Natiele Lopes. Tecnologia do Blogger.

capítulo 7-Surpresas

Novamente aqui estou eu com um capítulo reescrito,então já sabem muitas coisas mudaram e ele está bem maior do que o outro e pra quem acompanha minha Fic no Blog releiam e se possivél deixem seu recado no chat do blog logo ali ao lado....
Eu queria agradecer muito as pessoas que me ajudaram muitissimo para escrever não só esse capítulo mais a começar a Fic como a Clau minha amiga do coração que está sempre me dando força e escutando minhas idéias,a Nathy minha amigona também me deu o maoir apoio e vive me dando sugestões e essa semana recomendou minha Fic no site Nyah(nathy valeu mesmo eu fiquei muito feliz com as tuas palavras),quero agradecer também a meninas que estão lendo no site e no blog,a minha amiga liza que começou a ler e me elogiou muito me deixando lá emcima(liza mesmo você só lendo uma capítulo até aonde eu sei eu fico muito feliz).E o mais importante quero também agradecer REGININHA que foi a peça fundamental para melhorar esse capítulo e corrigi-lo(coisa essa que eu sou péssima)VALEU MESMO AMIGA VOCÊ NÃO SABE COM FIQUEI CONTENTE COM SUA AJUDA E DEDICO ESSE CAPÍTULO A VOCÊ.
e por último quero agradecer minha irmã que apesar de ódiar ler,gostou muito da historia e se prontificou a escuta-lá e se empolgar com os proximos capítulos....
VALEU MESMO A TODAS VOCÊS DO FUNDO DO MEU CORAÇÃO!!!
Pov Seth
Uma grande coincidência.


Cheguei em casa não me agüentando de tanta felicidade e rindo igual um bobo e acabo encontrando Leah e Luc no maior agarro no sofá.
Diferentemente dos outros dias passo por eles sem dizer nada e vou até meu quarto tomar banho, por que estava todo molhado com a chuva forte que tinha tomado.
Tomei um banho bem caprichado e desafinei muito tentando cantar uma melodia de amor pensando em minha bonequinha.


Este coração, bate, bate apenas por você


Este coração, bate, bate apenas por você... Ooooh!


Este coração, bate, bate apenas por você, meu coração é seu.


Este coração, bate, bate apenas por você, meu coração é seu.


(Meu coração, bate por você)


Este coração, bate, bate apenas por você, meu coração é seu


(Bate, bate apenas por você. Meu coração é seu)


Cantava o refrão de uma das musicas que mais gostava e que agora parecia expressar exatamente o que sentia por ela.
Desliguei o chuveiro ainda no ritmo da musica e comecei a me secar enquanto escuto Leah bater na porta.


- O que foi maninha?- disse todo feliz.


- O que deu em você garoto? - ela gritou no outro lado.


- Nada só estou muito feliz - disse continuando a cantar.


- O que aconteceu... -ela perguntou - Não me diga que você e a Sarah estão finalmente namorando - ela disse me fazendo lembrar que tinha esquecido de ir buscar Sarah.


A não ela deve tá uma fera comigo.Droga.


Coloquei meu shorts rápido e abri a porta correndo para pegar uma camisa eu tinha que ir até a casa dos Cullens me desculpar com ela.


- Eita por que essa pressa toda ?- Leah perguntou rindo da minha correria.


- Leah você acabou de me lembrar que dei um bolo na Sarah - disse desistindo de por uma camisa e olhando para ela.


- O que como assim garoto - ela me olhou sem entender - Você pirou? Ou quis se fazer de difícil? - ela disse irritada provavelmente achando que tava dando o troco na Sarah e que na certa ia me arrepender depois.


- Leah não é isso... - tentei explicar.


- Não é isso o que Seth você faz isso bem agora que a esnobe ia te dar uma chance - ela disse balançando a cabeça em negativa-sinceramente eu não te entendo - ela estava saindo mais eu a parei.


- Eu tive um imprinting - disse bloqueando sua passagem.

- O que? - ela me olhou surpresa - Não acredito... mais isso é muito bom meu irmão - ela me abraçou chorando.


- Leah não chora.


- É que estou tão feliz por você - eu me separei dela e sequei suas lágrimas - mais agora me diz que é a sortuda?


- O nome dela é Keroline e ela estuda na mesma escola que Sarah e é uma vampira que lê mentes – disse bem rápido.


- O que? Como sabe tudo isso - ela me olhou curiosa.

Eu sorri.


- Bom digamos que eu a segui pela floresta aonde é a casa dela e ela acabou lendo a minha mente e agora ela sabe tudo sobre mim e... - hesitei um pouco em falar por que provavelmente minha irmã ia assustar com a rapidez que as coisas aconteceram entre nos.

- E ? - ela me incentivou a continuar.


- E nos estamos juntos.- falei.


- Nossa mais vocês foram bem rápidos - ela sorriu maliciosa - Mais mesmo assim isso é ótimo - ela pulou de felicidade.


-Ta,ta Leah mais agora tenho que ir falar com Sarah ela deve tá uma fera - disse sério.

- A não, deixa de ser bobo vai ficar com sua kekeu
O que? kekeu a Leah não tem jeito mesmo ta sempre tirando com a minha cara.


- Bem que eu queria mais só posso vê-la amanhã - disse triste - então vou aproveitar e ir logo falar com Sarah e dessa vez definitivamente.


- Ok, ok então até mais maninho e boa sorte com a cobra - minha irmã gargalhou.


- É eu acho que vou precisar mesmo.
Sem perder tempo pulei da janela do meu quarto e tirei o short, para logo em seguida prendê-lo na minha boca e me transformar em um lobo.
Assim com certeza seria mais rápido.
Não demorou muito para eu chegar à mansão Cullen, avistando logo em seguida Edward vindo em minha direção.


- Oi Seth - ele me cumprimento.


- E ai Edward como vai? - disse o abraçando.


- Eu vou bem e você? - ele perguntou.


- Eu estou ótimo – respondi alegre – Mas,me diz Edward,Sarah está? - perguntei sério


- Não Seth ela acabou de sair com Alice para fazer compras - ele respondeu, e eu fiquei envergonhado por ter dado um bolo nela - Mais não se preocupe, isso com certeza vai acalmá-la.


-Tomara, mais onde esta Bells? - perguntei


- Eu estou aqui - Bella respondeu saindo de casa e vindo em nossa direção.


-Oi Bells - eu a abracei.


- E ai como vai?- ela perguntou.


- Feliz - respondi sorrindo.


- E eu posso saber qual é o motivo de tanta felicidade? - Bella perguntou rindo.

- Outra hora eu te conto Bells,mais agora eu vou indo,antes que o Jacob chegue -disse me lembrando que Jacob ia lá quase todos os dias para dormir no quarto de Nessie.


- Eu não acredito vocês dois ainda não fizeram as pazes - Bella disse triste.


- Não se preocupe Bella por que hoje mesmo vou falar com Jacob,por que também acho que agora não há mais motivos para briga – respondi - Mais só acho que aqui não é o melhor lugar entende?.


-Compreendo - Bella respondeu.


“ Hoje mesmo vou ir até a casa dele para contar que tive minha impressão com Keroline,tenho certeza que Jacob vai ficar muito feliz por que afinal era ele que sempre torcia para que isso acontecesse’’ pensei.


E isso me fez lembrar-se do meu anjo e dos últimos momentos que passei com ela.
"Obrigado amor eu te amo" pensei para ela.


- É então vem me pegar -falou num tom brincalhão e depois saiu correndo pela floresta e eu fui atrás todo bobo.


Eu e Keroline corremos durante um bom percurso,mas no fim chegamos até sua casa que era muito linda e na frente havia dois garotinho brincando e uma moça muito jovem e bem parecida com meu amor.


- É ela é minha mãe - Keroline disse.


" Nossa mais vocês são bem parecidas" pensei.


- É o que todo mundo diz - ela sorriu – Bem,acho que tenho que ir.


'' Espera deixa eu me transformar...''
-Nada disso - ela me parou - Te espero amanhã no horário da saída ok.


“Mas, Keroline eu só...”


- Seth eu tenho que ir e se você continuar aqui isso não vai ser possível - ela riu


“Ta legal meu amor te espero amanhã ansioso para nos passearmos ok”


- Bella ...- Edward sussurrou.


- O que foi meu amor? - perguntou ela.


- Você estava certa, ela está viva, nossa filha está viva – ele disse eufórico pegando Bella no colo.

- Como assim Edward? - ela perguntou assustada com reação dele que a colocou no chão delicadamente.


- Renesmee está realmente viva meu amor, a nossa menina voltou para nós - disse ele não se contendo de tanta felicidade.


- O que? Como você sabe? - Bella continuava sem entender e eu estava no mesmo estado.


- Eu vi na mente do Seth que hoje ele teve sua impressão com Keroline a menina que você viu e...


- E o que Edward? Fala logo - Bella disse nervosa.


- E ao contrário que imaginávamos Keroline não é nossa filha, mas sim nossa neta filha de Renesmee..- O que? Como assim Edward só pode estar louco.


- Ai meu Deus nossa menina está viva - Bella o abraçou emocionada.


- Gente espera ai,vocês estão me dizendo que eu vi a Renesmee hoje, é isso? - perguntei confuso.


- Sim, Seth a mãe de Keroline é nossa filha - ele respondeu convicto.


-A Renesmee voltou...- disse a mim mesmo.


- O QUE VOCÊ DISSE? - ouvi uma voz esbravejar logo atrás de mim e ao me virar dou de cara com Jacob que tremia descompensadamente.


- Jacob - Bella disse assustada.


- Repete o que disse Seth - ele me encarou.

 
- Calma Jacob vamos conversar - Edward tentou argumentar.


Olhei para Edward sem saber como reagir e isso vez Jake se zangar mais ainda e apelar novamente pela droga de autoridade alfa.


- Seth se transforme agora e me mostre o que viu - ele ordenou.

E eu sem qualquer controle sobre mim tive que obedecer. Então,me transformei e logo em seguida mostrei a ele as imagens de Nessie.


- Ela voltou para mim - Ele pensou emocionado.


- Calma Jacob, não é bem assim, Renesmee nem sabe que existimos - falei em pensamento para ele.


- Não importa Seth eu preciso ir vê-la.


- Você não pode, eu não vou deixar - falei decidido.


- Você não pode me impedir.


- Posso sim e vou.


-Seth eu ordeno que fique aqui.


- Droga Jake você não pode fazer isso.


Sem sequer me ouvir Jacob seguiu correndo para dentro da floresta e eu como ordenado não pude fazer nada para impedir.


- O que está acontecendo? - Carlisle perguntou chegando com os outros logo atrás.


- Descobrimos que Renesmee está viva e Jacob acabou de saber e foi atrás dela -Bella respondeu desesperada.


-Droga aquele cachorro só faz besteira - Rosalie disse com raiva - Vamos Edward temos que impedi-lo,ele vai afastar nossa menina - ela implorou.


- Rosi está certa temos que ir atrás deles - Edward disse - Bella fique aqui com Seth que nos já voltamos meu amor.

Edward e os outros Cullens saíram correndo para impedir Jacob e eu fiquei com Bella que me deu roupas para vestir,visto que as minhas foram despedaçadas ao me transformar.
Durante o tempo em que esperamos eles voltarem,Bella me encheu de perguntas sobre Renesmee e Keroline,e ficou mais emocionada ainda quando citei os dois garotinhos gêmeos que na certa eram filhos de Renesmee também.
Então,depois de um tempo eles chegaram e para o meu alívio,conseguiram convencer Jacob que precisamos agir com calma,e diante disso Edward e Bella me pediram ajuda para se aproximarem de Keroline,e eu aceitei feliz por poder ajudar meu amor e Renesmee a se reaproximarem da família novamente.


____________________________________________________________________________________


Pov Edward
Temos que agir com Calma.




“ Edward preciso falar com você” Bela pensou.


Assenti discretamente para ela,tentando encontrar uma maneira de ter uma conversa a sós.


- Bella meu amor vamos caçar? - pergunto para ela.


- Acho uma ótima idéia – ela sorri feliz com a boa desculpa que dei.


Então Bella e eu nos despedimos dos outros, que caçariam mais tarde e fomos em direção a floresta.


Assim que chegamos na fronteira entre o Estados Unidos e Canadá Bella parou.


- Edward eu tenho uma coisa pra te contar - ela confessou nervosa.


- Pode falar meu amor o que aconteceu? - estava preocupado com seu estado.


- Bem,isso que vou te dizer parece estranho mais eu sinto que a vi.


- Viu quem Bella? - perguntei sem entender.


E Bella como resposta tirou seu escudo em sua volta e me permitiu entrar em seus pensamentos revelando imagens sobre essa tarde.


" Nas cenas Bella avistou uma linda jovem aparentemente de 15 a 16 anos cabelos curtos e enrolados, pele pálida e olhos castanhos escuros.




Aquilo era claro, a menina com certeza era muito parecida com nossa filha e Bella parece que sentiu o mesmo e foi falar com ela que se referiu com sendo Keroline”.


- Bella eu não sei o que dizer...- estava sem resposta diante de tais fatos,seria mesmo possível nossa menina ter voltado para nós.


- Edward eu estou sentindo o mesmo que você,mais me escute ela pode sim ser nossa pequena,nossa filha Edward.


- Eu não sei Bella,nos não podemos alimentar falsas esperanças e se não for ela? -eu tinha que ser realista, havia muito tempo desde que perdemos Renesmee e nunca mais recebemos nem uma pista dela e agora achar que simplesmente ela havia voltado para Forks era fantasioso de mais.


-Se não for ela Edward,vamos continuar procurando mais não sem antes tirarmos as provas concretas - Bella disse convicta.


- Ta certo meu amor,vamos sim descobrir quem é essa menina e se de fato ela é nossa Renesmee mais tudo isso em segredo ok?


- Certo Edward eu também acho melhor dessa forma por que eu não quero nem imaginar se Jacob descobrisse isso,ele provavelmente reagiria por impulso - E era verdade,por anos todos nos sofremos com a ausência de Nessie e eu presenciei toda essa dor,e principalmente a de Jacob que nunca deixou de sonhar com Renesmee voltando.


Depois dessa conversa eu e Bella resolvemos caçar um pouquinho,e depois voltamos para casa por que já estava na hora de Sarah chegar.


Chegamos em casa nos deparando com Sarah a beira de um ataque de nervos e Alice tentando acalma - lá.


-O que aconteceu?- Bella perguntou assustada com a cena.


- Bella que bom que chegou Sarah está descontrolada - disse Alice.


- Mais por quê? - perguntou Bella.


- Por que aquele pirralho do Seth marcou de ir me buscar e simplesmente me deixou plantada lá esperando e adivinha? ELE NÃO APARECEU - agora foi Sarah que respondeu com raiva.


- Calma filha deve haver um bom motivo - Bella tentou argumentar.


- CALMA? COMO CALMA EU QUERO ESGANAR AQUELE GAROTO COM MINHAS PROPRIAS MÃOS - ela disse
"Aquele garoto não perde por esperar"  pensou.


- Sarah, por favor, da pra parar com isso - disse sem paciência de sua birras


Ela bufou e subiu para o quarto com Alice logo atrás.


''Calma Edward pode deixar que eu vou dar um jeito'' Alice pensou.


E deu mesmo por que depois de alguns estantes ela e Sarah desceram bem arrumadas dizendo que iam fazer compras. Alice tinha razão à única coisa que podia acalmar Sarah era gastar.


Logo depois das duas saírem para fazer compras Carlisle, Esme, Emmett, Jasper e Rosalie decidiram ir caçar deixando eu e Bella sozinhos na mansão.


- Amor eu vou ficar um pouquinho no quarto dela ok - Bella disse se referindo ao quarto de Nessie local onde ela passava a maior parte do tempo pensando em nossa filha.


Eu apenas assenti com a cabeça dando um doce beijo em seus lábios.


Bella subiu as escadas e eu me sentei na varanda contemplando a linda paisagem em frente à mansão.


Depois de alguns instantes avisto um lobo cinza se aproximar, Era Seth provavelmente havia vindo por causa de Sarah.


Ele se escondeu atrás das árvores para se vestir e venho em minha direção agora já na sua forma humana.


- Oi Seth.- me aproximei para cumprimentá-lo


- E ai Edward como vai? - ele me abraçou como sempre, já que ao contrário dos outros Seth me tratava como seu melhor amigo e eu também o considerava muito.


- Eu vou bem e você? - perguntei.


- Eu estou ótimo - ele respondeu alegre - Mais me diz Edward Sarah está? -perguntou sério.


- Não seth ela acabou de sair com Alice para fazer compras - respondi a ele e vi que estava envergonhado - mais não se preocupe,isso com certeza vai acalma -lá.


- Tomara,mais cadê a Bells ?


- Eu estou aqui - Bella respondeu saindo de casa e vindo em nossa direção.

- Oi Bells - Seth a abraçou.

- E ai como vai? - ela perguntou.

- Feliz - ele respondeu com um grande sorriso.


- E eu posso saber qual é o motivo de tanta felicidade? - Bella perguntou rindo da cara de bobo do Seth.


- Outra hora eu te conto bells mais agora eu vou indo antes que o Jacob chegue -ele respondeu.


- Eu não acredito vocês dois ainda não fizeram as pazes - Bella disse triste.


- Não se preocupe Bella, por que hoje mesmo vou falar com Jacob,por que também acho que agora não há mais motivos para briga - eu fiquei sem entender - Mais só acho que aqui não é o melhor lugar entende?

- Compreendo - Bella respondeu.


“ Vou ir até a casa dele hoje mesmo contar que tive minha impressão com Keroline,tenho certeza que Jacob vai ficar muito feliz por que afinal era ele que sempre torcia para que isso acontecesse’’ Seth pensou me deixando espantado.

O que não podia ser? Essa Keroline que ele se referiu era a mesma que bella suspeitava ser nossa filha,sem acreditar nos fatos fiquei ainda mais surpreendido quando vi em sua mente seus últimos momentos com ela.

''Que foi em frente a sua casa florida e linda com dois garotinhos gêmeos e uma linda mulher muito parecida com Keroline mais um pouco mais velha aparentando ter 17 ou 18 anos de idade,cabelos chocolates e lisos tamanhos médios.Era ela eu sabia disso aquela mulher que Keroline referisse como sendo sua mãe era a nossa Renesmee''.


- Bella... - sussurrei quase sem palavras.


- O que foi meu amor? - perguntou ela.


- Você estava certa,ela está viva,nossa filha está viva - disse eufórico pegando Bella no colo.


- Como assim Edward?- ela estava assustada com minha reação.


Delicadamente a pus no chão e disse.


- Renesmee está realmente viva meu amor, a nossa menina voltou para nós - disse não me contendo de tanta felicidade.


- O que? Como você sabe? - ela continuava sem entender e pude ver que Seth estava no mesmo estado.


-Eu vi na mente do Seth que hoje ele teve uma impressão com Keroline a menina que você viu e....


- E o que Edward fala logo - ela estava nervosa.


- E ao contrário que imaginávamos Keroline não é nossa filha, mais sim, nossa neta filha de Renesmee.


- Ai meu deus nossa menina está viva - Bella me abraçou emocionada.


- Gente espera ai vocês estão me dizendo que eu vi a Renesmee hoje? - Seth me perguntou confuso.


- Sim Seth a mãe de Keroline é nossa filha - eu respondi a ele.


-A Renesmee voltou...- ele disse pra ele mesmo.


-O QUE VOCÊ DISSE? - ouvi uma voz esbravejar logo atrás de Seth e para o meu espanto era o Jacob.


-Jacob - Bella disse assustada.


- Repete o que disse Seth.


- Calma Jacob vamos conversar - Eu tentei argumentar.


- SETH - Jacob disse entre dentes.

Seth olhou para mim sem saber como reagir e isso vez Jake se zangar mais e usar sua autoridade alfa.


- Seth se transforme agora e me mostre o que viu - ele ordenou.
E conseqüentemente Seth sem controle de si próprio se transformou e mostrou a Jacob imagens de Renesmee.


E Jacob ao vê-la ficou completamente emocionado e disposto a ir atrás dela.


Seth até tentou impedir, mais novamente Jacob ordenou que não viesse atrás dele e adentrou na Floresta a toda velocidade deixando Seth de mãos atadas.


- o que está acontecendo? - Carlisle perguntou chegando com os outros logo atrás.


- Descobrimos que Renesmee está viva e Jacob acabou de saber e foi atrás dela -Bella respondeu desesperada.


- Droga aquele cachorro só faz besteira - Rosalie disse com raiva - Vamos Edward temos que impedi –lo ele vai afastar nossa menina - ela implorou e vi a dor em seus olhos.


- Rosi está certa temos que ir atrás deles – disse - Bella fique aqui com Seth que nos já voltamos meu amor.


Dei um beijo em seu testa e corri com os outros atrás dos rastros de Jacob.


Finalmente conseguimos alcançá-los


Cercamos ele que rosnou ferozmente para nós.


- Jacob você não pode falar com Nessie assim do nada - disse a ele.


(''Edward sai da minha frente'' Ele rosnou.)


- Será que não vê que precisamos agir com calma.


(''calma que calma,eu esperei a minha vida inteira por ela e agora que ela está aqui você quer me impedir de ir vê-la''.pensou)


E se esquivando de nós ele voltou a correr, mais antes de qualquer coisa gritei para ele.


- VOCÊ QUER QUE ELA SINTA MEDO DE VOCÊ? - Falei convicto que ele me ouvia e eu estava correto por que na mesma hora Jacob parou de correr.

(''medo....")


- Sim Jacob é exatamente o que ela vai sentir quando ti ver,por que afinal você é um inimigo para ela.


(''isso é mentira" - disse com raiva.)


- Jacob,todos nós sabemos que você só quer protege -lá,mais infelizmente ela cresceu afastada de nós e não fazemos idéia de como ela foi criada.


Ele não disse nada mais percebi a dor em seu coração.

- AH CACHORRO IDIOTA NÃO VÊ QUE VAI ASSUSTA-LÁ E ACABARÁ COM QUALQUER POSSIBILIDADE DE A TEMOS DE VOLTA - Rosalie disse entre dentes - Dai vamos pendê-la novamente.mais dessa vez para sempre.


O que Rosalie havia dito fazia sentido mais suas palavras foram rudes demais e atingiram Jacob como facas afiadas.


- Rosi não fale assim - Esme a repreendeu.


- Não ele precisa saber que vai estragar tudo - ela gritou.


Olhei para Jacob que estava de cabeça abaixada e pude ver em seus pensamentos que ele sabia que estávamos certo mais era muito difícil para ele admitir isso e agüentar que o melhor é ficar longe de Ness.
(''eu preciso ir'' - ele disse e correu para floresta)


- Vamos Edward temos que impedi-lo - disse Rosalie desesperada.


- Não Rosi ele não foi atrás dela - disse me virando para voltar para casa


- Como não? Ele foi aonde então?- ela continuou.


- Ele foi pra bem longe para não correr o risco de ir atrás da Nessie.- respondi e voltamos correndo para casa encontrando Seth e Bella preocupados.


- Edward o que aconteceu? - Bella perguntou vindo em minha direção.


- Deu tudo certo meu amor,Jacob finalmente entendeu que o melhor é agimos com calma - respondi abraçando ela.


- E cadê ele? - Seth perguntou.


- Pelo que vi na mente dele, ele foi para bem longe pra agüentar o fato de ter que ficar afastado dela - respondi a ele.


- E agora o que iremos fazer? - Rosalie perguntou.


- Seth precisamos da sua ajuda - eu disse a ele.


- É claro Edward eu farei tudo que estiver ao meu alcance - disse decidido.


- Ah, Seth obrigado meu amigo - Bella abraçou ele de felicidade.


- Ta mais qual é o plano? - Emmett perguntou impaciente.


- Pra começar, Seth você terá de trazer Keroline até nós - disse.

- Ta...eu acho que consigo sim,Keroline vai entender eu sei disso - disse convicto.


- Eu tenho certeza - Bella disse com esperança.


- Assim eu espero - falei.

De qualquer forma eu sabia lá dentro de mim que tudo iria dar certo e em pouco tempo nossa família estaria reunida novamente.




___________________________________________________________________________________________


Pov Keroline
Muitas confusões ,Novas amizades e um Grande amor.


Mudar para Forks foi extremamente doloroso, por que na Alemanha tinha as pessoas que eu mais amava no mundo como Molli uma segunda mãe para mim, Jay um cara muito alto astral e brincalhão, Miguel que me dava conselhos ótimos e até mesmo Dinna que mesmo não sendo muito ligada a mim sempre estava lá para o que der e vier.
Então não posso dizer que estava contente aqui na minha nova casa que apesar de linda em todos os sentidos me deixava um pouco deslocada principalmente na escola.




Flash back on.




1°dia de aula.




Depois de me despedir de todos aqui em casa segui o caminho da escola pela grande floresta, o percurso era um pouco demorado mais para mim era um tempo precioso que tinha para me preparar.




Quando cheguei em frente a escola meu pesadelo se mostrou real, olhares nem um pouco discretos se direcionaram para mim tanto dos meninos como também das meninas,e o pior era que eu conseguia ouvir tudo o que eles pensavam e te juro ficava mil vezes pior.




"Nossa que gatinha será que ela ta na minha sala"




" A legal mais uma branquela bonitona para habitar essa escola''




''Essa menina tem cara de anjinho.Será que ela vai ser minha amiga.''




''Essa ai vai entrar para minha lista de vip's''




''Será que ela tem namorado? Por que se tiver ele vai virar ex."




Eu estava tão nervosa que mal consegui decifrar de onde vinha todos esses pensamentos, então, mais que depressa me direcionei para diretoria para pegar meu horário.




- Com licença gostaria de pegar meu horário - falei educadamente para senhora de cabelos brancos que aparentava ter seus 60 anos, mesmo assim era muito bonita.




- Claro meu anjo você deve ser a aluna nova keroline não é? - ela perguntou com um sorriso simples.




- Exatamente - disse retribuindo seu sorriso.




-Toma aqui minha querida seus horários estão todos ai - ela me entregou um folha branca com varias matérias e os horários de cada uma.




- Obrigada - respondi e sai dali em direção a minha sala que eu nem fazia idéia da onde ficava.




Sai pelo corredor seguindo sempre em frente quando um menina aparentemente de 16 anos me pergunta educadamente.
- Você é aluna nova não é?.




- Sim - respondi timidamente.




- Quer ajuda para achar a sala, ahh.. ates que eu me esqueça me chamo Cristiana ou só Cris e você? - ela me estendeu a mão para me cumprimentar e eu fiz o mesmo.




- Me chamo Keroline - sorri para ela - E gostaria muito que me ajudasse a me achar, sabe como é eu não conheço ninguém por aqui e...- ela me interrompeu.




- Deixa eu ver seu horário - ela tirou o papel da minha mão - Que máximo - ela se empolgou - Nos temos quase todas as aulas juntas.




- Isso é muito bom - sorri pelo menos fiz uma amiga muito animada por sinal.




''Ai até que enfim uma amiga de verdade e ela é tão bonita tem carinha de anjo e é um amor'' ouvi seus pensamentos e me senti envergonhada pelos elogios.




- Vamos temos que ir se não chegaremos atrasadas na aula do professor Louis de matemática - Cristiana me puxou pelo braço em direção a sala de aula e eu me deixei levar,chegamos lá e parte dos alunos já estavam em seus lugares e me fitaram surpresos,me deixando envergonhada mais rapidamente Cris me acomodou do lado dela bem a frente da mesa do professor.




Ótimo pelo menos evitaria olhares.




O professor chegou logo depois e para meu total alivio evitou apresentações da minha parte e só me recebeu com um "bem-vinda''.




A aula foi muito divertida e apesar da pose de durão que ele aparentava ter, Louis era um cara de bom humor e um detalhe apaixonado pela professora Lourdes.




A mulher que estava todo tempo em seus pensamentos,eu não nego as vezes me acho intrometida com o dom que possuo e recentemente sem se quer minha mãe saber descobri que além de eu ter o dom dela e de ler mentes eu também consigo bloquear tudo isso como um escudo protetor.




Três dons tão maravilhosos numa única pessoa, as vezes tenho medo de não conseguir controla -los.Mais enfim creio que com o tempo e com a ajuda da minha mãe tudo isso será questão de tempo.




A aula acabou e pelo meu horário agora finalmente ia conhecer a tal professora Lourdes de história, e como imaginei ela era uma simpatia de pessoa e estava com um problema sério com o atual namorado.




E não preciso nem dizer que meu instinto cupido atacou novamente e estava mais que disposta a aproximar esses dois, por que afinal todo mundo merece ser feliz.




Dali em diante tudo ocorreu muito bem, Cris que estava muito animada com minha amizade sempre me ajudava me levando a todas as minhas aulas e sentando comigo durante o intervalo.




Também percebi que ela não tinha nenhum amigo alem de mim e que era completamente apaixonada pelo um tal de Beto que segundo os seus pensamentos era o garoto mais popular e bonito da escola.




Diante disso resolvi também que faria de tudo para ajuda -lá com ele em troca de sua ajuda no momento que foi tão difícil para mim, meu primeiro dia de aula.




Na minha última aula tive biologia com o professor Laurent que ao contrario dos outros não era flor que se cheire,e o pior tive que enfrentar tudo isso sem Cris ao meu lado, por que essa era umas das únicas aulas que não estávamos na mesma sala, mais em compensação eu acabei descobrindo que eu não era a única vampira por aqui, existia outra e ela estava na minha sala seu nome Sarah Cullen.




Bonita e a mais popular do colégio, entrou na sala me encarando friamente e durante a aula toda me dirigia olhares nada amigáveis, e tudo que pude notar foi que seu coração batia bem mais que o meu algo bem parecido ao da minha mãe.




Mais o que me deixou mais aflita tirando os comentários maldosos que fazia sobre mim para suas amigas, foi eu não consegui ouvir seus pensamentos. Estranho! Mais era exatamente isto de alguma forma ela os camuflava.




Depois de tanta tensão a aula finalmente acabou e pude ir para casa encontrar as pessoas que mais amava no mundo. A minha Família.




Então consegui novamente relaxar quer dizer até ter de ir para o meu segundo dia de aula que eu estava rezando para ser longe de Sarah.

2°dia de aula.

Hoje acordei bem mais empolgada para ir a escola e confesso nem sei o por que.




"Quem sabe algo de bom aconteça" pensei comigo mesma.




- Oi filha já está acordada,então se vista para tomar café meu anjo - minha mãe disse na porta do meu quarto.




-Ta mãe eu vou tomar um banho e me trocar dai já estou descendo.-disse carinhosa.




- Ok meu amor mais não se atrase - ela fechou a porta e eu pulei da cama direto para banheiro.




Tomei um banho rapidinho e fui me trocar, e como sempre escolhi uma roupa vermelha a minha cor preferida,depois desci e tomei um café rapidinho com a companhia de papai e mamãe e fui para escola.




Chegando lá me deparo com Cris e Beto, isso mesmo ele estava falando com ela.




E quando me viram rapidamente Cris venho em minha direção me puxando para o grupinho.




- Vem kero - ela me levou até eles e me apresentou para Beto e seus amigos.




- Amiga deixa eu te apresentar,esse é Dominique Brown, ele é uns dos melhores jogadores de basquete aqui da escola - ela apontou para um garoto muito alto e bonito que tinha o olhar travesso e me cumprimentou.




- E aí gatinha? - ele me deu um abraço de urso.




- Oi - foi tudo que conseguir dizer para ele que ainda me tinha em seus braços.




-Ah, Dom solta ela você ta esmagando a coitada - disse uma menina cabelos bronze e olhos castanhos que ria da cena.




- Calma gata não precisa ficar com ciúmes não, tem Dominique pra todas - ele fez gracinha me soltando e indo a sua direção.




- Ta de brincadeira né- ela olhou para ele que já tava tentando abraça –lá - Sai daqui garoto.




Todos riram da cena e Cris voltou a apresentá-los pra mim.




- Bem, aquela é Lenn,a ex namorada de Dominique e agora os dois ficam assim igual gato e rato..- ela sussurrou para mim - Ela também joga futebol aqui na escola e tenho que dizer é uma das melhores.




- É isso mesmo aqui não tem pra ninguém - Lenn voltou sorrindo para me cumprimentar - Desculpa a mal impressão, mais sabe como é né ex namorado é fogo - ela olhou para o Dom que mostrou a língua para ela.




- E eu sou Ashley a seu dispor - uma garota de cabelos negros e pele pálida me disse simpática.




- Prazer - a cumprimentei.




- O prazer é todo meu lindinha - ela respondeu.




E eu sorri envergonhada.




- E eu sou o Chet o caçula da turma - disse o menino de olhos azuis e expressões juvenis.




- O caçula ou o mais baixinho - zombou Dominique.




- O mais inteligente também - ele respondeu irritado.




Uma menina de cabelos azuis que estava conosco também revira os olhos e se aproxima de mim saltitante.




- E eu sou Brigitte a irmã do brutamontes aqui - ela olhou para o Dom - E a mais descolada também - todos gargalharam.




- Olá - eu disse a ela que me abraçou.




- Bem, eu acho então que só falta o Beto - Cris disse envergonhada e pude perceber seu desconforto perto dele.




- Oi eu também sou jogador de Futebol aqui da escola e é um.. prazer te conhecer. Ele gaguejou.




- Prazer - foi tudo que disse pegando na mão dele que estava estendida para mim.




- Bem, vocês duas hoje vão sentar com a gente não vão - Chet disse quebrando o clima chato e olhando diretamente para Cris.




- Bem.. eu acho que sim eu ..não sei Cris? - olhei para ela pedindo ajuda.




- Eu acho uma ótima idéia - ela disse animada e percebi que Chet também ficou.




Depois das apresentações todos nós começamos a conversar animadamente até eu senti que alguém havia pegado no meu braço.




- Renesmee - virei assustada para trás me deparando com uma mulher bonita de cabelos castanhos escuros e pele pálida igual a mim




- Não moça eu me chamo Keroline - sussurrei com medo percebendo que ela era uma vampira.




- Oh me perdoe pensei que era...- percebi que ela êxito em falar - Amiga - ela completou.




- Olha tenho que ir andando já estou atrasada - disse simpática tentando sair daquela situação - Com licença - não dei tempo dela dizer nada e sai em direção a entrado do colégio com Cris logo atrás.




- O que houve amiga? - Cris perguntou preocupada assim que passamos pela porta.




- Não foi nada eu só achei ter ouvido o sinal - respondi para ela que riu.




- Você está quase certa o sinal ainda não tocou mais já vai tocar - Ela disse.




Sorri para ela que pegou em meu braço nos direcionando para nossa sala.




Minha primeira aula foi Geografia aonde aprendemos elementos e fatores climáticos, e não preciso nem dizer que não prestei atenção em nada que o professor Norton disse por que na minha cabeça só estava às perguntas.




- Quem era aquela mulher?
- Da onde ela conhece a minha mãe?




- E por que ela achou que fosse eu?.




No decorrer das aulas as coisa foram ficando melhor até me distrair totalmente no intervalo com o grupinho animado de Beto, que me fizeram rir como nunca com as palhaçadas do Dom, o clima birrento entre ele e Lenn e a cara de bobo tanto do Beto para com a mim e o Chet para a Cris.




O Intervalo acabou e fomos eu ,Cris e Brigitte para nossa aula juntas que seria Educação Física com o professor James.




- Vocês duas heim estão arrasando corações - Brigitte comentou quando estávamos andando no corredor deixando eu e Cris sem graça.




- Como assim? - Cris perguntou sem entender.




- A vai dizer que não percebeu o jeito que o Chet olha pra você? - perguntou Brigitte.




- Não.. e ele.. olha de que jeito? - gaguejou Cris.




- Do jeito apaixonado horas - Brigitte levantou as mãos pra cima como se aquilo fosse a coisa mais obvia. E era. menos pra Cris.




- To achando que você está vendo coisa de mais – Cris sorriu sem graça e eu acompanhei entrando no ginásio da escola.




- Nossa ele tá mais lindo do que nunca - Brigitte suspirou vendo o professor James - É por isso meninas que amo tanto fazer educação física - ela sorriu pra gente.




- Percebemos - respondemos eu e Cris juntas




- Meninas vão se trocar rapidinho para começarmos aquecendo - o professor James disse arrancando mais um longo suspiro de Brigitte.




- Que como assim se trocar? - disse assustada por que afinal eu nem tinha outra roupa para isso.




- Calma amiga eu aposto que Brigitte tem uma roupa extra para te emprestar - Cris me tranqüilizou.




- E tenho mesmo, pode deixar comigo amiga que tu não vai passar vergonha - Brigitte disse sem tirar os olhos do professor.




Entramos no vestiário e Brigitte me deu um conjuntinho de shorts e regata da cor vermelha como eu escolhi.




Tudo ocorreu muito bem na aula de Educação Física e assim que bateu o sinal para trocarmos de sala tive que ir sozinha para a aula de Biologia, sozinha até encontrar Chet que resolveu sentar perto de mim a aula toda para o meu conforto, pelo menos assim não ficaria sozinha.




Sarah também estava lá mais na verdade eu nem me importei muito com isso por que hoje ela estava na dela.
O professor Laurent hoje não estava com bom humor e passou um resumo simples e rápido sobre os seres vivos.
Terminei rapidamente assim como todos os outros que ganharam a permissão da professora para conversarem em sileêncio.


- Keroline por que a irmã da Sarah te chamou de Renesmee? - Chet me perguntou me deixando espantada, quer dizer estão que aquela moça era irmã da Sarah.




- Não sei, ela disse que havia me confundido com uma amiga – respondi para ele.




Ele sorriu e trocou de assunto para o meu alívio.




- Você acha que a Cris sairia comigo? - ele perguntou nervoso.




- Eu não sei... pra saber você tem que convidá-la - sorri.




- É que... bem eu não sou tão bom assim com as garotas - ele fez sinal de negativa -Quer dizer eu nunca sai com uma garota - ele sussurrou.




- Sempre a uma primeira vez - eu o incentivei.




Ele pensou uns instantes e voltou a falar.




- É que sempre fui apaixonado por ela,e ela nunca me notou - ele disse triste - Não acho que mudaria de idéia tão facilmente.




Fiquei sem palavras ele estava certo se não fosse por Brigitte ter chamado sua atenção,a Cris nunca ia ver que Chet estava afim dela,por que simplesmente ela está cega de paixão pelo Beto.




Complicado né.




- Chet eu...- ia dizer mais fui interrompida pelo sinal que tocou anunciando o fim da aula.




- Até amanhã Chet - disse pegando minhas coisas para sair daquela situação.




- Keroline espera - ele me chamou - Me ajuda com a Cris?.




- Ajudo - respondi comovida com seu pedido, e por que no fundo sabia que ele gostava dela de verdade ao contrário de Beto que mal a notava.




E recebi em troca um abraço animado da parte dele.




- Nossa valeu mesmo você é uma garota incrível - ele disse.




- Valeu agora tenho que ir - sorri para ele - Tchau Chet.




- Tchau e até amanhã - ele disse todo animado me fazendo rir com a cena.




Sai pelo corredor encontrando Cris no caminho que se despediu de mim.




- Tchau miga e até amanhã.- ele me abraçou.




- Tchau - sorri para ela indo em direção a saída.




Caminhei até a estrada sozinha com a chuva já preste a cair e em pouco tempo adentrei na Floresta andando calmamente até perceber que estava sendo seguida.




A princípio fiquei em pânico, mais ao me concentrar direito nos seus pensamentos vi a coisa mais linda que já havia visto na vida.




”Senti uma grande sensação de felicidade que me contagiou completamente só de olhar me fazendo o cara mais feliz do mundo e a minha vontade era de abraça – lá, de protege - lá a todo custo por que agora ela era o que eu mais amava na vida ganhando até da minha própria família de meus amigos da matilha do meu eu.
Agora tudo que mais queria era estar junto dela e ser daqui em diante seu tudo “




Era uma amor tão grande que me deixou desconsertada, e completamente sem reação parei no meio do caminho para observá-lo com mais cautela,mais diante disse percebi seu desespero e resolvi me aproximar.




Nessa hora a chuva já caia mais fortemente me deixando ensopada.




- Quem é você? - perguntei docente mente.




- Meu nome é Seth desculpa mais vi você entrando...- ele parou para formular uma resposta e percebi que era por que ele estava com medo de me assustar.




- Não me assustaria não - eu respondi seus pensamentos o deixando confuso e sem perder tempo perguntei outra coisa.




- Você é realmente o grande lobo que vi na sua mente? - perguntei me lembrando da parte que ele se referiu a matilha e eu vi imensos lobos como nunca havia visto antes em sua mente.




- Desculpa,não quero lhe deixar confuso - eu sorri envergonhada por estar sendo tão intrusa assim - Meu nome é Keroline e tenho o dom de ler mentes - me apresentei estendendo a mão para ele.




- Você é uma vam..pi.ra - ele gaguejei apertando a minha mão o que fez não só eu mais ele também sentir correntes elétricas por todo o corpo.




Eu ri da situação e ele ficou envergonhado.




- Não precisa ter vergonha de mim Seth - eu disse.




Ele me olhou admirado. ”Ela é perfeita” ele pensou.




- Agora você que me deixou sem graça - eu sorriu.




- Me desculpa eu não queria.. - ele tentou se explicar mais eu o interrompi.




- Seth,Seth me responde um coisa? - eu perguntei.




- Claro - ele sussurrou.




Eu me aproximei mais dele e disse.




- Você sente realmente tudo isso por mim?




- Sim – disse ele se aproximando ainda mais de mim - Eu te amo Keroline
Eu sorri.




- Isso é a coisa mais linda que já vi – disse - Eu sei que parece estranho mais ver tudo aquilo que vi nos seus pensamentos me deixou....- ele não me deixou terminar e aproximou os lábios no beijo calmo porém muito carinhoso explorando cada cantinho da minha boca.




Aos poucos fui me separando dele para olhar em seus olhos e percebi seus cabelos e roupa molhada pela chuva que ainda insistia em cair sobre nós.




- Isso é loucura - eu sussurrei.




- Eu sei - ele disse alegre - Mais é a mais pura verdade.




-Será - eu disse de olhos fechados - Será que tudo isso não é um sonho lindo a qual
vou acordar a qualquer momento - falei com medo.




- Bom só tem um jeito de te provar que isso é tudo real minha boneca - ele se aproximou novamente de mim me tomando em mais um beijo calmo e cheio de amor.




Ficamos ali na Floresta por um tempo até ter que ir embora, não nego estava muito triste com isso por que queria ficar mais ao lado dele.




- Amor - eu disse - Tenho que ir, minha mãe deve estar preocupada comigo.




- Não por favor - disse ele com medo de me perder.




Eu sorri e tive uma ótima idéia.




- Pra te provar que eu nunca mais vou sair da sua vida deixo você me acompanhar até em casa o que acha? - disse manhosa - Assim ficamos mais juntinhos.




- Nossa mais é claro que aceito levar minha princesa até seu castelo - eu sorri e o puxei para começarmos a andar.




- Olha acho que a pé vai demorar um bocado - eu disse envergonhada – Mas, se você se transformar podemos correr juntos o que acha?




Fiz a proposta e percebi que ele havia ficado receoso em se transformar em minha frente.




- Nem termine isso senhor Seth - eu o adverti - Quero te ver como lobo.




- Tem certeza?
- Absoluta - respondi convicta.




- Seu desejo é uma ordem - ele me deu um selinho e foi atrás de um árvore para se trocar.




Seth me levou até em casa e marcamos de sair amanhã.




Não nego, eu estava muito ansiosa para encontrá-lo novamente.




- Oi meu anjo como foi a aula? - minha mãe disse vindo em minha direção.




- Foi ótima mãe - eu a abracei – Sabia que hoje fiz novos amigos - disse animada.




- Viu filhota eu disse - ela disse carinhosa.




- Oi filha,oi amor – papai deu um beijo em minha mãe e outro na minha testa - O que vocês acham de irmos caçar? - ele perguntou se juntando a nós.




- Acho ótimo e você filhota? - mamãe me olhou.




- Perfeito - respondi.




Flash back off.

Mais a parti dai tudo mudou, por que eu estou completamente apaixonado por ele, não sei bem como aconteceu mais depois dele me segui pela floresta e eu ler sua mente tudo fez muito sentido para mim.
Eu e Seth éramos alma gêmeas e agora é quase impossível ele viver sem mim e eu viver sem ele.
No dia seguinte eu acordei bem eufórica e em questão de segundos já tinha tomado banho e já estava a caminho da escola.

Ao chegar fui recebida novamente pela empolgada da Cris e pelo Beto e seu grupinho.


- Oi amiga com ta? - Cris perguntou me dando um abraço.


- Eu estou ótima - respondi sorridente.


- É estou vendo você esta com um olhar de apaixonada - dessa vez que falou foi Brigitte.


Fazendo todos olhar para mim inclusive Beto.


Droga essa hora devia estar vermelha igual ao pimentão.


- Ima..gina - gaguejei.


- Sei,mais se quiser pode contar eu sei guardar segredos.- Ashley disse piscando para o Beto.


A não eles devem estar achando que eu estou gostando do Beto.


Que droga!


Constrangida com a situação puxei Cris para irmos para sala.


- Gente eu e Cris estamos indo ok - sem dar chance de eles responderem tratei de sair logo dali levando ela comigo.

- Você ta mesmo gostando do Beto? - ela perguntou triste.


- Mais é lógico que não amiga - parei para fita-lá e pude ver o sorriso que se formou em seu rosto - Era isso que queria te dizer,eu de fato estou apaixonada mas, não pelo Beto - respondi convicta.


- Se não é pelo Beto é por quem então? - perguntou curiosa.


- É pelo Seth - respondi melosa.


- Seth? Quem é esse? Eu conheço? - ela perguntou rindo da minha cara.


- Acho que não, aliais ele nem estuda aqui mais fica tranqüila que hoje ele vai vir me buscar.


- Nossa sério... que legal.


Sorri para ela e fomos para nossa sala.


E graças a deus hoje não tive História e não precisei olhar para Sarah de novo que me encarou o tempo inteiro no intervalo.


Finalmente o sinal tocou e eu puxei Cris junto comigo para saída.


No caminho escuto uma voz me chamar.


- Kero - me viro pra ver quem é e me deparo com Beto e percebo que o coração de Cris dispara.


- Sim? - pergunto apresada.


- Queria saber se você.. bem ...é - ele começou a gaguejar - Não queria sair....


- Boneca - escuto uma voz rouca me chamar.


E não preciso nem dizer que sabia exatamente de quem era.


- Seth – me viro e vejo ele caminhando em minha direção com os olhos apaixonados e eu por impulso vou até ele deixando Cris e Beto para trás.


- Oi Boneca - ele me pegou em seus braços e me deu um beijo carinhoso e demorado nos lábios.


- Que bom que venho - disse me separando dele.


- Eu já estava um tempão aqui te esperando e não resisti e resolvi vir atrás de você - ele disse sorrindo - Pra ver se não tinha fugido de mim.


- Fugido nunca eu vou fugir de você - respondi olhando em seus olhos - Eu te amo Seth.


Ele me deu mais um selinho e quando ia me puxar para irmos me lembrei de Cris que ainda estava parada no mesmo lugar com um sorriso lindo de uma amiga verdadeira feliz pela minha felicidade.


- Cris - chamei ela que venho na minha direção - Cris esse é o Seth e Seth essa é a Cris minha melhor amiga - apresentei os dois e reparei que Beto não estava mais ali.


- Você não é a irmã do Luc? - Seth perguntou.


- Sou- ela respondeu - Mas como você sabe?


- É que sou o irmão da Leah não se lembra de mim - ele disse sorrindo.


- Ah, é verdade Seth como fui me esquecer de você - ela sorriu sem graça.


- É normal afinal só nos vimos duas vezes - ele disse.


- É verdade. mais como vai sua irmã to sabendo que ela é Luc tão mais grudados que nunca - ela disse rindo - Você precisa ver é Leah pra cá ,Leah pra lá.


- Lá em casa não é diferente quando Leah não está se agarrando com ele,ela está falando dele - Seth riu também.


- Nossa, que bom que vocês já se conhecem,isso é ótimo - falei feliz abraçando Seth.


- É mais eu vou indo ta legal,tchauzinho pombinhos - ela disse nos deixando sozinhos no meio do corredor.


- Então amor vamos - disse para ele.


- Vamos sim - ele pegou minha mão e fomos caminhando para o estacionamento em direção sua moto.


E antes de por o capacete percebo que estamos sendo fitados por Sarah que nos olha indignada.


E Seth a fita também.


- O que foi amor? Por que aquela garota ta olhando pra você - perguntei preocupada.


- Bom.. é que - ''Eu era apaixonado por ela'' escuto em seu pensamento – Mas, isso passou você sabe disso não sabe ? - ele perguntou receoso - ''O que sinto por você amor nem se compara, eu te amo muito mesmo''


- Eu sei não precisa me dizer - dei um selinho nele - E fico feliz por ter me contado.


- Eu nunca vou esconder nada de você minha boneca, nunca - sorri feliz para ele.


- Então vamos meu amor - coloquei o capacete e ele me ajudou a subir.


Seth parou no meio do caminho e me ajudou a descer e eu sem entender o porquê perguntei para ele.


- O que foi Seth?


- Keroline lembra que te disse que nunca te esconderia nada.


- Lembro sim foi agora a pouco - eu sorri.


- É - ele riu também - Então eu preciso te dizer algo.


- Pode dizer - incentivei.


- Amor isso bem... não é algo que tenha que ser dito na verdade..é ..bem quero que veja atentamente meus pensamentos ok? - ele pediu.


- Ok - respondi agora me concentrando em seus pensamentos, coisa que até agora não estava fazendo para lhe dar mais privacidade.


Seth começou a ver em seu mente uma série de cenas que eu nunca pensei em ser verdade.


''A primeira delas me chamou muito atenção por que vi a mulher que tinha me confundido com minha mãe ninando uma linda criança em seus braços enquanto ela sussurrava eu te amo Renesmee.
A outra cena foi da mesma chorando abraçada nos braços de um homem, cabelo acobreado, pele branca que lhe dizia o tempo todo que ia pegar o homem que levou a filha deles"

Com forme Seth me mostrava em sua mente essa cenas mais eu entendia que na verdade aquela criança era minha mãe.
Sim o bebê nos braços daquela mulher.
O bebê seqüestrado.
E o bebê que era um Cullen, ou melhor, Renesmee Carlie Cullen, minha mãe.

- Seth...- sussurrei - Então.. a minha mãe... foi roubada dos Cullens?

- perguntei.


- Sim Keroline, sua mãe é filha de Bella e Edward e você e neta deles - ele respondeu confiante.

- Isso é tudo muito confuso...

- Eu sei meu amor mais a vida inteira acompanhei o sofrimento deles, aliás, todos nos sofremos por que Renesmee, quer dizer sua mãe era um bebê muito amado.


- Então minha mãe tem uma família que sempre sofreu por ela...


- Tem - ele me abraçou – Mas, isso pode mudar se você nos ajudar meu amor.


- Ajudar,como? - perguntei.


- Vindo comigo até a casa dos Cullens, seus avós.


- Eu não sei é...- disse com dúvida.


- Meu amor eles estão sofrendo muito com essa separação e agora essa é a nossa chance de aproximar eles de sua mãe e você é a única que pode conseguir isso - ele implorou.


- Será? - perguntei


- Eu tenho certeza – ele respondeu.


- Ok Seth eu aceito ir falar com eles - respondi decidida.
                                   by:natineces

0 comentários:

Postar um comentário

Comente,critique,elogie e de as suas sugestões,mais sem ofensas ok?Que eu sou muito sensível rsrsrs.

Seguidores

Instagram

Neces In Love Story Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados