cidade aonde vivemos chamada Focks, aqui eu moro desde os meus 15 anos de idade e trabalho como balconista numa loja de utensílios para casa e cozinha da senhora Newton, amiga da família, terminei o ensino médio aqui mesmo e desde então estou batalhando duro pra pagar minha faculdade ou pelo menos metade dela, no ano que vem, já que meus pais fazem questão de pagar a outra metade com o dinheiro que eles guardam pra mim.

O meu grande sonho é cursar gastronomia, amo cozinhar e inovar na cozinha e todos que já experimentam os meus pratos amaram e sempre pediam os meus segredos, principalmente Claire, minha prima preferida, filha da tia Alice, que é como uma segunda mãe pra mim e Claire como uma irmã, ao contrário de mim Claire pretende seguir outro rumo na vida, pra começar ela esta de casamento marcado com Quil Altera um verdadeiro deus grego que mora em La Push, uma reserva perto daqui pra onde ela também vai se mudar e quem sabe constituir a sua família, sim, minha amiga com a mesma idade que eu já pensa em ter filhos, na verdade pelo menos três como ela sempre sonhou já eu não quero nem tão cedo me amarrar a alguém, ou melhor, me casar por que atualmente eu estou namorado meu amigo de escola, o Nahuel, há quatro anos, nos também já falamos desse assunto do matrimônio, mas eu sempre dou um jeitinho de escapar, por que pra mim o meu futuro vem em primeiro lugar, eu preciso ser alguém pra os meus filhos terem orgulho de mim depois, não acham?

Bem, eu acho e com ou sem pressão eu vou me formar e não há homem do mundo que vai me fazer mudar de idéia, outro assunto que me obriga a fugir do meu namorado, é a minha primeira vez, sim, eu ainda sou virgem e não pretendo mudar esse status tão cedo, menos o Nahuel que me pressiona direto pra isso acontecer, a gente já brigou diversas vezes por causa disso e no final ele sempre ia embora e voltava no outro dia com algum agradinho pra mim, estranho né? Mais eu deixo passar, afinal o Nahuel nunca me foi normal mesmo e não deve ser nada demais.

Hoje eu combinei com a Claire, a tia Alice e a Kim minha outra prima, filha da tia Rosi que é extremamente insuportável, para irmos escolher o vestido de casamento, que será mês que vem e detalhe: eu vou ser madrinha, não é o máximo?

Eu fiquei super comovida com o pedido da Claire e acabei aceitando. Fomos todas até a loja que seria a nossa última parada, já que a Claire com as suas manias deixou como ela mesma disse o item mais importante para o fim, pra poder escolher ele com mais calma e parece que surgiu efeito por que com o bom gosta da minha tia Alice e alguns pitacos e conselhos meus e da Kim, Claire finalmente se resolveu por um vestido lindo e deslumbrante, a cor, como a tradição foi branca, já o vestido deixou sou forma arredondada para dar vez a uma mais agarrado ao corpo, estilo Claire mesmo, no busto detalhe como se fossem amarrações completava o look e o deixava chique, no cabelo Claire escolheu uma flor branca que se destacava com seus cabelos negros escorridos.

- Esta maravilhosa Claire - contemplei o resultado.

- Ai eu acho tão cafona casar de branco, é tradicional demais, me enjoa - Kim comentou ao meu lado.

- Eu não me importo, amo seguir as regras e vou me casar de branco como manda a tradição e está decidido - Claire respondeu confiante.

- É assim que se fala filha, se casar de branco nunca sai de moda, ouviu bem Kim- Tia Alice a reaprendeu e Kim revirou os olhos, ah que garota insuportável parece até que tem o rei na barriga.

- Fala ai Re como ta o seu namoro com o Nahuel - Kim puxou papo comigo enquanto tia Alice ajudava Claire a se trocar.

- Melhor impossível - Falei simplesmente sem desviar os meus olhos da vitrine, eu tinha que admitir esses vestidos eram lindos e eu já havia até escolhido o meu pra quem sabe num futuro distante me casar também.

- Que bom, eu fico muito feliz por vocês dois - Disse e algo nela me pareceu pura falsidade.

- Obrigada eu te agradeço - Disse fria.

- Não tem de que - Respondeu por fim e encerrou a curta e desagradável conversar que estávamos tendo, virando-se para seguir em frente e é claro não sem antes de jogar aqueles cabelos loiros na minha cara.

- Metida- Resmunguei baixinho.

- Vamos Renesmee - Tia Alice chamou, e voltamos para casa, na verdade eu fui direto para o meu trabalho, hoje ficaria até tarde, devido a minha saidinha no almoço.

Cheguei à loja às 2 horas da tarde e a senhorita Newton me esperava na porta ansiosa.

- Aconteceu alguma coisa Marta?- Perguntei preocupada.

- Não querida, que isso, eu só estava te esperando aqui por que você vai assumir o meu lugar na loja hoje, eu tenho médico e não posso me atrasar - Me explicou.

-Sim, sim claro pode ir então que eu tomo conta e fecho tudo pra senhora - Assegurei.

- A obrigada linda você é uma amor, tchau - Ela se despediu de mim e entrou no seu carro dando partida logo em seguida.

Entrei na loja um pouco receosa por hoje ter que ficar sozinha até as 8 da noite a onde acaba o meu expediente e o Mike Newton chega, ele é filho da senhora Newton e dorme num quartinho no fundo da loja, ele é bem mais velho que eu, na verdade tem a idade do meu pai, que ainda é considerado novo para ter uma filha da minha idade, mesmo assim o Mike me é completamente assustador, principalmente quando está bêbado, o que ocorre com freqüência, pode até ser coisa da minha cabeça mais nas poucas vezes que fiquei até tarde sempre na companhia de senhora Newton e ele chegou à loja, seu olhar pra mim era sempre intimidador como se me avaliasse me causando arrepios de pânico, mesmo assim eu tento ignorar, afinal eu preciso desse emprego e não posso me dar o luxo de ser demitida pelo menos não agora.

Atendi todos os clientes que entraram na loja e o horário passou finalmente eu podia ir embora e Mike não havia chegado, no relógio marcava 08h05min, ou seja, eu tinha que correr para não dar de cara com ele.

Peguei minha bolsa depois de fechar o caixa e quando dava a volta no balcão escutei a porta se abrir com o barulhinho do dispositivo que a senhora Newton havia posto para sabermos quando um cliente entrava na loja, eu petrifiquei no lugar sentindo meu coração dar pulos de nervoso, ’’deus me ajude que não seja ele’’pedi.

- Eu achei que os clientes não iam mais sair da loja, ela estava bem movimentada hoje não?- Ele comentou no fim do corredor das prateleiras de frente pra mim.

- Sim, mais não precisa se preocupar o expediente já acabou e eu vou fechar a loja - Respondi tentando manter a calma, pra ele eu deveria ta tremendo de medo, ‘’droga Renesmee se controle não vai acontecer nada, ele não seria capaz’’.

- Isso é bom- Ele disse caminhando com calma na minha direção sem desviar os olhos do meu rosto, eu resolvi reagir e mudei de corredor rapidamente para poder correr mais rápido sem precisar passar por ele, fiquei na esperança que Mike fosse para o quarto e nem notasse a minha neura mais isso não aconteceu por que em poucos instantes quando quase estava chegando há porta eu senti algo me pressionar na parede.

- Aiii- Gemi de dor.

- Shhh... fica quietinha bonitinha eu só quero fazer uma coisa- Senti seu bafo de álcool me atingir e o pânico e o desespero aumentar’’O que ele quer fazer?’’

- Mike o que você vai fazer? Me deixa ir, por favor- Implorei a ele chorando, Mike na mesma hora me virou de frente pra ele.

- Calma você vai gostar- Ele segurou meus braços com força e começou a me tocar, primeiro no rosto aonde ele acariciou por um bom tempo e depois foi descendo para embaixo da minha jaqueta e em seguida da minha blusa, eu então comecei a gritar desesperada por socorro e Mike me calou pressionado seus lábios no meu de uma forma bruta, eu aproveitei essa chance então pra morder ele ali bem forte.

- Aiii desgraçada- Num momento de descuido ele se afastou de mim e eu pude correr até a porta aonde a senhora Newton estacionou o carro

- Renesmee o que aconteceu?- Ela perguntou assustada e Mike saiu da loja com os lábios cheios de sangue

- Oh meu deus o que foi isso?

- Senhora Newton, por favor, me tira daqui- Pedi a ela que assentiu rapidamente.

- Você não vai a lugar algum - Ele disse vindo na minha direção mais foi impedido pela mãe e eu entrei correndo no carro

- Ainda não terminamos volte aqui- Mike começou a gritar.

- Fique longe dela, está me entendendo? Se não eu vou chamar a polícia- A Senhora Newton ameaçou o filho - Você me envergonha Mike Newton- Ela terminou de dizer a ele e entrou no carro o arrancando comigo no banco do passageiro logo em seguida.

- Ah Renesmee eu não sei nem o que dizer- Ela disse nervosa e percebi que estava tremendo.

- Calma senhora Newton eu estou bem- A tranqüilizei por mais que estive em pânico eu não podia me arriscar, senhora Newton tinha a saúde fraca.

- Renesmee, por favor, me diga ele não te violen....- Ela começou a chorar agoniada.

- Não, não deu tempo eu sai correndo antes - Expliquei tremendo.

- A graças a Deus- Ela sussurrou.

- Eu vou te levar pra casa e não precisa ir trabalhar amanhã, não é seguro pelo menos enquanto ele estiver lá, pode ficar descascada eu vou pagar o seu salário normalmente até arrumar outro emprego e quem sabe eu não consiga um melhor pra você- Ela disse aflita.

- Não se preocupe senhora Newton eu me viro- Disse quando ela parou o carro na frente da minha casa.

- Por favor, Renesmee- Ela segurou o meu braço - Não me faça sentir pior do que eu já estou- Ela me pediu.

- Ok eu aceito, mais vai ser por pouco tempo, eu vou arrumar um emprego rápido - Afirmei.

- Não se aprese querida a cidade é pequena e com certeza você não encontrará tão cedo algo por aqui- Ela disse.

- Tem razão, Tchau senhora Newton- Falei e rapidamente saio do carro.

Entrei em casa e notei que meus pais ainda não haviam chegado, provavelmente estavam de plantão no hospital, subi as escadas e fui direto para o meu quarto, aonde eu tomei um banho rápido e tentei dormir, mais o sono não vinha de jeito nenhum e eu estava vendo a hora que piraria ali sozinha então resolvi ligar pra alguém, mais pra quem? Eu já havia tentado o celular da Claire, mais ele estava desligado, sinal que ela estava com Quil e provavelmente em La Push, então ela era carta fora do baralho, já a tia Alice estava num jantar com o tio Jasper e eu não iria atrapalhar esse momento dos dois, jamais, minha única e última opção era o Nahuel e pra esse eu resolvi não ligar, o melhor mesmo seria eu ir até lá, é pertinho daqui e eu estava precisando dele, dos seus carinhos, dos seus beijos, enfim da sua proteção.

Arrumei-me rapidinho e fechei a casa com a chave que pus de volta no meu bolso, no relógio já era 10:30 da noite, mais eu não me detive, eu precisava falar com alguém, eu ia explodir de tanta agonia eu queria desabafar, tudo o que havia quase me acontecido.

Cheguei à casa do Nahuel em menos de 5 minutos e quando fui até a porta e me preparava para bater notei que ela estava parcialmente aberta e a luz da sala estava acessa, eu resolvi então entrar, Nahuel não se incomodaria ele morava sozinho mesmo e me dava passe livre, inclusive eu tinha uma copia da chave da porta, mais me esqueci e me direcionei até o corredor da casa que não era muito grande, ela tinha apenas um andar, dois quartos, um banheiro, uma cozinha e a pequena sala, caminhei lentamente até o seu quarto que era o último no final do corredor e comecei a ouvir alguns barulhos irritantes, na verdade aquilo mais parecia gemido e não era de dor, disso eu tinha certeza, havia mais que uma pessoa dentro daquele quarto e eu fiquei com medo de quem poderia ser, então, parei de frente a porta que se mantinha fechada e respirei uma, duas, três vezes tentando absorver aquela situação, será que era ele? Ou outro alguém? É melhor eu ir embora... Não pêra ai essa voz é do Nahuel sim, é ele mesmo que ta gemendo ai dentro do quarto eu não posso acreditar, aquele cretino descarado.

Abri a porta de uma forma brusca e sem rodeios, e na mesma hora meus olhos atingiram a cena mais nojenta e horrível que eu poderia ver agora - Eu não merecia isso, não merecia.

- Nahuel e Kim - Eles na mesma hora se separam quando notaram a minha presença, já era tarde, eu estava arrasada minha própria prima, aquela vadia pegou o meu namorado e pior eles estavam aqui na casa dele fazendo isso...

- Calma paixão eu posso explicar não é nada disso que você ta pensando- Nahuel tentou se explicar, despertando a fúria reprimida que havia dentro de mim.

- DESGRAÇADO, CANALHA, COMO VOCÊ FOI CAPAZ DE FAZER ISSO COMIGO? AINDA POR CIMA COM ESSA PIRRANHA- Eu falei pulando em cima deles com toda a minha força e batendo hora no Nahuel com socos e ponta pés, hora na vaca da minha prima, com tapas no rosto e puxões de cabelos, essa loira aguada não sairia daqui sem pelo menos um aranhão, palavra de Renesmee Cullen que sempre foi louca pra quebrar a cara dessa cobra!

- SUA LOIRA DESCLACIFICADA VOCÊ ME PAGA!!- Eu cai por cima dela no chão e voltei a estapeá-la.

- VOCÊ É PIOR QUE EU, SUA SONGA MONGA - Kim revidou, tentando agarrar os meus cabelos mais ela não conseguiu, eu podia ser pequena mais com a raiva que estava em mim hoje, Kim tava em desvantagem.

- Para Renesmee, solta ela- Nahuel me ergueu por trás e a vaca conseguiu levantar.

- Isso Nahuel segura essa louca da tua namorada- A vadia falou massageando o rosto que estava vermelho e inchado, bruxa vai ficar marcada até a quinta encarnação.

- ME SOLTA AGORA NAHUEL, EU QUERO ACABAR COM ELA E COM VOCÊ TAMBÉM SEU ORDINÁRIO- Comecei a me debater nos braços dele mais dessa vez era eu quem estava em desvantagem.

- Eu não vou te soltar, nem adianta tentar, você precisa me ouvir... - Ele pediu me fazendo suspirar, Nahuel então me soltou.

- Vai fala, mais diz logo por que eu to contando os minutos PRA EU IR AI PARTIR SUA CARA- Gritei.

- Renesmee o que você viu aqui não foi nada- Ele tava pedindo pra morrer né?

- Eu não amo a Kim, eu só amo você paixão e ninguém vai mudar isso.

- Nossa, então quer dizer que você só estava se divertindo com ela - Falei calmamente e Kim arregalou os olhos.

- Sim, é claro eu nunca ia te trocar, você é melhor que ela em tudo- Ele tentou se aproximar de mim, mas eu me afastei.

- Duvido que seja melhor que eu na cama- Não é que a piriguete deu pitaco, ah mais hoje eu ia virar assassina e a minha primeira vítima já tinha sido escolhida, que tio Emmett e tia Rosi me desculpe mais eu vou matar a filha deles.

- Cala boca loira- Falei entre dentes tentando me controlar.

- Você também é loira queridinha- Ela me lembrou.

- KIM CALA A SUA BOCA E SUMA DAQUI AGORA - Dessa fez Nahuel foi quem perdeu a paciência.

- Ok eu to indo- Ela catou as roupas e saiu, Nahuel me segurou.

- Renesmee eu te amo, por favor, me perdoa aquilo não foi nada.

- Cala a boca, eu tenho NOJO de você...foi nada?Aquilo foi nada? Você não presta Nahuel como pode ser tão canalha- Tentei entender.

- Você também me ama, eu sei que precisa de um tempo mais vai voltar pra mim, eu te conheço Renesmee- Constatou.

- Não, você não me conhece, eu tenho o meu valor Nahuel, agora sai da minha frente antes que eu faça uma besteira- Pedi contendo as lágrimas.

- Você é minha Renesmee, ninguém vai mudar isso eu não vou permitir que se separe de mim - Ele falou de uma forma possessiva.

- Vai se danar- Disse e o empurrei para sair do quarto.

- Nos temos planos Renesmee, vamos no casar- Ele tentou argumentar.

- Íamos no casar – Corrigi - Agora eu não quero vê-lo nem pitando de ouro na minha frente, ouviu bem seu cretino? - Falei saindo da sua casa.

- Renesmee eu sei que você vai voltar pra mim, você me ama- Voltou a repetir, ’’ idiota’’.

Continuei caminhando sem olhar pra trás e vi que no relógio que já era 11:15 da noite, mamãe e papai já deveria ter chegando.

Caminhei pela calçada do meu bairro que estava praticamente deserta chorando muito, por que meu Deus eu merecia isso? primeiro eu havia sido quase estrupada por um bêbado que era filho da minha chefa, segundo eu estava oficialmente desemprega e não podia me demorar em arranjar outro emprego, por que tinha um sonho a conquistar e terceiro, eu fui traída pela minha própria prima que pegou meu ex-namorado aquele que eu já fazia planos até de me casar, era muita desgraça pra uma pessoa só, eu não conseguia entender por que tudo caiu justamente agora como uma bomba relógio.

Cheguei em casa e percebi que a luz estava acessa, meus pais havia mesmo chegado.

- Filha o que aconteceu?- Mamãe perguntou assim que passei pela porta.

- Aim, mãe eu quero morrer- Chorei descontroladamente e ela veio me abraçar.

-Calma meu amorzinho me conta vai, onde você estava até agora e por que quer morrer?- Pediu.

- A onde está o papai?- Perguntei soluçando.

- Ele esta tomando banho- Ela respondeu - Renesmee filha você esta me deixando aflita.

- Mãe eu fui traída pelo Nahuel e a Kim, hoje eu fui até a casa dele e os encontrei...-Não consegui terminar.

- Oh meu deus a Kim vez isso, eu não acredito oh meu bebê se acalme se ele fez isso é por que ele não te merece-E la acariciou os meus cabelos.

- Mãe mais eu o amo - Choraminguei.

- Eu sei filha, mas agora você tem que fazer uma escolha, será que o amo tanta que é capaz de perdoá-lo ou... - Não deixei á terminar.

- Não mamãe eu já me decidi, eu não quero mais o Nahuel, ele partiu o meu coração - Falei convicta.

- É assim que se fala meu anjo!- Mamãe disse.

- Agora eu quero subir, eu preciso dormir um pouco, eu estou exausta- Pedi.

- Tem certeza meu amo? Você não quer me contar mais alguma coisa? - Ela perguntou.

-Não mãe eu só quero descansar um pouco mesmo- Menti, eu não podia contar sobre o quase estrupo, a senhorita Newton podia se encrencar por isso.

- Certo meu bem, durma com os anjos e qualquer coisa é só me chamar- Ela disse e eu subi para o meu quarto aonde eu desabei na cama e logo adormeci.
_______________________________________________________________                                

Anexos dos personagens que apareceram no capitulo...
Foto da Renesmee-http://2.bp.blogspot.com/_4FYSjd3f1Ak/S76Amt7fXOI/AAAAAAAAADE/rrqGnmQiHHI/s1600/23039_avril_lavigne_elle.jpg
 By:natineces

0 comentários:

Postar um comentário

Comente,critique,elogie e de as suas sugestões,mais sem ofensas ok?Que eu sou muito sensível rsrsrs.

Seguidores

Instagram

Neces In Love Story Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados