Natiele Lopes. Tecnologia do Blogger.

Minha Menininha(One-Shot)

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
(Essa Fic foi Inspirada na musica ''menininha'' do Tchê Garoto)
Sinopse 
Todos os dias na escola quando eu via você

Meu coração batia forte eu nem sabia porque

Eu era apenas um menino descobrindo a paixão

Eu te olhava todo tempo e nem sabia a razão

Até que um dia seus olhos olharam nos meus

Suas mãos na minha mão tocou

O primeiro beijo me fez entender

O que eu sentia era amor

Tudo parecia um sonho

Dentro de mim era só felicidade

Até que meu pai me falou:

"meu filho nós vamos pra outra cidade."

Cresci longe da menininha

Eu nunca esqueci a minha menininha

Ah! Avisa que tô voltando

Avisa que eu tô chegando

Eu voltei pra gritar

Te amo, te amo, te amo, te amo

Personagens.
Renesmee-
Jacob-

Rachel-
Paul-
Leah-
Seth-
Claire-
Embry-
Sarah-
Billy-

-----------------------------------------------------------------------------
Pov Jacob.
Eu morava num pequeno vilarejo de La Push, perto de Forks, no Estado de Washington com o meu pai, minha mãe e minhas duas irmãs mais velhas, lá eu tinha vários amigos entre eles o Embry,Qui,Paul,Sam,Jared,Claire,Kim e a minha menininha Renesmee a garota mais linda e engatadora que já conheci na vida,nos dois éramos praticamente inseparáveis pra onde eu ia a minha pequena ia junto e ela vise versa,na escola eu sempre a protegia dos outros garotos que queria judiar da minha nessie,quase sempre nos dormíamos juntos um na casa do outro e brincávamos por todos os cantos o que me gerava muita zuação da parte dos garotos da minha idade que dizia que as meninas era nossas inimigas e que não podíamos nos juntar com mulherzinha,não preciso nem dizer que eu nem me importava com isso né?Eu não estava nem ai para eles eu só queria ficar perto dela a minha menininha de cabelos chocolates, olhos castanhos, bochechas rosadas e risada gostosa, a minha Renesmee.

Aos 15 anos a minha menina começou a ficar estranha se irritava fácil e por qualquer coisa, tinha vergonha de mim e odiava a minhas brincadeiras idiotas que ela sempre amou inclusive me lembro de uma fez que ela me bateu pra valer só por que eu tentei joga - lá a força na água, foi uma das coisas mais chatas que aconteceu por que ela ficou sem falar comigo por um bom tempo e eu fiquei muito mal, principalmente quando eu a vi na escola conversando com o Seth um cara que é amarradão na dela, como eu sei isso?Simplesmente por que o palerma venho levar um papo comigo e me pediu para me afastar da garota dele,um tremendo de um idiota a nessie não era e nunca foi a garota dele e eu deixei bem claro isso lhe enfiando umas bofetadas na fusa o que me resultou em uma bela expulsão,em bronca do meu pai,sermão da minha mãe,zuação das minhas irmãs e menos ponto com a Renesmee que ficou furiosa quando soube que eu havia quebrado o nariz do queridinho dela,agora vê se é culpa é minha por que as coisa mudaram tanto?,Disso eu mal fazia idéia então resolvi apelar e pedir ajuda para a minha mãe que me disse que a Renesmee não era mais criança ela era uma moçinha e tinha que ser tratada como tal.Nem preciso dizer que boiei com isso né?.

A minha única e ultima saída foi falar com o meu pai, que me deu um conselho e tanto, ele disse que Renesmee estava na idade de namorar e me propôs uma idéia bem maluca a de beijar a nessie, até ai tudo bem eu faço isso desde pequeno,só que o fato era bem mais complicado pra não dizer assustador ele disse que o beijo teria que ser na boca,não preciso nem dizer que quase cair na cadeira né?Ele tava maluco eu nunca fiz isso e nem sei na verdade como fazia essa coisa de juntar duas bocas para mim isso era bem nojento principalmente em filmes românicos que os personagens fazia isso o tempo todo. Eca.

-Filho beijar é muito bom você vai ver, escreve o que eu estou te dizendo vai ter um dia que não vai conseguir viver sem-Ele me encorajou.

E assim eu fiz no dia seguinte eu convidei a Renesmee para um passeio pela praia e para a minha sorte ela aceitou, eu tava mega nervoso e antes do encontro eu assisti um filme mel com açúcar e treinei o lance numa maça,eu sei isso é completamente vergonhoso e se o meus amigos soubesse disso eu ia ser zuado até a morte mais fazer o que,eu tinha que treinar e com outra garota que não ia ser,visto que o meu primeiro beijo tinha que ser com a minha menininha então era a minha única opção.Depois disso eu fui buscar nessie na casa dela e quase tive um infarto, ela estava linda e completamente perfeita num vestidinho branco transparente que não escondia nada o seu mini biquíni e deixava bem em evidencia suas pernas branquinhas aonde eu me perdi.

-Jake você ta bem?-Ela perguntou me olhando preocupada.

-É...eu...é to sim,por que?-Me fiz de desentendido tentando voltar ao meu estado normal. Quando é que ela ficou tão gata assim, cara a Renesmee cresceu pra valer.

-Por nada-Ela respondeu-Vamos então- Disse me puxando pela mão o que me fez sentir choques elétricos por todo o corpo. Que lance doido é esse?Eu heim.

Nessie e eu Fomos andando desse jeito até chegarmos à praia que estava bem lotada e cheia de urubus leia-se Seth Clearwater que estava se achando em cima da sua prancha de gay,o minha única opção foi puxar a Renesmee para bem longe dali que graças a deus ainda não tinha o visto o palerma e parece que ele também não,nessie ficou um pouco chateada comigo por causa disso dizendo que queria pegar um sol e não ficar andando sem rumo,mais eu a consegui a convencer e disse que queria mostrar algo pra ela,na verdade foi uma idéia bem doida que eu tive,eu a levaria para o penhasco uns dos lugares mais lindos e com uma vista deslumbrante que o meu pai me levou algumas vezes,lá seria perfeito,não teria ninguém e era o cenário ideal para um beijo apaixonado como nos filmes que assisti.

-É lindo Jacob -Nessie suspirou quando chegamos lá em cima,depois de uma caminhada longa que não me fez nem cócegas,acho que era resultado das 6 xícaras de café que tomei para aliviar a tensão,idéia da minha mãe.

-Não mais que você- Disse a ela que na mesma hora ruborizou,ponto para os filmes que eu assisti, eles deram resultados.

-Obrigada-Ela respondeu timidamente- Jake por que me trouxe aqui?-Ela me perguntou curiosa.

-Esse aqui é dos lugares mais lindos que eu já vi, eu sempre quis te trazer aqui mais seus pais piraram com a idéia e tals- Comecei a responder e ela riu.

-Tem razão, mais não fica felizinho não, eles ainda vão pirar quando souberem- Ela disse.

-Se você contar com certeza vão, mais que tal esse ser o nosso segredinho - Propus me aproximando dela que nitidamente ficou desconfortável.

-Pra dar certo precisamos ir embora não é?-Ela perguntou com medo.

-Não agora- Sussurrei decidido, era agora ou nunca.

-Por que não?-Ela perguntou engolindo em seco, eu estava á deixando nervosa e isso era bom, segundo o meu pai.

-Por que antes eu quero experimentar algo - Indaguei segurando sua face entre minhas mãos e olhando nos seus olhos.

-O que?

-Fica quietinha- Pedi me aproximando dela que instantaneamente fechou os olhos como sinal de entrega total me fazendo avançar o sinal e tocar os seus lábios num verdadeiro beijo tenso, único e inexperiente por ambas as partes, porém com o verdadeiro gostinho do primeiro amor, sim eu estava apaixonado pela a minha menininha.

Aquele então foi o nosso primeiro e inesquecível primeiro beijo e o inicio do nosso namoro, as mais maravilhosas e felizes 2 semanas da minha vida,foi esse o tempo que durou até o acidente acontecer,na estrada havia um carro com o motorista bêbado em alta velocidade no outro carro a minha mãe estava no volante e com apenas um ímpeto de segundos a tragédia aconteceu,o filha da mãe desviou de um caminhão perdendo a direção e derrapando até ser rudemente parado pelo opala prata que era do meu pai que naquela mesma tarde ó havia emprestado a mamãe para fazer compras na cidade.

Era o fim da minha família feliz e a separação do meu amor.

(...)

-Jake eu sinto muito- Renesmee me abraçou carinhosa, eu estava no enterro da minha mãe chorando como um bebê cercados por amigos e parentes.

-Renesmee precisamos conversar-Pedi e ela acentiu limpando as minhas lagrimas.

-Claro a hora que você quiser-Ela respondeu.

-Tem que se agora - Disse firme, eu precisava fazer isso,mesmo sendo umas das coisas da qual eu podia me arrepender amargamente,era o melhor e evitaria mais sofrimentos.

-Certo então vamos- Disse e eu comecei a andar pelo cemitério com ela logo atrás de mim- Jake diz logo o que é, você está me assustando-Ela pediu parado e me fazendo encara – lá.

-Nessie eu vou me mudar hoje para o México - Eu disse de uma vez só encarando a sua linda face de espanto.

-Que....não por que...você não pode me deixar eu te amo-Ela implorou.

-Hora por que nessie,a minha mãe morreu e isso já não é suficiente- Disse rude.

-Eu sei mais mesmo assim, jake como vamos ficar? eu não posso viver sem você.

-A gente termina aqui e pronto- Respondi grossamente.

-Por que ta falando assim comigo, você não disse que me amava?-Ela perguntou fungando me deixando despedaçado, eu não podia ver minha menina chorar mais tinha que ser assim,eu não ia agüentar ela também não ia,íamos surtar em pouco tempo, então o melhor era acabar com essa relação e se preocupar com o coração partido.

-Disse,mais agora eu não te amo mais.

-ISSO É MENTIRA-Ela gritou desesperada- NÃO IA FAZER ISSO COMIGO, VOCÊ NÃO É ASSIM, Jake, por favor, pára você esta me machucando, não faça isso com o nosso amor.

-Pode pensar o que quiser Renesmee,eu já disse tudo,Adeus -Me despedi me virando de costas para ela.

-NÃO-Ela gritou me agarrando e selando nossos lábios desesperadamente, eu também me rendi aquele momento em que tudo o que mais precisava era dela junta a mim.

-Jacob isso tudo é mentira não é?-Ela perguntou com a testa colada a minha.

-Não eu tenho que ir, esse foi o nosso ultimo beijo-Respondi e parti para o meu destino deixando para trás o meu coração, eu nunca esquecerei a minha menininha.

(...)

Hoje eu moro no México e tenho 22 anos de idade, trabalho desde os meus 17 anos na pequena oficina nos fundos da minha casa, o lugar da onde eu tiro o sustento meu e da minha irmã Rachel que ainda mora comigo já que a outra a Rebecca se casou com um surfista e foi para o Havaí criar os dois filhos, o dinheiro que eu ganho também serve para os remédios caros do meu pai que está muito doente, ele tem câncer e vive há dois anos num estado deplorável em cima da cama, uma situação dramática que não tem como acabar visto que eu não tenho nem de longe o tanto certo de dinheiro para manter certinho o tratamento o que só piora a situação, meu velho então ta basicamente esperando a morte chegar como ele mesmo diz, e quanto a isso eu não posso fazer nada.

-Ele ta piorando cada vez mais- Rachel comentou desabando no sofá depois de sair do quarto do nosso pai-Eu não sei mais quanto tempo ele vai agüentar-Ela choramingou.

-Não muito tempo, o medico disse que é questão de dias, eu não sei mais o que eu faço Rachel, eu já tentei um empréstimo nos bancos mais os desgraçados se recusam a me dar-Esbravejei socando a mesa com ódio.

-Ninguém pode fazer mais nada Jake,estamos de mãos atadas,por favor não se culpe-Ela pediu me abraçando.

-Ele vai morrer e a gente não vai ter mais nada, o que vamos fazer depois disso Rachel?- perguntei desesperado.

-Vamos voltar para La Push,lá é nossa casa, perto dos nossos amigos,Jake eles vão nos ajudar eu tenho certeza disso – Ela falou.

-Não,pra lá eu não volto, esqueça Rachel.

-Até quando você vai fugir?-Ela perguntou olhando nos meus olhos.

-Eu não vou suportar vê-lá com outro - Esclareci sentindo as lagrima descerem.

-Jacob e se ela não estiver com ninguém e se ela ainda te amar como antes e você só está perdendo tempo aqui sendo um cabeça dura-Ela me repreendeu.

-E se ela tiver Rachel, e se não me amar mais, e se ainda tiver ódio pelo o que eu disse da ultima vez, não eu não posso-Constatei.

-Me desculpa Jacob mais eu já tomei minha decisão e eu vou sim voltar para La Push com ou sem você, é minha palavra final - Esclareceu decidida e rumou para o quarto.

(...)

Depois da conversa dura que tive com a Rachel meu pai infelizmente faleceu, no enterro mais uma vez nos entregamos as emoções ao lado de amigos que ficaram próximos de nos todos esses anos que vivemos aqui,dentre eles havia Leah uma Mexicana muito bonita que eu já namorei mais o lance não deu certo por que ela me amava demais e eu amava demais a minha menininha,que eu tanto temo em encontrar,como será que está ela,será que ainda me ama ou já me esqueceu,como vou consegui viver tão perto se tudo isso for verdade,mesmo assim eu teria que engolir o meu orgulho e parti para as minhas raízes e para a minha tão amada reserva.

-Jake, por favor, fica não me deixa- Leah chorou nos meus braços apos saber da minha decisão de partida.

-Não da Leah eu não tenho mais condições emocionais e nem financeiras para continuar aqui.

-Então me levo com você, eu largo tudo por você Jacob, tudo- Ela implorou.

-Leah eu te levaria comigo se eu realmente te amasse, mais eu não ti amo Leah e não vou estragar a sua vida te tirando da sua família.

-Jake eu não consigo viver sem você, me leva junto eu juro que não te cobrarei nada, eu só quero ficar perto de ti.

-E o que vai ser quando eu há encontrar, como ficará você depois disso?- Tentei convence - lá ,ela sabia do meu único amor, ela sabia da Renesmee.

-Ela nunca te amará como eu te amo-Ela disse.

-Eu não me importo, sinceramente eu daria tudo para te-lá pra mim e isso ninguém vai mudar- Admiti e Leah ficou sem palavras apenas me olhando, ao que parecia ela havia entendido, da maneira mais dolorosa mais havia entendido que o meu coração já tem dona.

-Jake precisamos ir o avião vai partir logo, logo - Rachel me chamou.

-Que você encontre um cara que realmente te ama e lhe diga todos os dias o quanto é especial - Desejei beijando sua testa calmamente e finalmente partindo.

(...)

Chegamos em La Push e logo nos estalamos na nossa antiga casa,a noite como de costume os nossos amigos preparara um Luau de boas vindas na praia,com direito a muita dança e boas vindas.

-Jake amigão como sentimos a sua falta cara- Paul me abraçou.

-Também senti muita e ai o que me conta de novidade?- Perguntei rindo com um copo de suco na mão.

-Bom tem muita né afinal são 7 anos,varias coisa mudaram por aqui,mais agora me diz ai a tua irmã ficou uma tremenda gata né cunhadinho –Ele zuo recebendo instantaneamente um olhar mortal da minha parte.

-É melhor você ficar bem longe dela se ainda quiser ser pai- O ameacei.

-I que estresse, mais não fica assim não e olha lá quem ta vindo ai-Ele apontou me fazendo correr com olhar junto na direção.

-Cara ela ta muito gostosa nem parece aquela pirralha –Ele comentou,mais quem disse que me importei ou se quer ouvi o que ele disse?,A minha atenção agora só estava focada numa pessoa a mais bela de todas, aquela que roubou o meu coração e me tornou prisioneiro de um amor que nem o tempo foi capaz de apagar,a minha nessie.

Deixei Paul falando sei lá o que e comecei a andar na sua direção, ela provavelmente não havia notado a minha presença por que estava agora abraçada a minha irmã que dizia algo no seu ouvido a fazendo rir.

-Renesmee- Gritei rindo igual um bobo chamando a atenção não só dela mais também de todos os presentes, mais quem liga, eles sabem do amor que sinto por ela e não me envergonho disso.

-Jacob- Ela saudou sem emoção nenhuma, nos seus olhos eu ainda encontrava a minha menininha mais nas suas atitudes eu só via uma Renesmee fria ou muito magoada comigo.

-Não vai me dar um abraço?-Perguntei abrindo os braços para recebe - lá,nessie não se mexeu pelo contrario ela me pareceu bem irritada com a minhas palavras.

-Claire- Ela gritou e imediatamente uma garota loira apareceu toda afobada me olhando com desprezo, lá estava a pirralha da Claire uma das minhas amigas de infância e parece que agora só amiga da Renesmee.

-Jacob o que você está fazendo aqui?-A mesma perguntou parecendo espantada.

-Eu é que pergunto Claire você me garantiu que ele não tinha vindo para essa droga de Luau- Renesmee esbracejou para Claire que olhou na mesma hora para minha irmã.

-Você disse que ele não viria-Ela falou para Rachel.

-Desculpa Claire essa foi à única maneira que eu encontrei- Ela disse a Claire e depois olhou para a Renesmee- Vocês dois tem muito que conversar, por favor, lhe de uma chance-Ela pediu como estivesse falando de um retardado mental que não tinha boca para isso, eu me senti um lixo, minha irmã não podia ter aprontado uma dessas.

-Eu vou embora já cansei dessa palhaçada-Resnesmee respondeu sem nem me olhar e começou a andar sendo seguida por Claire que a acompanhava como uma gazela.

-Jake me des....-Rachel tentou dizer mais eu a cortei.

-Você não podia ter se intrometido dessa maneira- Gritei.

-Jacob eu não podia adivinha que ela estava lhe odiando, nessie nunca foi assim eu achei que ela havia esquecido, mais eu me enganei, me perdoa eu só queria o seu bem-Ela disse chorando.

-Pois agora você estragou tudo- Disse e comecei a correr na direção da onde Renesmee ia, eu precisava falar com ela, dizer a verdade, me declarar, eu não ia conseguir conviver com a sua rejeição.

-Nessie para precisamos conversar-Implorei parando na sua frente.

-Não temos nada para falar agora saia da minha frente-Ela esbravejou tentando passar por mim mais eu não permiti.

-Claire você podia nos deixar a sós - Pedi e ela fez que não com o rosto, mais que garota abusada-Por favor, Claire - Pedi novamente.

-Esquece Jake eu só saio do lado da Nessie se ela mesma me pedi-Avisou.

-Nessie, por favor, me de uma chance para me explicar, eu juro que é a última vez que tento e se depois disso não quiser mais me ver eu aceitarei essa decisão, causo contrario eu não te deixarei mais em paz-Propus confiante que ela aceitaria a minha oferta.

-Certo ,Claire pode voltar eu vou conversar com o Jacob - Ela pediu a amiga que ficou meio relutante, mais se foi, olhando sempre de cinco e cinco minutos para trás como se quisesse se certificar que eu não estava fazendo nada contra ela

-Renesmee eu sei que está profundamente magoada comigo e que talvez nunca vá me perdoar, mais eu preciso lhe dizer que eu te amo sempre te amei mesmo durante todos esses anos da minha vida você foi à única garota que quis- Comecei a dizer mais ela me interrompeu.

-Você me abandonou Jake,me disse coisas horríveis e agora está arrependido,pois eu não acredito nem um pingo se quer nesse seu arrependimento barato,agora se me da licença-Ela pediu batendo os pés freneticamente na areia.

-Eu deixo você ir, mais antes quero que me responda algo- Disse.

-O que?-Ela perguntou impaciente.

-Você ainda me ama Renesmee?,Ou já se esqueceu dos nossos momentos juntos, das nossas brincadeiras, das nossas risadas, dos nossos beijos-Indague me aproximando dela.

-Isso tudo morreu pra mim quando você foi embora-Ela respondeu fria.

-Você tem outro alguém?-Perguntei temeroso.

-Isso não importa e nem é da sua conta- Rebateu.

-Responde Renesmee-Implorei me perdendo nos seus olhos castanhos.

-Não-Ela respondeu.

-E por quê?-Perguntei.

-Por que eu não quis-Respondeu.

-Não minta Renesmee-Acusei-Diz por que não amou alguém durante esses 7 anos que eu estive fora.

-Por que eu não consigo, eu tentei te esquecer mais foi impossível você está impregnado a mim como uma droga da qual eu estou viciada, EU TE AMO MERDA-Ela gritou e começou a chorar.

-Era tudo que eu precisava ouvir-Disse e agarrei-a nos meus braços selando nossos lábios de um modo desesperado com ânsia de um amor reprimido por tantos anos,Renesmee me devolveu o beijo a altura mostrando o quanto sentiu a minha falta.

-Quer se casar comigo?- Perguntei ofegante quando separamos do nosso beijo,não havia mais o por que esperar,ela era minha e eu era dela.

-Quero- Ela respondeu dando a sua risada gostosa quando eu a surpreendi a pegando em meus braços e gritando como um louco.

-TE AMO,TE AMO,TE AMO,TE AMO MINHA MENINHA.

                                                            Pov Renesmee.
Me chamo Renesmee Carlie Cullen e sou filha de Isabella Swan com o Edward Cullen,moro desde
pequena na pequena reserva de La Push aonde eu tenho vários amigos principalmente a Claire e o Jake
que era o meu fiel companheiro, nos dois nos divertíamos a beça e brincávamos de tudo,dormíamos um na casa do outro, passeávamos e andávamos para todos os lados feitos chicletes,eu considerava Jake como o irmão mais velho que eu nunca tive e ele como a sua irmã predileta já que nem a Rebecca a esnobe que me odiava sabe se lá por que e nem a Raquel que era legal, gostavam de ficar com irmão pirralhos-palavra delas- Mais eu gostava e muito principalmente quando ele me fazia rir com as piadas bobas e brincava comigo na praia de La Push,isso até eu completar o meus 15 anos e algo totalmente estranho e novo acontecer,eu tive a minha primeira menstruação o que me fez sentir totalmente irritada,gorda ,chata,e principalmente odiar praia nesse período até por que quando eu resolvi ir Jacob do nada em um das suas gracinhas tentou me jogar a força na água e eu nem preciso dizer que surtei né?Pois é eu fiquei tão louca da vida que bati pra valer nele e fiquei dias sem falar com Jake,minha mãe até tentou me consolar dizendo que ele não tinha culpa e não podia imaginar por que ele era menino,ela até disse pra mim abrir o jogo e contar que virei mocinha,é claro que não ia fazer isso,eu estava morta de vergonha e claramente ficaria mais se contasse tudo,a minha única opção foi me afastar de vez e procurar algum garoto menos infantil,Seu nome Seth Clearwater o bonitão da escola que na minha opção não é mais que o Jake que sempre foi o garoto mais lindo e charmoso que eu já vi com toda a sinceridade e olha que não era só eu que achava isso,por que por varias vezes as piriguetes de todos os tipos vieram pedir a minha ajuda como a melhor amiga dele para ficar com o meu Jacob,Pode?.Nem preciso dizer que mandei elas pastar né?Bem mais tirando isso as coisas estavam tranqüilas até eu descobrir que o Jacob bateu no Seth,eu fiquei chocada e muito mais nervosa com ele,como ele pode ter feito isso,e por que?

Bem mais continuando depois de tudo que Jake aprontou ele me convidou para dar um passeio na praia eu aceitei é claro, por que além de estar louca para vê-ló novamente eu também tava louca pra tirar essa cor de leite que eu de alguma forma mágica ainda mantenho mesmo morando na praia, Pode?

Jake venho me buscar na minha casa e rumamos para praia e justamente quando eu ia me acomodar na areia ele me puxou e começamos caminhar até chegar num penhasco com umas das vistas mais lindas e magníficas que já vi, e foi lá o nosso primeiro beijo e começo do nosso namoro de 2 semanas,isso por que a senhora Sarah mãe do Jake morreu num acidente de carro e ele foi embora me deixando acabada para trás com palavras duras e rudes como por exemplo o eu não te amo mais que ele cuspiu na minha cara,esse foi uns dos meus piores dias,senão o pior.

Depois disse eu fiquei por muito tempo isolada no meu mundo depressivo, sem conexão com ninguém, meus pais estavam verdadeiramente enlouquecendo comigo e Claire minha amiga só faltava me bater de tanta agonia, até Seth me implorava por reação mais eu não conseguia, doía demais saber que a pessoa que sempre amou simplesmente te enganou e te abandonou sem dó e nem piedade.

E assim se segui até eu jogar tudo pro ar e tentar matar esse amor uma tentativa que se mostrou frustrada depois de 7 anos quando eu o vi novamente,ele estava bem mais alto,musculoso tipo lutador de boxe,lindo como um galã de novela e mais encantador.

O lugar era um Luau aonde eu acreditava fielmente que era uma festa de boas vindas somente para Raquel então não vi problema de ir, mais quando cheguei lá e me deparei com os seus olhos negros me encarando, o chão caiu e eu fiquei completamente enfurecida tentei sair dali o mais rápido possível mais ele me impediu dizendo que queria conversar comigo, eu relutei mais aceitei a sua oferta de única oportunidade e depois nunca mais.

A conversa foi uma tanto apreensiva principalmente quando ele disse que me amava e nunca me esqueceu, mesmo assim eu tentei me manter firme o que não gerou bons resultados visto que no final eu me peguei o beijando ardentemente e dizendo sim ao seu pedido inusitado de casamento, Pode?

(...)

Desde deste dia as coisas mudaram e eu tenho que concordar que foram para muito melhor, eu me casei com o meu Jacob numa linda cerimônia patrocinada pela minha tia Alice e minha linda tia Rosalie,que deixaram tudo na prefeita ordem e maravilhoso,os meus padrinhos foi nada mais nada menos que Claire que estava também noiva do Quil e iria se casar em breve e o Seth que estava namorando ou se conhecendo melhor como ele mesmo diz a Jane uma garota loira do nosso tempo de colégio que sempre babou por ele,já por parte do Jacob que me pagou com a mesma moeda ele escolheu a ex namorada uma tal de Leah que graças a deus também tava namorando com um mexicano chamado Nahuel e Embry o seu melhor amigo.

Bom depois do casamento eu é claro fui para a minha lua de mel e tive a minha primeira vez, que não podia ter sido mais maravilhosa, Jake foi perfeito, tanto que até engravidar eu engravidei ,Pode?Mais continuando a minha linda e amada Sarah em homenagem a mãe do Jake nasceu e ela é a minha princesinha e vive sendo mimada por todos os cantos tantos pelos tios babões tanto pelos meus pais e meus amigos, depois de Sarah eu tive a minha última filha da qual eu chamei de Clara a minha branca de neve dos olhos negros uma combinação maravilhosa de um amor e tanto que eu sinto pelo o meu Jacob, o meu único e eternamente amor.
                                                         The End**
                                   By:natineces

3 comentários:

  1. gostei muito dofinal feliz mas nao combino com os livros

    ResponderExcluir
  2. Flor qual o nome dessa atriz?

    ResponderExcluir
  3. A que faz a Renesmee?E a Emma Roberts minha linda*_*

    ResponderExcluir

Comente,critique,elogie e de as suas sugestões,mais sem ofensas ok?Que eu sou muito sensível rsrsrs.

Seguidores

Instagram

Neces In Love Story Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados