Natiele Lopes. Tecnologia do Blogger.

capítulo 14-Casa Comigo?

POV Renesmee:

Passei a noite mais linda de minha existência.Apesar de sempre está com Jack ser a coisa mais especial de tudo,essa noite foi melhor.Isso porque não só nos reconciliamos,e sim tentamos suprir as saudade e a falta que sentimos um do outro,e mesmo assim cada momento não foi o suficiente para matar essa saudade.E mas a saudade piora ainda mais pelo o fato deu está acordando agora e não esta sentindo o calor dos braços fortes do meu amor em volta de mim me aconchegando.


Mas mesmo assim eu sinto o sorriso em meu rosto,a alegria enchendo o meu peito.Ainda mais que algo nesses momentos felizes que tive essa noite com Jack ,ele me fez um pedido...


(Flash Back on)


Já era a quinta ou sei qual vez que tínhamos acabado de fazer amor,quando eu estava sentada no colo de Jack de frente para ele,ele sussurrou em meu ouvido...


_ Casa comigo ? _ sussurrou ele roçando os seus dentes no lóbulo de minha orelha.


Seu ato me fez arfar,mas o meu coração se acelerou com o seu pedido.Nesse momento eu sentia como se o meu coração fosse explodir.


Eu me afastei um pouco e olhei para ele,e disse...


_ Sim.Mil vezes sim.


Um sorriso tão lindo brotou em seus lábios,e eu pude escutar o seu coração se acelerar tão forte quanto o meu.E no mesmo instante seu lábios voltaram colar aos meus.


_Eu Te amo futura senhora Black._ disse ele entre nossos beijos.


_Te amo meu futuro marido._ sussurrei,e voltamos a nos beijar.E aumentando o ritimo de nossos beijos voltamos a fazer amor outra vez


(Flash Back off)


Ao recordar dessa noite maravilhosa,escutei o meu estômago roncar.E isso quer dizer que tem um lobinho faminto querendo comer. E o mais engraçado que eu pela primeiras vez de todas as manhãs,estou me sentindo bem,sem vontade de sair correndo para vomitar.


Me levantei com a intenção de ira ao banheiro tomar um banho,pois o meu corpo estava um pouco grudado de suor...Mas antes de me levantar reparei um papel ao meu lado da cama.Então peguei para lê-lo.


Minha linda:
Desculpa seu lobo por não está ao seu lado quando acordar.Tive que sair ,pois tinha que pegar algo em casa e tomar um banho e trocar de roupa.Prometo que no memento em que acordar estarei com você para tomarmos café juntos.Te amo


Seu ,sempre seu :Jacob


Sorri toda boba com o bilhete,mas tive que voltar a realidade,pois se o meu amor como prometeu estará aqui para tomar café comigo.Então tenho que está linda para ele quando chegar.




Peguei uma calça jeans,uma blusa de magas compridas cor creme,calcinha e sutiã e fui para o banheiro. Depois de banho tomado,vestida cabelos penteado,e principalmente dentes escovado desci para ir a cozinha.Mas antes de chegar dou de cara com Seth.


_Bom Dia doutor Clearwater ! Que devo a honra de vê-lo por aqui bem cedo? Pensei que já estaria na sua linda clinica fazendo as últimas organizações para ela funcionar amanhã.




_Bom Dia Buxudinha! E a honra que estou dando é porque tudo está certo e como sou filho de Deus,hoje é domingo e vou aproveita para passear com a minha Anne. _ ele respondeu todo sorridente.




_Hum...! Quer dizer que agora eu perdi os meus dois melhores amigos e amores.E vou ficar chupando dedo? _ falei fingindo que estava chateada.


Seth riu do beicinho que fiz,e disse...




_A mim você não perdeu,pois o seu lugar está intacto no meu coração.Só que agora ele tem uma dona.




_Ok! Como o meu já tem dono, certo?_ disse




_Certo. – ele respondeu sorrindo.


E como sempre de costume joguei meus braços no seu pescoço o abraçando como sempre fiz.Seth sorriu com o meu ato.




_Acho melhor você desgrudar porque o seu lobo está chegando e eu preciso de braço e perna,se não eu não vou poder trabalhar._ ele disse




_Ele não vai fazer nada porque eu não vou deixar.Pois ele é o meu amor e você é meu amigo.




_Vai explicar isso a ele._ ele disse


Nessa hora a campainha tocou.Sem demora eu fui correndo atender,e ao abrir a porta vi um olhar serio para mim.Mas mesmo assim eu abrir um sorriso para ele,e me jogando em seus braços o beijando com toda a saudade que estava sentindo por ele.E por sua vez ele acabou correspondendo me apertando em seu corpo.
_Han han...! – pigarrou Seth._ Da pros dois irem para o quarto?




Jack soltou um rosnado para ele,mas ele ignorou e olhou para mim com uma sobrancelha arcada.
_Isso tudo é pra eu fingir que esqueci do seu momento “sou seu melhor amigo “com o doutor ali?


_Na verdade não. E ele é o meu melhor amigo...E quanto a isso,é saudade de você. _ disse olhando em seus olhos,e ele sorriu com o que disse,mas era felicidade por ver que estava sendo sincera.




Então ele tomou os meus lábios outra vez com um beijos calmo ,e separou novamente.O puxei para entrar e fechei a porta em seguida.




E quando voltei para ele,me deparei com ele segurando uma caixinha de veludo nas mãos.Ele estendeu para mim e eu peguei a abrindo...E dentro da caixa havia um anel de ouro branco com um pequeno diamante no topo.Era a coisa mais linda que eu poderia ter ganhado.Os meus olhos começaram a marejas,e do nada as lágrimas caíram no canto dos meus olhos de tanta emoção.




Jack se aproximou de mim colocando as suas mãos onde as lágrimas caiam.




_Não era pra você está chorando,e sim sorrindo de alegria. _ disse ele




_Não é tristeza e sim emoção.Jack...você está me fazendo ser a mulher mais feliz do mundo.Você não tem idéia o quanto eu te amo._ sussurrei.




_Eu sei o quanto você me faz feliz,minha vida._ surrou ele tocando os seus lábios nos meus.


Ficamos ali nos beijando por uns minutos,mas antes que nos entregássemos demais aos nosso desejos,nos desvencilhamos dos braços um do outro.Jack colocou o anel em minha mão,e beijou ela depois.




Então fomos para a cozinha onde Seth já estava lá devorando uma parte dos ovos com bacon que Sue fez.O meu avô estava tomando o café lendo um jornal,e quando nos viu entrar abriu um sorriso para nós por concluir que nós nos entendemos,e Sue fez o mesmo.


Fui dar um beijo em Charlie e ele reparou não só a minha felicidade,mas também o anel em minha mão.




_Estou vendo que já fizeram as pazes,mas o que significa esse anel em sua mão? _ disse Charlie.




Seth deu uma risada e Sue o olhou o repreendendo.




Nem eu e nem Jack respondemos,mas ai me lembrei que eu não havia contado a ele sobre a minha gravidez....E que Deus me ajude,e principalmente que ele não de uma tiro em Jack.




_Bem vovô...,na verdade esse anel significa que eu estou noiva de Jack.


Charlie me olhou intrigado e disse.




_Não acham muito cedo pra noivarem? E você não terminou a escola._ disse ele




Pelo que estava vendo,isso seria difícil.Mas eu teria que contar ,então vai...






_ Bem vovê...como eu posso dizer...é que eu...




_VOCÊ ESTÁ GRAVIDA? É ISSO? _ ele berrou já se levantando como se quisesse pegar uma arma na cintura que por sorte não tinha.




Seth tinha uma expressão que está segurando o riso,mas qualquer coisa ele iria cair no chão e rolar de rir.




_COMO ISSO ACONTECEU? ONDE ? DE BAIXO SO MEU TETO! _ Charlie esta vermelho quase roxo.


_Charlie calma_ pediu Sue.




_Como calma! Os seus pais vão me engolir vivo quando souberem.Como você fizeram isso?




_Ora Charlie como acho que isso aconteceu? Se não soubesse Bella nunca teria nascido. _ zombou Seth.




_Seth cala boca. Isso não é hora de graça.E respeito com Charlie. _ disse Sue repreendendo o filho.




Seth ficou quieto,mas então eu comecei a falar interrompendo o que Jack começava a falar.






_Vovô...,calma ta bom? Meu pai e minha mãe já sabem.Eu já os contei...,e eles vão me apoiar.E não espere que eu conte como aconteceu.Mas eu espero que o senhor seja um ótimo bisavô como é um ótimo avô pra mim.




_Se eu fosse um ótimo avô,teria tomado conta melhor de você,e isso não teria acontecido._ rebateu ele.




Eu me levantei de onde estava e fui até ele,e o abraçando e dando um beijo em seu rosto em seguida.E o olhei...




_É claro que o senhor é. E alem do mais o senhor não ia ficar vinte quatro horas me vigiando.E vovô ..,aconteceu...,e não há como voltar atrás.E sinto muito se estraguei sua confiança,mas pode ter certeza que não foi debaixo do seu teto.


Ao falar isso senti Seth outra vez reprimir o riso,e foi ai que eu o olhou como se fosse fuzilá-lo.Tudo bem,em parte eu menti,mas a minha primeira vez com Jack de fato não foi aqui na casa do meu avô e nem as outra vezes até o dia em que aconteceu o incidente com o meu pai.Então ...




Charlie retribuiu o meu abraço e sua expressão era de que fingia que acreditava em mim.E isso me fez lembrar que eu tenho que agendar a hora que vou arrancar o pescoço de Seth pela graça que ele fez.




Então Charlie olhou para Jack com um olhar não tão amigável,e disse...




_ Bom ...se as coisas estão bem adiantadas,pra quando você pretendem se casar?




Jack sorriu com a pergunta e respondeu: _ Por mim hoje mesmo. _ disse me dando um beijo no rosto. Charlie rolou os olhos com isso.


_Por mim também,mas acho que tia Alice e nem tia Rosalie me perdoariam seu eu fosse com Jack para Las Vegas e me casasse lá naquelas capelas com janelas de Draving Trun.




_Pois pra mim seria o casamento perfeito,pois se tenho você quanto antes sendo a minha esposa._ disse Jack




Sorrimos,pois eu via o quanto Jack era pratico com tudo,mas a verdade eu não poderia fazer como eu e o próprio Jack queriam.




_Bem,então vou ver com a tia Alice o que podemos fazer,mas quanto antes melhor.No máximo um mês._ respondi.


Charlie assentiu e depois tomas o nosso café tranquilamente.




Satisfeitos ajudei Sue a lavar a louça,e depois fui escovar os dentes.Então Jack e eu fomos a casa dos meu pais,mas antes conversamos um pouco com Seth que diferente na hora do café ele estava meio que nervoso.


_Então...Vai contar a ela hoje? _ foi o que escutei Jack perguntar a Seth assim que cheguei perto deles que conversavam perto do carro de Seth.




_Contar o que?_ perguntei.Mas foi Jack que respondeu.


_Seth vai falar com sua amiga sobre o que ele é,ou seja,contar tudo a ela.


Olhei para Seth surpresa,e parece que as palavras de Jack o deixaram mais nervoso ainda.






_Mas já? _ disse




_É. Prefiro quebrar esse tabu logo.E ainda mais eu não quero ter motivos de brigas atoa quando acontecer uma emergência lupina e não poder esta com ela._ disse Seth




Realmente eu o entendia,e acho que ele estava certo em contar a ela.Porque o pior de tudo ele iria reclamar as pitangas comigo quando ele tivesse que dar bolo nela.
Então Seth contou que iria levar ela a um passeio primeiro e depois iria a praia e contaria a ela.Então depois de conversamos um pouco,Jack e eu fomos a casa de meus pais.




Quando chegamos lá contamos as novidades a ele. Meu pai fez aquele drama de inicio ,mas no final ficou tão feliz quanto a qualquer mulher daquela casa.


Alice e Rosalie me alugou por um bom tempo com coisas de casamento e meu pai ficou conversando algumas coisa com Jack ,Tio Jaspe e tio Emmet foram caçar. E Carlisle estava em seu escritório fazendo umas pesquisa enquanto Esme preparava alguns quitutes para Jack e eu comer.


Depois que tava tudo certo que o casamento seria a daqui um mês,e eu ganhei uma agenda pra sempre está disposta a sair para ver vestido,decoração de casamento e a ter minhas consultas pré natais...Jack e eu resolvemos ir a praia de La Push ver o por do sol.




Estava tudo tranqüilo enquanto seguíamos de carro a caminho da casa de Jack antes de irmos para casa de Jack e deixarmos o carro lá.Pois queríamos contar ao meu sogro sobre o nossos planos de fazer o casamento na praia...Mas do nada Jack freia o carro fazendo nossos corpos se inclinarem pra frete,e se não fosse o cinto teríamos batido com a cabeça no vidro.


Então assustada olhei para frente e dei de cara com Anne com uma expressão de medo e terror.Quando os seus olhos me viram ,ele veio até a o meu lado da porta,gritando socorro.


Na mesma hora Jack e eu saímos do carro,pois lembramos que Seth estaria com ele,e pode ter acontecido algo com ele.Ou algum vampiro invadiu a reserva e enquanto ele o distraia mandou Anne fugir.


Quando eu abri a porta Anne se jogou a mim com os braços no meu pescoço.




_Nessie me salva por favor! Socorro!Não deixa ele me pegar.Ele é um monstro horrível.Um lobo gigante.Deus eu acho que estou virando vidente,É ele .O monstro dos meus sonhos .Seth.É ele..._ ela dizia coisas incoerentes,então tentei acalmar ela.




_Calma! Anne clama. _ pedi _ Me fale direito que não estou entendendo nada.




Ela respirou fundo em meio aos chora e começou a falar.


_Não pense que sou louca.Mas o Seth...,ele...ele...ele é um monstro.Ele se transformou em um lobo enorme..._ nessa hora ela si interrompeu ao ouvir Seth se aproximar.




_Anne! _ gritou Seth vindo correndo em nossa direção.




_FIQUE LONGE DE MIM SEU MONSTRO.SOMO DAQUEI! SOCORRO! NESSIE NÃO DEIXA ELE SE APROXIMAR... _ Anne gritava histérica .Olhei para Seth que tinha lágrimas nos olhos e uma dor que não tinha tamanho.


_ Seth por favo,fique ai...




_Mas Nessie eu...




_Seth clama também.E Jack leve Seth pra sua casa.E deixa que eu cuide de Anne._ pedi.




Jack assentiu : _ Ok! Seth vamos...Deixa Nessie resolver isso,primeiro se acalma velho.Vamos.


Seth hesitou olhando pra Anne que estava tremendo em meus braços,e antes dele ir com Jack,ele me olhou com suplica,e eu assenti para ele.E ele foi com Jack a pé,me deixando com o carro.




Então voltei a minha atenção para Anne.




_Agora Anne se acalme.E vamos conversar. _ disse olhando para ela




_Você está achando que sou louca ne? _ sussurrou ela




_Não.Você não é louca._ disse




_Você acredita em mim? _ ela me perguntou com incredulidade.




_Sim.Eu sei que Seth é lobo.Inclusive eu já o vi em forma de lobo._ disse naturalmente.




Anne me olhou como se eu tivesse zombando da cara dela,mas eu logo esclareci.




_Eu não estu fazendo hora com sua cara.Realmente eu sei que Seth é um lobo.E pra provar que eu estou falando a verdade,eu...


_Ai Meu Deus você é um lobo também?_ disse ela já se afastando de mim.




Rolei os olhos e disse :_ Claro que não! Eu ia dizer que iria provar dizendo qual é a cor do pelo dele. _ disse e ela me olhou incrédula outra vez,mas continuei a falar._ Bom,a cor dele é cor de areia .
_É...acho que é,Mas como você sabe disso? E você já o viu de perto,e não tem medo? Mas é..._ ela estava confusa e eu voltei a falar.




_Respondendo a sua pergunta ...,eu já o vi,e de perto também como toquei o seu pelo.




_Não.Você só pode está zuando de mim.Ninguém em sã consciência iria chegar perto de uma aberração._ disse ela


Me segurei para não dar um tapa na cara dela.Mas se fizesse isso não iria mudar o fato das coisas e não iria ajuda em nada.




_Anne? _ falei serio,e ela olhou pra mim vendo que eu não estava com paciência.._Ele não é uma aberração. E eu sempre estive consciente quando chegava perto dele em forma lupina.Ao invés de agir como uma louca histeria sem noção,de a ele uma chance de explicar tudo a você.




_Você fala isso porque o seu namorado não é um monstro._ rebatei ela.


Então eu dei um sorriso irônico a ela,que a fez ficar com os olhos regalados.




_É ai que você se engana.Jack também é um lobo.Que por falar nisso...,um lindo lobo com o pelo marrom avermelhado _ disse com orgulho




As minhas palavras fez Anne ficar sem fala.Mas a questão agora não era discutir com ela e sim fazê-la entender tudo.




_Olha Anne.Eu não estou mentindo e tão pouco fazendo hora com a sua cara.Seth é um lobo como Jack é também.E não só eles que são assim,a irmão de Seth também é e resumindo...aqueles rapazes bombadões que você viu na festa são também.E eles não existem por que querem,mas porque nasceram com o genes de lobo,párea defender o seu povo do inimigos.


_Com um bando de lobos mutantes daquele tamanho,quem vai querer ser inimigo deles? _ murmurou ela.


_Mas tem.Os vampiros.Pois eles são se transformaram assim para proteger os humanos dos bebedores de sangue humanos.


_Ta dizendo que tem existem vampiros?_ perguntou ela como se fosse o babado dos séculos.




_Existe.




Aos poucos fui explicando a ela toda história dos lobos,uma parte da história que conheci quando vinha nas reuniões do conselho que era mais uma fogueira com histórias dos antepassados dos quileutes. Depois falei sobre o imprinting e expliquei como é que Jack teve comigo,e que Seth teve com ela...Essa parte até eu fiquei confusa ,pois a louca até suspirou como se tivesse escutando um alinda história de amor.


E quando terminei de contar tudo e tudo explicado.Ela me fes mais umas perguntas,pois eu contei a ela sobre a minha família também,e pelo mesmos quando eu falei de mim,ela não quis sair correndo e igual uma louca ela murmurou um sentimento de inveja por eu ficar jovem pra toda eternidade.


Mas calma,sugeria ela que desse uma chance de Seth falar tudo o que ele tem a falar.De inicio ela hesitou,mas quando enfatisei que ela não tinha o que temer,e lembrei a ela que ele jamais iria machucá-la e sim protegê-la de tudo.Ela concordou ir falar com ele.




Então eu a levei até ele,e chegando lá Seth quando nos viu seus olhos brilharam...E quando se aproximou de nós Anne deu um passo para trás e isso fez Seth hesitar.Mas no final de tudo ,tudo deu certo,pois Anne não resistiu e se entregou ao amor que Seth tinha a oferecê-la não deixando nem sombra de medo que ela teve dele,e sim uma segurança que seu homem jamais iria a machucá-la.






O mês passou rápido,e tudo era só felicidade...Pois hoje era o dia tão esperado do meu casamento.A cerimônia seria na praia,e o velho Quil que faria a cerimônia quileute...


Entre Seth e Anne estava tudo as mil maravilhas,se ainda querem saber.




E quanto a mim e a Jack também.Novidade! kkkk




Nesse tempo,um novo trato foi realizado entre a minha família e os quileutes,pois agora por eu ser a futura esposa do alfa ,nãos seria justo ficar os pré conceitos ante linhagem.E como os Cullen não demonstram nenhum perigo,ele poderia entrar nas terras quileutes caso houvesse necessidade...


E mesmo não tendo mais problemas em receber a visita da minha família a minha casa,mesmo assim que queria morar em um lugar bem calmo onde eu pudese olhar para um lado o verde e o outro um riacho .E o único lugar que era assim,era o meu paraíso onde Jack e eu ficavamos depois que ele me buscava na escola,e onde me entreguei a ele.Mas lá era um lugar fora dos limitas de Forks e eu não queria ficar longe de ninguém.


Então Meu pai encontrou um lugar que era do jeito que eu queria,e resolveu todos os tramites legais para que aquele lugar fosse um local apropriado pra construir casa.E como ele sabia que eu não gostava muito de extravagância conseguiu se conter em não fazer uma mansão.Todos da família tinha o dedo em cada parte do meu ninho de amor com o meu lobo.E foi o presente deles. A matilha não ficaram atrás,pois todos ajuntaram um dinheiro e compraram um carro para andarmos em família quando o bebe nascer.




A minha lua de mel,bem eu não iria viajar ,pois todos acharam que não seria bom eu viajar com poucos meses de gravidez e conforme passava o tempo minha barriga parecia que quase quatro mês,e segundo Calisle minha gestação nãos seria como as outras normais.Então para não correr o risco de esta longe e não tem como me socorrerem,Jack eu teríamos nossa lua de meu na nossa própria casa,pois Jack também concordava ainda mais na questão de segurança do bebe e eu.


E cá pra nós eu nem me importei com isso,pois estando com o Jack ,qualquer lugar seria a minha lua de mel.




Então tudo já estava pronto,eu com o meu pai ao meu lado me conduzindo até o altar onde estava o meu amor todo sorridente...Meu vestido combinava com o ambiente.Um tomara que caia,cabelos soltos com uma flor branca como arranjo na lateral. Jack vestia uma camisa branca calça brancas,como se tivesse num luau.E na verdade a intenção era esta,pois a cerimônia seria a tarde devido ao por do sol,e a festa seria ali mesmo na praia com um luau.




Tudo ocorreu bem durante a cerimônia,Jack e eu fizemos nossos votos,fomos abençoados.E selando a nossa união com um beijo mais que apaixonados.


Se ajuntasse a minha felicidade com a de Jack ,poderiam fazer uma formula poderosa de amor.


A festa estava perfeita e todos se divertiam e dançavam.E o mais engraçado foi ver meus pais dançando pois eu nunca pensei em ver meu pai dançando musica eletroniaca e minha mãe sorrindo mesmo pisando nos pés de meu pai as vezes.


Por fim joguei o meu buque ,que no caso quem pegou foi minha amiga louca Anne.E dando motivo para todos zuarem Seth que agora ele não tinha escapatória do casório.


Então,meu marido e eu seguimos pra nossa ansiosa e maravilhosa primeira noite de casados.




Ao chegar em nossa casa,fiquei de boca aberta em ver a decoração.pois da porta até as escadas tinha pétalas de rosa fazendo uma trilha no chão,e luz de velas iluminado a casa.Jack me pegou no colo que me levou até o nosso quarto.E quando chegamos lá outra vez fiquei de boca aberta.
O quarto estava todo decorando com pétalas de rosas espalhada e na cama havia um coração desenhado com rosas...velas acesas ,um balde com champanhe e taças...




Então Jack me colocou no colo no chão e foi abrir a garrafa de champanhe...


_Jack...você sabe que eu não posso beber._ disse em aproximando dele




_Mas você não vai beber.Só vamos brindar,e eu bebo no seu lugar._ disse ele


Sorri para ele,e em poucos segundo ele abriu a garrafa deixando a espuma cair.




Então ele colou a champanhe nas taças e brindamos.E como ele mesmo disse,ele tomou as duas taças.Depois ele as deixou onde estavam e veio até a mim.




Ele pegou em minha cintura,me fazendo colar em seu corpo.De vagar ele tomou os meus lábios com os dele. O beijo era calmo,mas aos poucos fui sentindo a necessidade ter mais.
                                ***BY:Lu Fanfics***

0 comentários:

Postar um comentário

Comente,critique,elogie e de as suas sugestões,mais sem ofensas ok?Que eu sou muito sensível rsrsrs.

Seguidores

Instagram

Neces In Love Story Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados