Natiele Lopes. Tecnologia do Blogger.

capítulo 20-Trauma e Superação

Pov Jack :






Eu estava imensamente feliz por ter a minha Nessie de voltar sã e salva e acima de tudo viva.Não importa esses anos de sofrimento e pensando que ela estivesse morta,pois ainda a amo como se fosse o primeiro dia que a vi.




Confesso que ela estava diferente,como se estivesse passado por um cárcere eterno.Mas é obvio que isso aconteceu.


Assim que chegamos na mansão do Cullen e ela viu o nosso filho,suas lágrimas não paravam de escorrer em seu rosto.Bem a abraçou com tanta força que parecia que ele iria se tornar um cimento para não sair de perto dela. Quem pudera,pois meu filho sempre necessitou da mãe ao seu lado apesar de todos sempre cuidávamos e amávamos com todo o nosso amor.




Depois de matarmos toda a nossa saudade,foi ao que começou o momento de saber tudo o que aconteceu.Nessie contou que ela havia pensando que realmente tinha morrido até acordar no covil daqueles filhos de uma p...lua.


As vezes ela parecia editar as coisas,mas o que ela contou foi o suficiente para todos querermos vingança.


Ela contou que tudo isso tinha dedo do tal sanguessuga italiano que queria ela em sua guarda de sanguessugas poderoso.E usou aquelas criaturas como objeto de sal vingança por não ter conseguido ela se juntando a guarda dele.


_O que estamos esperando,para arrancar a cabeça daquele infeliz do Aro? _ perguntou Emmet




_Ninguém fará nada.E além do mais,eu mal me libertei e não quero ver minha família e meus amigos e irmãos entrando numa guerra contra Aro._ disse Nessie




_Mas o que ele fez é imperdoável.Temos que fazer algo. _ argumentou a Loira de farmácia.




_Não! Aro ágil de forma que ele não sujasse suas mãos.E além de que,se um dia tivermos que fazer algo,será no momento em que ele cruzar o meu caminho,e a única coisa que sei é que ele não terá tempo de dizer um “ Ai”,pois suas cabeça não estará em seu corpo,mas. _ disse Nessie.




Com essa todos ficaram em silencio.




Algumas coisas foram contadas ,inclusive a morte do infeliz que estava mantendo a minha mulher como sua prisioneira. Bom,foi assim que ela disse que foi,mas eu sentia que havia algo a mais nessa história que ela não queria contar,e pela expressão do Edward,ele concordava comigo,mas eu não iria forçar nada para ela contar a verdade,e se ela quisesse e quando,ela contava.


Então depois fomos para nossa casa,e lá Colocamos o nosso filho na cama dele.Nessie foi tomar um banho ,mas quando fui até o banheiro para me ajuntar a ela,vi que a porta estava trancada.Nessa hora eu fiquei intrigado pois nenhuma circunstancia ela fechava a porá do banheiro para eu não entrar. Mas se ela queria assim iria respeitá-la.




Quando ela saiu do banheiro já estava vestida ,com uma camisola linda que eu comprei para ela a uns anos atrás.Ela se aproximou de mim e eu abri os meus braços para ela.


Então ela se sentou em meu colo e ficamos abraçados em silencio,até que nossos rostos ficaram próximos.Não houve palavra se quer,mas nossos lábios se encontraram e um beijo mais que de saudade surgiu.




Aos pouco foram ficando urgentes, e minhas mãos foram de encontro as suas pernas.Eu estava tão faminto por ela que a deitei em nossa cama,sem afastar os nossos lábios.Mas quando minhas mão começaram a levantar a barra da camisola,ela segurou as minhas mãos me impedindo de retirá-las.




_Jack...ar...Não._ ela sussurro.




Com os meus lábios nos delas sussurrei.


_Porque não...? Eu a quero tanto...hum...




_Jack...eu só estou cansada,e corri muito.Por favor._ ele disse e agora a sua voz era firme.




Assenti para ela,pois eu sabia que era verdade.E se agüentei por cinco anos,porque não agüentaria uma noite?


Então sair de cima de seu lindo corpo.E a ajudei a se cobrir.




Depois que ela estava deitada eu fui tomar o meu banhos.Assim que sai do banheiro eu a via completamente entregue ao sono.Então fiz o mesmo e me deitei ao seu lado a envolvendo pela cintura.


E logo acabei caindo no sono também.




“Me larga! Não! Não faz isso! Por favor...” – acordei com Nessie se batendo na cama,e quando eu olhei para o lado ela estava chorando e gritando para alguém a deixar.




_Amor! Acorda! Nessie...Amor! _ eu tentei acordá-la ,mas ela ainda gritava e se debatia.




“Não! Me soita! Não me toque! Pare com isso! Você está me machucando.Eu não vou beber isso.Paraaaaaa!”


_Nessie,acorda! _ eu tentei acordá-la


_NÂOOOO! _ ela acordou se sentando na cama,e completamente ofegante.




_Calma amor.shiiii! Eu estou aqui.Ninguém vai fazer nada com você. _ tentei a tranqüilizar e ela me abraçou chorando de soluçar.


Fiquei assim com ela por um bom tempo ,até que ela parou de chorar um pouco.Então resolvi falar .


_Quer me contar o que vou o seu pesadelo? _ perguntei




Ela balançou um não com a cabeça.E vi que não adiantaria insistir.




_Tudo bem!Se quiser me contar estarei aqui para te escutar._ disse




E ela assentiu. Ficamos um ali abacados,a te que ela voltou a dormir.




E quando pensei que no dia seguinte tudo ficaria bem,foi um engano pois Nessie não parecia ser a mesma. Todas as noite ela acordava gritando com pesadelos,e fora que ela não me deixava tocá-la.




Eu não sabia o que fazer,pois ela nem ao seus pais ela contava nada. Edward que era o certo de saber,não conseguia ver nada em sua mente. Ela nem ia na casa dos avos para visitá-lo e acho que era para o seu pai não ler sua mente.


Uma noite Edward veio as proximidades da nossa casa para ver o que estava na mente dela quando tinha aqueles pesadelos,mas ele não via pois nesse supostamente criou um bloqueio parecido com o de Bella.




Os dias se passava e tudo estava ficando difícil.Nesse parecia que estava cada vez distante de mim.Já estava começando a imaginar que ela não me amava mais.E já havíamos discutido umas dez vezes na semana por coisas bobas.E no final ela acaba indo dormir no quarto do Bem.






Agora nem eu mesmo conseguia dormir,e dessa ultima discurção com ela,achei melhor me afastar um pouco.Não que eu estivesse a abandonado,mas eu queria deixá-la sozinha para refletir,e não se sentir pressionada por mim.


Então peguei um pouco de roupa,e coloquei numa mala ,e fui para casa do meu pai.Ele como sempre me recebeu de braços abertos e tentou me animar dizendo que tudo iria se resolver,mas que eu errei em sair de casa.


Os dias se passaram e nada de Nessie me ligar ou me procurar. Agora nem mesmo quando ia pegar o bem na escola eu a encontrava.Deus! Será que perdi o amor da minha vida?




Leah a seth tentavam me animar,mas nada ajudavam.Mas tudo o que só queria saber era o que estava acontecendo e porque Nessie estava daquele jeito? Eu amava e seja o que fosse eu estaria ao seu lado para superar a tudo ,mas assim ela me afastando eu não posso fazer nada.E se eu não estou agora em seu lado foi porque ela ordenou.E como o que sinto e a magia que há entre ela e eu,não poderia negá-la. E por isso estou aqui.




************************************************






Pov Renesmee:




Eu pensei que assim que estivesse de volta,tudo ficaria bem ,e voltaria ao normal,mas me enganei.Pois toda vez que dormia meu sono era invadido por aquelas horríveis lembranças em forma de pesadelo.E tudo o que passei ao lado de Nataniel me aterrorizava toda noite.




Eu não conseguia deixar Jack me tocar e me fazer sua mulher como antes.E tudo estava ficando difícil...E piorando a cada dia. Eu não me sentia mais pura e digna de merecer ser tocada por meu amor.Pois só o que restou era um resto podre do que já fui.




Eu não podia admitir que Jack tocasse num corpo onde foi torturando imundamente por alguém indigno.Não poderia fechar os meus olhos e fingir que nada aconteceu.




E por isso fui me afastando dele,e me tornado uma mulher nada agradável.Jack me olhava como se eu poderia contar com ele,e eu via que o seu amor por mim era capaz de superar tudo,mas eu não tinha coragem de contar tudo o que passei,e que não era a sua mulher cujo o corpo pertencia somente a ele.


Eu tinha vergonha de tudo que permiti deixar acontecer.Não ,eu não permiti,fui totalmente imposta fazer.




Eu ainda escuto a vos de Jack me implorando que eu dissesse a ele o que estava acontecendo e eu o mandei embora.Foi horrível ver sua dor,e a angustia me queimando por dentro por ser covarde e não contar tudo ao meu amor.E superar com ele e ser feliz se ele ainda me quiser mesmos sendo uma mulher impura.Mas o medo dele me rejeitar e não querer mais depois de saber a verdade,era mais forte que tudo.


(Flash Back on )




_Nessie por favor,me conta o que você tem..._ ele insistia mais uma vez.




E por mais que o meu coração gritava dizendo que era para eu contar,da minha boca saiu outras palavras.




_Não tenho nada a falar. _ disse friamente.




_Mas amor,eu... _ ele disse se aproximando de mim e eu dei um passo para trás para ele não vir.




_Jack eu preciso de tempo.Melhor! Preciso ficar sozinha.Me de um tempo._ disse




Ele franziu o cenho e disse.




_O que quer dizer com isso?




_Que não quero você perto de mim.Vai embora. _ disse com toda a frieza e autoridade que pude colocar na minha voz.


Os olhos de Jack se encheram de lágrimas,e ele deu um passo para trás como se sentisse o peso de algo o esmagando.E de seus lábios não saia as palavras que ele tentava falar. Não esperei que ele dissesse algo,virei as costa e sair.


Bem estava com a minha mãe e Alice,então eu saiu correndo pela floresta e quando eu cheguei no local onde era o meu paraíso particular com o Jack e onde nós nos amamos pela primeira vez,desabei no meu choro mais triste e amargo.




Dos dias que passei sem Jack ,foram dos mais piores,pois os pesadelos pioraram e eu já tinha até afastado meu filho para ele não ver o que me transformei e fazê-lo sofrer.




Já não estava agüentando mais ,e meus pai e a todos tentavam me ajudar,mas eu não dizia nada.




Agora estava eu sentada no chão de frente para a lareira com as minhas lágrimas de companhia ,até que a campainha tocou.




Limpei as lágrimas do meu rosto e fui atender.E quando abri a porta dou de cara com Leah que ao me ver me olhou de cima e embaixo e bufou.




_Parece piada o que vejo_ disse ela apontando para o meu estado e entrando sem eu mandá-la entra.Bom,,eu não estava mal vestida,e usava uma calça jeans,eu casaco de lã, caído nos ombros,e pontas das mangas largas.




_A vontade_ disse assim que ela passou por mim.Ela me olhou e dessa vez não era um olhar sarcástico e disse.


_Olha eu não vou enrolar.E vou direto ao assunto. Olha Nessie,eu não faço idéia do que esta acontecendo com você,mas seja o que for você não pode afastar as pessoas de perto de você.Pior ainda! Afastar Jack de você e agora o seu próprio filho. Você não faz idéia do quanto Jack sofreu pensando que você estava morta,e seu filho que apesar de tudo sonhava que você estava viva.E seja o que for qual for o seu problema,você tem que superar,e se não consegue sozinha pelo menos permite que alguém te ajude.O Jack esta louco por se sentir impotente aio seu problema,por você não se permiti a ser ajudada. E entendo o que você tenha passado nestes anos naquele covil dos infernos tenha trago um trauma em sua vida,mas não pode ficar assim.Se você quer morrer então pegue um punhal a estaquem em seu coração,mas não fica se matando sozinha e matando que a ama.Deixa de ser egoísta e de o primeiro passo e vá atrás de seu homem que esta quase morrendo por sofrer com essa tola separação.Ela não virá atrás de você,por você tê-lo ordenado a ficar longe.Então para com essa palhaçada e e supere e seja de uma vez por todas feliz.Pois se você mesmo vai deixar barato o que o infeliz do sanguessuga italiano aprontou,você pode fingir que não aconteceu nada e continuar a viver.




As palavras de Leah era verdadeiras e eu sentia um peso,como se me libertasse de algo que estava me prendendo.


_Leah...,não acho que...




_Não acha o que? Para Renesmee. Não foi você que quase matou o seu pai para proteger o seu amor com Jack? E agora você quer o matar?




_Não,eu nunca faria isso. _ me defendi




_Mas é o que está._ ela rebateu. _ Olha eu disse o que penso,e não é só isso e sim também é algo para você refletir pois se fosse você e estivesse em seu lugar,não deixaria o meu amor por causa de algo que eu posso ser forte para superar.Eu não sou um exemplo de superação,mas consegui.E seu que você consegue.




Leah falou todas aquelas coisas,e saiu me deixando olhando o nada.




Meu Deus!Ela estava certa,pois não podia ficar daquele jeito e muito menos deixar o homem que eu amava morrer por eu ser tão fraca a ponte de não consegui superar os meus fantasmas,e se covarde e não contar a verdade.


Com estes pensamentos,não pensei muito.Peguei a chave o do meu carro e dirigi que nem uma louca até La Push.Sabia que Jack estava lá na casa do pai,e a essa hora com certeza ele estava já em casa.


Quando estacionei o carro em frente a casa vermelha .Desci rapidamente do carro e fui em direção a porta,pois mau parei em frente dela a porta se abriu.Jack abriu para mim.




Jack tinha uma expressão tão angustiada que me cortou o coração e me fez ter vontade de me jogar numa fogueira e morrer por esta fazendo isso com ele.




_Preciso falar com você_ disse,ele me olhou com se o que disse era algo como,”vim pedir o divorcio”,mas ele assentiu se afastando para eu entrar.




Assim que entrei ele fechou a porta,mas não disse nada,então eu olhei para ele e perguntei.




_Está sozinho?




_Meu pai está na casa de Rachel,e acho que vai dormir lá. _ respondeu ele com uma voz triste.




Engoli a seco ,sentindo já um bolo se formar em minha garganta,mas não podia chorar agora e sim manter a minha coragem de contar tudo a ele e porque eu não deixava me tocar e porque dor pesadelos.Respirei fundo e comecei a falar.




_Jack eu...




_Olha não precisa dizer nada ok? Mande os papei que eu assino se assim quiser._ disse ele me interrompendo


Olhei espantado para ele ,por ele achar que eu vim falar algo que significava separação.Então tentei logo dizer o que realmente vim fazer.




_Eu não vim falar de papel nenhum ,e se é que significa divorcio.Eu vim falar sobre outra coisa.




Ao escutar eu dizer que ele estava enganado ,sua expressão mudou como se ele estivesse aliviado por não ser o que pensava.






_Então o que?_ perguntou ele cauteloso.




_Vim pedir perdão por ter agido como uma idiota infeliz com você.Vim contar a verdade sobre tudo o que aconteceu comigo naquele lugar que passei por cinco anos,e que é os motivo de todos os meus pesadelos e afastar você de mim.




Ele franziu o cenho e se aproximou de mim.




_Olha você não precisa falar nada.e eu te perdoou de todo o meu coração meu amor._ ele me abraçou de uma forma tão protetora e cheio de saudade que me fez esquecer por um instante o que eu devia fazer,mas com muito esforço me desvencilhei dele,que me olhou como se eu fosse rejeitá-lo outra vez.Mas logo tentei desfazer o que ele estava pensando.




_Jack eu preciso falar sim.E foi por isso que vim,e só irei sair daqui depois que contar tudo.E se depois que eu contar você ainda me querer,espero que possamos recomeçar tudo_ disse abaixando a cabeça.




Jack tocou em meu queixo me fazendo olhá-lo.




_Se é assim que quer,eu escuto.Mas não há motivo algum que me fará não querer esta com você._ ele disse




Depois disso comecei a contar tudo para ele.O verdadeiro motivo que Nataniel me mantinha presa,e o que ele queria de mim.Os atos de violências,e ser obrigada beber um monte de chás para fertilidade...e tudo...Quando acabei de contar,ao contrario do que imaginei Jack me abraçou forte em quanto eu chorava .Seu abraço era forte,como uma promessa de que ninguém me faria mal.E com isso eu tive a certeza de que ele me queria mesmo sendo usada por outro homem.
_Não importa méis nada meu amor. Eu te amo com toda a força ,e isso é o suficiente para podermos superar isso tudo.Só quero que saiba que vou esta sempre ao seu lado,e quando sentir preparada em ser minha estarei para você. – ele disse me dando um selinho.




Ao sentir os seu lábios macios nos meus .Todo o medo que senti,toda o nojo que sentia de mim mesma por não ser dignar do toque das mãos de Jack ,já não existia mais em mim. Será que a chave de toda a minha superação era o fato de eu me abrir com alguém e esse alguém era a pessoa na qual eu sempre temi que reagiria nada bem com o que eu contasse? Com certeza sim,e tudo diz que sim.


Mas o que realmente queria agora era poder pertencer outra vez ao meu homem,ao meu Jacob .




Aproximei o meu rosto mais uma vez do dele,e colei os meus lábios nos dele,buscando a intensidade que ansiava. Jack imediatamente correspondeu o meu beijo,que com a minha língua invadi a sua boca,buscando por seu gosto que tanto amor.




Minhas mãos foram para o seu pescoço,em quanto ele me envolvia com seus braços. Quando dei por mim já estava em seu colo,e e automaticamente rebolava em seu membro completamente duro escondido por de trás de seu jeans.Ao senti o quanto ele estava excitado um gemido saiu de minha garganta.




_Hummm...




_Nessei...assim não dar pra cumprir com o que eu..._ ele sussurrou entre nossos beijos mais que apaixonados e urgentes.




_Não cumpra.Pois eu não quero perder nenhuma chance de ter você comigo,me amando como anseio a muito tempo....humm...Jack...eu o quero..._ sussurrei




Jack olhou em meu olhos e viu toda o meu desejo por ele,e nessa hora os seu olhos pareciam fogo em plena a luxuria.Nenhuma palavra foi dita,pois ele voltou a tomar os meus lábios com um beijo urgente.


Quando a minha pouca sanidade fez perceber o que estava a minha volta,eu já estava deitada completamente nua em cima da cama com Jack em cima de mim,tomando com seus lábioos quentes sobre a minha úmida intimidade. Ele estava sendo perfeito como sempre era.


Meus gemidos e gritos ao senti ele mordiscar o meu clitores inchado era o suficiente para provar o prazer que aquele homem poderia me dar.Como fui tão estúpida e idiota ao ponto de afastar esse home em que o destino trouxe para mim? Eu nasci para ele como ele vivei e sofreu agüentando a tudo para esperar por mim.E agora estamos aqui juntos com uma família ,e eu fazendo besteira.


Quer saber?Dani se! Vou amar a ser amada pelo o homem que a vida trouxe para mim.E um dia terei a minha vingança a aquele que trouxe a desgraça em minha vida,e em quanto isso serei imensamente feliz com o Meu Jacob.




Fiu tirada desses pensamentos ao sentir Jack me penetrar.Minha entrava estava cada centímetro sendo preenchida por todo aquele membro...Cada estocada era a prova de que éramos peças completas deu um quebra cabeça. Ao senti seu liquido quente invadir cada centímetro de meu útero foi como se estivesse sendo marcada para ser eternamente dele.Mas eu pertencia a ele,e sempre seria assim,foi por isso que nunca uma semente falsa poderia germinar dentro de mim.E sim a semente verdadeira do meu companheiro verdadeiro.




Ficamos abraçados,até o sono nos tomar,e assim era a certeza de que sempre seria assim




_Eu te amo,minha Nessie_ Jack sussurrou em meu ouvido




Sorri deitada com a minha cabeça encostada em seu peito e disse.




_Te amo meu Jacob.




Então dormimos abraçados.




No dia seguinte ,Jack voltou para nossa casa.E mesmo ainda dentro da casa do seu pai podia se sentir que tudo estava diferente,pois agora começava uma nova e feliz etapa para as nossas vidas...E não somente para a nossa como para a todos.
                   **BY:Lu Fanfics**

0 comentários:

Postar um comentário

Comente,critique,elogie e de as suas sugestões,mais sem ofensas ok?Que eu sou muito sensível rsrsrs.

Seguidores

Instagram

Neces In Love Story Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados