Natiele Lopes. Tecnologia do Blogger.

capítulo 17-Sempre ao teu Lado

  (Penúltimo Capitulo)

Pov Renesmee.
-numa felicidade sem fim.

Meus filhos ainda não tinha aceitado totalmente a minha nova situação mais as coisas haviam melhorado e muito com os telefonemas constantes de Erick,como por exemplo em relação a nossa separação os meninos já não me cobravam tanto a esse respeito e estavam finalmente de boa comigo,já da parte do Jacob eu não podia dizer o mesmo,por que toda vez que meu amor vinha aqui em casa,ou nos encontrávamos na casa dos meus pais,os meus filhos mal falavam com ele,Jacob tentava de todas as maneiras conquista -lós com passeios,conversas animadas e até presentes,mais nada disso adiantava,já os meus tios Emmett,Jasper e o meu pai voltaram a ser crianças novamente na companhia dos meus pequenos indo sempre em acampamentos na montanha,futebol a noite,competições de vídeo game,natação e luta pra todos os lados,era contagiante ver eles brincar com os meus meninos que amam de paixão a nossa nova família,a família que eles sempre quiseram ter.

Minha menina também não fica atrás em tudo isso,agora com um casamento avista, ou melhor, o nosso casamento avista sim por que eu aceitei de alguma forma essa idéia dela e da tia Alice e no final do ano trocaria alianças com Jacob, junto da minha filha que se casaria com Seth,eu nunca pensei que iria me casar algum dia novamente depois de Erick e muito menos na mesma cerimônia da minha filhinha,pra mim ela teria que ter uma festa perfeita,como de um conto de fadas,digna da princesinha que ela é,mais Keroline não pensa o mesmo,pra ela se casar no mesmo dia que essa mãe bobona aqui é o perfeito,’’vai entender’’ mais seja lá como for eu confesso que me acostumar com essa idéia não está sendo nenhum pouco difícil,me casar com o Jake é tudo o que mais quero na vida.

Os preparativos para o casamento duplo estão de vento e polpa, minhas tias, minha mãe e até minha vó estão cuidando de cada mínimo detalhe para que nada saia de errado, principalmente a tia Alice, a cerimônia irá acontecer em La Push uma escolha feita em conjunto pelos noivos, ou seja, seria um casamento a praiana, os vestidos de noiva meu e da minha filha também já havia sido escolhido os dois apesar de diferentes possuíam a mesma cor, o meu, por exemplo, era um bege mais claro com detalhes no busto, cintura e uma flor enfeitando o lado, na parte do colo o tecido do vestido era mais fino e transparente e no pescoço havia novamente os mesmo efeitos que estavam na cintura dando um contraste natural, que era maravilhoso, já o de Keroline era um vestido tomara-que-caia bege mais escuro que possuía comanda na parte de baixo e um laço vermelho forte na cintura, nos cabelos minha filha escolheu um véu no mesmo tom do vestido e com os mesmos bordados da primeira camada.


Vestido de noiva das duas-http://1.bp.blogspot.com/-5aLiLH7P2_g/TbXcNlwsEFI/AAAAAAAADGA/yD2T--pSz5s/s400/77.jpg

Na lista de convidados teríamos de tudo, desde vampiros amigos de longa data dos Cullens como as Amazonas e os Denali que já estão hospedados na casa dos meus pais e a Molli e o Jay que seria os meus padrinhos de casamento que eu fiz questão de acomodar em minha própria casa, os lobos também marcariam presença no casamento junto é claro com as suas impressões, meu Jacob escolheu a irmã Rachel que eu conheci há pouco tempo e o cunhado Paul para serem os seus padrinho de casamento e por falar nisso eu me esqueci de comentar que Jake me levou em La Push e lá ele me apresentou a todos os seus amigos, como por exemplo, o segundo alfa que se chama Sam e sua mulher Emily um doce de pessoa, até o pai do Jake o Billy que já está muito velhinho mais feliz pelo nosso casamento, Jake também fez questão que eu conhecesse Leah e Luc que estão radiante de felicidade com a descoberta da gravidez dela, Leah está de quatro meses e espera uma menina,pelo que ela me contou a sua gravidez que antes fazia parte de um sonho que nunca se tornaria realidade se transformou em algo delicado que exige muito atenção e controle da parte dela,sim por que meu vô Carlisle que acompanha esse quadro me disse que se Leah perder a paciência por um momento o bebê poderia morrer dentro dela,por causa da alta temperatura que um transformo fica quando está nervoso ou até mesmo durante o processo da transformação em lobo,mesmo diante de tantos pontos negativos Leah não desistiu e está levando a gravidez com muito carinho e amor,pelo o que eu vi ela não está colocando nem por um minuto sequer a filha em risco,muito menos Luc que apóia a mulher em tudo e não deixa de ficar babão em ser pai,um família perfeita que eu torso muito pra dar certo,a Vanessa vai vir sim ao mundo,eu tenho certeza,tirando os lobos e os vampiros a lista também contem os humanos amigos da minha filha que escolheu a sua melhor amiga e o namorado dela para serem seus padrinhos e Seth escolheu a irmã e o cunhado igual o meu Jacob.

Enfim tudo então estava mais que preparado para o grande dia que seriam a união entre duas espécies tão diferentes que um dia já foram grandes inimigos, mais isso tudo daqui pra frente seria passado como diz minha Keroline’’-O que importa realmente é o nosso futuro que só esta começando’’.

______________-_____________-_____________-_____________

....fim do ano....dia do casamento....

-Ai tia você me espetou- Keroline reclamou pela terceira vez.

-Se você não ficar quieta eu vou te espetar ainda mais mocinha-Tia Alice ameaçou ela me fazendo rir.

-Filha se acalme assim você não vai deixar a sua tia te arrumar nunca -Falei me virando de costa para fita-lá,minha menina tava um poso de nervos,na verdade até eu estava.

-Viu Keroline,siga os conselhos da tua mãe-Tia Alice comentou.

-Não vale mamãe você já se casou uma vez- Kero fez bico.

-Ainda há tempo para você desistir amorzinho-Titia Rosi brincou enquanto ajeitava o meu vestido.

-Não que isso,eu nunca vou desistir, tia Alice eu juro que fico quieta para senhora me espetar o quanto quiser- Keroline brincou e tia Alice mostrou a língua.

-Meu deus como as minhas bonecas estão lindas-Mamãe entrou no quarto também, eu e Keroline estávamos nos arrumando na mansão Cullen com a ajuda de todas as mulheres da família, já Jacob e o Seth estavam na minha casa com os amigos e meus tios, inclusive o Jay que ficou amigo dos lobos também, apenas a Sarah e o namorando Nahuel não estavam presentes por razões pessoais ‘’que eu sei muito bem qual é’’eles resolveram passar mais um tempinho no Brasil.

-Obrigada vovó você também esta desnumbrante- Keroline elogiou.

-Mãe eu tenho que concordar com a minha filha, você está linda, na verdade todas vocês estão-Falei sincera admirando a lindas mulheres que compunham a minha família,primeiro a minha mãe que estava radiante num vestidinho azul escuro estilo balone,segundo a tia Alice num vestido rosa clarinho com camadas e um flor linda na parte da frente para enfeitar e por fim tia Rosi que estava dentro de um tomara-que-caia roxo grudado ao corpo que a deixava incrivelmente mais perfeita do que já era.

Vestidos-http://2.bp.blogspot.com/--oCbtZ146Ks/TbXeIyzgf5I/AAAAAAAADGE/SYgTsDfThHE/s400/477.jpg

-Imagina hoje nenhuma de nos poderá se igualar as noivas e nem vamos, por que elas estão maravilhosamente perfeitas- Tia Rosi declarou e eu e Kero nos entre olhamos.

-Tem razão vocês estão magníficas- Molli falou da porta.

-Molli como esta os meus pequenos?- Perguntei preocupada.

-Não se preocupe minha querida os meninos estão uns verdadeiros príncipe- Ela respondeu entrando no quarto com o seu lindo vestido duas camadas, por cima ele era uma renda preta que dava mais luxo ao modelo verde prateado embaixo,estilo tomara-que-caia também.

Vestido da Molli e da Esme-http://4.bp.blogspot.com/-e5tVOlU4XJo/TbXeuX3e4TI/AAAAAAAADGI/efFJmCa_IRk/s400/4145.jpg

-Molli você também está linda minha amiga- Elogie.

-Que isso perto de vocês eu não sou nada-Ela abraçou a Keroline.

-Tia Molli o papai já chegou?- Keroline perguntou sem jeito, ela estava aflita e com medo que o pai não viesse para o casamento, na verdade eu não sabia o que seria o pior, se era o fato de Erick não vir e magoar a minha menina no dia que era pra ser o mais feliz da vida dela ou o fato dele vir e me ver selando laços em um casamento com outro, isso seria extremante constrangedor.

-Ainda não meu anjo, mais se ele disse que vinha com certeza ele irá cumprir, principalmente quando se trata da princesinha dele- Molli garantiu provocando um sorriso radiante em minha filha.

-Agora dona Keroline a senhorita se acalme e senta aqui pra tia fazer sua maquiagem-Tia Alice pediu e eu fiz o mesmo para que a tia Rosi fizesse a minha também.

-Amores eu vou indo, eu tenho que ajudar a Esme com os meninos- Molli se despediu.

-Filha a mãe também vai descer ok?Eu vou tá esperando vocês duas lá embaixo- Mamãe disse me dando um beijo e outro na Keroline.

-Tia Alice quanto tempo falta para a 6:00 horas?-Keroline perguntou.

-Muito minha linda ainda são 3;30-Tia Alice respondeu me fazendo suspirar.

-Pronto meu anjo você esta deslumbrante-Tia Rosi me disse quando terminou de me maquiar, minha primeira reação foi ir me olhar no espelho e contemplar o resultado.

Nos meus cabelos tia Rosi fez um ondulado leve que caia perfeitamente até o meu ombro, de um lado ela prendeu parcialmente meu cabelo e no rosto uma maquiagem marcante se fazia presente, meus lábios estavam com uma pigmentação avermelha e nos meus olhos uma sombra preta, lápis de olho e mascara para cílios finalizava com chave de ouro a produção.

-Eu estou perfeita-Exclamei espantada e ao mesmo tempo encantada com o meu reflexo no espelho, eu nunca havia me arrumado assim.

-Você é perfeita meu anjo-Tia Rosi me corrigiu com um abraço materno.

-Brigada tia- Agradeci sincera.

-Eu é que tenho que te agradecer, você não sabe o quanto sonhei com esses dias, pena que tivemos que perder tanto tempo para eles acontecerem- Ela mencionou.

-Perdemos muito tempo mais ganhamos a nessie em dobro-Tia Alice comentou-Renesmee olha pra sua bonequinha, ela não está linda?- Ela perguntou batendo palminhas.

-Muito- Me emocionei ao olhar para minha menina linda, dentro do seu vestido de noiva, Keroline estava com uma maquiagem bem mais leve que a minha, nos lábios a tia Alice havia passado uma coloração rosa clarinha dando um ar mais natural e nos olhos ela acentuou com um esfumaçado e muito lápis de olho e mascara de cílios- Oh meu bebê você esta maravilhosa - Disse indo abraça - lá e tentando com muito custo segurar as minhas lagrimas que ameaçavam cair.

-Você também mamãe-Minha menina disse.

-Ai que momento lindo - Alice nos abraçou também -Eu amo vocês- Ela disse manhosa.

-Ei eu também quero- Rosi reclamou nos fazendo rir.

-Vem tia, nos também te amamos-Brinquei e ela sorriu vindo até nos para participar do abraço também.

-Keroline tem alguém que quer tive lá embaixo-Mamãe anunciou na porta e minha Kero riu de emoção.

-Ele venho -Ela disse antes de correr porta fora.

-Venho sim-Mamãe completou.

-Cuidado com o vestido Keroline- Tia Alice gritou e saiu atrás da Keroline e a mamãe foi junto também.

Eu devia ter imaginado que Erick não desapontaria a filha a esse ponto, ele venho para o casamento mesmo isso sendo tão difícil para nós dois, como será que ele está depois de meses? Era o que eu mais queria saber mais tinha medo de ir até lá e encará-lo de novo, frete a frente, covardia?Eu sei talvez eu fosse realmente uma covarde que não tinha ao menos a coragem de ver aquele que sempre esteve junto de mim, mais tentem se por no meu lugar, eu estou realmente sem jeito e não queria de maneira alguma brincar com os sentimentos dele, eu sempre fui e ainda sou completamente apaixonada por Erick, mais de um jeito diferente, já ele nunca me escondeu que me ama, nem mesmo nos telefonemas que fazia quando já estávamos separados, Erick sempre me amou e ainda me ama, eu sei disso.

-Você não vai descer? – Tia Rosi perguntou vindo ao meu encontro e me observando com olhos temerosos.

-Acho melhor não tia- Falei suspirando ao me sentar na cama.

-Como queira-Ela sorriu-Os meninos tão só felicidades – Comentou quando ouvíamos as risadas deles no andar de baixo.

-Eu imagino, meus pequenos estavam sentindo muita falta do pai- Uma lagrima caiu e Rosi as limpou com os dedos gélidos.

-Ele também vai querer vê-la- Eu negue com a cabeça e Rosi me puxou para os seus braços- Oh meu anjinho não se sinta culpada, você não esta fazendo nada de errado-Ela sussurrou afogando os meus cabelos.

-Tem razão tia- Me afastei para olhar em seus olhos-Eu vou até lá- Falei me levantando da cama e seguindo até a porta, tia Rosi veio atrás de mim.

-Mãe cadê o Erick?-Perguntei confusa quando não o avistei na sala, ele não estava aqui?

-O papai esta lá fora mamãe, ele quer conversar com você a sós-Keroline disse ao lado de Alice.

-Certo-Eu respirei fundo e me encaminhei para fora da casa escutando apenas a tia Alice falar que não era para mim sujar o meu vestido- Erick- O chamei entrando na floresta aonde seu cheiro era mais forte- Erick...-Voltei a chamar e ele apareceu na minha frente,exatamente do mesmo jeito que eu me lembrava dele.

-Posso lhe roubar um pouquinho?-Ele perguntou estampando um sorriso zombeteiro em seu rosto perfeito.

-Claro que pode- Assenti sorrindo também.

-Venha eu quero te levar para um lugar mais reservado-Ele estendeu as mãos para mim que as peguei sem pensar, Alice que me desculpe mais eu não iria recusar o pedido de Erick por causa de um vestido-Eu acho que correr até lá para você está fora de questão não é mesmo- Erick refletiu me olhando de cima a baixo, um gesto que me fez corar.

-Eu não me importo com isso- Respondi voltando a andar, mais Erick me parou e antes que eu pudesse impedi-lo, ele me pegou em seu colo como nos velhos tempos e começou a correr comigo nos braços.

Alguns minutos se passaram e o silencio permaneceu durante todo o caminho, Erick por sua vez não tirou seu olhar de meu rosto há nenhum instante, ele parecia querer me gravar pela ultima vez.

Erick enfim parou de correr e me colocou suavemente no chão floral, eu conhecia bem esse lugar era a clareira aonde meus pais namoravam quando minha mãe ainda era humana, na verdade até hoje eles vêm muito aqui, até minha filha já veio varias vezes com o Seth,mais pra mim essa era minha primeira vez.

-Gostou?-Ele perguntou me avaliando com o olhar.

-Muito- Falei maravilhada e depois de alguns instantes voltei a encará-lo.

-Me desculpe por ter te pegado no colo sem a sua permissão... -Ele começou a dizer-Eu tenho que me acostumar com as novas mudanças- Se desculpou.

-Erick não seja tolo- Acariciei o seu rosto de leve e Erick segurou minha mão mais forte de encontro a ele e inalou o meu cheiro.

-Eu sempre serei tolo nessie- Ele disse me olhando nos olhos- Um tolo apaixonado por você... -E deixou essa ultima frase morrer.

-Obrigado por ter vindo-Agradeci tentando mudar de assunto.

-Eu não faltaria por nada, nossa garotinha vai se casar-Ele sorriu abobadamente.

-Eu sei-O acompanhei - Erick como você está?-Não pude deixar de perguntar.

-Tenho que te confessar que não esta sendo nada fácil nessie,eu não consigo te tirar da minha cabeça nem por um minuto sequer-Ele admitiu com os olhos vidrados em mim –Ah quer saber deixa pra lá,eu não quero que se atrase para o seu casamento..mais antes eu preciso te pedir uma coisa-Ele falou sem jeito.

-O que?-Perguntei.

-Um beijo....-Eu perdi a respiração e Erick voltou a falar- O ultimo, só por mais uma vez eu quero sentir seu gosto, pra depois eu poder seguir em frente e aceitar de uma vez por todas que você não é mais minha- Ele disse para minha total surpresa, um beijo?

Permaneci ali por alguns minutos em silencio tentando absorver aquela situação, ou melhor, aquele pedido de Erick, seria certo eu ó beijar agora quando estou preste a me casar com outro?Jacob entenderia isso depois?Sim por que eu certamente ó contaria mais tarde,assim como ele me contou tudo que estava ligado a sua vida antes de mim,mesmo assim de alguma maneira meu subconsciente também necessitava daquilo e não via nenhum desatino, Erick e eu estávamos conectados de alguma forma que nem mesmo o tempo ou até mesmo a distancia podia nos separar.

Aproximei-me ainda mais de Erick e como se tivesse desaprendido e o puxei para mim de uma formar desconsertada e juntei os nossos lábios suavemente, ele não se contentou com o meu ato e resolveu levar o nosso ultimo beijo da forma dele.

Erick me levantou do chão para que eu ficasse em sua altura e com apenas um braço e sem nenhuma dificuldade ele conseguiu me manter naquela posição, para que sua outra mão livre agarra-se fortemente minha nuca e o puxasse mais contra ele grudando os nossos corpos um no outro de uma forma quase que inevitável, o beijo a parti dali se tornou mais urgente e feroz, nos dois entramos rapidamente numa dança harmoniosa travadas por nossas línguas como se tivemos reaprendido a beijar um ao outro novamente, por alguns minutos cenas dos velhos tempos voltaram em minha mente e eu fiquei zonza.

-Nessie,nessie você está bem?-Abri as poucos os meus olhos por causa da vertigem e notei que Erick estava me segurando em seus braços.

-Eu acho que to- Falei confusa e meio enjoada.

-Não você não está bem-Erick disse nervoso.

-Que bobagem isso foi só uma tontura Erick, eu estou bem,é serio-Tentei lhe parecer convincente.

-Renesmee eu acho melhor você....-Eu o interrompi.

-Ir logo para casa, eu sei-Declarei olhando o céu que já começava a escurecer.

-Não eu quis dizer, ir ao medico, nessie você não está bem-Ele falou angustiado.

-Eu já disse que estou bem Erick, isso deve ser por causa do nervosismo, logo vai passar- O tranqüilizei.

-Tem certeza?-Ele perguntou temeroso.

-Tenho sim- Falei sincera.

-Se você diz-Ele se rendeu.

-Vamos agora, todos devem estar loucos pela a nossa demora-Falei.

-Devem estar achando que eu a seqüestrei- Ele brincou -Pensando bem isso não seria má idéia.

-Erick- O repreendi.

-Eu estava brincando- Ele declarou pouco convincente- Renesmee tem uma pessoa que quer tiver- Erick disse me deixando confusa.

-Quem?-Perguntei a ele que apontou para a floresta ao lado a onde Darlli estava linda num vestido dourada bem agarradinho ao corpo e no cabelo um coque enfeitado.

Vestido da Darlli-http://4.bp.blogspot.com/-YhpaOx4b1qk/TbXfn3slVBI/AAAAAAAADGM/j8UYIsrhi2Y/s400/41.jpg

-Olá nessie- Darlli se aproximou de nos desfilando elegantemente.

-Darlli- Fui até ela e lhe dei um abraço-Que surpresa, nossa eu fico muito feliz por você ter vindo junto com o Erick - Disse sincera.

-Eu não poderia deixar um cavalheiro como o Erick sozinho não é mesmo-Ela sorriu pra mim.

-Tem razão - Concordei com um imenso sorriso estampado em meu rosto, ’’será que era o que eu estava pensando?’’.

-Nessie eu queria lhe contar algo, na verdade eu preciso lhe contar algo - Erick disse desconsertado.

-Fale Erick - Disse ansiosa.

-Darlli e eu estamos....-Ele não conseguiu terminar.

-Estamos namorando nessie- Darlli comprovou as minhas suspeitas.

-Nossa - Falei contente-Eu estou muito feliz por vocês dois- Declarei sincera.

-Obrigada nessie- Darlli me disse-Eu e Erick resolvemos nos dar uma chance-Ela sorriu e voltou a falar-É claro que nenhum de nos poderá suprir o amor que temos guardado no peito....eu pelo o Manuel e Erick por você, mais quem sabe não encontramos algum dia a cura do amor.

-Eu tenho certeza que sim, vocês merecem ser felizes.

-Você também nessie merece ser imensamente feliz- Desejou-Mais agora precisamos ir,afinal um casamento não pode começar sem a noiva-Ela mencionou.

-Tem razão, vamos sim- Disse e Erick me pegou no colo.

-Erick eu posso correr sozinha dessa vez - Disse desconcerta na frente de Darlli.

-Não se preocupe nessie eu não me importo querida-Ela me disse- Erick só não quer que chegue suja no seu casamento.

-Viu senhorita até a Darlli concorda comigo- Eu me rendi e voltamos para casa aonde encontramos todos a minha espera.

-RENESMEE VOCÊ QUER ME MATAR DO CORAÇÃO-Tia Alice fez drama.

-Tia me desculpe... -Tentei me explicar, mais quem disse que ela ouviu?

-Eu não quero ouvir nada, agora faz favor de entrar no carro, nos estamos atrasadas- Ela abriu a porta pra mim.

-Alice pare com isso a noiva tem direto de se atrasar, isso é completamente normal-Rosi me defendeu.

-Ta certo,mais agora entra logo nessie- Alice repetiu novamente.

-Erick como vocês vão ao...-Eu ia perguntar.

-Vamos com o nosso carro nessie e os meninos vão junto -Darlli declarou apontando para um carro preto a onde meus filhos já estavam ao lado.

-Certo -Sorri- FILHOS SE COMPORTEM-Disse para os dois que assentiram em resposta.

-Renesmee vem logo- Alice impaciente chamou.

-Calma tia eu já to indo - Corri até o carro e entrei na Mercedes preta do vovô Carlisle junto com a minha filha atrás e a tia Alice e mamãe na frente conduzindo, já a tia Rosi foi no carro dela com a Molli e a vovó Esme e o resto do pessoal provavelmente já se encontrava em La Push a espera da nossa chegada que durou minutos tensos.

Mamãe estacionou a Mercedes exatamente na ponta do tapete vermelho, um truque que a titia Alice fez para não afundarmos os nossos sapatos na areia, o tapete todo se estendia até o altar a onde os noivos estavam embaixo de um arco floral, aos lados havia os nossos convidados, na esquerda somente os vampiros e a minha família e na direita os lobisomens, suas impressões e os humanos amigos da minha filha, do Seth e do Jacob também que moravam na reserva quileute.

Local do casamento-http://3.bp.blogspot.com/-ftzCXH2NErQ/TbYIGEb-J9I/AAAAAAAADGw/uA0xu6Ks-GI/s1600/foto-casamento-na-praia-10-horz.jpg

Papai venho até o carro e com agilidade abriu a porta para que eu fosse a primeira sair e ofereceu como um cavalheiro seu braço,Edward me levaria até o altar e me entregaria a Jacob,o meu pai verdadeiro na verdade o único,por que pra mim Josh nunca me foi nada,desci do carro e logo me apoiei em Edward segurando apenas um buque lindo de lírios brancos nas mãos livres,as minhas flores preferidas.

-Eu te desejo toda a felicidade do mundo minha pequena- Papai beijou o topo da minha cabeça e ao fundo uma musica linda e encantadora começou a tocar.

Musica-http://www.youtube.com/watch?v=V1bFr2SWP1I(Somewhere over the Rainbow - Israel "IZ" Kamakawiwoʻole)

Nos dois nos viramos de volta para os convidados que já tinha se levantado na espera da nossa passagem e nos encaravam com sorrisos singelos nos rostos,sorri em resposta e a parti dali procurei dentre aqueles rosto conhecidos aquele que mais me importava no momento.

O rosto do meu noivo, o rosto do meu Jacob que encheu a minha visão e dominou a minha mente, nele havia emoção, felicidade, contentamento, satisfação, amor, desejo e milhares de outros sentimentos que combinaram com a intensidade dos seus olhos negros sobre os meus, e com o seu sorriso lindo de tirar o fôlego.

Apenas alguns passos me distanciavam dele agora, passos que aos poucos eram preenchidos lentamente ao som da musica, finalmente eu havia chegado ao meu destino, eu estava lá. Jacob me entendeu a mão e meu pai a ofereceu a ele dizendo apenas um’’Cuide da minha menina’’ e como resposta Jacob sorriu e disse’’Eu vou cuidar’’

Papai se afastou de nos dois e tomou o seu lugar ao lado da mamãe na primeira fileira da esquerda, já eu e Jacob continuamos a nos encarar por segundos e depois de mãos dadas nos viramos para a passarela aonde ao fim a minha Kero começava a entrar de braços dados com o pai, Keroline segurava na outra mão também um buque de lírios vermelhos que faziam parte do resto da decoração numa mistura harmoniosa de lírios brancos com os vermelhos.

Entreguei rapidamente o meu buque a Rachel que estava ao lado do marido Paul no posto de padrinhos de Jacob e a Molli e o Jay também à esquerda como os meus padrinhos.

Keroline enfim chegou até Seth que não parava de sorrir para minha princesinha, Erick também tratou logo de oferecer a mão da filha para ele e pediu que cuidasse dela mais que a sua própria vida, Seth assentiu sem desviar o olhar de Kero e Erick me fitou por segundos ates de sair para ficar ao lado de Darlli.

Nos quatros trocamos breves olhares também e viramos juntos para frente do senhor Jackson que se comprometeu a realizar essa união, os votos foram feito da maneira mais tradicional possível, porém cada palavra que o senhor Jackson pronunciava me dava mais certeza e felicidade na minha decisão, Jacob e eu trocamos as alianças assim como a minha filha e o Seth e para finalizar as palavras que mais aguardei foram ditas.

-Renesmee Carlie Cullen- Jackson pronunciou o meu nome e sobrenome, algo que nunca tive, durante a minha vida toda eu fui simplesmente Renesmee,mesmo depois de me casar com Erick que não tinha sobrenome e por isso só foi possível casarmos no religioso,quando nos mudamos pra cá tivemos que fazer documentos falsos pra poder matricular as crianças na escola,ou seja,oficialmente Erick e eu nunca fomos casados,já eu e Jacob estamos nos casando de todos os modos possíveis,tanto no religioso,como no cartório e até na união Quileute o que aconteceu a alguns dias antes aqui nessa mesma praia- Você aceita Jacob Black como o seu legítimo esposo para amá-lo e respeitá-lo até que a morte vos separe?-Ele me perguntou.

-Aceito-Falei emocionada.

-Jacob Black você aceita Renesmee Carlie Cullen como a sua legítima esposa para amá-la e respeitá-la até que a morte vos separe?-Ele perguntou o mesmo para o Jacob que respondeu um rápido e ansioso’’Sim’’fazendo os convidados rirem,eu e Jacob então trocamos as alianças,primeiro eu que as coloquei delicadamente no seu dedo anelar e depositei um beijo carinhoso em suas mãos e depois ele fez o mesmo e me roubou um selinho logo em seguida.

-Keroline Cullen –Jackson passou para a minha filha- Você aceita Seth Clearwater como o seu legítimo esposo para amá-lo e respeitá-lo até que a morte vos separe?-Perguntou.

-Isso é tudo o que eu mais quero na minha vida- Minha menina respondeu com os olhos brilhando de alegria.

- Seth Clearwater você aceita Keroline Cullen como a sua legítima esposa para amá-la e respeitá-la até que a morte vos separe?-Perguntou ao Seth.

-Com certeza-Ele respondeu convicto e os dois trocaram as alianças com muito carinho, primeiro minha filha, depois o Seth.

O senhor Jackson então se voltou para nos quatro e disse.

-Então vos declaro marido e mulher, podem beijar as noivas-Ele finalizou e ates mesmo das palmas que começar a soar dos convidados, meu Jacob, ou melhor, o meu marido Jacob Black me deu aquele beijo de tirar o fôlego que eu agora teria o prazer de ter todos os dias de minha vida.

-Eu te amo minha vida-Eu declarei quando nos separamos.

-Eu te amo muito mais, minha nessie- Meu coração se acelerou como reação das suas palavras, Jake sorriu e voltou a me beijar esquecendo todas as pessoas em nossa volta, esquecendo o mundo, esquecendo tudo, por que agora era só eu e ele numa felicidade sem fim.

Pov Keroline.
-Seth era meu pra sempre e eu era dele por toda a eternidade.

-Keroline Cullen –O senhor Jackson disse para mim- Você aceita Seth Clearwater como o seu legítimo esposo para amá-lo e respeitá-lo até que a morte vos separe?-Perguntou.

-Isso é tudo o que eu mais quero na minha vida- Respondi quase não me contendo de tanta alegria.

- Seth Clearwater você aceita Keroline Cullen como a sua legítima esposa para amá-la e respeitá-la até que a morte vos separe?-Perguntou agora ao meu amor que não desgrudava o seu olhar de mim.

-Com certeza-Ele respondeu convicto e nos dois em seguida trocamos as alianças, primeiro eu e depois o meu Seth.

O senhor Jackson então se voltou para nos quatro e disse.

-Então vos declaro marido e mulher, podem beijar as noivas-Ele finalizou e Seth imediatamente colocou uma de suas mãos na minha nuca e juntou os nossos corpos pra logo em seguida as nossas bocas travarem uma deliciosa batalha do amor, ao fundo só se ouvia os aplausos animados dos convidados e as piadinhas sem graças do tio Emmett e de alguns lobos da alcatéia.

-Agora eu sou o cara mais feliz e completo do mundo- Seth sussurrou em meu ouvindo me causando arrepios.

-E eu a mulher mais feliz do mundo- Disse a ele que me deu mais um beijo quente ignorando completamente as pessoas em nossa volta que se aproximam agora para fazes-nos os cumprimentos.

-Seth desse jeito você vai acabar engolindo a minha sobrinha- Deixa-me ver se eu adivinho o autor dessas palavras delicadas.

-Tio Emmett- Falei envergonhada para o deleite dele que estava abraçada a tia Rosi.

-Você e sua mãe são exatamente igual, primeiro se casam com os cachorros e agora esse fogo todo, meu deus, esperem até a lua de mel-Ele sussurrou para mim.

-Emmett para com isso, agora a nossa sobrinha é uma mulher casada e merece respeito-Tia Rosi o reaprendeu-E você Seth eu só vou te dar um aviso, senão cuidar da minha menina eu arranco as suas patas uma por uma- Ela o ameaçou.

-Pode deixar Rosi a Keroline é o meu bem mais precioso e nunca deixaria que nada de mal acontecesse a minha princesa- Seth responde firme segurando a minha cintura.

-Ei Rosi esse papel da ameaça era pra ser meu- Vovô disse se aproximando de nos de mãos dada com a vovó.

-Ah Edward tanto faz-Ela resmungou e foi até a mamãe e o Jacob.

-Oh minha princesa você estava linda, se eu pudesse chorar eu com certeza estaria em lágrimas agora-Vovó me abraçou carinhosamente.

-Meu anjo, você não poderia ter escolhido noivo melhor-Eu olhei para Seth que sorriu com a declaração do vovô, eu sempre soube que os dois eram grandes amigos, até na época da confusão entre os lobos e os vampiros o meu amor apoiou a minha família- Seth é um garoto de ouro-Ele terminou me dando um abraço e depois um aperto de mão no meu Seth.

-Obrigada Edward e to muito feliz de entrar para família- Seth disse sorrindo.

-Agora é minha vez-Tia Alice pulou nos meus braços-Ai eu to tão orgulhosa,tudo foi lindo,perfeito, você e sua..-Ela se cortou percebendo que meus amigos humanos estavam por perto-E sua irmã estavam duas princesas.

-Obrigada tia nos devemos isso tudo a você- Eu a lembrei.

-Imagina meu anjo foi um prazer-Ela vou a me abraçar.

-Eu desejo toda a felicidade do mundo para vocês- Tio Jasper me deu um abraço carinhoso também e um aperto de mão no Seth.

-Obrigada tio - Agradeci e eles saíram para dar espaço aos meus amigos.

-Amiga você está perfeita, sua irmã está perfeita, ai meu deus esse casamento esta lindo-Cris me abraçou empolgada, ela ficou o tempo todo ao meu lado como a minha madrinha de casamento junto ao Chet mais só agora conseguiu chegar perto de mim novamente.

-Obrigada amiga - Disse rindo da sua animação,quando a convidei para ser minha madrinha Cris quase surtou na escola,a cena foi hilária, minha amiga é mesmo maluquinha.

-Seth e você cuida bem da minha amiga viu-Ela disse dando-lhe um abraço.

-Pode deixar que eu vou cuidar sim-Ele repetiu,ao que parece meu amor iria se enjoar de tanto falar essa palavra,é claro que o meu lobinho cuidaria bem de mim.

-Keroline você esta linda-Chet disse educado me dando um beijo no rosto e cumprimentos no Seth logo depois.

-Obrigada Chet- Agradeci novamente.

-Ai o meu maninho já é um homem feito, que orgulho-Leah chorou abraçando o irmão, eu ri da cena, ultimamente a minha adorável cunhada estava bem sensível com a gravidez complicada de quatro meses da pequena Vanessa.

-Leah eu sempre foi um homem feito-Meu amor retrucou e ela revirou os olhos e venho até mim.

-E você cunhadinha linda eu espero que cuide bem do meu menino-Ela me abraçou.

-Eu vou cuidar Leah,pode ter certeza-Eu respondi.

-Vocês formam um casal lindo- Luc elogiou abraçando Leah- Eu não vejo a hora de casar com a minha lobinha-Ele mencionou.

-Em breve meu amor, assim que a nossa pequena vier o mundo eu subo no altar com você-Leah disse decidida e lhe deu um beijo carinhoso.

-Filho eu estou muito emocionada e orgulhosa de você meu bebê - A mãe de Seth a dona Sue disse.

-Obrigada mãe, eu amo muita a senhora - Meu amor como sempre disse carinhoso com a mãe.

-E eu mais ainda meu amor-Ela disse abraçando ele e lhe dando um beijo no rosto e depois venho até mim.

-Você é a nora que eu pedi a deus-Ela me abraçou e eu não pude deixar de sorrir, dona Sue já tinha se tornado uma mãe para mim, com toda a certeza.

-E você é a sogra mais perfeita-Disse e ela sorriu também.

-Filha-Papai me chamou e quando me virei para fita-lo o vi de braços dados com a Darlli,sua atual companheira, da pra acreditar,meu pai e a Darlli,bem eu não tenho nada contra esse relacionamento,pelo contrario,mesmo ela não ter sido tão próxima a mim na época que morávamos na Alemanha eu sempre achei a Darlli uma mulher de fibra e bastante determinada e alem do mais saber que o papai vai ter alguém que vai ajudá-lo a seguir em frente me deixa extremamente feliz e agradecida,por que isso é o que todo filho deseja para os pais,somente a felicidade deles,a da minha mãe junta a minha foi selada hoje e a do meu pai estava apenas começando.

-Pai-Eu o abracei fortemente com medo de não vê-lo novamente tão cedo.

-Filha eu to muito orgulhoso de você- Eu me emocionei.

-Ah pai você não sabe o quanto eu senti a sua falta-Falei limpando as lagrimas traiçoeiras que caiam pelo meu rosto, tia Alice iriam me matar se eu borrasse a maquiagem.

-Desculpa filha eu só precisava de um tempo pra pensar-Ele falei tristemente.

-Eu sei pai,eu sei,mais e agora você vai pra onde depois da minha festa?-Perguntei preocupada.

-Eu e a Darlli resolvemos ir para o Japão com o Jay e a Molli,lá a Darlli vai poder cantar tranqüila e eu construir a minha oficina-Ele respondeu.

-Ta brincando pai, que ótimo eu to muito feliz por você... Uma oficina?Isso é novo pra mim-Eu realmente não sabia que o meu pai curtia essa área.

-Pois é filha eu aprendi a gostar de carros com um velho amigo e resolvi engrenar na profissão-Ele riu.

-Eu acho perfeito, tenho certeza que você será o melhor mecânico do Japão e o mais habilidoso também - Garanti.

-Pai você vai me levar também?Eu quero concertar carros com você - Alexandre pediu.

-Que sabe um dia filho, mais não antes de você e o seu irmão se formarem, escutou?-Papai disse.

-Ah eu não quero me formar, eu quero ir com você para o Japão, por favor, pai?-Implorou.

-Garoto deixa disso eu quero ver só se a mamãe ouvir você dizendo isso, ela vai ficar magoada-Mencionei.

-Mamãe nem vai se importar, ela só pensa naquele cachorro fedorento agora-Ele falou me fazendo arregalar os olhos, garoto abusado.

-Ei Alexandre eu também sou cachorro,mais não fedorento-Meu Seth tentou brincar.

-Você é outro que vai tirar alguma coisa de mim- Ele sussurrou e saiu correndo, papai até tentou ir atrás dele mais Darlli o segurou.

-Erick agora não é hora para vocês conversarem, aqui ta cheio de humanos e ele pode se zangar e nos expor,espera mais um pouquinho vai, assim que acabar a festa você o chama para conversar-Ela pediu.

-Darlli tem razão pai, o Alexandre pode fazer algo na frente dos convidados, é melhor você esperar e conversar com ele depois- Falei e papai assentiu.

-Ok eu não quero estragar a sua festa Kero e conversar com ele depois será o melhor mesmo, mais vai ser pra valer o Alexandre não pode continuar com isso - Falou nervoso.

-Eu concordo pai,mais o Alexandre ainda é uma criança e ta custando a acreditar que os pais estão separados,isso é novo - Falei.

-Alexandre é um homem Keroline,um homem que precisa saber que não é fazendo birra que as coisas vão melhorar-Meu pai disse firme.

-Você tem razão pai - Concordei.

-Erick vamos dar os cumprimentos a Renesmee?-Darlli perguntou e o papai ficou desconfortável mais topou.

-Ele venho por mim Seth,mesmo isso sendo tão difícil pra ele- Comentei olhando o papai engolir o orgulho e cumprimentar o homem que se casava com a mulher que ele sempre amou e vai continuar a amar,’’minha mãe’’.

-Ele te ama meu amor- Seth disse e voltamos a cumprimentar o resto dos convidados pra depois irmos para festa que seria na casa do vovô Carlisle,com direto a DJ tio Emmett,decoração da tias e das vovós,pista de dança,bolo e um variedade enorme de doces,uns até que eu nunca vi na minha vida.

-Keroline o seu casamento está maravilhoso, to morrendo de inveja- Brigitte brincou me abraçando, atrás dela estava todo o grupo bem animado com as musicas que tio Emmett colocava.

-Obrigada amiga - Agradeci.

-Lindinha você realmente é uma princesa- Ashley disse me abraçando também, as duas não paravam de dançar.

-Keroline me apresenta vai para aqueles bonitões-Lenn pediu apontando para o Brady e o Collin que pareciam deslocados no meio de tanta gente.

Foto do Brady e do Collin-http://3.bp.blogspot.com/-mnneRtfA1x0/TbXiW2hohpI/AAAAAAAADGY/VoHa3ayFL0g/s400/558.jpg

-Lenn você ta louca- Dom falou nervoso e enciumado.

-Ei o que foi?-Ela se fez de desentendida dando um gole na sua bebida.

-Ta dando em cima daqueles caras na minha frente- Mencionou bufando.

-Falou o senhor santo em pessoa-Ela revidou.

-Gente da para parar com isso, aqui não é um ringue- Ashley os lembrou e eu Seth nos encaramos.

-Tem razão Ashley, amiga eu fiquei muito feliz com o convite,mais essa festa pra mim,já deu o que tinha que dar- Lenn disse e saiu procurando passagem entre as pessoas e Dom correu atrás dela.

-Vocês acham que é melhor eu ir atrás deles?-Brigitte perguntou preocupada.

-Não,você está louca, eles vão se entender sozinhos pode apostar-Ashley disse confiante.

-Eu também acho- Concordei-Os dois estão precisando de uma conversa definitiva.

-Ta certo, mais dona Kero que tal você nos apresentar aquele gatos heim?-Brigitte pediu também olhando para os dois que ainda estavam em nossa frente.

-É Kero eu to louquinha pra fazer nossas amizades- Ashley brincou num tom malicioso.

-Calma ai meninas eu vou chamar eles-Seth se pronunciou segurando a minha cintura,ele estava se divertindo com o jeito assanhado e espontâneo das minhas amigas -Brady,Collin-Ele chamou os amigos que venho a nosso encontro.

-E ai cara,oi Kero você esta linda e o casamento ta incrível- Collin disse sorrindo e Brady que estava ao seu lado permaneceu parado feito estatua.

-Eu queria te apresentar para as amigas da Kero- Seth começou -Essa aqui é a Ashley -Ele apontou para ela que tratou logo de dar um beijinho de comprimento em Collin que me pareceu bem interessado,ele era um verdadeiro galinha,na verdade todos os lobos que não tinham ainda a suas impressões gostavam muito de levar uma vida bem animada no esquisito mulheres,como eles mesmo diziam ‘’é melhor eu aproveitar antes de me amarrar’’eu que levei a sorte que o meu Seth não era assim antes de me conhecer-E essa aqui é a Brigitte -Seth terminou as apresentações mais algo me prendeu a atenção em Brady,ele ainda continuava do mesmo modo,parado feito estatua como se tivesse em transe,se ele fosse tímido eu poderia até me arriscar em dizer que as minhas amigas o intimidou,mais o Brady sempre foi o mais animado e espontânea dos garotos e nunca havia agido assim.

-Brady você esta bem?-Perguntei a ele que nem se preocupou em me responder por que ainda continuava com os olhos gravados na Brigitte que se encontrava super sem graça’’mais uma novidade’’.

-Brady acorda- Collin se irritou e deu um tapa no amigo que acordou do subido transe.

-Ah me desculpe... O meu nome é Brady é um prazer te conhecer-Ele estendeu a mão para Brigitte e ignorou completamente o amigo e todos nos que estávamos ali.

-Seth, por favor, não me diz que é isso que eu estou pensando?-Collin perguntou pasmo me fazendo cair em si.

-É sim Collin,mais um foi fisgado pelo amor -Seth respondeu convicto olhando a cena.

-Cara o Brady teve a impressão antes de mim,eu não acredito que tenho tanta sorte assim- Collin tirou sarro e Ashley ficou confusa.

-Impressão, sorte,fisgado pelo amor?Alguém pode me explicar o que ta acontecendo?- Ela perguntou.

-Nada gata é só o nosso amigo que se deu mal -Collin respondeu-Vamos ali comigo heim tomar alguma coisa?-Ele perguntou malicioso.

-Claro-Ela aceitou rapidamente.

-Cuidado heim Collin o próximo pode ser você- O ameacei antes que fosse com a Ashley, Collin nem me deu bola.

-Aquele lá ainda vai pagar com a própria língua-Seth sussurrou no meu ouvido me fazendo confirmar com o rosto.

-Ei pombinhos se divirtam- Disse para Brigitte e o Brady que nem pareceram me notar, eu então puxei meu Seth para a pista de dança os deixando as sós num papo que me parecia animado.

-É tão lindo né- Comentei colocando minha mão envolta do pescoço do Seth e começamos a dançar uma musica lenta- Mais um amor puro está se formando, será que vai terminar igual o nosso?

-Eu tenho certeza que sim,Brady não vai conseguir ficar longe dela que agora é a razão pra ele,sem Brigitte o mundo não terá cor para o Brady,não terá sentido,sem ela Brady não ficará completo assim como eu não seria completo sem você.

-Seth me beija-Eu pedi.

-Com o maior prazer-Ele disse e suavemente passou as mãos febris por toda a extensão do meu rosto parado logo em seguida no meu queixo, Seth levantou o meu rosto para que o nosso olhar se cruzasse e assim bem lentamente ao som da musica ele encaixou nossas bocas num beijo carinhoso, que logo passou para uma intensidade absurda, meu corpo todo gritava por ele, minhas mãos foram diretamente para os seus cabelos como um modo de puxá-lo mais para mim, eu necessitava daquilo e agora o teria todos os dias da minha vida, da pra acreditar na felicidade que eu me encontrava?Seth era meu pra sempre e eu era dele por toda a eternidade, não havia mais medo, preocupação, não havia mais angustia, mentira, dor, tristeza não havia mais nada que não fosse alegria, eu era uma mulher casada e daqui pra frente me ocuparia em construir uma família, uma família junto do meu Seth o único homem que amei e que vou amar, o único homem que nos seus braços me deixou protegida, o único que foi capaz de me fazer estremecer, sentir desejos enlouquecedores, reações e sentimentos que eu nem imaginava que existissem.

Musica que eles estão cantando-http://www.youtube.com/watch?v=AuJrEBtmM1Q(when you say nothing at all- Ronan Keating)


-É incrível como você consegue falar diretamente ao meu coração, Sem dizer uma palavra, você consegue iluminar a escuridão, Tente como eu. Eu nunca vou conseguir explicar, O que eu ouço quando você não diz nada-Meu Seth começou a cantar para mim acompanhando a musica.

-O sorriso em seu rosto me faz saber que você precisa de mim, Há uma verdade em seus olhos dizendo que você nunca vai me deixar,O toque da sua mão diz que você vai me segurar onde quer que eu caia,Você diz isso melhor quando você não diz nada-Ele me rodopiou e nessa hora todos abriram espaço para que apenas nos dois continuássemos na pista.

-Durante o dia eu posso ouvir pessoas falando em voz alta, mas quando você me abraça, Você abafa a multidão (abafa a multidão),Tente como eles, eles nunca poderiam definir,O que foi dito entre o seu coração e o meu- Seth voltou a cantar dessa fez mais alto ainda e eu a principio fiquei envergonhada mais me deixei levar e me entreguei ao momento mais feliz da minha vida.

-O sorriso em seu rosto me faz saber que você precisa de mim,Há uma verdade nos teus olhos dizendo que você nunca vai me deixar,O toque da sua mão diz que você vai me segurar onde quer que eu caia e você diz isso melhor quando você não diz nada-Eu comecei a cantar o refrão recebendo aplausos dos nossos convidados.

-Você tem a voz perfeita minha linda-Seth sussurrou e nos dois voltamos a cantar, dessa vez juntos.

-Você diz isso melhor quando você não diz nada, Você diz isso melhor quando você não diz nada... O sorriso em teu rosto, a verdade nos seus olhos, o toque da sua mão me faz saber que você precisa de mim - Terminamos de cantar com o Seth me levantando para alto e depois ao som dos aplausos e assobios ele foi me abaixando lentamente e no fim me deu um beijo maravilhoso.

-Filha que lindo- Mamãe se aproximou de nos com o Jacob de braços dados.

-Obrigada mãe - Falei envergonhada eu nunca havia cantando na frente de ninguém, muito menos de uma platéia.

-Keroline eu não sabia que era cantora e nem esse meu amigo aqui, você escondeu o jogo esse tempo todo heim-Jacob brincou dando um soco de leve no Seth.

-Na verdade é surpresa pra mim também Jacob - Mencionei- Meu Seth nunca me mostrou esse dom - Disse o fitando.

-Nem você minha princesa então estávamos quites-Ele revidou me fazendo rir.

-É eu acho que estamos quites - Concordei.

-Bem vocês estão quites mais nos não- Jacob disse sorrido maliciosamente.

-Do que você tá falando Jake?-Mamãe perguntou a ele sem entender, Jake então fez sinal pra o tio Emmett e as luzes se apagaram iluminado apenas a pista -Jake me diz que não é isso que eu estou pensando...-Mamãe nessa hora já estava branca.

-Renesmee vamos aproveitar-Ela negou com o rosto mais quem disse que ele se importou?Jacob puxou a mamãe que foi praticamente arrastada para o meio da pista e tio Emmett soltou a musica que provavelmente havia combinado com ele,os dois com certeza eram cúmplices.


Musica que eles estão dançando-http://www.youtube.com/watch?v=WpmILPAcRQo&feature=fvwrel(Dirty Dancing - Time of my Life)


-Agora eu tive o melhor momento da minha vida, não, eu nunca me senti assim antes, Sim, eu juro, é verdade- Jacob começou a cantar na sua voz grave e rouca e pegou nas mãos da mamãe que deveriam estar tremulas agora,os convidados em volta riam de expectativa- E devo tudo a você, Porque eu tive o melhor momento da minha vida, E devo tudo a você - Ele segurou a mamãe firmemente pela cintura e a puxou para mais perto.

-‘’Eu mato você’’-Ouvi ela sussurrar pra ele e todos os vampiros e lobos que tinha uma ótima audição gargalharam com a ameaça e o tio Emmett aproveitou para aumentar o som da musica que passava de lenta para dançante.

Jacob então rodopiou a mamãe que pela primeira vez pareceu se divertir e esquecer todos em sua volta, primeiro os dois começaram com passos sincronizados como se já tivessem ensaiado a musica um milhão de vezes, depois mais um rodopio da mamãe e a pista foi dominada, os dois se viraram para frente e começaram mais passos,Jacob rebolando de uma maneira sensual arrancando suspiros das mulheres presentes e mamãe de uma maneira mais tímida,os dois então voltaram a se encarar e Jacob rodopiou mamãe até que ela parasse de costas para ele e dali os dois voltaram a rebolar fazendo os presentes enlouquecerem,a musica então começava a chegar ao final e a dança a ficar mais quente,mamãe deixou de ser uma inexperiente e se tornou agora uma profissional na área que flutuava com muita graciosidade a cada paço executado com o Jacob,no final os dois deram aquele beijo longo acompanhado de elogios e aplausos de todos que não estavam acreditando que um homem de 2 metros poderia dançar tão bem assim,na verdade nem eu.

-Mamãe você foi maravilhosa, meu deus-Eu a abracei quando os dois saíram na pista que imediatamente voltou a se ocupada pelos convidados mais animados do que nunca-E você Jake tava parecendo o Patrick Swayze- Eu brinquei fazendo os dois rirem.

-Obrigada meu amor eu nem sei o que me deu-Mamãe parecia confusa com tal feito.

-É mentira Keroline eu e sua mãe já dançamos sim, não se lembra nessie no restaurante que eu te levei, todo mundo nos aplaudiu e eu resolvi tentar a sorte aqui também quando vi o show que vocês fizeram- Jacob esclareceu.

-Ei,eu não acredito que não me contou isso mamãe- A repreendi.

-Filha eu fiquei com vergonha-Ela se explicou.

-Eu não sei que vergonha filha vocês estavam tão sincronizados- Vovó disse se aproximando de nos com o vovô.

-Mãe eu e o Jacob já assistimos o filme varias vezes, eu gravei os passos de cor e parece que ele também-Ela disse olhando para o Jacob que se fez de desentendido.

-Amores ta na hora de contar o bolo e do brinde dos noivos-Tia Alice anunciou e fomos todos para mesa central, lá fizemos novamente tudo como manda a tradição nos casamentos, primeiro cortamos os dois bolos de cinco andares que a tia Alice encomendou com os noivinhos em cima, segundo brindamos para as fotos que a todo instante eram tiradas em vários momentos da festa e da cerimônia com direto a vídeos também e foi exatamente nesse momento que tudo aconteceu, mamãe simplesmente do nada desmaio no colo do Jacob deixando todos aflitos com a cena.

-Mãe,mãe ai meu deus o que aconteceu?-Perguntei desesperada.

-Jacob a leva pra cima-Vovô Carlisle mandou e logo Jake que já estava com mamãe desacordada em seus braços subiu as escadas rapidamente e o vovô Carlisle foi atrás com o vô Edward, a vó Bella,tia Rosi eu e o Seth já os outros tiveram que ficar lá embaixo pra acalmarem os convidados.

-Vô Edward o que aconteceu com a mamãe- Perguntei angustiada e notei que papai e a Darlli havia subido também.

-Calma meu anjo o Carlisle vai examina - lá- Ele me tranqüilizou.

Pov Jacob.
-Isso era muita alegria para um homem só.

-Amores ta na hora de contar o bolo e do brinde dos noivos- A sanguessuga baixinha anunciou e todos nos encaminhamos para a mesa central aonde cortamos os dois bolos de cinco andares, um deles era o meu e da nessie que estava enfeitado com noivinhos em cima de uma moto, depois de muitas fotos venho os brindes aonde Renesmee e eu enlaçamos os nossos braços e junto tomamos do champanhe, mais algo deu errado com o meu amor, minha nessie do nada começou a se sentir mal e quando dei por mim ela já estava caída nos meus braços desacordada para o meu total desespero.

-Renesmee,Renesmee acorda,ah meu deus,fala comigo amor o que aconteceu...-Eu entrei em pânico.

-Jacob a leva pra cima- Carlisle mandou e eu obedeci prontamente subindo as escadas com o meu amor e a levando para o primeiro quarto que encontrei na frente, coloquei minha nessie delicadamente na cama de casal que eu conheci como sendo a do quarto dos sanguessugas mais velhos o Carlisle e a Esme que ficavam no primeiro quarto no inicio do corredor,atrás de mim venho a Bella,Edward,Keroline,Seth,Rosi e o ex marido da nessie o tal de Erick com outra vampira que eu não me lembro do nome.

-Carlisle o que esta acontecendo com ela?-Perguntei nervoso, eu não conseguia entender o motivo da minha nessie ter desmaiado assim do nada.

-Eu sabia que ela não estava bem, mais Renesmee é teimosa e como sempre me disse que não era nada- Erick resmungou com a mão na cabeça, ele então sabia que ela estava doente e simplesmente deixou quieto?

-Como assim você sabia que ela não estava bem?-Perguntei tremendo.

-Hoje quando fomos conversar a sós na floresta ela desmaiou do nada e quando tentei a convencer de ir ao medico ela me disse que era só nervosismo devido ao casamento-Ele se explicou me deixando mais confuso ainda, o que?Conversa a sós da minha nessie e ele?Ela desmaiou e ele deixou passar isso?era coisa demais para minha cabeça.

-Jake ela esta acordando-Ouvi Edward dizer e no mesmo segundo eu já me encontrava de joelhos a lado da cama a onde ela estava abrindo os olhos calmamente.

-Gente o que aconteceu?-Ela parecia confusa.

-Mamãe você esta se sentindo bem?-Keroline foi à primeira perguntar se sentando na cama.

-Só to um pouco tonta filha,mais como eu vim parar aqui,e a festa?-Ela queria entender.

-Você desmaiou meu amor lá embaixo na hora do brinde e eu te trouxe até aqui - Expliquei pegando em sua mão que estava fria.

-Desmaiei de novo - Falou assustada.

-Renesmee há quanto tempo você esta tendo esses desmaios filha?Erick nos contou que hoje essa já é a sua segunda fez- Bella perguntou preocupada com a filha.

-Eu não sei mãe, isso só acontece quando eu estou nervosa mais eu não sei o motivo-Meu amor esclareceu se sentando na cama.

-Eu vou fazer alguns exames complementares e vamos ver o que esta acontecendo-Carlisle anunciou pegando sua prancheta aonde anotou algo.

-Mãe vamos trocar essa roupa primeira a senhora precisa descansar- Keroline disse e Bella concordou.

-Não ainda temos um casamento lá em baixo e os convidados? Eu já estou melhor e não preciso de tudo isso - Ela tentou se esquivar mais eu fui mais rápido.

-O casamento já acabou nessie e os noivos sempre são os primeiros a sair e você não sai desse quarto enquanto o Carlisle não souber os motivos desses desmaios-Falei serio,por que quando se tratava da saúde da minha nessie eu não brincava.

-Certo pessoal mais a Kero e o Seth vão voltar para a festa-Ela se rendeu-Eu já estraguei demais as coisa e vou-me sentir culpada se o casamento da minha menina terminar assim-Pediu.

-Mãe -A keroline tentou discutir.

-Keroline é melhor vocês voltarem para a festa,o Carlisle vai fazer os exames e depois chamamos vocês,mais agora vai minha linda e termine a sua festa pela sua mãe- Bella pediu e a Keroline assentiu dando um beijo em nessie e saindo do quarto logo em seguida com o Seth de mãos dadas.

-Renesmee agora venha, vamos trocar essa roupa por algo mais confortável-Rosi a chamou e as três juntamente com Bella fora para o banheiro e colocaram um pijama no meu amor que depois voltou e fomos até o seu quarto aquele que Bella manteve intacto e lá meu amor se deitou na cama.

Pijama da nessie-http://3.bp.blogspot.com/-D-OOBOBzXro/TbXjtIC-FaI/AAAAAAAADGc/fpzb_EHcLzo/s400/656.jpg

-Pessoal vocês poderiam nos dar licença-Carlisle pediu educadamente.

-Bem eu e a Darlli vamos ficar do lado de fora do quarto e qualquer coisa Renesmee, por favor, me chama - Erick pediu e nessie assentiu sorrindo.

-Filha eu e seu pai vamos estar lá fora também- Mamãe disse.

-Carlisle não se demore - A loira pediu angustiada e saiu porta fora também.

-Eu posso ficar com ela - Implorei para o sanguessuga que assentiu.

-Amor eu já to bem foi só uma mal estar bobo - Ela tentou me tranqüilizar quando percebeu que eu estava tremendo.

-Isso foi o que você disse da outra vez- A lembrei.

-Seja o que for nessie nos vamos descobrir-Carlisle comentou se sentando na cama do lado do meu amor e começando a tirar a pressão dela, depois ele tirou sangue e nessie fez o exame de urina também-Pronto meu anjo agora descanse um pouquinho que eu vou até o meu laboratório e já trago os seus resultados-Ele disse calmamente como se já soubesse o que meu amor tinha.

-Carlisle- O chamei antes que abrisse a porta- Você não acha que é melhor leva - lá para o hospital?-Perguntei temeroso.

-Não Jake eu vou fazer alguns teste e se for o que eu estou pensado a nessie não tem nada de grave, mais se não for, dai sim eu a levarei para o meu consultório-Eu assenti de acordo e ele saiu do quarto.

-Ta sentindo alguma coisa amor?- Perguntei a cobrindo com o cobertor.

-Não,eu só to um pouco enjoada-Respondeu fazendo um múrmuro.

-Você não comeu nada né,espera ai que eu vou pegar algo para você se alimentar-Disse levantando da cama.

-Não pelo amor de deus Jake,eu não estou com fome-Ela quase gritou.

-Como não amor, você esta branca e enjoada, isso deve ser fome- Observei.

-Eu to cansada isso sim, Jake faz o seguinte depois a gente come, mais agora deita aqui comigo vai-Ela me chamou- Por favor, eu juro que como depois- Prometeu e eu me rendi.

-Depois você vai comer nem que seja na boquinha dona Renesmee- Ameacei quando entrava em baixo das cobertas.

-Pode deixar-Ela gargalhou e se deitou no meu peito.

-Amor o que você acha que aconteceu?-Perguntei tenso.

-Deve ter sido a emoção, eu to tão feliz que desmaiei de nervosismo-Ela brincou.

-Os vampiros não costumam ser tão moles assim- Rebati e ela riu.

-Mais os humanos sim-Argumentou-Eles vivem cada sentimento de maneira tão intensa, exatamente do mesmo modo que eu estou vivendo com você.

-Sei,mesmo assim não é normal a noiva desmaiar nos braços do noivo no meio do casamento -Disse.

-Você não vai desistir né?-Ela afirmou.

-Não- Garanti.

-Então só nos resta esperar pelo resultado-Finalizou.

-Tem razão só nos resta esperar-Alisei o seu braço que se arrepiou com o meu toque, eu sorri com isso, era inevitável não ficar feliz com as reações que a minha nessie tinha quando eu a tocava, a olhava, enfim quando estávamos juntos.

-Você acha que vai demorar-Ela também estava ansiosa.

-Não faço idéia mais você não tava cansada?-A lembrei e nessie subiu o olhar para me fitar.

-Tava mais você esta me deixando aflita- Comentou.

-Eu te deixando aflita?-Me fiz de magoado-Isso é a ultima coisa que quero-Acariciei o seu rosto e nessie fechou os olhos se entregando ao momento, eu então resolvi aproveitar e desci até sua altura capturando seus lábios doces para mim.

-Jake tem gente lá fora-Ela sussurrou contra os meus lábios.

-Eu não me importo-Falei pressionando ainda mais minha boca na dela, nessie gemeu e me deixou mais louco ainda, ‘’que de dane os convidados’’.

-Jake,Jake por favor para-Ela pediu novamente mais algo me dizia que ela queria aquilo tanto quanto eu.

-Por quê?-Perguntei beijando o seu pescoço.

-Por que aqui é a casa dos meus pais e não dá, eles estão lá fora e se você continuar eu juro que não teremos a lua de mel depois-Ela me ameaçou firmemente.

-Ok você venceu-Me separei dela muito a contra gosto e nessie riu vitoriosa,’’essa mulher ainda me paga’’.

-Mais depois eu vou cobrar heim- Avisei.

-Pode cobrar- Renesmee me deu um selinho e se deitou ao meu lado e a partir dali ficamos conversando até Carlisle e os outros entrarem novamente no quarto, lá embaixo a festa já havia acabado.

-Então Carlisle o que minha nessie tem?- Perguntei serio e Keroline junto a Seth entraram no quarto.

-Calma Jacob a Renesmee não esta doente não, muito pelo contrário-Ele sorriu acompanhado de Edward e Keroline que já deveriam saber do que se tratava como bom leitores de metes que são.

-Então vovô o que eu tenho,quais são os motivos dos meus desmaios?-Renesmee perguntou curiosa.

-Parabéns minha neta, você e Jacob vão ser papais-Carlisle nos contou esboçando um enorme sorriso que na mesma hora contagiou a todos naquele lugar, principalmente eu e minha nessie que começamos a chorar de felicidade,eu ia ser pai? E ainda por cima de um filho da nessie?Isso era muita alegria para um homem só,o quanto eu esperei por esse momento em que me casaria com ela e construiria a minha família ao lado da minha vida,ao lada da Renesmee a mulher cujo eu sempre esperei,a mulher que sempre esteve no meu destino mesmo com as turbulências que a vida nos causou,nos dois ainda estávamos aqui,nos amando ainda mais e agora recebendo essa dádiva que é o fruto do nosso amor.

-Tem certeza vô- Minha vida perguntou soluçando.

-Tenho sim nessie,eu já tinha suspeitado pelos sintomas que apareceram de modo diferente em você,como por exemplo os desmaio só quando estava nervosa,os enjôos a comida e a falta de apetite,poderia ser qualquer coisa principalmente uma gravidez,então aqui esta a prova-Ele nos passou um papel.

-Ah vovô eu não estou entendendo nada mais acredito em você,eu vou ser mamãe novamente- Renesmee disse rindo de felicidade e eu a abracei com todo o meu amor e carinho.

-Ah meu deus eu ouvi bem,nessie esta grávida -O furacão Alice entrou no quarto quase derrubando todos que estavam em sua frente com Jasper ao lado.

-Sim Alice a nossa menina vai ter um filho do Jacob- Bella estava emocionada, ainda bem que vampiros não choram por que a loira assassina estava do mesmo jeito.

-Você quis dizer um filhotinho do Jacob né?-Como sempre essa frase foi da autoria do vamp sem noção Emmett.

-Tio não chama o meu filho de cachorro- Renesmee o reaprendeu.

-Mais ele vai ser um quando crescer minha linda -Emmett se defendeu recebendo um olhar mortal da loira.

-Não ele vai ser um lobo como pai e não um cachorro-Keroline se meteu -Igual os nossos filhos quando tivermos- Ela olhou para Seth que se animou com a idéia e recebeu um rosnado de Erick e Edward -Ei calma, primeiro os estudos- Se corrigiu.

-Acho bom mesmo- A loira resmungou.

-Mamãe eu vou ter uma irmãzinha- Antonio pulou na cama, animado com a idéia.

-Pode ser um irmãozinho por que não?-Keroline comentou.

-Mais eu quero que seja uma menina, assim eu não vou ficar sozinho quando você e o Alexandre forem embora- Renesmee arregalou os olhos.

-Mais nem a Keroline e nem o Alexandre vão embora meu amor-Ela tentou explicar.

-O Alexandre disse que ia com o papai para o Japão – Comentou-Ele foi até arrumar as malas já - Antonio falou confuso.

-O que?O Alexandre saiu sozinho- Renesmee começou a ficar nervosa -Meu deus eu preciso ir atrás dele-Ela tentou se levantar mais eu a impedi.

-Nessie não,você não pode ficar nervosa e muito menos fazer esforço - Disse.

-Jake tem razão filha...-Bella começou a falar-Deixe que um de nos vá atrás dele.

-Eu vou -Erick se prontificou - Assim eu aproveito e converso com ele a sós-Falou a nessie que assentiu aliviada.

-O que deu nesse menino pra sair assim sem minha permissão-Ela colocou a mão na cabeça.

-Ele ta com medo que a senhora troque a gente por esse filho, como trocou o papai pelo Jacob-Antonio esclareceu de cabeça baixa.

-Filho você acredita mesmo nisso?-Meu amor perguntou tristemente com a declaração do filho.

-É claro que não mãe,eu sei que a senhora ama a gente...e eu queria muito ter uma irmãzinha para poder cuidar dela -Ele deu um abraço de nessie que suspirou aliviada.

-É assim que se fala maninho-Keroline disse orgulhosa-Mais para de falar que quer uma irmã que assim eu fico com ciúmes-Ela brincou pulando na cama também.

-Não fica não Kero eu também te amo-Ele abraçou a irmã com carinho e todos riram com a cena, principalmente a minha nessie.

-Keroline ta na hora de você se trocar para pegar o avião - Alice anunciou.

Keroline e Seth iriam passar a lua de mel na ilha Esme,na verdade esse assunto virou briga por que Kero quis abrir mão desse momento para mim e a Renesmee,mais quem disse que o meu amor aceitou?Minha nessie praticamente obrigou a filha aceitar e Keroline não teve escolha com uma Renesmee decidida e geniosa igual à mãe e por falar em Bella essa também se meteu e fez eu e nessie prometer que um dia iríamos viajar para ilha,quem sabe numa segunda lua de mel.

-Tia mais ainda ta cedo -Keroline fez bico.

-Cedo? O avião já esta quase saindo e você ainda ta com a roupa de noiva, venha agora Keroline, antes que eu te leve a força- Ameaçou e Keroline pulou da cama saindo pela porta logo em seguida.

-Nos livramos de uma heim-Renesmee sussurrou para mim que assenti em acordo.

-Não por muito tempo Renesmee- Alice brincou-E você Seth venha também, ta achando que vai assim para o Brasil é?

-Não Alice, claro que não- Seth respondeu e saiu com a baixinha doida.

-Vô da pra saber de quantas semanas eu estou grávida- Renesmee perguntou.

-Creio que seja apenas alguns dias minha neta, mais posso garantir que essa gravidez terá a metade da gestação e logo, logo já se poderá notar uma barriga de nove meses-Eu sorri com essa afirmação, imagina minha nessie com aquela barriguinha de grávida, ela vai ficar mais linda do que já é.

-Eu não vejo a hora- Constatei passando a mão no ventre ainda sem volume da nessie que riu com o gesto.

-Bem pombinhos a gente vai deixar o casal a sós mais qualquer coisa é só nos chamar, iremos estar todos lá embaixo-Edward disse a Renesmee que assentiu rindo lindamente e todos saíram do quarto.

-Vamos voltar para a nossa casa hoje?-Renesmee perguntou acariciando o meu rosto.

-Era o que eu mais queria, mais hoje vamos passar a noite aqui mesmo,você precisa descansar e comer alguma coisa -Falei e na mesma hora Esme como se lesse os meus pensamentos entrou com uma badeja enorme de comida na mão.

-Alguém falou em comer alguma coisa-Ela caminhou até nos e depositou a badeja do lado da cama- Jake a faça comer de qualquer jeito,uma mulher grávida precisa se alimentar por dois -Falou preocupada e eu assenti de acordo,Esme logo depois deu um beijo na neta e saiu do quarto nos deixando a sós.

-Eu já to vendo que serei muito mimada nessa minha gravidez-Renesmee resmungou fazendo um beicinho lindo que eu desmanchei com um beijo ardente.

-Se depender de mim eu vou te mimar pelo resto das nossas vidas- Falei ainda ofegante pelo beijo.

-Então eu vou amar-Ela mordeu os lábios e quando eu ia a beijar novamente, Keroline e Seth entraram no quarto’’estraga prazeres’’.

-Mãe desculpa ter atrapalhado o momento mais eu e Seth estamos indo para o Brasil- Keroline se explicou um pouco constrangida, já o Seth era só divertimento.

-Imagina meu amor, venha aqui e me da um beijo -Renesmee pediu e Keroline fez ficando alguns minutos nos braços da mãe e depois me deu um abraço também,o Seth fez o mesmo com nos dois- Filha não é perigoso vocês ficarem sozinhos naquela ilha imensa?-Renesmee perguntou preocupada.

-Imagina nessie eu vou cuidar bem da minha mulher, não se preocupe- Seth a tranqüilizou.

-E não vamos ficar a todo tempo sozinhos mãe, a Sarah combinou comigo de nos encontrar na ilha junto com o Nahuel e de me levar para conhecer Copacabana palace também-Keroline disse empolgada.

-Que ótimo filha, assim eu fico bem mais tranqüila- Renesmee disse aliviada.

-Keroline e Seth vamos-Ouvimos Alice cantarolar no andar de baixo.

-Já estamos indo tia- Keroline gritou de volta e riu pegando a mão do Seth- Estamos indo mamãe e por favor me liga todos os dias para me manter informada da sua gestão,eu e Seth voltaremos logo eu prometo.

-Não se preocupe filha e aproveita ao maximo a sua lua de mel e pode deixar que eu ligo para te manter informada -Renesmee prometeu.

-Certo mãe, eu te amo tah, beijos e tchau- Ela então saiu do quarto com o Seth logo atrás,enfim o pirralho achou sua cara metade.

-Eu acho que agora ninguém mais vai entrar no quarto- Eu olhei para nessie que estava comendo um morango que tinha na bandeja.

-E como pode ter certeza?-Ela perguntou a mim que num pulo foi até a porta e a tranquei com a chave-Acha que vai funcionar-Me questionou.

-Temporariamente sim - Brinquei a olhando com malicia, Renesmee arqueou as sobrancelhas.

-Ta eu vou comer tudinho- Ela disse colocando a bandeja no colo.

-Eu sei que vai,mais depois- Falei me aproximando da cama- Por que agora você precisa de um banho,na verdade eu também to precisando de um- Eu a peguei no colo com facilidade e nessie deu um gritinho pelo susto.

-Jake se lembra do que eu te disse... -Ela tentou falar.

-Lembro sim mais isso se aplicava também a um mero banho inocente?-Perguntei me encaminhando para o banheiro do quarto.

-Ai você é impossível-Ela gargalhou finalmente se rendendo, que os sanguessugas me desculpem mais se não quiseram ouvir eu sugiro que tape os ouvidos,por que hoje aqui nesse quarto só será eu,minha nessie e o nosso bebe que ainda é uma sementinha.
                                                       By:natineces

Capítulo 2

                                          (Fic Tá Vendo Aquela Lua)
                                           
Acordei sentindo algo acariciar os meus cabelos e quando abro os olhos encontro minha amiga Claire sorrindo.

- Bom dia- Ela disse sentada ao pé da minha cama.

- Como você soube? -Perguntei curiosa.

- A sua mãe me ligou hoje preocupada com o seu estado e eu vim correndo até aqui- Ela explicou.

- Não precisava Claire você estava com o Quil, não estava- Disse.

- Como não precisava? Minha melhor amiga e minha priminha do coração estava precisando de mim, eu tinha que vim sim, o Quil pode esperar- Argumentou.

- Que horas são?- Perguntei me sentando na cama, minha cabeça estava doendo.

- São 09h30min amiga, mais não se preocupe depois eu ligo para senhora Newton e justifico a sua falta- Ela me tranqüilizou.

- Meus pais já foram trabalhar?- Quis saber.

- Já sim, sua mãe ficou aqui até eu chegar, ela estava morrendo de preocupação e o seu pai está possesso com o Nahuel e a Kim, na verdade eu também estou àquela vaca dos infernos- Claire me fez rir com o comentário.

- Da Kim eu sabia o que esperar, mas, é o fato do Nahuel ter me traído que me magoa mais - Disse.

- Eu imagino amiga, se o Quil me traísse ele provavelmente seria um cara morto - Falou nervosa.

- Quil não vai te trair Claire ele te ama de verdade e todo mundo vê isso, já o Nahuel esse nunca me deu certeza, eu me sentia insegura o tempo todo com ele mais não queria admitir.

- O que você vai fazer agora?- Ela perguntou.

- Claire aconteceu outra coisa ontem tirando esse episódio do Nahuel- Comecei a relatar, Claire arregalou os olhos.

- O que? - Essa sussurrou.

- Ontem a senhora Newton me deixou tomando conta da loja e quando chegou à hora de eu ir embora o Mike chegou... - Disse e Claire colocou a mão na boca, ela sabia do medo que sentia por esse cara- Eu tentei ir embora mais de repente ele me agarrou, ah Claire foi horrível - Comecei a chorar.

- Você não ta tentando me dizer que ele te estru....- Não deixei terminar.

- Não, eu consegui fugir antes e encontrei a senhora Newton que havia acabado de chegar, ela depois me trouxe de volta pra casa- Expliquei.

- E depois você foi até a casa do Nahuel pra desabafar?

- Sim foi exatamente isso- Assenti.

- Ai amiga, que horror eu nem acredito isso é terrível- Claire chorou também- Eu deveria estar aqui com você nessas horas mais não, que tipo de amiga eu sou- Ela se martirizou.

- Claire você ta aqui agora e isso é o que importa- Disse sincera e Claire me abraçou.

- Amiga vamos à polícia temos que denunciar esse safado- Constatou.

- Não, eu não posso a senhora Newton vai se prejudicar e não temos provas- Relembrei.

- Verdade, mais que droga aquele desgraçado vai ficar em pune-Falou com raiva.

- Eu só quero ficar bem longe dele e isso me basta- Disse.

- Você não vai ficar ai nessa cama o dia inteiro né? Eu não agüento te ver deprimida - Claire falou.

- Não eu vou procurar um emprego- Levantei da cama.

- Aonde?- Claire perguntou quando eu entrei no meu banheiro para tomar um banho.

- Não sei Claire em qualquer lugar.

- Certo, então eu vou com você- Ela disse.

- Não vai não, você tem um casamento pra organizar esqueceu?- A lembrei.

- Eu já tenho tudo em ordem- Tentou argumentar.

- Claire eu preciso de um tempo, a minha cabeça esta a mil- Pedi ligando o chuveiro e entrando embaixo da água morna.

- Você não pode dar um tempo junto comigo?-Perguntou- Olha eu tenho até uma sugestão da onde você pode encontrar um emprego fora daqui e bem longe daquele ser.

- Então me diz aonde?- Perguntei com esperança.

- Em La Push- Ela respondeu.

- La Push? Não tem um lugar mais perto não?

- Eu não sei você vai ter que procurar pra saber.

- Certo, então eu vou pra lá- Decidi desligando o chuveiro, eu não podia me demorar.

- Você vai ver La Push não é muito longe daqui e eu empresto até o meu carro.

- Tem certeza? - Perguntei receosa Claire revirou os olhos impaciente.

-Tenho e não....

- Aceito não como resposta- Terminei a sua famosa frase.

- Exatamente- Ela concordou levantando as chaves do seu carro em minha direção, eu as pegue com um enorme sorriso no rosto.

- Se você não encontrar nada hoje amiga que tal tirar uma folguinha e aproveitar a praia de lá um verdadeiro antro de perdição é cada homem que você vai babar pode ter a certeza, ou então vai a algum barzinho todos são ótimos- Ela sugeriu.

- Eu vou pensar no seu causo- Brinquei e fui até o meu guarda roupa e tirei algumas peças de roupas pra vestir.

- Ei você ta maluca- Claire me assustou - Você não vai com esses trapos velhos não, eu hoje vou te produzir e nem adianta dizer não dona Renesmee- Ela falou naquele seu tom autoritário.

- Ta mais não se demora, eu preciso ir logo e o tempo ta passando- Suspirei derrotada.

- Certo pode deixar- Claire bateu palminhas, isso foi tão tia Alice.

- Você é o clone da sua mãe, pelo amor de deus cadê os traços do tio Jasper? Você também é filha dele - Brinquei.

- Olha esse look vai ficar perfeito- Claire colocou uma regatinha branca acompanhada de um corpete Jens e uma calça Jens num tom mais claro e um cinto marrom em cima da cama.

- Eu tenho que admiti que gostei- Falei sincera.

(Roupa-http://4.bp.blogspot.com/-2jcfZqjn1Vw/TbEHN9KjL3I/AAAAAAAADFA/qoYFCzWSeqE/s320/Avril%252BLavigne%252Bflipb.jpg)


- Amiga você não precisa de mim pra isso por que já tem o seu estilo próprio e não o usa com freqüência- Claire me reaprendeu.

- Valeu pelo elogio e de nada pelo puxão de orelha, mas agora eu preciso ir-

Terminei de me arrumar e peguei o carro que a Claire me empestou e fui até La Push tentar arrumar um emprego, o que não rolou como o imaginado o lugar era lindo, mas pequeno e ninguém estava precisando de alguém nas lojas que havia por lá e olha que eu passei praticamente o dia em La Push, eu tinha saído as 10; 00 horas de casa e agora no relógio era 6;30 da tarde e o crepúsculo já se fazia presente.

O único jeito mesmo era voltar pra casa ou ir a algum barzinho relaxar, por que ir a praia nessas horas era carta fora do baralho.

Ligue para Claire e avisei que chegaria mais tarde em casa ela por sua vez me indicou o endereço de um lugar pra ir agora, segundo ela era um dos melhores daqui, o que eu tinha a perder não é mesmo, então eu fui até lá e realmente comprovei o que ela disse o lugar de fato era muito bonito e cheio.

Estacionei o carro e entrei no lugar aonde eu me encaminhei até uma mesa e me sentei lá, logo uma garçonete veio me atender.

- Seja bem vinda, o que deseja?- Ela perguntou.

- Eu queria um suco de morango, por favor- Pedi a ela que sorriu simpática.

- E pra já moça - Disse e foi buscar o meu pedindo enquanto eu ficava admirando o lugar, na mesa que estava ao lado havia uma grande janela de vidro que pegava toda a estação do local nos dando uma vista privilegiada para o estacionamento, logo notei que varias pessoas havia chegado era no total três carros e duas motos, no primeiro carro desceu apenas meninas, do segundo havia vários casais, no terceiro carro desceu só duas pessoas e nas motos dois rapazes e um deles me chamou muito atenção, seu cabelo negro estava em desordem num arrepiado que o deixava extremamente sexy, sua pela contrastava em igualdade com os outros como se fossem de algum tipo de tribo, seu porte era grande e musculoso estilo lutador, seu sorriso era formado por uma fileira de dentes brancos e seu jeitinho era de menino.

- Meu deus que deus grego é esse- Perdi a respiração.

- Ele é mesmo lindo não é?- A garçonete comentou e só então percebi a sua presença ao meu lado, ela havia trazido o meu pedido.

- Nossa que susto- Pus a mão no coração.

- Desculpa essa não foi minha intenção, ah propósito eu me chamo Rachel e sou a irmã mais velha daquele ali- Ela apontou para ele que se encostou ao balcão mais a frente com o resto da galera.

(Rachel-http://3.bp.blogspot.com/-yaRb4mxV_6Y/TbEPTdvsT_I/AAAAAAAADFU/6ev_3pVCrJ4/s320/img_megan_fox_3004.jpg)

 
- Serio?-Perguntei sem graça- Desculpa pelo comentário eu só...

- Que isso não precisa se desculpar o meu menino é mesmo lindo- Ela disse orgulhosa e se sentou ao meu lado.

- Seu menino- Repeti tentando assimilar.

- Sim, eu fui quem o criou desde pequeno- Me explicou- Agora eu preciso ir e foi um prazer te conhecer- Se despediu de mim e saiu já eu por sua fez desviei o meu olhar e voltei a fitar a janela com o pensamento distante mais precisamente em Nahuel, aquele cafajeste ordinário.

Por que heim, ele tinha que ter jogado todo o nosso amor no lixo? A gente foi tão feliz juntos, Nahuel foi o único garoto com que eu estive e o meu primeiro amor, que eu estupidamente achei que seria pra sempre, Será que ele fez isso só por que eu não quis aprofundar o nosso namoro? Ele seria tão escroto a esse ponto, será que procuraria em outro alguém o que eu não dei?

Droga por que ele não me sai da minha cabeça, eu ainda posso sentir o gosto dos seus beijos, o toque da sua pele na minha o que me foram sensações maravilhosas junto com as minhas lembranças, como a do nosso primeiro beijo.

Flash Back On

- Nahuel pra onde você ta me levando?- Perguntei sem entender, aquele louco havia me puxado do nada quando estávamos na aula de educação física, se minha mãe soubesse que eu havia matado aula ela me mataria.


- Calma Renesmee você já vai ver- Ele falou abafado me puxando mais ainda para fundo da escola aonde tinha a floresta.


- Tah, mais anda logo precisamos voltar, o professor vai notar nossa ausência- Disse com medo.


- Pronto chegamos- Ele anunciou se virando de frente pra mim.


- Ei o que você quer me mostrar?- Perguntei.


- Renesmee eu nem sei como eu vou te dizer isso mais - Nahuel pegou na minha mão tremendo, ele estava nervoso.


- Dizer o que?- O incentivei.


- Que eu to sentido coisas- Eu fiquei confusa.


- Que tipo de coisas Nahuel? você está doente? É isso- Falei preocupada.


- Não minha mãe disse outra coisa...


- O que ela disse?


- Que eu estou amando.


- Quem?- Sussurrei.


- Você - Ele respondeu colocando minha mão em seu peito a onde seu coração dava pulos como o meu naquela hora.


- E como você sabe?- Renesmee que pergunta idiota, ah da um desconto né, eu tava nervosa também, o meu melhor amigo que é lindo de doer estava dizendo que me amava.


- Eu sei lá Renesmee, eu fico sempre nervoso quando você chega, tremo como um gay-Eu ri dessa expressão - Enfim eu queria ser algo mais pra você e não só um amigo, eu queria fazer o que o meu pai faz com a minha mãe todas as manhãs pra se despedir quando vai ao trabalho, eu queria-te beijar- Eu congelei.


- Vo-Você quer me beijar?- Perguntei estagnada.


- Quero - Ele respondeu se aproximando mais do que devia de mim, eu tentei-me afastar mais Nahuel me segurou eu então engoli o meu medo e me deixei levar.


Aquele beijo foi inesquecível pra mim e foi a partir dali que eu e Nahuel começamos a namorar.


Flash Back Off

Um namoro que começou de uma maneira tão inocente e linda teve um final assim, não da pra acreditar.

Chacoalhei minha cabeça de leve tentando afastar aquele traste da minha mente e tomei um gole do meu suco um pouco incomodada, era como se alguém tivesse me observado, logo olhei para os lados e mais a frente notei que essa pessoa era o irmão da garçonete simpática que agora bebia com os amigos que estavam no papo animado, menos ele que continuou a me fitar e quando viu que estava o olhando também sorriu pra mim que não correspondi tudo que fiz foi me levantar depois de terminar minha bebida e seguir para o balcão que era do lado da mesa onde ele estava que por si só também se levantou e venho na minha direção.

- Você é nova por aqui né?- Ele me perguntou roucamente me causando arrepios.

- Sou sim - Respondi simplesmente eu realmente não tava pra paqueras, mesmo ele sendo lindo de doer.

- Posso saber o seu nome? - Ele não se intimidou e voltou a perguntar na mesma hora que a Rachel veio me atender atrás do balcão.

- Renesmee deseja mais alguma coisa?- Ela perguntou sorriso intercalando olhares, hora pra mim, hora pra ele.

- Não Rachel eu só queria pagar o meu suco- Disse tirando minha carteira da bolsa.

- Que isso ele fica por conta da casa, como boas vindas- Disse ela.

- Tem certeza?- Perguntei receosa.

- Tenho sim, eu vejo que já conheceu o meu irmão - Ela apontou para ele que continuava a me olhar.

- Eu me chamo Jacob- Se apresentou estendo a mão pra mim, eu me virei.

- Renesmee- O cumprimentei notado que todos na mesa pararam pra nos olhar, eu me senti intimidada- Bem eu já vou indo foi um prazer te conhecer, Tchau Rachel- Me despedi e antes que ele pudesse falar alguma coisa eu sai daquele local o deixando pra trás.

- Ei espera - O ouvi gritar atrás de mim.

- O que foi?- Perguntei entrando no carro e ele correu até mim.

- Me da o seu telefone- Pediu meio desesperado.

- Eu acho melhor não- Falei dando partida e saindo com o carro dali, no retrovisor o vi com as mãos na cabeça, ’’Renesmee cadê seus bons modos por que fez isso?’’Perguntei a mim mesma, eu tinha acabado de dispensar um dos caras mais lindos que já vi por bobagem, do que eu to falando ‘’hello eu acabei de ser traída, não vou me envolver com ninguém’’ o melhor mesmo é eu ir embora, hoje já deu o que tinha que dar.
                                                         By:natineces.

Capítulo 1

                                   (Fic Tá Vendo Aquela Lua )

Meu nome é Renesme Cullen, eu tenho 20 anos e sou filha do Edward Cullen e Isabella Swan, ambos médicos na pequena e pacata cidade aonde vivemos chamada Focks, aqui eu moro desde os meus 15 anos de idade e trabalho como balconista numa loja de utensílios para casa e cozinha da senhora Newton, amiga da família, terminei o ensino médio aqui mesmo e desde então estou batalhando duro pra pagar minha faculdade ou pelo menos metade dela, no ano que vem, já que meus pais fazem questão de pagar a outra metade com o dinheiro que eles guardam pra mim.

O meu grande sonho é cursar gastronomia, amo cozinhar e inovar na cozinha e todos que já experimentam os meus pratos amaram e sempre pediam os meus segredos, principalmente Claire, minha prima preferida, filha da tia Alice, que é como uma segunda mãe pra mim e Claire como uma irmã, ao contrário de mim Claire pretende seguir outro rumo na vida, pra começar ela esta de casamento marcado com Quil Altera um verdadeiro deus grego que mora em La Push, uma reserva perto daqui pra onde ela também vai se mudar e quem sabe constituir a sua família, sim, minha amiga com a mesma idade que eu já pensa em ter filhos, na verdade pelo menos três como ela sempre sonhou já eu não quero nem tão cedo me amarrar a alguém, ou melhor, me casar por que atualmente eu estou namorado meu amigo de escola, o Nahuel, há quatro anos, nos também já falamos desse assunto do matrimônio, mas eu sempre dou um jeitinho de escapar, por que pra mim o meu futuro vem em primeiro lugar, eu preciso ser alguém pra os meus filhos terem orgulho de mim depois, não acham?

Bem, eu acho e com ou sem pressão eu vou me formar e não há homem do mundo que vai me fazer mudar de idéia, outro assunto que me obriga a fugir do meu namorado, é a minha primeira vez, sim, eu ainda sou virgem e não pretendo mudar esse status tão cedo, menos o Nahuel que me pressiona direto pra isso acontecer, a gente já brigou diversas vezes por causa disso e no final ele sempre ia embora e voltava no outro dia com algum agradinho pra mim, estranho né? Mais eu deixo passar, afinal o Nahuel nunca me foi normal mesmo e não deve ser nada demais.

Hoje eu combinei com a Claire, a tia Alice e a Kim minha outra prima, filha da tia Rosi que é extremamente insuportável, para irmos escolher o vestido de casamento, que será mês que vem e detalhe: eu vou ser madrinha, não é o máximo?

Eu fiquei super comovida com o pedido da Claire e acabei aceitando. Fomos todas até a loja que seria a nossa última parada, já que a Claire com as suas manias deixou como ela mesma disse o item mais importante para o fim, pra poder escolher ele com mais calma e parece que surgiu efeito por que com o bom gosta da minha tia Alice e alguns pitacos e conselhos meus e da Kim, Claire finalmente se resolveu por um vestido lindo e deslumbrante, a cor, como a tradição foi branca, já o vestido deixou sou forma arredondada para dar vez a uma mais agarrado ao corpo, estilo Claire mesmo, no busto detalhe como se fossem amarrações completava o look e o deixava chique, no cabelo Claire escolheu uma flor branca que se destacava com seus cabelos negros escorridos.

- Esta maravilhosa Claire - contemplei o resultado.

- Ai eu acho tão cafona casar de branco, é tradicional demais, me enjoa - Kim comentou ao meu lado.

- Eu não me importo, amo seguir as regras e vou me casar de branco como manda a tradição e está decidido - Claire respondeu confiante.

- É assim que se fala filha, se casar de branco nunca sai de moda, ouviu bem Kim- Tia Alice a reaprendeu e Kim revirou os olhos, ah que garota insuportável parece até que tem o rei na barriga.

- Fala ai Re como ta o seu namoro com o Nahuel - Kim puxou papo comigo enquanto tia Alice ajudava Claire a se trocar.

- Melhor impossível - Falei simplesmente sem desviar os meus olhos da vitrine, eu tinha que admitir esses vestidos eram lindos e eu já havia até escolhido o meu pra quem sabe num futuro distante me casar também.

- Que bom, eu fico muito feliz por vocês dois - Disse e algo nela me pareceu pura falsidade.

- Obrigada eu te agradeço - Disse fria.

- Não tem de que - Respondeu por fim e encerrou a curta e desagradável conversar que estávamos tendo, virando-se para seguir em frente e é claro não sem antes de jogar aqueles cabelos loiros na minha cara.

- Metida- Resmunguei baixinho.

- Vamos Renesmee - Tia Alice chamou, e voltamos para casa, na verdade eu fui direto para o meu trabalho, hoje ficaria até tarde, devido a minha saidinha no almoço.

Cheguei à loja às 2 horas da tarde e a senhorita Newton me esperava na porta ansiosa.

- Aconteceu alguma coisa Marta?- Perguntei preocupada.

- Não querida, que isso, eu só estava te esperando aqui por que você vai assumir o meu lugar na loja hoje, eu tenho médico e não posso me atrasar - Me explicou.

-Sim, sim claro pode ir então que eu tomo conta e fecho tudo pra senhora - Assegurei.

- A obrigada linda você é uma amor, tchau - Ela se despediu de mim e entrou no seu carro dando partida logo em seguida.

Entrei na loja um pouco receosa por hoje ter que ficar sozinha até as 8 da noite a onde acaba o meu expediente e o Mike Newton chega, ele é filho da senhora Newton e dorme num quartinho no fundo da loja, ele é bem mais velho que eu, na verdade tem a idade do meu pai, que ainda é considerado novo para ter uma filha da minha idade, mesmo assim o Mike me é completamente assustador, principalmente quando está bêbado, o que ocorre com freqüência, pode até ser coisa da minha cabeça mais nas poucas vezes que fiquei até tarde sempre na companhia de senhora Newton e ele chegou à loja, seu olhar pra mim era sempre intimidador como se me avaliasse me causando arrepios de pânico, mesmo assim eu tento ignorar, afinal eu preciso desse emprego e não posso me dar o luxo de ser demitida pelo menos não agora.

Atendi todos os clientes que entraram na loja e o horário passou finalmente eu podia ir embora e Mike não havia chegado, no relógio marcava 08h05min, ou seja, eu tinha que correr para não dar de cara com ele.

Peguei minha bolsa depois de fechar o caixa e quando dava a volta no balcão escutei a porta se abrir com o barulhinho do dispositivo que a senhora Newton havia posto para sabermos quando um cliente entrava na loja, eu petrifiquei no lugar sentindo meu coração dar pulos de nervoso, ’’deus me ajude que não seja ele’’pedi.

- Eu achei que os clientes não iam mais sair da loja, ela estava bem movimentada hoje não?- Ele comentou no fim do corredor das prateleiras de frente pra mim.

- Sim, mais não precisa se preocupar o expediente já acabou e eu vou fechar a loja - Respondi tentando manter a calma, pra ele eu deveria ta tremendo de medo, ‘’droga Renesmee se controle não vai acontecer nada, ele não seria capaz’’.

- Isso é bom- Ele disse caminhando com calma na minha direção sem desviar os olhos do meu rosto, eu resolvi reagir e mudei de corredor rapidamente para poder correr mais rápido sem precisar passar por ele, fiquei na esperança que Mike fosse para o quarto e nem notasse a minha neura mais isso não aconteceu por que em poucos instantes quando quase estava chegando há porta eu senti algo me pressionar na parede.

- Aiii- Gemi de dor.

- Shhh... fica quietinha bonitinha eu só quero fazer uma coisa- Senti seu bafo de álcool me atingir e o pânico e o desespero aumentar’’O que ele quer fazer?’’

- Mike o que você vai fazer? Me deixa ir, por favor- Implorei a ele chorando, Mike na mesma hora me virou de frente pra ele.

- Calma você vai gostar- Ele segurou meus braços com força e começou a me tocar, primeiro no rosto aonde ele acariciou por um bom tempo e depois foi descendo para embaixo da minha jaqueta e em seguida da minha blusa, eu então comecei a gritar desesperada por socorro e Mike me calou pressionado seus lábios no meu de uma forma bruta, eu aproveitei essa chance então pra morder ele ali bem forte.

- Aiii desgraçada- Num momento de descuido ele se afastou de mim e eu pude correr até a porta aonde a senhora Newton estacionou o carro

- Renesmee o que aconteceu?- Ela perguntou assustada e Mike saiu da loja com os lábios cheios de sangue

- Oh meu deus o que foi isso?

- Senhora Newton, por favor, me tira daqui- Pedi a ela que assentiu rapidamente.

- Você não vai a lugar algum - Ele disse vindo na minha direção mais foi impedido pela mãe e eu entrei correndo no carro

- Ainda não terminamos volte aqui- Mike começou a gritar.

- Fique longe dela, está me entendendo? Se não eu vou chamar a polícia- A Senhora Newton ameaçou o filho - Você me envergonha Mike Newton- Ela terminou de dizer a ele e entrou no carro o arrancando comigo no banco do passageiro logo em seguida.

- Ah Renesmee eu não sei nem o que dizer- Ela disse nervosa e percebi que estava tremendo.

- Calma senhora Newton eu estou bem- A tranqüilizei por mais que estive em pânico eu não podia me arriscar, senhora Newton tinha a saúde fraca.

- Renesmee, por favor, me diga ele não te violen....- Ela começou a chorar agoniada.

- Não, não deu tempo eu sai correndo antes - Expliquei tremendo.

- A graças a Deus- Ela sussurrou.

- Eu vou te levar pra casa e não precisa ir trabalhar amanhã, não é seguro pelo menos enquanto ele estiver lá, pode ficar descascada eu vou pagar o seu salário normalmente até arrumar outro emprego e quem sabe eu não consiga um melhor pra você- Ela disse aflita.

- Não se preocupe senhora Newton eu me viro- Disse quando ela parou o carro na frente da minha casa.

- Por favor, Renesmee- Ela segurou o meu braço - Não me faça sentir pior do que eu já estou- Ela me pediu.

- Ok eu aceito, mais vai ser por pouco tempo, eu vou arrumar um emprego rápido - Afirmei.

- Não se aprese querida a cidade é pequena e com certeza você não encontrará tão cedo algo por aqui- Ela disse.

- Tem razão, Tchau senhora Newton- Falei e rapidamente saio do carro.

Entrei em casa e notei que meus pais ainda não haviam chegado, provavelmente estavam de plantão no hospital, subi as escadas e fui direto para o meu quarto, aonde eu tomei um banho rápido e tentei dormir, mais o sono não vinha de jeito nenhum e eu estava vendo a hora que piraria ali sozinha então resolvi ligar pra alguém, mais pra quem? Eu já havia tentado o celular da Claire, mais ele estava desligado, sinal que ela estava com Quil e provavelmente em La Push, então ela era carta fora do baralho, já a tia Alice estava num jantar com o tio Jasper e eu não iria atrapalhar esse momento dos dois, jamais, minha única e última opção era o Nahuel e pra esse eu resolvi não ligar, o melhor mesmo seria eu ir até lá, é pertinho daqui e eu estava precisando dele, dos seus carinhos, dos seus beijos, enfim da sua proteção.

Arrumei-me rapidinho e fechei a casa com a chave que pus de volta no meu bolso, no relógio já era 10:30 da noite, mais eu não me detive, eu precisava falar com alguém, eu ia explodir de tanta agonia eu queria desabafar, tudo o que havia quase me acontecido.

Cheguei à casa do Nahuel em menos de 5 minutos e quando fui até a porta e me preparava para bater notei que ela estava parcialmente aberta e a luz da sala estava acessa, eu resolvi então entrar, Nahuel não se incomodaria ele morava sozinho mesmo e me dava passe livre, inclusive eu tinha uma copia da chave da porta, mais me esqueci e me direcionei até o corredor da casa que não era muito grande, ela tinha apenas um andar, dois quartos, um banheiro, uma cozinha e a pequena sala, caminhei lentamente até o seu quarto que era o último no final do corredor e comecei a ouvir alguns barulhos irritantes, na verdade aquilo mais parecia gemido e não era de dor, disso eu tinha certeza, havia mais que uma pessoa dentro daquele quarto e eu fiquei com medo de quem poderia ser, então, parei de frente a porta que se mantinha fechada e respirei uma, duas, três vezes tentando absorver aquela situação, será que era ele? Ou outro alguém? É melhor eu ir embora... Não pêra ai essa voz é do Nahuel sim, é ele mesmo que ta gemendo ai dentro do quarto eu não posso acreditar, aquele cretino descarado.

Abri a porta de uma forma brusca e sem rodeios, e na mesma hora meus olhos atingiram a cena mais nojenta e horrível que eu poderia ver agora - Eu não merecia isso, não merecia.

- Nahuel e Kim - Eles na mesma hora se separam quando notaram a minha presença, já era tarde, eu estava arrasada minha própria prima, aquela vadia pegou o meu namorado e pior eles estavam aqui na casa dele fazendo isso...

- Calma paixão eu posso explicar não é nada disso que você ta pensando- Nahuel tentou se explicar, despertando a fúria reprimida que havia dentro de mim.

- DESGRAÇADO, CANALHA, COMO VOCÊ FOI CAPAZ DE FAZER ISSO COMIGO? AINDA POR CIMA COM ESSA PIRRANHA- Eu falei pulando em cima deles com toda a minha força e batendo hora no Nahuel com socos e ponta pés, hora na vaca da minha prima, com tapas no rosto e puxões de cabelos, essa loira aguada não sairia daqui sem pelo menos um aranhão, palavra de Renesmee Cullen que sempre foi louca pra quebrar a cara dessa cobra!

- SUA LOIRA DESCLACIFICADA VOCÊ ME PAGA!!- Eu cai por cima dela no chão e voltei a estapeá-la.

- VOCÊ É PIOR QUE EU, SUA SONGA MONGA - Kim revidou, tentando agarrar os meus cabelos mais ela não conseguiu, eu podia ser pequena mais com a raiva que estava em mim hoje, Kim tava em desvantagem.

- Para Renesmee, solta ela- Nahuel me ergueu por trás e a vaca conseguiu levantar.

- Isso Nahuel segura essa louca da tua namorada- A vadia falou massageando o rosto que estava vermelho e inchado, bruxa vai ficar marcada até a quinta encarnação.

- ME SOLTA AGORA NAHUEL, EU QUERO ACABAR COM ELA E COM VOCÊ TAMBÉM SEU ORDINÁRIO- Comecei a me debater nos braços dele mais dessa vez era eu quem estava em desvantagem.

- Eu não vou te soltar, nem adianta tentar, você precisa me ouvir... - Ele pediu me fazendo suspirar, Nahuel então me soltou.

- Vai fala, mais diz logo por que eu to contando os minutos PRA EU IR AI PARTIR SUA CARA- Gritei.

- Renesmee o que você viu aqui não foi nada- Ele tava pedindo pra morrer né?

- Eu não amo a Kim, eu só amo você paixão e ninguém vai mudar isso.

- Nossa, então quer dizer que você só estava se divertindo com ela - Falei calmamente e Kim arregalou os olhos.

- Sim, é claro eu nunca ia te trocar, você é melhor que ela em tudo- Ele tentou se aproximar de mim, mas eu me afastei.

- Duvido que seja melhor que eu na cama- Não é que a piriguete deu pitaco, ah mais hoje eu ia virar assassina e a minha primeira vítima já tinha sido escolhida, que tio Emmett e tia Rosi me desculpe mais eu vou matar a filha deles.

- Cala boca loira- Falei entre dentes tentando me controlar.

- Você também é loira queridinha- Ela me lembrou.

- KIM CALA A SUA BOCA E SUMA DAQUI AGORA - Dessa fez Nahuel foi quem perdeu a paciência.

- Ok eu to indo- Ela catou as roupas e saiu, Nahuel me segurou.

- Renesmee eu te amo, por favor, me perdoa aquilo não foi nada.

- Cala a boca, eu tenho NOJO de você...foi nada?Aquilo foi nada? Você não presta Nahuel como pode ser tão canalha- Tentei entender.

- Você também me ama, eu sei que precisa de um tempo mais vai voltar pra mim, eu te conheço Renesmee- Constatou.

- Não, você não me conhece, eu tenho o meu valor Nahuel, agora sai da minha frente antes que eu faça uma besteira- Pedi contendo as lágrimas.

- Você é minha Renesmee, ninguém vai mudar isso eu não vou permitir que se separe de mim - Ele falou de uma forma possessiva.

- Vai se danar- Disse e o empurrei para sair do quarto.

- Nos temos planos Renesmee, vamos no casar- Ele tentou argumentar.

- Íamos no casar – Corrigi - Agora eu não quero vê-lo nem pitando de ouro na minha frente, ouviu bem seu cretino? - Falei saindo da sua casa.

- Renesmee eu sei que você vai voltar pra mim, você me ama- Voltou a repetir, ’’ idiota’’.

Continuei caminhando sem olhar pra trás e vi que no relógio que já era 11:15 da noite, mamãe e papai já deveria ter chegando.

Caminhei pela calçada do meu bairro que estava praticamente deserta chorando muito, por que meu Deus eu merecia isso? primeiro eu havia sido quase estrupada por um bêbado que era filho da minha chefa, segundo eu estava oficialmente desemprega e não podia me demorar em arranjar outro emprego, por que tinha um sonho a conquistar e terceiro, eu fui traída pela minha própria prima que pegou meu ex-namorado aquele que eu já fazia planos até de me casar, era muita desgraça pra uma pessoa só, eu não conseguia entender por que tudo caiu justamente agora como uma bomba relógio.

Cheguei em casa e percebi que a luz estava acessa, meus pais havia mesmo chegado.

- Filha o que aconteceu?- Mamãe perguntou assim que passei pela porta.

- Aim, mãe eu quero morrer- Chorei descontroladamente e ela veio me abraçar.

-Calma meu amorzinho me conta vai, onde você estava até agora e por que quer morrer?- Pediu.

- A onde está o papai?- Perguntei soluçando.

- Ele esta tomando banho- Ela respondeu - Renesmee filha você esta me deixando aflita.

- Mãe eu fui traída pelo Nahuel e a Kim, hoje eu fui até a casa dele e os encontrei...-Não consegui terminar.

- Oh meu deus a Kim vez isso, eu não acredito oh meu bebê se acalme se ele fez isso é por que ele não te merece-E la acariciou os meus cabelos.

- Mãe mais eu o amo - Choraminguei.

- Eu sei filha, mas agora você tem que fazer uma escolha, será que o amo tanta que é capaz de perdoá-lo ou... - Não deixei á terminar.

- Não mamãe eu já me decidi, eu não quero mais o Nahuel, ele partiu o meu coração - Falei convicta.

- É assim que se fala meu anjo!- Mamãe disse.

- Agora eu quero subir, eu preciso dormir um pouco, eu estou exausta- Pedi.

- Tem certeza meu amo? Você não quer me contar mais alguma coisa? - Ela perguntou.

-Não mãe eu só quero descansar um pouco mesmo- Menti, eu não podia contar sobre o quase estrupo, a senhorita Newton podia se encrencar por isso.

- Certo meu bem, durma com os anjos e qualquer coisa é só me chamar- Ela disse e eu subi para o meu quarto aonde eu desabei na cama e logo adormeci.
_______________________________________________________________                                

Anexos dos personagens que apareceram no capitulo...
Foto da Renesmee-http://2.bp.blogspot.com/_4FYSjd3f1Ak/S76Amt7fXOI/AAAAAAAAADE/rrqGnmQiHHI/s1600/23039_avril_lavigne_elle.jpg
 By:natineces

Seguidores

Instagram

Neces In Love Story Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados